são digeridos são digeridos

Propaganda
COMO OS ALIMENTOS
SÃO DIGERIDOS
Depois de consumidos, os alimentos passam pelo
processo de digestão para que o corpo aproveite e
utilize seus nutrientes.
Confira o passo a passo dos
alimentos no nosso organismo:
1
3
6
7
O aroma, a aparência e a
textura dos alimentos avisam
o cérebro para mandar sinais
para o corpo iniciar o
processo de digestão.
A saliva tem substâncias
(enzimas) que iniciam a quebra
dos carboidratos (arroz, milho,
batata, mandioca e massas a
base de trigo).
O fígado produz substâncias
(suco enzimático - bile) que no
intestino delgado quebram as
gorduras dos alimentos (carnes,
aves, ovos, peixes, castanhas e
óleos vegetais), que se agrupam
para facilitar a sua passagem no
intestino. Esse agrupado se dirige
ao fígado, onde é quebrado em
partes menores para as gorduras
serem transportadas para o
restante do corpo.
O intestino delgado
é onde ocorre a quebra final e
ele é responsável pela maior
parte da absorção dos nutrientes:
glicose, aminoácidos, ácidos
graxos, vitaminas e minerais.
Na boca, a mastigação
inicia a quebra física dos
alimentos em partes menores.
O suco ácido produzido no
estômago inicia a
quebra das proteínas (carnes,
aves, peixes, ovos, leite e
derivados).
O pâncreas produz
substâncias (suco enzimático)
que no intestino delgado
continuam a quebra dos
carboidratos, proteínas e
gorduras em glicose,
aminoácidos e ácidos graxos,
respectivamente.
No intestino delgado, as
fibras provenientes dos alimentos
(principalmente de cereais
integrais, feijões, frutas, verduras e
legumes) participam da regulação
da absorção dos nutrientes e da
formação do bolo fecal.
O intestino grosso
absorve a água e os nutrientes
que ainda restaram no bolo
fecal, que será excretado.
Sendo assim, o processo de digestão tem início antes
mesmo do alimento ser consumido, ou seja, é
importante que o alimento tenha uma aparência e um
aroma que estimulem o apetite. Além disso, uma
alimentação balanceada e variada contribui para uma
digestão adequada, que está relacionada com maior
sensação de bem-estar.
Referências bibliográficas
I. Food and Agriculture Organization. Fats and oils in human nutrition. World Health Organization. Chapter 3: Aspects of fat digestion and
metabolism. 1995.
II. National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases. Your Digestive System and How It Works. U.S. department of health and
human services. 2013.
III. Smith AP. The concept of well-being: relevance to nutrition research. British Journal of Nutrition (2005), 93, Suppl. 1, S1–S5.
2
4
5
8
9
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards