Aquecimento Global

Propaganda
Aquecimento Global
Gases e outras substâncias poluentes
(principalmente o dióxido de carbono) são lançadas
para a atmosfera pelas diversas actividades
humanas, não só através da queima de
combustíveis fósseis como o carvão, o petróleo e o
gás natural libertados nas indústrias e nos veículos
motorizados, mas também devido aos grandes
incêndios florestais. O efeito de estufa tem-se vindo
a acentuar, e com isso, um consequente aumento
indesejável da temperatura da troposfera (camada
atmosférica que se estende desde superfície da
Terra até a base da estratosfera).
Estudos existentes apontam para subidas da
temperatura global entre 1 °C e 4 °C dentro de
trinta/cinquenta anos. Aparentemente parece um
valor pequeno, mas na realidade, é uma variação
brutal e sem precedentes na história da Terra.
Do aumento da temperatura irão resultar
modificações mais ou menos profundas no regime
das precipitações e no ciclo natural da água, tal
como a fusão dos gelos das grandes calotes
polares, o que provocará profundas alterações na
fauna e na flora, e a elevação do nível das águas do
mar, o que vai levar à submersão de vastas zonas
costeiras.
O equilíbrio natural do fenómeno do efeito de
estufa tem vindo a ser alterado drasticamente nos
últimos 100 anos devido ao rápido aumento das
emissões de gases responsáveis pelo efeito de
estufa, como o dióxido de carbono (CO2), o metano
(CH4) e o óxido nitroso (N2O).
Nos países industrializados, os sectores de
actividade com maior responsabilidade na emissão
desses gases são a produção/consumo de energia e
as actividades agrícolas.
O desenvolvimento industrial e urbano tem
originado em todo o mundo um aumento crescente
da emissão de poluentes atmosféricos.
O Aquecimento Global, irá destruir grande
parte da Camada de Ozono, e com isto, as
pessoas ficaram expostas aos raios ultra-
violetas, aumentando o número de doenças do
cancro da pele (3%), deformações e atrofia.
Estas são algumas das formas de tentar evitar
o aquecimento global:
Reciclar – o lixo que não é reciclado
acaba num aterro, originado metano e além
disso os produtos reciclados requerem menos
energia para serem produzidos do que
“começados do zero”;
Criar espaços verdes – as plantas retiram
o CO2 do ar e produzem oxigénio;
Não queimar lixo – isto lança CO2 e
hidrocarbonetos para a atmosfera;
Andar de transportes públicos.
Desligar o cabo da corrente eléctrica
quando este já não é necessário – pois mesmo
que se desligue o cabo do aparelho, este se
estiver ligado à tomada continua a consumir
electricidade, e consequentemente a libertar
CO2 para a atmosfera.
Por exemplo, neste momento já estão
disponíveis no mercado carros híbridos
(carros que podem funcionar a energia
eléctrica. A energia eléctrica diz-se um tipo
de energia “amiga do ambiente”).
Para deter a emissão dos gases estufa é
necessário que se desenvolvam fontes de
energia combustível não-fóssil, como por
exemplo: Energia eólica, energia solar, e
motores de hidrogénio. Estes poderiam reduzir
as emissões de gases para a atmosfera.
Patrícia Diogo
8ºB
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards