Por te cruzarmos, quantas mães choraram

Propaganda
Ensino Médio – Unidade São Judas Tadeu
Professor (a):
Aluno (a):
João Carlos
Série: 2ª
Data: ____/ ____/ 2014.
LISTA DE HISTÓRIA
1. (Uerj) Mar Português
Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!
Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quere passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.
(Fernando Pessoa)
O poema de Fernando Pessoa descreve aspectos da expansão marítima portuguesa no século XV, dando início a
um movimento que alguns estudiosos consideram um primeiro processo de globalização. Identifique duas
motivações para a expansão portuguesa e explique por que essa fase de expansão pode ser considerada um
primeiro processo de globalização.
2. (Ufg) Pensando no tema fronteiras, é perceptível o estabelecimento de uma nova ordenação do espaço,
resultante das grandes navegações. As novas descobertas redefiniram, no século XVI, a concepção
mundo que se abria ante o desconhecido . Neste sentido, analise a configuração espacial do mundo no século
XVI, destacando as rivalidades e conflitos decorrentes da expansão marítima e comercial.
3. (Ufrrj) Leia o texto adiante sobre a expansão comercial e marítima portuguesa e, com base nele, responda às
questões a seguir.Em 1498, o português Vasco da Gama consegue chegar a Calicute, nas Índias, contornando o
Cabo da Boa Esperança. Em seguida, as frotas portuguesas procuraram estabelecer um maior controle do
oceano Índico. À medida que as rotas de navegação se consolidam, Portugal centraliza o comércio das
especiarias alterando o papel a ser desempenhado pelas cidades de Gênova e Veneza.THEODORO, J.
"Descobrimentos e Renascimento". São Paulo: Contexto, 1991. p. 20.
a) Mencione duas razões que explicam o pioneirismo português nas navegações e descobrimentos dos séculos
XV e XVI.
b) Estabeleça uma relação entre práticas mercantilistas e a assim chamada expansão comercial e marítima.
4. (Unicamp) Contestando o Tratado de Tordesilhas, o rei da França, Francisco I, declarou em 1540:"Gostaria
de ver o testamento de Adão para saber de que forma este dividira o mundo."
(Citado por Cláudio Vicentino, HISTÓRIA GERAL, 1991)
a) O que foi o Tratado de Tordesilhas?
b) Por que alguns países da Europa, como a França, contestavam aquele tratado?
5. (Unicamp) A expansão marítima da Península Ibérica (Espanha e Portugal) nas Américas foi orientada por
um projeto colonizador que, além da exploração econômica das terras, tinha por objetivo a imposição de uma
cultura européia e cristã.Qual foi o papel da Igreja Católica nesse projeto colonizador?
6. (Fuvest) Sobre o Tratado de Tordesilhas, assinado em 7 de junho de 1494, pode-se afirmar que objetivava:
a) demarcar os direitos de exploração dos países ibéricos, tendo como elemento propulsor o desenvolvimento da
expansão comercial marítima.
b) estimular a consolidação do reino português, por meio da exploração das especiarias africanas e da formação
Fone: Unid. São Judas Tadeu (62) 3205 – 4833 – www.colegiointerativa.com.br – e-mail: [email protected]
do exército nacional.
c) impor a reserva de mercado metropolitano, por meio da criação de um sistema de monopólios que atingia
todas as riquezas coloniais.
d) reconhecer a transferência do eixo do comércio mundial do Mediterrâneo para o Atlântico, depois das
expedições de Vasco da Gama às Índias.
e) reconhecer a hegemonia anglo-francesa sobre a exploração colonial, após a destruição da Invencível Armada
de Felipe II, da Espanha.
7. (Fuvest) Os portugueses chegaram ao território, depois denominado Brasil, em 1500, mas a administração da
terra só foi organizada em 1549. Isso ocorreu porque, até então,
a) os índios ferozes trucidavam os portugueses que se aventurassem a desembarcar no litoral, impedindo assim
a criação de núcleos de povoamento.
b) a Espanha, com base no Tratado de Tordesilhas, impedia a presença portuguesa nas Américas, policiando a
costa com expedições bélicas.
c) as forças e atenções dos portugueses convergiam para o Oriente, onde vitórias militares garantiam relações
comerciais lucrativas.
d) os franceses, aliados dos espanhóis, controlavam as tribos indígenas ao longo do litoral bem como as feitorias
da costa sul-atlântica.
e) a população de Portugal era pouco numerosa, impossibilitando o recrutamento de funcionários
administrativos.
8. (Ufpi) O período da nossa história conhecido como Pré-colonizador pode ser caracterizado pelos seguintes
pontos:
I. A descoberta de metais preciosos, particularmente, prata e diamantes na região amazônica.
II. A montagem de estabelecimentos provisórios, conhecidos como feitorias, onde eram feitas trocas comerciais
entre os navegantes portugueses e os povos indígenas do Brasil.
III. A criação das cidades de São Vicente e Desterro no litoral da América Portuguesa.
IV. A utilização da mão-de-obra indígena para a exploração de madeira, particularmente, do pau-brasil.
Dentre as afirmativas anteriores estão corretas apenas:
a) I e II
b) II e III
c) II e IV
d) III e IV
e) I e IV
9. (Pucmg) Sobre o expansionismo ultramarino europeu, entre os séculos XV-XVII, é correto afirmar que,
EXCETO:
a) a tomada de Constantinopla pelos turcos e a segunda conquista de Ceuta pelos portugueses são os marcos
iniciais da expansão.
b) os descobrimentos e a colonização das terras do Novo Mundo constituíram-se num desdobramento da
expansão comercial.
c) o afluxo de metais preciosos das áreas coloniais, principalmente ouro e prata, contribuiu para a superação da
crise econômica europeia.
d) o deslocamento do eixo econômico do Mediterrâneo para o Atlântico contribuiu para a ampliação das
fronteiras geográficas.
e) a consolidação dos Estados Nacionais e a absolutização dos regimes europeus têm relação também com os
efeitos das viagens ultramarinas.http://historiaonline.com.br
10. (Ufsm) O ano de 1998 marca os quinhentos anos do Descobrimento do Brasil, pois, "Em 1498, D. Manuel
ordenava que Duarte Pacheco Pereira navegasse pelo Mar Oceano, a partir das ilhas de Cabo Verde até o limite
de 370 léguas [estipuladas pelo Tratado de Tordesilhas]. É esta a primeira viagem, efetivamente conhecida
pelos portugueses, às costas do litoral norte do Brasil"
(FRANZEN, Beatriz. A presença portuguesa no Brasil antes de 1500. In: ESTUDOS LEOPOLDENSES. São Leopoldo:
Unisinos, 1997. p. 95.).
Esse fato fez parte:
Fone: Unid. São Judas Tadeu (62) 3205 – 4833 – www.colegiointerativa.com.br – e-mail: [email protected]
a) da expansão marítimo-comercial europeia, que deslocou o eixo econômico do Mediterrâneo para o Atlântico.
b) da expansão capitalista portuguesa, em sua fase mercantil-colonial plenamente consolidada no Brasil.
c) do avanço marítimo português, tendo Duarte Pacheco Pereira papel relevante na espionagem e pirataria no
Atlântico.
d) do processo de instalação de feitorias no Brasil, pois Duarte Pacheco Pereira instalou a primeira feitoria, ou
seja, São Luiz do Maranhão.
e) das expedições exploradas do litoral brasileiro, cujo papel de reconhecimento econômico e geográfico coube
a Duarte Pacheco Pereira.
Fique atento ao prazo de entrega das listas!!!
Bom Final de Semana!!!
Fone: Unid. São Judas Tadeu (62) 3205 – 4833 – www.colegiointerativa.com.br – e-mail: [email protected]
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards