departamento de eletricidade máquinas de corrente contínua

advertisement
DEPARTAMENTO DE ELETRICIDADE
MÁQUINAS DE CORRENTE CONTÍNUA
AULA PRATICA 07:
ASSUNTO: Característica de carga do gerador CC composto
OBJETIVO: Ao final da aula prática o aluno deverá ser capaz de analisar a influência do campo série no
comportamento do gerador composto.
INTRODUÇÃO:
Através da análise das características de carga do gerador shunt e de excitação independente,
observa-se que a tensão nos terminais do gerador diminui com a aplicação de carga. Pode-se compensar essa
queda de tensão utilizando um enrolamento de campo adicional ligado em série com a armadura (enrolamento
série), constituído de poucas espiras de fio que suporte a corrente de carga.
O enrolamento série, quando percorrido pela corrente de carga do gerador, produz um fluxo
proporcional à mesma. Se o enrolamento série é ligado de maneira que a fmm adicional produzida pelo campo
série se some à fmm do campo shunt, o gerador é denominado composto aditivo. Caso contrário, ou seja,
quando a fmm do campo série se opõe à do campo shunt, o gerador é denominado composto diferencial ou
subtrativo. Assim, controlando-se a contribuição do campo série, obtém-se:
1 – Composto cumulativo: quando a fmm do campo série adiciona-se à do campo shunt.
a) hiper-composto: o campo série fornece fmm tal que a tensão à plena carga é maior que a tensão à
vazio, o que significa regulação de tensão nula;
b) composto normal: o campo série fornece fmm tal que a tensão à plena carga é igual a tensão à vazio,
fornecendo regulação de tensão nula.
c) hipo-composto: a tensão à plena cagra é inferior à tensão à vazio, porém a regulação de tensão é
melhor que a do gerador shunt e de excitação independente.
2 - Composto diferencial: quando a fmm do campo série se opõe a fmm do campo shunt.
Vt
1
Ea
2
3
4
5
If
Figura 1 – Características externas dos geradores CC
Na figura 1, tem-se a regulação de tensão para diferentes tipos de excitação do gerador CC, onde:
1 – Hiper-composto
2 – Composto normal
3 – Hipo-composto;
4 – shunt
5 – composto diferencial
Obs: As máquinas CC normalmente possuem características hiper-composta e, para se obter as outras características deve ser usado um
resistor de drenagem, em paralelo com o campo série para fazer o controle da fmm do campo série.
PARTE PRÁTICA
Rs
A
Rf
A
Ra
Ea
V
Re
Figura 2 – Diagrama de ligação
Seqüência de operação:
1 – Proceder a auto-excitação do gerador shunt;
2- - Ligar o campo série em um sentido, aplicar carga e observar o valor da tensão. Ligar o campo série no
sentido oposto, aplicar carga e observar o valor da tensão. A ligação que tiver menor queda de tensão é a
ligação aditiva;
3 – Retirar a carga;
4 – Aplicar carga e anotar o valor da tensão e corrente de carga
5 – Repetir para a situação de campo série invertida.
Cumulativo
Tensão (Vt)
Corrente (IL)
Diferencial
rotação
Tensão (Vt)
Corrente (IL)
rotação
Download