Enviado por Do utilizador6417

Índia e China Antigas

Propaganda
Índia Antiga
Índia Antiga
- Sociedades complexas surgiram no Crescente Fértil
• Ao mesmo tempo: península da Índia habitada pelos
Dravidianos.
• Povo governado por príncipes chamados Marajás.
- 4 mil anos: Arianos (Indo-Europeus) invadem a região.
• Estes subjugaram a população local.
•A mescla dessas culturas (dravidianos + arianos) deu
origem a sociedade HINDU, com a religião do Vedismo.
- Vedismo: Desde seu nascimento, a pessoa tinha
determinado sua vida.
• Moradia, esposa, trabalho e modo de vida
(vestes e comidas)
“Vedismo, tudo é determinado por ordem divina e
não podem ser alterados.”
Política:
- Séc. VI. a.C.
- Persas conquistam o noroeste da Índia, transformada em
província.
• Influencias Culturais.
• Atividades Comerciais
• Formação de novas cidades.
- Fim do domínio Persa.
- Formação de reinos independentes.
• Principado de Mauria: fundado por Chandragupta
Mauria em 321 a.C.
• Asoka, neto de Chandragupta unificou os povos hindus.
• Asoka se converte ao budismo, que se espalhou pela
leste asiática.
• Budismo conquista adeptos por negar castas e
defendia a idéia da salvação por boa conduta.
Religião:
• Vedismo: Antiga Religião dos hindus que contava
com vários deuses ligados aos elementos da
natureza: Agni (Fogo) Indra (Tempestade)
• Bramanismo: Os brâmanes são os sacerdotes que
ensinam o respeito à ordem cósmica, obediência ao
destino e o dever da pureza, base do sistema de
castas. Principais deuses são Brahma, Vishnu e Shiva.
• Budismo: Religião fundada por Sidarta Gautama, O
Buda, no séc. V a.C.. Seus ensinamentos dizem que
nada seria permanente ou indestrutível. Universo
não tem ordem pré-definida.
ÍNDIA

Desenvolvimento e aspectos do Hinduísmo ou Bramanismo
• Sem fundador, surgiu por volta de 1500 aC
• Vedas: herança ariana  Versos de conteúdo e caráter
sagrado transmitidos por tradição oral pelos arianos
• Cerca de 500 aC: Compilação dos Vedas em sânscrito
• Outras fontes
sagradas:
Bhagavad-Gita,
Upanishads,
Bramanas,
Mahabaharata e
Ramayana
O sagrado rio Ganges
ÍNDIA
•
Politeísmo hindu:
BRAHMA – Criador
do Cosmos e dos
demais deuses
VISHNU – Protetor da
humanidade e tem
várias encarnações
terrenas (avatares)
SHIVA – O poder da
destruição e o ciclo
das encarnações
ÍNDIA
KRISHNA – “O
Adorável”, avatar de
Vishnu que
enfrentou vários
demônios e ajudou
em várias batalhas
GANESHA – Filho de
Shiva e Mahadevi, é
fonte de
prosperidade e
fortuna
KALI – Divindade
da morte como
um processo e
não como o fim
SURYA – Deus do
Sol, responsável
pela sabedoria e
está associado a
Arura (deus da
Manhã), condutos
da carruagem
ÍNDIA

Desenvolvimento e aspectos do Budismo
• Século VI aC: conflitos e abusos dos brâmanes
• Insatisfação nas castas inferiores
• Príncipe Sidartha Gautama
Sakyamuni
• Novo ensinamento com
profundas rupturas com as
tradições
• Libertação da reencarnação
possível a qualquer pessoa
sem distinção de casta
China Antiga
CHINA


Formação de civilização a partir de
pequenos grupos agricultores nas
proximidades do rio Amarelo (HuangHo) por volta de 3000 aC
• Produção primitiva: cultivo de
feijão, hortaliças, frutas, nozes,
painço / Criação de bovinos,
de suínos e caprinos /
Produção ceramista para
rituais e uso cotidiano
Clima instável com períodos de seca e enchentes
• Necessidade de aprender a lidar com variação: desenvolvimento de obras hídricas
CHINA

A dinastia Zhou
• Submissão dos Chang, mas com assimilação de
significativa base das tradições e cultura: escrita, técnicas
artísticas e ritos religiosos (com abolição dos sacrifícios)
• Formação do “Reino do Meio” (China como centro do
Mundo) e grande impulso cultural
• Fim da vassalagem entre nobres  Instabilidade e
enfraquecimento que favoreceu invasões
CHINA

Os Estados Combatentes e o dinastia Ch’in
• Disputas entre os principados Qi, Qin,
Chu, Zhao, Han, Yen e Wei (481-221 aC)
 Vitória do Estado Qin, substituição dos
zhous e consagração de Shi Huang Ti (Qin
Shi Huangdi), o “Grande Imperador
Amarelo”
• Império sobre governo burocrático,
com imposição de escrita comum,
moeda única e grandes obras
públicas
• Perseguições, ordem para “apagar o passado” através
da censura e destruição de livros e manuscritos
CHINA
•
Muralha da China
CHINA

A dinastia Han
• Reunificação após crise política e
divisões internas. Restauração por Liu
Pang em 206 12aC
• Expansão de domínios (incluindo
Coréia e Vietnã) e enfrentamentos
contra os hunos
• Desenvolvimento da produção de papel, invenção da
bússola e aprimoramento da acupuntura
• Avanço comercial e formação da Rota da Seda
CHINA
CHINA
•
•
•
Disputas constantes pelo poder  enfraquecimento e
decadência da dinastia Han
Revoltas camponesas 
desestabilização
Fragmentação
do império até
o século II dC
CHINA

A Cultura Chinesa
•
Religião:
Crença religiosa dividida em 3 partes: Senhor
no alto, Os vivos, na Terra, os mortos, os
vultos vagavam na terra.
- Séc. V a.C. aparece Confúcio.
•
Confucionismo  Criada no
Século VI aC por Kung-Fu-Tze e
tinha como base o respeito às
tradições e ao Estado, além de
defender a educação (instrução),
moderação e a harmonia entre as
pessoas.
A natureza humana não
é má, mas um dom
divino, que foi
corrompido pelo uso
indevido do poder.
CHINA
•
Taoísmo  Criada por Lao Tsé,
que registrou seus ensinamentos
no Tao Te Ching, escrito no século
III aC. O princípio do Tao (o “tudouno”) é a base de todas as coisas e
é representado pelo Yin (a noite, a
escuridão e o negativismo) e pelo
Yang (o dia, a claridade e a
positividade).
CHINA
•
Budismo  Criada na Índia no
século V aC por Sidartha Galtama
Sakyamuni, o Buda. Na China a
religião passou a ser seguida no
século I dC. Defende a possibilidade de que qualquer indivíduo
pode obter a “iluminação”
Impérios Africanos
Na África a história da humanidade é mais longa:
- Primeiros hominídeos surgiram a 4 milhões de
anos.
• Algumas sociedades que se formaram na África,
espalharam-se pelo mundo entre 4000 a.C. há 1000
a.C. os povos da região ao delta do Nilo cresceram
rapidamente.
- Há 2000 anos sociedades atreladas a caça e a coleta
de alimentos.
- Haviam alguns impérios: Kush e Cartago
- Interação entre esse povo e populações locais.
- Objetivo: trocas de mercadorias: como o sal
(importante para conservar alimentos)
- Formou-se o Comércio Transaariano entre os desertos
do Saara e Sahel e os mares Mediterrâneo e Vermelho.
• Rotas com
inúmeras
dificuldades:
terreno
acidentado,
áreas
montanhosas
e alagadiças e
grandes
extensões do
deserto.
Para percorrer o deserto utilizava-se animais:
• 1º: Bois: lentos e limitados
• 2º: Cavalo: ágil, caro e difícil de achar.
• 3º: Camelo: (grande mudança) adaptado as condições
africanas, além de passar em grande tempo sem beber
água.
- A partir daí houve
grande
movimentação.
Domínio
da
tecnologia de pesca e
navegação, permitiu
formação
de
sociedades na costa
do continente.
Império Kush
-1700 a.C. – Núbios construíram uma sociedade autônoma.
- Surgiu o Império Kush, população urbana, com pequeno
grupo de letrados.
- 1º Império Kush: durou 200 anos e foi governado por 8
soberanos.
- 1500 a.C. Egípcios antigos voltam a dominara região, e a
aristocracia muda para a cidade de Napata.
- 1100 a.C. descendentes da aristocracia erguem o 2º Império
Kush.
- Principal atividade econômica: era o comércio.
- Império tinham 500 mil habitantes
- Séc. IV.d.C. não há registrados históricos do Império Kush, que
o tudo indica, foi dominado pelo Império Axum.
Cartago: Império Comercial
- Entre os séculos VIII a.C e VII a.C., os fenícios fundaram a cidade de Cartago, na
atual Tunís, Tunísia.
- Séc. VI a.C. Cartago se torna autônoma, formaram um grande Império.
-Cartago se destacou cedo, como uma potencia naval e militar na região do
mediterrâneo.
- Evitavam confrontos contra gregos e romanos para aumentar seu território.
- Submeteram populações mais pobres para conseguir vantagens como ouro e
prata.
- Populações conquistadas deveriam pagar tributos e fornecer soldados.
- Tributos eram ¼ da colheita.
- Poder em Cartago.
• Soberano auxiliado por sufetes (magistrados) e um conselho de 100 pessoas.
- Séc. III a.C., o poder do soberano fico diminuído, e o dos sufetes aumentaram.
- Economia: ligada ao comércio principalmente de metais brutos, escravos,
tecidos e prod. das áreas subsaarianas.
- Cartago era a cidade mais rica do Mediterrâneo.
- Nos séculos III a.C. e II a.C. romanos enfrentaram Cartago nas Guerras Púnicas.
- Vencem os romanos, após três Guerras Púnicas, em um lento processo de
agonia dos cartagineses.
Axum: Império Cristão
- Entre séculos V a.C. e IV a.C. habitantes da península Arábica, se
estabeleceram na atual Eritéria.
- Através da influencia dos povos locais, expandiram seus territórios,
formando a cidade de Axum, logo se tornando um grande Império.
- Séc. I a.C. se consolida o Império Axum e atingiu seu apogeu após 3
séculos, anexa o Império Kush.
- Império Axum foram um dos principais povos mercadores de toda a
Antiguidade.
- Todo comércio feito entre Roma e Índia passava pelo Mar Vermelho e
claro por Axum.
- A cidade se tornou um importante centro comercial de chifre de
rinocerontes e marfim
- tinham outras cidades como Adules, Axum e Matara.
- A principio os axumitas eram politeístas e faziam cerimônias relacionadas
a agriculta e animais.
- No século IV a.C. entretanto adotaram o cristianismo como religião.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards