1 TEXTO BASE: DESFECHOS 2ª GUERRA MUNDIAL

Propaganda
1º BIMESTRE - 2017
Disciplina: História
Série: 3º Ano
Professor: Otto Terra
TEXTO BASE: DESFECHOS 2ª GUERRA MUNDIAL
 Ascensão da política nazista na Alemanha a partir de 1933 – Hitler é nomeado chanceler alemão por Paul von Hindenburg e, posteriormente, conseguiu
ser nomeado chefe supremo alemão (führer) a partir do atentado ao prédio do Parlamento alemão (Reinchstag) - manobra do Partido Nazista que
acusaram os comunistas – e da autorização do Parlamento quanto ao governo independente do chanceler em relação a eles (suspensão de direitos
civis, censura, utilização de violência e propaganda nazista frente a “ameaça” subversiva comunista);
 Perseguição sistemática aos judeus e confisco de seus bens ajudaram a financiar o Estado Nazista – o início do “milagre alemão”: controle da inflação,
ajuste de contas públicas e solução ao desabastecimento – busca pela eliminação do Tratado de Versalhes – concessões à Alemanha Nazista frente a
um sentimento de temor quanto a possibilidade de uma nova guerra, além de um relativo sentimento de “culpa” sobre o peso excessivo do
Tratado sobre os alemães por parte da Inglaterra – Utilização de uma política que ao invés de demonstrar controle, demonstrava fraqueza: A
“Política de Apaziguamento” pregada pela Inglaterra e França;
 A Liga das Nações se mostrava um organismo falho e débil se considerar sua postura já de quando da postura do Japão (ao invadir a Manchúria –
em 1931) e, posteriormente, da Itália ao invadir a Etiópia – em 1935 – Sanções brandas a estes países com a relativa “concessão” da Inglaterra e
França;
 Hitler construía a ideia de que o Nazismo, assim como o Fascismo Italiano, constituiria como uma barreira forte e eficiente frente ao avanço
das ideias comunistas na Europa, uma vez que o modelo pluralista da democracia e do liberalismo demonstravam fraqueza desastrosa –
Muitos liberais entendiam as lideranças dos nazifascismos como ferramentas interessantes para se contrapor ao comunismo, capazes de enfrentá-lo e,
com “sorte”, se autodestruir junto à “ameaça vermelha”;
 Forte apoio das elites industrias, de ex-combatentes incontentes com resultado da Guerra, intelectuais nacionalistas radicais, classes médias urbanas que
temiam o processo de proletarização, além de toda uma população descontente com o modelo do governo de Weimar;
 Descontentamento da Alemanha, Itália e Japão quanto à nova política econômica mundial estabelecida após a 1ª Grande Guerra que as retirava da
condição de grandes potências e as tornava países emergentes, sem grande influência mundial (considerar os efeitos da Conferência de Versalhes);
 1935 – Hitler declara a Alemanha “livre” dos compromissos de Versalhes - baseando-se no princípio da autodeterminação do povo alemão frente
à ameaça comunista, restabelecendo o alistamento militar (fundamental para o processo de resposta à crise econômica alemã), além da
reestruturação de sua Força Aérea e de sua Marinha – protestos ineficazes da França e acordo naval bilateral entre Alemanha e Inglaterra;
1
1º BIMESTRE - 2017
Disciplina: História
Série: 3º Ano
Professor: Otto Terra
 1936 – Início do expansionismo alemão: Ocupação da Renânia por militares alemães – A França buscou não utilizar a tática do enfrentamento militar,
aderindo às pressões internacionais que contrariavam a ideia de uma nova guerra – Protestos dentro do campo diplomático e sentimento francês de
impotência frente a não interferência da Inglaterra em seu favor;
 A Alemanha e o Japão assinam um pacto denominado Anticomintern – contra o avanço das ideias comunistas;
 1936-1939 – Participação da Alemanha na Guerra Civil Espanhola – apoiando um grupo de generais conservadores (fascistas), liderados pelo
general Francisco Franco – contra o governo republicano de esquerda espanhol (constituído legalmente) - utilização do aparato aéreo militar alemão
(LUFTWAFFE) e da tática de guerra alemã, denominada: BlitzKrieg (Guerra Relâmpago) – destruição da cidade basca de Guernica e massacre da
população e minorias – aprimoramento do poderio bélico alemão;
 Resistência de forças de esquerda na Espanha – formação das Brigadas Internacionais – buscavam combater o avanço dos fascistas na Espanha, mas
foram derrotados pela aliança entre as forças fascistas de Franco, Hitler e Mussolini;
 1938 - Anexação da Áustria à Alemanha (Anschluss) – imobilidade da Inglaterra e França e abdicação do governo constituído austríaco frente a pressões
de nazistas da própria Áustria – quebra do Tratado de Saint-Germain – imposto pós 1ª Guerra;
 1938 - Invasão da Alemanha aos Sudetos da Tchecoslováquia – habitada por minoria alemã – novamente, postura fraquejada da Inglaterra e
França – Assinatura do Tratado de Munique – concedendo a Hitler os territórios invadidos sob o aval dos ingleses e franceses e com apoio dos italianos
- os tchecoslovacos não foram ouvidos;
 1938 – Nova investida de Hitler sobre a Tchecoslováquia faz com que eles conquistem toda a região sob protestos da Rússia, Inglaterra e França,
mas mantendo-se todas no campo diplomático – as investidas de Hitler e a demora da reação dos países europeus revelam as ambições da Alemanha e
o despreparo e fraquejo das demais potencias europeias;
 A escalada militar, principalmente, da Alemanha tornava a guerra inevitável. A falência dos organismos internacionais, a política de apaziguamento, o
isolacionismo americano quanto às questões da Europa, além do fracasso da diplomacia tornavam a guerra evidente;
 1939 - A Alemanha planeja a tomada do “corredor polonês” e a invasão à Polônia – acordo improvável entre a Alemanha Nazista de Hitler e a U.R.S.S.
Comunista de Stalin – antagonismos até então insociáveis assinam o Tratado de Ribbentrop-Molotov – acordo de neutralidade por 10 anos – ambos
2
1º BIMESTRE - 2017
Disciplina: História
Série: 3º Ano
Professor: Otto Terra
esperam ganhar tempo e a Alemanha espera combater em uma só frente caso a Inglaterra e França reajam à invasão à Polônia (que seria dividia entre
Alemanha e U.R.S.S.);
 Ultimato à Alemanha por parte dos Ingleses e Franceses para não invadir a Polônia e esperado descumprimento da primeira: A Inglaterra e a França
declaram guerra à Alemanha em setembro de 1939 – começa a “Guerra de Mentira” – incapacidade de reação da Inglaterra e França frente ao voraz
avanço alemão: Domínio da Bélgica, Holanda, Dinamarca, Noruega e todo o norte da França – ao sul é instalado um governo de fantoche chamado de
República de Vichy – que passariam a subordinar-se ao nazistas alemães;
 O Japão avança no pacífico sobre as Índias Holandesas e Filipinas – ameaçando a hegemonia estadunidense na região – sanções quanto à venda de
petróleo aso japoneses pelos norte-americanos;
 Avanço Italiano no norte da África (Egito) – resistência inglesa e envio de tropas alemães à região;
 A Alemanha passa a controlar quase toda a Europa, faltando somente o controle sobre algumas regiões ao leste europeu (inclusive a U.R.S.S.) e no lado
ocidental, sobre a Inglaterra que passa a ser bombardeada – resistência inglesa com a política de Churchill;
 A Alemanha dá um ultimato à Inglaterra que decide lutar – pressões sobre os E.U.A. para adentar ao conflito – resistência norte-americana;
 A Alemanha busca sufocar a Inglaterra não permitindo a chegada de navios com suprimentos à ilha – tática que buscava se fortalecer com o tempo;
 1940 – Assinatura de formação dos países do Eixo (Alemanha, Japão e Itália);
 1941 – Hitler se lança contra a Grécia, Iugoslávia e se prepara para dominar a U.R.S.S. – quebra do Tratado de Ribbentrop-Molotov causa surpresa à
Stalin;
 1941 – O Japão atacam a base américa no Hawaii – bombardeamento à Pearl Harbor e os americanos entram na Guerra;
 A partir de 1941 começa a 2ª fase da guerra – Contenção das forças do Eixo na Europa, Ásia e África – ataques aéreos americanos e ingleses às cidades
alemães e em 1943, os russos vencem os alemães na Batalha de Stalingrado;
 Em 1943 os aliados vencem os alemães no norte da África e os perseguem até a Península Itálica;
3
1º BIMESTRE - 2017
Disciplina: História
Série: 3º Ano
Professor: Otto Terra
 Em 1942 os americanos impõem forte derrota aos japoneses na Batalha de Midway;
 A partir de 1943 a 3ª fase da Guerra: Os acordos que levariam à nova ordem mundial a partir da derrota dos países do Eixo: perda da Alemanha sobre
o Mediterrâneo;
 1944 – Invasão dos aliados no “Dia D” – domínio sobre o norte da França (Normandia) e gradual recuo das tropas nazistas – libertação de Paris pelo
exército de resistência e aliados com Charles De Gaulle;
 1945 – RENDIÇÃO INCONDICIONAL DA ALEMANHA (Maio) após a junção de tropas Aliadas e Russas sobre território alemão;
 Os Japoneses se rendem em agosto de 1945 após a detonação das bombas norte-americanas de Hiroshima e Nagasaki – surge um novo contexto mundial:
A Guerra Fria;
PRINCIPAIS TRATADOS ASSINADOS ENTRE OS ALIADOS QUE DEFINIRIAM
A NOVA ORDEM POLÍTICA E ECONOMICA MUNDIAL PÓS 2ª GUERRA
 Tratados definidos quando a Guerra ainda estava em curso – de acordo com os avanços dos Países Aliados;
 Carta do Atlântico (1941) – Roosevelt (E.U.A.) e Churchill (Inglaterra) decidiram que ambos os países não iriam visar o engrandecimento territorial
após o final da Guerra (prevendo a derrota alemã) – defendendo (ambos) o direito da autodeterminação dos povos (avanço para o processo de
descolonização da África) e igualdade nas relações comerciais entre a nações;
 Declaração das Nações Unidas (1942) – E.U.A., U.R.S.S., Inglaterra e China assinam um tratado comprometendo-se a não assinar um acordo de
paz em separado com as potências do Eixo;
 Conferência de Cairo (1943) – Roosevelt, Churchill e Chiang-Kai-Shek decidem o destino do Império Japonês – concordando que todos os territórios
tomados da China pelo Japão seriam devolvidos – com exceção da Coreia;
 Conferência de Teerã (1943) – Primeira vez em que as três grandes nações se reuniram (INGLATERRA, E.U.A. e U.R.S.S.) – iniciaram a partilha da
Europa, a invasão da área ocupada pelos alemães no front ocidental (Normandia) e determinaram um novo limite entre a U.R.S.S. e a Polônia – ganhos
para os russos;
4
1º BIMESTRE - 2017
Disciplina: História
Série: 3º Ano
Professor: Otto Terra
 Conferência de Yalta (1945) – Roosevelt, Stalin e Churchill elaboram planos dos exércitos aliados e decidem sobre os planos para a Alemanha pósGuerra – aprovando também um plano para a formação das Nações Unidas;
 Conferência de Potsdam (1945) – decidiram sobre a ocupação da Alemanha e divisão do país e sua capital, Berlim, em quatro zonas de influência,
comandados pela U.R.S.S., E.U.A., Inglaterra e França;
PRINCIPAIS CONSEQUÊNCIAS DA2ª GUERRA MUNDIAL
 Redefinição de uma nova ordem mundial (com a ascensão da U.R.S.S. como a grande potência da Europa Oriental e confirmação dos E.U.A. como potência
econômica/política e militar do Ocidente);
 Declínio da influência política, econômica e cultural da Europa;
 Descolonização da África e da Ásia;
 Início do conflito político-ideológico conhecido como Guerra Fria;
 Saldo de 50 milhões de mortos
5
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards