a fauna marinha da costa brasileira

Propaganda
A FAUNA MARINHA DA COSTA BRASILEIRA
DIVERSIDADE, AMEAÇAS E USO SUSTENTÁVEL
Maria A. Gasalla
Instituto Oceanográfico
Universidade de São Paulo
[email protected]
BIOTA-FAPESP EDUCAÇÃO - CICLO DE CONFERËNCIAS 2013 - AMBIENTES MARINHOS E COSTEIROS
ROTEIRO DA PALESTRA
1.
INTRODUÇÃO
2.
AMBIENTES MARINHOS E COSTEIROS DO BRASIL: A “AMAZÔNIA AZUL”
3.
DIVERSIDADE DA FAUNA MARINHA BRASILEIRA
4.
AMEAÇAS
5.
USO SUSTENTÁVEL
6.
CONCLUSÕES: O FUTURO QUE QUEREMOS?
BIOTA-FAPESP EDUCAÇÃO - CICLO DE CONFERËNCIAS 2013 - AMBIENTES MARINHOS E COSTEIROS
ZONA MARINHA E COSTEIRA DO BRASIL:
AMAZÔNIA AZUL
- MAR TERRITORIAL: 12 milhas da costa (soberania nacional absoluta)
- ZONA ECONÔMICA EXCLUSIVA: de 12 a 200 milhas da costa (jurisdição dos recursos)
- EXTENSÃO DA PLATAFORMA CONTINENTAL: área adicional solicitada à ONU
AMAZÔNIA AZUL = ZEE + EPC = 3,5 milhões + 963.000 km2 = 4,5 milhões de km2
EXTENSÃO DA PLATAFORMA
CONTINENTAL
Arquipélago de São Pedro
e São Paulo
ZONA ECONÔMICA
EXCLUSIVA (ZEE)
Ilhas de Trindade e
Martim Vaz
EXTENSÃO DA PLATAFORMA
CONTINENTAL (EPC)
Fonte: SECIRM
TEMPERATURA SUPERFICIAL DO MAR
inverno
verão
Corrente
do Brasil
Corrente
das
Malvinas
De: Miloslovich et al (2011) PloSOne
CLOROFILA
(CONCENTRAÇÃO NA SUPERFÍCIE)
inverno
De: Miloslovich et al (2011) PloSOne
verão
DIVERSIDADE E HETEROGENEIDADE DE AMBIENTES EMERSOS E SUBMERSOS
ZONA COSTEIRA
17 estados costeiros
Faixa de 8600 km
de extensão
- manguezais
- recifes de coral
- dunas
- restingas
- praias
- costões rochosos
- lagoas
- estuários
Manguezais
A. Marques
Recifes de corais
A. Marques
Praias arenosas
A. Marques
Costões e praias rochosas
Ambientes insulares
Subdivisões da Costa do Brasil
Fonte: Programa
REVIZEE (MMA)
(Villwock, 1994;
Coutinho, 1999)
REGIÃO OCEÂNICA E O PELAGIAL
RELEVO SUBMARINO E ZONAS MARINHAS
Migrações
Biota
Fonte: REMAC
MONTES, CÂNIONS,
E CADEIAS
SUBMARINAS
cânions
RELEVO SUBMARINO
ELEVAÇÃO DE RIO GRANDE
cadeias
platôs
Fonte: REVIZEE
BIODIVERSIDADE
BIOTA-FAPESP EDUCAÇÃO - CICLO DE CONFERËNCIAS 2013 - AMBIENTES MARINHOS E COSTEIROS
NÚMERO DE ESPÉCIES DESCRITAS
•
Miloslovich et al (2011) (PloSOne: www.plosone.org)
Revisaram, mais recentemente, a diversidade marinha e estado do
conhecimento de grupos taxonômicos nas plataformas continentais Oeste e
Leste da América do Sul
Censo da Vida Marinha – Census of Marine Life
RIQUEZA
ESPECÍFICA
De: Miloslovich et al (2011) PloSOne
RIQUEZA
PRINCIPAIS GRUPOS TAXONÔMICOS
De: Miloslovich et al (2011) PloSOne
Breve revisão do
número
de espécies
marinhas do
Brasil
- Reino Animalia -
De: Gasalla (não publicado)
10.804
espécies
da fauna
marinha
+
Homo sapiens
PORIFERA
ESPONJAS
350 espécies
(Amaral & Jablonski, 2005)
CTENENOPHORA
CTENÓFOROS
13 espécies
(Milolovich et al, 2011)
CNIDARIA SCYPHOZOA
CIFOZOÁRIOS
22 espécies
(Milolovich et al, 2011)
CNIDARIA HYDROZOA
HIDROZOARIOS
350 espécies
(Milolovich et al, 2011)
Hidromedusa Olindias sp
Hidróide Diphasia sp
Fotos: A. Migotto
Hidróide Halopteris sp
Fotos: A. Migotto
ANTHOZOA, HEXACORALLIA , OCTOCORALLIA
CORAIS
173 espécies
(Milolovich et al, 2011)
BRYOZOA
BRIOZOÁRIOS
173 espécies
(Milolovich et al, 2011)
Fotos: A. Migotto
Bugula sp
Fotos: A. Migotto
Bleania klugel
BRIOZIARIO COM ECTOPROCTA
SIPUNCULA
SIPUNCULÍDEOS
30 espécies
(Milolovich et al, 2011)
POLYCHAETA
POLIQUETOS
987 espécies
(Milolovich et al, 2011)
MOLLUSCA
MOLUSCOS
1886 espécies
(Gasalla, n.p)
GASTROPODA
GASTRÓPODES
1361 espécies
(Miloslovich et al 2011)
OPISTOBRÂNQUIO Aplysia sp
NUDIBRÂNQUIO Tritonia sp
NUDIBRÂNQUIO Doto chica
NUDIBRÂNQUIO Cutona tina
NUDIBRÂNQUIO sobre briozoário
CEFALÓPODE
cifonauta.cebimar.usp.br
LULA - CEFALÓPODE LOLIGINÍDEO – DORYTEUTHIS PLEI
EMBRIÃO EM CÁPSULA
Projeto Lula (Biota Fapesp) - IOUSP
Octopus vulgaris - Polvo
en.wikipedia.org
CHAETOGNATHA
QUETOGNÁTOS
230 espécies
(Amaral & Jablonski 2005)
CRUSTACEA
CRUSTÁCEOS
3335 espécies
(Gasalla n.p)
(Anomura)
MALACOSTRACA
1308 espécies
(Milolovich et al 2011)
Amphipoda (anfípode)
Anfípode planctônico Hyperiidea
Isópode
DECAPODA
801 espécies
(Milolovich et al 2011)
DECÁPODE
Camarão peneídeo Sicyonia
Foto: M. Tavares
801 espécies
COPEPODA
COPÉPODES
(Amaral & Jablonski 2005)
ECHINODERMATA
EQUINODERMES
342 espécies
(Amaral & Jablonski 2005)
Esqueleto bolacha-do-mar Mellitidae
Pepinos-do-mar Holothuroidea
THALIACEA
SALPAS
UROCHORDATA
27 espécies
(Amaral & Jablonski 2005)
ASCIDIACEA
ASCÍDEAS
UROCHORDATA
329 espécies
(Amaral & Jablonski 2005)
Ascídia colonial sobre briozoário
TESTUDINES (REPTILIA)
TESTUDÍNEOS
(TARTARUGAS)
5 espécies
(Milolovich et al 2011)
Caretta caretta (Tartaruga cabeçuda)
De: Marcon & Gasalla (2013)
Dermochelys coriacea (Tartaruga de couro)
ACTINOPTERYGII
ACTINOPTERÍGEOS
(PEIXES ÓSSEOS)
1260 espécies
(ICMBio 2013*)
PEIXES RECIFAIS DO BRASIL
De: Floeter et al (2008)
10,5% DAS ESPÉCIES DE PEIXES
DE RECIFE DE CORAL DO BRASIL SÃO ENDÊMICAS
Sergio Floeter
ENDEMISMO - PEIXES TELEÓSTEOS RECIFAIS
Sergio Floeter
Sparisoma amplum – espécie endêmica da Província Brasileira
ENDEMISMO - PEIXES TELEÓSTEOS RECIFAIS
Sergio Floeter
Stegastes rocasensis – espécie endêmica de Atol das Rocas e Fernando de Noronha
PEIXES RECIFAIS DO BRASIL
FIGURE 3: MAP OF THE REALMS, REGIONS AND PROVINCES DEFINED BY A CLUSTERING OF REEF FISH CHECKLISTS BASED
ON ALL SPECIES ("CHECKLIST" X "ALL SPECIES" DATA SET). EACH POINT REPRESENTS ONE OF THE 168 CHECKLISTS.
De: Kulbicki, M. et al 2013. Global biogeography of reef fishes: a hierarchical quantitative
delineation of regions. PLoS ONE, no prelo.
es.wikipedia.org
by Rodrigues, A.R.
Macrodon ancylodon –Pescada foguete
Micropogonias furnieri - Corvina
PEIXES COMERCIALMENTE IMPORTANTES
Sardinella brasiliensis – Sardinha-verdadeira
by Carvalho Filho, A
guiadapesca.wordpress.com
Makaira nigricans (Agulhão-negro)
AGULHÕES
Istiophorus albicans (Agulhão-de-vela)
www.stepbystep.com
en.wikipedia.org
http://fineartamerica.com
ATUNS
Thunnus albacares (Abacora-lage)
Katsuwonus pelamis (Bonito-listrado)
Freitas, Rui Patricio / ISECMAR
by: Archambault, Clay
ELASMOBRANCHII
ELASMOBRÂNQUIOS
(PEIXES CARTILAGINOSOS)
Prionace glauca (Tubarão-azul)
160 espécies
(ICMBio 2013*)
Prionace glauca
(Tubarão-azul)
Doug Perrine / SeaPics.com
Carcharhinus signatus (Tubarão-toninha)
Doug Perrine / INNERSPACE VISIONS
SFTEP, 2002 /discoverlife.org
Carcharhinus signatus (Tubarão-toninha)
AVES
130 espécies
(Mlolovich et al 2013*)
CETACEA (MAMMALIA)
CETÁCEOS
43 espécies
(Zerbini et al 2004)
Mysticeti
Odontoceti
PINÍPEDES (MAMMALIA)
7 espécies
(Mlolovich et al 2013*)
AMEAÇAS
BIOTA-FAPESP EDUCAÇÃO - CICLO DE CONFERËNCIAS 2013 - AMBIENTES MARINHOS E COSTEIROS
PORCENTAGEM TERRITORIAL MARINHA
GÁS E PETRÓLEO X CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE
Áreas prioritárias
para conservação
Unidades de
conservação
Áreas de concessão
gás e petróleo
Zona costeiramarinha brasileira
Áreas de exploração de gás e petróleo ocupam parcela significativa das
áreas designadas como prioritárias para conservação marinha
ÁREAS PRIORITÁRIAS
PARA A CONSERVAÇÃO DA
BIODIVERSIDADE
MARINHA
•
DEGRADAÇÃO DE AMBIENTES COSTEIROS E MARINHOS (HABITATS NATURAIS)
•
LIXO MARINHO
•
TURISMO DESORDENADO
•
POLUIÇÃO
Fabiano Barreto
•
INTRODUÇÃO DE ESPÉCIES EXÓTICAS-INVASORAS
•
MUDANÇAS CLIMÁTICAS
IMPACTOS DA PESCA NO ECOSSISTEMA MARINHO
-
Mary Gasalla
SOBRE-EXPLOTAÇÃO
CAPTURAS ACIDENTAIS
PRÁTICAS DESTRUTIVAS COM BAIXA SELETIVIDADE
PESCA FANTASMA
USO SUSTENTÁVEL
BIOTA-FAPESP EDUCAÇÃO - CICLO DE CONFERËNCIAS 2013 - AMBIENTES MARINHOS E COSTEIROS
Scientific American Brasil (Especial Oceanos)
O QUE HÁ EM “UMA PALAVRA”?
“anchoveta”
- Teleostei da Familia Engraulidae
- Fonte de alimento
- Farinha de peixe (matéria prima) para ração animal
- Fonte de renda
- Emprego
- Bem precioso da natureza e herança natural e cultural
- Objeto de pesquisa científica
- “Comodity” - mercado internacional
Benefício
Rendimento
biológico
Esforço pesqueiro
BENEFÍCIOS DA PESCA
Benefício
Empregos
Esforço pesqueiro
BENEFÍCIOS DA PESCA
Benefício
Preservação do
Ecossistema
Esforço pesqueiro
BENEFÍCIOS DA PESCA
Benefício
Lucros
Esforço pesqueiro
BENEFÍCIOS DA PESCA
Custos mínimos de
manejo
Benefícios
Zona de
Manejo
Tradicional
Custo social:Conflitos
entre usuarios
Custo biológico:
Sobrepesca, perda
biodiversidade,
extinção
Custo econômico:
alto da pesca com
pouco retorno
Esforço pesqueiro
BENEFÍCIOS DA PESCA
Custos máximos de
manejo
Zona do
Novo
Concenso
Zona do
Manejo
Tradicional
Esforço pesqueiro
Adaptado de Hilborn (2008)
BENEFÍCIOS DA PESCA
ABORDAGEM TERRITORIAL
Unidades de Conservação no Brasil
– Proteção Integral - (REBIO, PARNA, ESEC)
– Uso sustentável - (RESEX, RDS, FLONA, ARIE, APA)
Áreas com restrição de uso e acesso
(pesca, licenciamento ambiental)
DEVEM ACOMPANHAR O
CONHECIMENTO CIENTÍFICO
(E LOCAL OU TRADICIONAL)
Áreas de exclusão
pesca de emalhe
Não meras(INI
razões
burocráticas
MPA/MMA
nº 12/2012)
Unidades de Conservação
Costeiras e Marinhas
do Brasil
ABORDAGEM DO CONSUMIDOR
SELOS VERDES
ECO-TIQUETAGEM
CERTIFICAÇÃO ECOLÓGICA
AQUICULTURA
COM POTENCIAL NO BRASIL
(Perna perna, Crassostrea sp., Rachycentron canadum, Epinephelus marginatus)
D. Lemos
CONCLUSÕES
O FUTURO QUE QUEREMOS?
BIOTA-FAPESP EDUCAÇÃO - CICLO DE CONFERËNCIAS 2013 - AMBIENTES MARINHOS E COSTEIROS
- Manter espécies-alvo da pesca em níveis sustentáveis
- Manter espécies da fauna acompanhante da pesca em níveis
sustentáveis
- Identificar viabilidade dos estoques e das frotas
- Identificar relações entre as espécies e com o ecossistema (níveis de
produtividade, níveis de captura, processos associados ao recrutamento)
- Identificar impactos, conflitos, custos e benefícios sociais e
econômicos
- Reduzir impactos
- Evitar desperdício
- Incluir usuários e o conhecimento locaL
- Identificar objetivos de manejo, com avaliação de risco
Gasalla (2005)
Abordagem ecossistêmica: UM FUTURO MELHOR PARA OS OCEANOS
“GUARDIÕES“ DO MAR ?
PAPEL DAS COMUNIDADES (HUMANAS) QUE DEPENDEM DO MAR
Maior discussão em:
(Capítulo 11: Direitos de Pesca e Conservação Marinha)
Gasalla (2011)
OCEANOS INDISPENSÁVEIS
- SAÚDE DOS OCEANOS
- COMUNIDADES SUSTENTÁVEIS
- EQUIDADE SOCIAL
- SEGURANÇA ALIMENTAR
- USO SUSTENTÁVEL
- VIABILIDADE A LONGO PRAZO
- CAPACITAÇÃO E INOVAÇÃO
(Painel Global do Banco Mundial – Global Partnership for Oceans, World Bank, 2013)
OBRIGADO
THANKS
FOTOS E CONTRIBUIÇÕES (CRÉDITOS)
•
Banco de fotos e dados sobre biodiversidade marinha CIFONAUTA
•
www.cifonauta.cebimar.usp,br
•
Álvaro Migotto (CEBIMAR-USP)
•
Amanda Rodrigues (LabPesq/IOUSP)
•
Antônio Carlos Marques (IB-USP)
•
Melissa Marcon (LabPesq/IOUSP)
•
Roberta Aguiar dos Santos (ICMBio)
•
Sérgio Floeter (UFSC)
•
SISBIOTA-Mar
Download
Random flashcards
teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards