(KLUG, 1825) (Coleoptera

Propaganda
Resumo registrado no evento sob nº 1378
ISSN 1807-3441
Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO
17 a 20 de outubro de 2006
HISTOLOGIA E HISTOQUÍMICA DO INTESTINO POSTERIOR E ESTRUTURAS EXCRETORAS
ASSOCIADAS DE HEDYPATHES BETULINUS (KLUG, 1825) (COLEOPTERA,
CERAMBYCIDAE). II. HISTOLOGIA.
RAFAEL ALEXANDRE COSTA FERREIRA
[email protected]
PAULO JOSÉ DE BRITO CHAVES
TELMA AKEMI AKIHISSA
Orientadora Profª. MARIA ELIZA MIYOKO TOMOTAKE
Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)
Palavras-chave: HEDYPATHES BETULINUS, HISTOLOGIA, INTESTINO POSTERIOR
Grande Área: Ciências Biológicas
Área: Morfologia
Nos insetos o trato digestivo consiste em um tubo longo que se estende por todo o
corpo, no qual distinguem-se três regiões principais: intestino anterior ou
estomodeo, intestino médio ou mesêntero, intestino posterior ou proctodeo. O
intestino posterior é descrito como sendo composto por íleo, cólon, reto e ânus
(SNODGRASS, 1935; WIGGLESWORTH, 1974; CHAPMAN, 1990; KATSURO, 1990; TOMOTAKE &
SILVA, 2005). O presente trabalho teve como objetivo descrever a histologia do
intestino posterior de Hedypathes betulinus (KLUG, 1825). Os exemplares foram
coletados em ervais na região de Guarapuava, PR, anestesiados em vapores de éter,
dissecados em solução fisiológica para insetos sob estereomicroscópio. Os tubos
digestivos assim obtidos foram fixados em mistura de Bouin, incluídos em
parafina, os cortes foram montados e corados em H.E. O material foi analisado e
fotografado no Núcleo de Pesquisas Ambientais/UNICENTRO. O proctodeo de H.
betulinus mostra epitélio simples e contínuo, coberto por uma íntima camada
quitinosa, uma grande quantidade de traquéias aderidas e faixas musculares
longitudinais
e
circulares;
com
a
presença
de
estruturas
excretoras.
Histologicamente o íleo, inicia-se a partir da válvula pilórica, posteriormente a
inserção dos túbulos de Malpighi, com epitélio simples de células cúbicas e
núcleos centralizados, fina camada cuticular com projeções e uma grande
quantidade de células generativas. No cólon, de epitélio simples, caracterizado
por células colunares de núcleos basais com bordo em escova. Na parede do cólon
aderem-se seis túbulos de Malpighi (TM), justapostos três a três, que seguem
sinuosamente entre as faixas musculares longitudinais. Os TM mostram a parede
composta por células cúbicas baixas e com amplo bordo em escova. O reto apresenta
um epitélio simples com células cúbicas e núcleos centrais, parede epitelial lisa
com uma fina cutícula quitinosa. Não foram evidenciadas a presença de túbulos e
papilas retais na região do reto. As análises histológicas da região anal não
foram realizadas. Em H. betulinus, os TM aderem-se à parede do cólon, não
seguindo
o
padrão
proposto
por
Wigglesworth
(1974)
para
o
sistema
criptonefridial, no qual os TM aderem-se a parede do reto e abrem-se em seu
lúmen. Situação semelhante foi observado em formigas Solenopsis saevissima por
Caetano (1988).
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards