fiscalização sanitária em eventos populares

Propaganda
Prefeitura Municipal de Teresina – PMT
Fundação Municipal de Saúde – FMS
Gerência de Vigilância Sanitária – GEVISA
RESUMO DE TRABALHO
TÍTULO: FISCALIZAÇÃO SANITÁRIA NA COMERCIALIZAÇÃO DE ALIMENTOS E
BEBIDAS EM EVENTOS POPULARES DE TERESINA
Subtema: Comunicação: práticas de comunicação social sobre o risco e intervenção realizada
Instituição: GEVISA – Gerência de Vigilância Sanitária
Município/Estado:Teresina/Piauí Ano: 2009.
Autores: Raimundo Vieira Lima Filho – Médico Veterinário; Idevânia Vieira do Nascimento –
Médica Veterinária; Roberto Sérgio Pessoa Matias – Médico Veterinário; Francisco de Oliveira
Neto – Médico Veterinário; Jeanyne Santos Seba – Nutricionista.
Introdução: Durante o transcorrer do ano, são realizados vários eventos populares
emTeresina. Em 2009 foram realizados 19 eventos como Carnaval, Cidade Junina, Folguedos,
Shows, Piauí Pop, entre outros. Tais eventos ocorrem em praças públicas, avenidas, ruas,
espaços restritos, e em todos sempre existe a comercialização de alimentos e bebidas. A
grande maioria dos comerciantes é ambulante, pessoas de baixo poder aquisitivo que
aproveitam a oportunidade para adquirirem uma renda extra. A Vigilância Sanitária do
Município de Teresina vem realizando trabalhos de fiscalização nestes eventos, levando
orientações sobre a correta comercialização de alimentos, e com isso tem verificado um
resultado positivo, visto que a maioria dos barraqueiros reconhece a importância da higiene no
preparo, acondicionamento e exposição dos alimentos. Objetivo: Levar educação sanitária,
orientar os barraqueiros e fiscalizar a comercialização de alimentos, minimizando os riscos da
população em adquirir doenças veiculadas por alimentos (DVA). Metodologia: Montagem do
cronograma de fiscalização e das equipes que participam dos trabalhos de inspeção;
Treinamento aos ambulantes sobre higiene e manipulação de alimentos; Fiscalização em cada
barraca do evento e orientação sobre o correto armazenamento, distribuição e exposição dos
alimentos. Resultados: Reconhecimento dos organizadores dos eventos da importância na
participação da Vigilância Sanitária; Participação dos manipuladores nas reuniões anteriores
aos eventos, nas quais são repassadas as informações sobre as BPF; Conhecimento dos
ambulantes sobre cuidados no preparo e comercialização de alimentos; Melhoria da estrutura
físicas das barracas em alguns eventos; Diminuição dos riscos dos consumidores em adquirir
DVA; A vigilância sanitária de outros municípios tem buscado informações para aplicá-las em
suas cidades; Resultados nos eventos: Substituição de bisnagas por saches de catchup e
maionese; Uso somente de copos e talheres descartáveis; Não exposição da carne crua; Uso
de gelo utilizado nas caipirinhas acondicionado em depósito apropriado e destinado somente
para este fim; Limitação da quantidade de salsichas para cachorro-quente expostas; Uso de
uniformes; Utilização de utensílios apropriados para expor os produtos; Melhoria na
manipulação de alimentos. Aprendizado com a vivência: A importância de trabalhar na
educação, pois, no inicio, os barraqueiros via a vigilância como um órgão que apenas impunha
regras, hoje percebemos que vários comerciantes começaram a mudar este conceito,
passando a ver a vigilância como um órgão importante para melhoria de suas atividades.
Considerações finais: Alguns problemas ainda precisam ser solucionados como a estrutura
física das barracas de alguns eventos, necessitando de uma padronização, evitando uso de
madeiras e pedaços de papelão e plásticos.
[email protected]
GEVISA / Rua Benjamin Constant, 962- Centro- CEP 64.000-280 Teresina-Piauí
Fones: (86) 215-9102/215-9115 – Telefax: (86) 215-9101
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards