Sujeito e Predicado

Propaganda
LÍNGUA
PORTUGUESA
PROFª LÍVIA GUEDES
8º ANO
Vamos estudar sintaxe?
O que é sintaxe?
Sintaxe é o estudo das relações que as palavras
estabelecem entre si nas orações e das relações que se
estabelecem entre as orações no período.
Oração - é uma frase ou
parte de uma frase que
se estrutura em torno de
um verbo.
Ex: Eu prefiro sorrisos.
Período - é a frase verbal
que se estrutura em torno
de um ou mais verbos,
possui sentido completo e
termina com um ponto.
Tem verbo,
sentido
completo e
ponto.
Termos da oração
Sujeito
Predicado
“Alguém zela por ti em algum lugar.”
Alguém
Sujeito
Predicado
Você faz a pergunta ao
verbo – Quem zela por ti
em algum lugar?
É o termo da oração que
indica o ser sobre o qual
se declara algo.
“Zela por ti em algum lugar.”
O que é predicado?
É a parte da oração que contém
os verbos referentes ao sujeito.
Revisando sujeito e predicado
“o caminho te fortaleceu.”
“A vida é trem-bala.”
Você sabia que o sujeito tem classificação?
Não...Vamos lá!!!!!!!!!! O sujeito classifica-se em:
Simples – tem apenas um núcleo.
O coração
um núcleo
dispara.
Sujeito simples
predicado
Obs: núcleo é a palavra principal do termo.
Sujeito composto – mais de um núcleo.
O coração e a
equilibrados.
razão
devem estar
Núcleos do sujeito
predicado
Logo,
neste
período o sujeito
é composto
Sujeito implícito
Não está expresso na oração, mas é
reconhecido pela terminação verbal.
Sujeito indeterminado
Não está expresso na oração e
nenhum
outro
termo
oferece
elementos
para
o
seu
reconhecimento.
Ex: Colocaram uma cesta com gatinhos na minha porta.
Eles
Sujeito indeterminado
predicado
O sujeito indeterminado ocorre em dois casos:
O verbo na terceira pessoa do plural sem sujeito expresso:
Verbo transitivo indireto ou intransitivo na terceira pessoa do
singular acompanhado do pronome “se” índice de
indeterminação do sujeito
Acredita-se na ética dos alunos.
Quem acredita?
Não consegue
determinar.
Logo, sujeito
indeterminado.
ATENÇÃO !
VENDEM-SE CASAS. SUJEITO SIMPLES
VERBO VENDER . VERBO TRANSITIVO DIRETO
Oração sem sujeito /
Sujeito inexistente
Não podemos atribuir a
nenhum
ser
a
informação contida no
predicado.
Casos em que ocorre oração sem sujeito:
Haver com o significado de existir, acontecer
Fazer, ser e estar, quando indicam tempo transcorrido ou fenômeno da
natureza.
ORAÇÃO SEM
SUJEITO
FAZ MUITO FRIO.
SÃO ONZE HORAS.
Verbos que exprimem fenômenos da natureza como: chover,
nevar, ventar, gear, trovejar, relampejar, anoitecer etc.
Choveu em Pequim nesta terça-feira.
Predicado
É o termo que contém o verbo e informa algo
sobre o sujeito.
O predicado classifica-se em:
1- Verbal – indica ação
Ex:O ABRAÇO AQUECE O CORAÇÃO.
Verbo que
indica ação
É aquele que informa o estado do
sujeito, nesse predicado o verbo é
de ligação e o núcleo é o
predicativo do sujeito.
2- Predicado nominal
Ex: A VIDA É TREM-BALA, PARCEIRO
Verbo de ligação
3- Predicado verbo-nominal
Expressa uma dupla informação:
ação e estado.
Ex: Os alunos assistiam aflitos ao final dos jogos olímpicos.
estado
Verbo -ação
EXERCÍCIOS
Texto 2
Sonho impossível
J. Darione e M. Leigh
Sonhar
Mais um sonho impossível
Lutar
Quando é fácil ceder
Vencer o inimigo invencível
Negar quando a regra é vender
Sofrer a tortura implacável
Romper a incabível prisão
Voar num limite improvável
Tocar o inacessível chão
É minha lei, é minha questão
Virar esse mundo
Cravar esse chão
Não me importa saber
Se é terrível demais
Quantas guerras terei que vencer
Por um pouco de paz
E amanhã se esse chão que eu beijei
For meu leito e perdão
Vou saber que valeu delirar
E morrer de paixão
E assim, seja lá como for
Vai ter fim a infinita aflição
E o mundo vai ver uma flor
Brotar do impossível chão.
Versão de Chico Buarque de Hollanda e Ruy Guerra, 1972.
A tirinha e a canção
apresentam uma reflexão sobre
o futuro da humanidade. É
correto concluir que os dois
textos;
a) afirmam que o homem é capaz
de alcançar a paz.
b) concordam que o desarmamento
é inatingível.
c) julgam que o sonho é um desafio
invencível.
d) têm visões diferentes sobre um
possível mundo melhor.
e) transmitem uma mensagem de
otimismo sobre a paz.
A conversa entre Mafalda e seus amigos:
a) revela a real dificuldade de entendimento entre posições
que pareciam convergir.
b) desvaloriza a diversidade social e cultural e a capacidade de
entendimento e respeito entre as pessoas.
c) expressa o predomínio de uma forma de pensar e a
possibilidade de entendimento entre posições divergentes.
d) ilustra a possibilidade de entendimento e de respeito entre
as pessoas a partir do debate político de ideias.
e) mostra a preponderância do ponto de vista masculino nas
discussões políticas para superar divergências.
3) INDIQUE O SUJEITO DOS VERBOS DESTACADOS , CLASSIFICANDO-OS
“Mas se durante muitos dias o vento e o frio brigavam com as folhas e
espantavam os pássaros, bastava a moça tecer com seus belos fios dourados,
para que o sol voltasse a acalmar a natureza.
Assim, jogando a lançadeira de um lado para outro e batendo os grandes pentes
do tear para frente e para trás, a moça passava os seus dias.
Nada lhe faltava. Na hora da fome tecia um lindo peixe, com cuidado de
escamas. E eis que o peixe estava na mesa, pronto para ser comido. Se sede
vinha, suave era a lã cor de leite que entremeava o tapete. E à noite, depois de
lançar seu fio de escuridão, dormia tranquila.
Tecer era tudo o que fazia. Tecer era tudo o que queria fazer.
Mas tecendo e tecendo, ela própria trouxe o tempo em que se sentiu sozinha, e
pela primeira vez pensou em como seria bom ter um marido ao lado.”
4) Marque somente o período com orações sem sujeito
e justifique a sua escolha.
a) Existem grandes oportunidades naquela escola.
b) Há estrelas no CENSA.
c) Faz calor aqui.
d) “a moça pensou nos lindos filhos que teceria para
aumentar ainda mais a sua felicidade.”
e) “Faltam as estrebarias. E não se esqueça dos
cavalos!”
f) “Desteceu os cavalos, as carruagens, as estrebarias,
os jardins.”
g) Chovia forte em Campos.
h) Amanheceu antes do horário previsto.
i) Eram duas horas da manhã.
j) Fez 39° C ontem.
Analise os períodos e indique as orações com sujeito
indeterminado, justificando sua escolha.
a)Existem várias informações ali naquele jornal.
b) Reconheceram seu talento.
c)Chegaram as apostilas para o estudo.
d) Necessita-se de leitura.
e)Aluga-se casa na praia.
f) Chegaram as apostilas e os livros paradidáticos.
g) Cantaram várias músicas na acolhida.
h)Vive-se bem aqui.
i)Era-se feliz naquela época.
a) Separe o sujeito do
predicado do primeiro
quadrinho.
b) É correto afirmar que no
primeiro e no segundo
quadrinhos há o mesmo
tipo de predicado?
Explique.
b)Destaque o núcleo do
sujeito do segundo
quadrinho e apresente a
classificação morfológica.
2- Reescreva os predicados da charge e classifique-os.
Explique a crítica apresentada na charge.
Explique a crítica apresentada na charge.
A PARTIR DA IMAGEM APRESENTADA ABAIXO , CRIE 5 PREDICADOS
NOMINAIS E 5 VERBAIS.
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards