CLIPPING DE IMPRENSA BANDA MAHALAB

Propaganda
CLIPPING DE IMPRENSA
BANDA MAHALAB
www.mahalab.com.br
Guia da Folha – julho de 2010
www.mahalab.com.br
Guia Sampa Online – julho de 2010
www.mahalab.com.br
Guia de Verão do SPTV, Rede Globo – fevereiro de 2009
Rock solidário é opção para quem não quer sambar
Para aqueles que não apreciam o carnaval convencional, a Subprefeitura de Santo Amaro promove o Carnaval para
roqueiros, com cinco dias de apresentações de 32 bandas de rock independentes. Será a partir desta sexta-feira
(20/2) até o dia 24.
A iniciativa surgiu por meio de uma demanda dos roqueiros que freqüentam a Casa de Cultura de Santo Amaro
Manoel Cardoso de Mendonça, localizada na praça Dr. Francisco Pereira Lopes, 434, em Santo Amaro. Esta é a quarta
edição do evento, que no ano passado atraiu aproximadamente três mil pessoas nos cinco dias de apresentação das
bandas.
“Temos o cuidado de selecionar apenas bandas que tenham composições próprias. A idéia é dar oportunidade para as
bandas independentes mostrarem os trabalhos”, conta o coordenador da Casa de Cultura, Adelino Ozores. Ao todo,
são 32 bandas que, durante cinco dias, se revezam no palco montado no estacionamento da Casa de Cultura.
Desde a primeira edição do Carnaval para roqueiros, o evento já recebeu mais de 360 inscrições de bandas
independentes de São Paulo e 14 de outros Estados, como Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa
Catarina e Paraná. As apresentações começam por volta das 15 horas e terminam sempre antes das 22 horas para
não causar incômodo aos moradores das proximidades.
Para divulgar o evento e as inscrições, o produtor Edu Marin teve a idéia de abrir uma comunidade em um site de
relacionamentos na internet, colocando o Carnaval do Rock em mais de 600 comunidades. “As bandas colocavam um
link com as músicas e, assim, fomos selecionando algumas para participarem do festival”, diz Marin.
A organização separou as apresentações por dia e gêneros para que não haja problemas. “Vamos ter desde o rock
romântico até metal pesado”, explica Ozores. O público não paga para assistir às apresentações, mas quem quiser
poderá colaborar com um quilo de alimento não perecível, que será doado para entidades assistenciais da região.
Terça-feira - 24/2
Banda
Banda
Banda
Banda
Banda
Banda
Banda
Asfixia Social - 15h às 15h40
Mahalab - 16h às 16h40
Lagartus - 17h às 17h40
Senhor X - 18h às 18h40
Mandala Om - 19h às 19h40
Amplitude Valvulada - 20h às 20h40
Homenagem a Fábio Siri - 21h às 21h40
Local: Casa de Cultura de Santo Amaro
Endereço: Praça Dr. Francisco Ferreira Lopes, 434
Data: de 20/2 a 24/2
Hora: das 15 às 22 horas. Grátis.
link: http://especiais.sptv.globo.com/penaareia/guia-de-verao/
www.mahalab.com.br
Revista do Tatuapé – fevereiro de 2009
Arte ao fazer música
Com uma formação totalmente atípica – baixo, bateria e voz – o grupo
Mahalab explora o incomum e traz, em suas letras abstratas, a poesia em
forma de arte
Por Vanessa de Sousa + Fotos Fernanda Cirelli
Mais do que fazer música, os integrantes da banda Mahalab vão além. A
começar pela formação: bateria, baixo e voz. Além disso, podemos dizer que
eles fazem do palco um "grande laboratório" quando se reúnem. Não só pela
criatividade, mas porque seguem à risca a tradução de sua nomenclatura:
maha, em sânscrito, significa grande, e lab, em inglês, laboratório.
Então, que som misterioso é esse que a banda propõe? "Demoramos a
chegar nesta definição, mas costumamos dizer que fazemos um rock
transcendental. Trata-se do encontro do pop/rock com a música de vários
cantos do mundo envolto a uma atmosfera hipnótica e envolvente", explica a
vocalista Jamila Maia.
A ideia de um novo formato musical surgiu quando Maurício e Jamila (baixista e vocalista) resolveram, em 2005, partir para um
trabalho que fugisse totalmente dos padrões comerciais. "Acredito que conseguimos. A começar pela formação, totalmente
atípica. Depois, queríamos mostrar um trabalho que tivesse a nossa cara, e não o convencional", comenta Maurício.
E, para somar a todo esse mix de referências híbridas, em novembro de 2007, o baterista e percussionista Ricardo Saldaña
passou a integrar o Mahalab. "Ele só veio somar. O Ricardo canta, toca violão, conhece muito de MPB e tira da bateria um som
repleto de melodias que fazem com que as composições fiquem ainda mais ricas. Conseqüentemente, o trabalho torna-se mais
interessante", observa o baixista.
RESULTADOS
A fórmula diferente de pensar e compor dos músicos está dando certo. O mais novo EP, composto por cinco músicas e intitulado
"Solar", traz letras abstratas antenadas aos tempos atuais. "As pessoas encontram nas composições conflitos que existem dentro
e fora delas mesmas, o universo do qual fazemos parte e a vontade de nos tornarmos melhores, de ir além", revela Jamila, que
enriquece suas interpretações com uma conotação lírica. Tal influência se deve a seu pai, maestro e cantor lírico. Mas e o público,
o que pensa de tudo isso? "Temos um público que realmente privilegia a qualidade da música e que escolhe o que quer ouvir. Ao
final de cada apresentação, as pessoas vêm nos cumprimentar e dizem que se emocionaram com as canções. Pra nós, isso é
muito gratificante, porque insistimos num trabalho extremamente próprio", argumenta Mauricio.
RECONHECIMENTO
O reconhecimento não está sendo só aqui no Brasil. Recentemente, os integrantes da banda Mahalab concederam entrevista ao
site Jamendo (www.jamendo.com), que distribui músicas autorais sobre a licença Creative Commons. "Uma pessoa da Galícia,
Espanha, ouviu o nosso som e entrou em contato. Foi algo fantástico saber que as pessoas lá fora estão curtindo as músicas que
fazemos com tanta dedicação. Ficamos felizes com o reconhecimento internacional", completou Jamila.
O trabalho também já rendeu comentários de colunistas de revistas especializadas. Entre eles: "... a banda revela ter
personalidade e qualidade para alçar voos mais distantes." – Pedro Carvalho, Cover Baixo; e "... a expressão da melhor música
que conheço." – Mauro Dias, crítico musical.
Serviço:
Interessados em conhecer o trabalho ou contratar a banda para shows podem obter mais informações através do telefone 93865493, no site www.mahalab.com.br ou pelo e-mail [email protected] No site, também é possível comprar os EPs "Só",
"Tomado de Cor" e "Solar".
link: http://www.revistadotatuape.com.br/detalhe.asp?local=8&fazer=menu
www.mahalab.com.br
Podcast C’mmons baby! – Galícia, Espanha – agosto de 2008
link: http://commonsbaby.blogspot.com/2008/07/c-baby16-mahalab.html
www.mahalab.com.br
Webrádio Cultura Viva – maio de 2008
link: http://webradio.utopia.org.br/index.php?id=243&cat=Msicalivre
www.mahalab.com.br
Secretaria de Estado da Cultura – maio de 2008
www.mahalab.com.br
Revista Dynamite – junho de 2006
link: http://dynamite.terra.com.br/
www.mahalab.com.br
Mix Brasil Notícias – junho de 2006
Memefest promove arte e mídia alternativas
Por Ferdinando Martins
O Memefest é um festival de arte e mídia que acontece simultaneamente em 34
países do mundo. Criado na Eslovênia, o objetivo é promover a aproximação de
pessoas interessadas em formas alternativas de arte e mídia, além de promover
ações solidárias coletivas.
Foto: Divulgação
Esta é a quinta edição do evento, que, segundo os organizadores, busca o
encontro da contra-cultura em todo o mundo. Por isso, são encorajados a
participar estudantes de artes, estilistas, designers, militantes ou qualquer
interessado em "comunicação radical". "Há muito talento sendo desperdiçado em
todo o mundo. Juntos, podemos explorar as idéias novas que estão sendo criadas,
provocando uma contaminação de mentes para disseminar a contra-cultura", diz
o site oficial do Memefest. "É um espaço público para tudo o que é alternativo".
Paralelamente, estudantes são incentivas a promover discussões originais sobre mídia, tecnologia, arte e
criação. Em 2006, especialmente, foram solicitados a alunos de sociologia e de artes visuais que
respondessem a questões sobre globalização e marketing.
Neste ano, a abertura em São Paulo ocorre neste sábado, 3/6. O local escolhido foi um boteco simples na
Rua Maria Antônia, no centro da cidade. Lá, o grafiteiro Augusto Citrangulo vai inaugurar o painel
memefest:brasil. Além disso, DJs prepararam setlists especiais. A parte musical conta, também, com
apresentação do grupo Mahalab. Será possível acompanhar as atrações por meio da rádio virtual Sur
(www.sur.microbiorecords.net), com links ao vivo.
A entrada e a participação são gratuitas. Outras informações estão no site www.memefest.org.
Serviço
memefest:brasil
Bar Azaléia
Rua Maria Antônia, 231
Sábado, 3/6, das 14h30 às 18h
link: http://mixbrasil.uol.com.br/
www.mahalab.com.br
Jornal da Mulher– novembro de 2005
link: www.jornaldamulher.org
Fale com o Mahalab
E-mail: [email protected]
Website: www.mahalab.com.br
Telefone: (11) 9401-2356
www.mahalab.com.br
Download