do Arquivo

Propaganda
CAMPANHA DE JEJUM DAS TRAJETÓRIAS DE VITÓRIAS DE ABRAÃO
Terça-feira, 18 de janeiro 2011
2º Dia – ROMPENDO COM OS DEUSES DA FAMÍLIA, COM AS MALDIÇÕES
HEREDITÁRIAS
Textos Base: Js 24:2 ”Então, Josué disse a todo o povo: Assim diz o SENHOR, Deus de Israel:
Antigamente, vossos pais, Tera, pai de Abraão e de Naor, habitaram dalém do Eufrates e
serviram a outros deuses.”
Gn 12:1 “Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e
vai para a terra que te mostrarei;”
Abraão recebeu uma promessa divina para deixar a sua terra e a de sua família, em Atos 7:2-4
informa que Deus apareceu a Abraão ainda na Mesopotâmia. Quando Terá pai de Abraão faleceu
em Harã, recebeu um segundo chamado divino para deixar a terra de sua família e se estabelecer
na terra que Deus lhe indicasse.
Deus olhou para Abraão e encontrou nele um homem disponível para o seu desafio. Abraão não
era um homem íntimo de Deus mas estava disposto a atender o chamado de Deus. O que ele
tinha era a liberdade para que Deus pudesse usá-lo.
Abraão era de uma cidade chamada Ur dos caldeus, uma das cidades mais antigas do sul da
Mesopotâmia (ocupada atualmente pelo território do Iraque, é considerada um dos berços da
civilização). Ur era domínio dos caldeus, principais responsáveis pela derrota dos assírios,
Nabucodonosor foi o soberano mais conhecido dos caldeus, povo semita (descendentes de Sem)
falava um dialeto aramaico e tinha a lua como principal deus.
Deus queria formar um povo que o adorasse como Deus e o servisse, mas era necessário Abraão
deixar aquela terra e suas malignidades para começar sua trajetória de vitória com deus.
PARA ROMPER COM OS DEUSES FAMILIARES, COM AS MALDIÇÕES
HEREDITÁRIAS:
1) EU PRECISO SAIR DOS COSTUMES DA TERRA
Ex 23:13, 24-26 “Em tudo o que vos tenho dito, andai apercebidos; do nome de outros deuses nem
vos lembreis, nem se ouça de vossa boca. Não adorarás os seus deuses, nem lhes darás culto, nem
farás conforme as suas obras; antes, os destruirás totalmente e despedaçarás de todo as suas
colunas. Não farás aliança nenhuma com eles, nem com os seus deuses. Eles não habitarão na tua
terra, para que te não façam pecar contra mim; se servires aos seus deuses, isso te será cilada.”
Deus havia estabelecido sua lei para que o povo de Israel ao entrar na terra prometida, não se
contaminasse com os deuses deles, nem se lembrassem e nem falassem deles. Muitas vezes nos
envolvemos emocionalmente com os costumes da terra sem mesmo perceber o quanto vão
contaminando nossas vidas.
Os povos mesopotâmicos eram politeístas, isto é, adoravam diversas divindades, e acreditavam
que elas eram capazes de fazer tanto o bem quanto o mal. Abraão nasceu e foi criado em meio a
essas malignidades e precisa sair dos costumes daquela terra, se desligar da cultura dos caldeus,
para começar sua caminhada com Deus. Ir para uma nova terra que Deus daria a ele e aos seus
descendentes.
2) EU PRECISO SAIR DA MINHA PARENTELA – O ORGULHO FAMILIAR
Mt 10:35- 36 “Assim, os inimigos do homem serão os da sua própria casa. Quem ama seu pai ou
sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a
mim não é digno de mim;”
Sabemos o quanto a família interfere nas nossas decisões, o quanto muitas vezes se sente no
direito de dar opiniões, atrapalham e até são usados pelo inimigo para impedir que o plano de
Deus não se cumpra em nós. Assim como Abraão precisava deixar a terra, era preciso sair do
meio dos seus parentes, deixar para trás as tradições familiares.
As coisas espirituais são discernidas espiritualmente, e o plano de Deus não seria entendido por
seus parentes idólatras. Abraão devia desligar-se das relações de sua vida anterior, pois a
influência de parentes era incompativel aos ensinos que o senhor propunha dar a ele.
Deus queria que Abraão perdesse seus valores e referenciais humanos, carnais e malignos de sua
parentela para conhecer os valores espirituais porque seria Pai da fé.
3) SAIR DA CASA DO MEU PAI - QUEBRAR AS MALDIÇÕES HEREDITÁRIAS
Ex 20:5 “Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso,
que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me
aborrecem.”
Gn 12:1 “Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e
vai para a terra que te mostrarei;”
Sair da terra, da parentela e também da casa de teu pai. Deus foi bem claro com Abraão, não
poupou nada, era preciso um desligamento total e radical. Sair da casa de seu pai (Terá)
significava quebrar as maldições hereditárias. Terá serviu falsos deuses, havia idolatria em sua
casa.
A maldição é uma marca que indica que há pecado e ela atinge o pecado do pai nos fillhos até a
quarta geração. Abraão tinha que quebrar as maldições familiares para se tornar Pai de
numerosas nações, porque todas as famílias da terra seriam abençoadas por causa dele e a partir
dele.
QUANDO EU SAIO DA TERRA, DA PARENTELA E DA CASA DO MEU PAI:
 TORNO-ME MODELO DE TODOS OS QUE CREEM – Rm 4:11

ESPERO CONTRA A ESPERANÇA SEM ENFRAQUECER NA FÉ - Rm 4:18-19
 DEUS AMPLIA MEU UNIVERSO DE INFLUÊNCIA
 DEUS AMPLIA MINHA VISÃO A RESPEITO DA MINHA FAMÍLIA
 ANDO NA PERFEIÇÃO DE DEUS
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Criar flashcards