Enviado por Do utilizador7875

BIOLOGIA MARINHA LIXO NOS OCEANOS

Propaganda
Equipe
Dayane
Deysiane
Layane
Marcela
Yarley
Sumário
 Introdução
 Causas
 Dados importantes
 Efeitos no ambiente marinho
 Efeitos pra economia
 O que está sendo feito
INTRODUÇÃO
Os oceanos cobrem dois
terços da superfície terrestre->
depósito de resíduos.
Fonte: https://carlosavelino.com/2016/12/15/mares-e-oceanos/
Os impactos ligados à presença do lixo no mar
começaram a ser observados a partir da década
de 1950, mas somente em 1975 foi definido o
termo ‘lixo marinho’, hoje
consagrado. (OLIVEIRA, 2014)
 Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, diz
que é lixo marinho todo material sólido de origem
humana descartado nos oceanos ou que os atinge por
rios, córregos, esgotos e descargas domésticas e
industriais. (OLIVEIRA, 2014)
 O que é microlixo?
O microlixo é um tipo de resíduo, formado por itens de
pequeno tamanho, mas que em sua maioria são gerados em
grande volume. Exemplos deste tipo de lixo são papéis de
bala, bitucas de cigarro, chicletes, e pequenas embalagens
de produtos. Este tipo de resíduo acaba escapando da
limpeza pública e seu destino invariavelmente são os canos
de esgotos, rios e praias.
 — Aquele lixo de 10 anos atrás, que era "macro", hoje virou
"micro", por causa do processo de decomposição. Esse é o
lixo que o pessoal não vê, e o pior é que ele entra
diretamente na cadeia alimentar, na fauna marinha, e a
gente também acaba consumindo ele indiretamente —
alerta Rodrigo Ferreira, o Kiko, um dos idealizadores do
projeto Route.
CAUSAS
 Crescente degradação dos oceanos = estilo de vida da população
 Ribic atribui esse aumento a três processos
1) a contínua e crescente
substituição, em vários tipos de
utensílios, de materiais naturais
pelos sintéticos
2) o baixo custo dos materiais
sintéticos,
) o aumento, na zona costeira, do
número de habitantes e
embarcações
 Segundo o professor Paulo de Tarso Chaves duas formas de lixo:
O físico – danifica as redes
O químico - alterar a cadeia
biológica
 A PMD No Brasil –0,5 para 1,2 kg por pessoa nas capitais
 Consumo de embalagens de alimentos cresceu mais de
100%.
 O tipo e a quantidade de lixo gerados, mudou
expressivamente nos últimos 50 anos -> produção de
materiais sintéticos persistentes
Lançamento
proposital
O lixo marinho
Manipulação
Eliminação
descuidada
Origem -> distantes da costa.
Fatores que influenciam a produção
Número de
habitantes no
território
Seu nível
educacional
Poder aquisitivo
Eficiência do
sistema de
coleta
Frequência
 Em 2003, os 70 milhões de habitantes das áreas costeiras
geram 56 mil toneladas diárias de lixo (42 mil são
coletadas)
 Segundo estimativas da Organização das Nações Unidas
ONU, cerca de 70% das substâncias químicas e resíduos
que contaminam os oceanos, vem de atividades humanas
na zona costeira.
 Os outros 30%, vem de acidentes ou descargas feitas
por navios, plataformas de petróleo e incineradores de
alto mar.
Para onde vai tanto lixo?
Fonte:
https://ambientalistasemrede.wordpress.com/2012/04/30/apesar-denova-lei-brasil-ainda-vai-conviver-com-lixoes/
Fonte: http://www.brasilengenharia.com/portal/noticias/destaque/2349quanto-mais-lixo-compactado-menos-aterros-sanitarios
Fonte: http://projetoaguaslimpas.blogspot.com.br/p/lixoflutuante.html
Fonte: http://g1.globo.com/pernambuco/noticia/2015/09/lixoacumulado-faz-praia-de-olinda-parecer-um-aterro-sanitario.html
Como o lixo chega a costa e nos
oceanos?
80% através dos rios próximos = padrões de circulação
das águas costeiras.
Os frequentadores das praias também contribuem
A dinâmica costeira transfere o lixo para a água,
tornando sua coleta muito mais difícil
http://cesustentavel.blogspot.com.
br/2012_02_01_archive.html
https://ferdinandodesousa.wordpress.com/2016/11/21/
a-ilha-de-lixo-do-oceano-pacifico/
Como o lixo chega a costa e nos oceanos?
 A pesca, a navegação e outras atividades marítimas
 Grande quantidade de linhas, redes e outros artefatos de
pesca é perdida no mar a cada dia
http://www.observasc.net.br/pesca/index.php/artigos/pesca
http://www.ruadireita.com/barcos/info/navegacao-e-as-descoberta
O Caso da praia de Tamandaré
 Têm grande importância turística
 Parte das áreas de proteção ambiental (APAs) de
Guadalupe
Fonte: http://www.guiatamandare.com.br/tamandare.php
 Em dezembro de 1999 e janeiro de 2000, uma equipe do Departamento de
Oceanografia da Universidade Federal de Pernambuco realizou,
levantamento qualitativo e quantitativo
Área • Cerca de 1.960 m²
O lixo • Pesado, separado e
classificado
Fonte: http://fotospublicas.com/protesto-deambientalistas-na-baia-de-guanabara/
 Grande proporção (mais de 85%) -> plásticos PET e de salgadinhos.
2ª
amostragem
Volume
menor
Proporção
se manteve
O Caso da praia de Tamandaré
 Embora o consumo de cerveja em lata seja elevado, no final do domingo
não foi coletada uma quantidade equivalente dessas embalagens.
Fonte: http://www.globalgarbage.org.br/portal/tag/programa-lixo-zero/
Efeitos no ambiente marinho
 O lixo pode trazer vários prejuízos, não somente ao
ambiente
marinho
como
também
problemas
econômicos e biológicos.
 O acúmulo de lixo favorece o desenvolvimento de
fungos, bactérias dentre outros microrganismos que se
tornam grandes patógenos para o homem.
Fonte:https://goo.gl/images/EFFi76
 Suas reclamações mais comuns são a presença de
plásticos e outros materiais nas redes e linhas de pesca,
além de lesões individuais e perda de equipamento.
Fonte:https://goo.gl/images/GGUejx
 Do ponto de vista oceanográfico, os problemas são ainda
maiores. No caso da fauna marinha, o lixo causa diversos
transtornos.
Fonte:https://goo.gl/images/ExXpH4
Fonte:https://goo.gl/images/xIUjae
Fonte: https://goo.gl/images/sP6h8k
 Nos recifes, o lixo pode impedir ou dificultar a
penetração de luz e as trocas gasosas, afetando
principalmente organismos fixos.
Fonte:https://goo.gl/images/XLKosu
 Um problema ainda mais preocupante é a presença, no
ambiente marinho, de lixo hospitalar;
 As
instituições de saúde (hospitais, clínicas e
laboratórios) produzem grande quantidade de
resíduos que são classificados como perigosos.
Fonte: ARAÚJO & BRAGA 2003
Fonte:https://goo.gl/images/rDDTkS
Efeitos na economia
 A pesca industrial praticada em Santa Catarina é responsável
por 26% do total da produção nacional de pescados, um
montante que passa das 140 mil toneladas/ano. “Muitas
redes são danificadas e com isso perdemos o lance por causa
do lixo que vem do fundo do mar. Tambores de graxa e
materiais de toda ordem vem no arrasto.” (Fernando Pinto
das Neves- Pescador)
 Pescadores artesanais do litoral sul do país são unânimes em
dizer que a quantidade de pescado tem diminuído ano a ano.
“Um dos motivos que vem contribuindo para essa
diminuição, com certeza é a poluição” (Juarez EspeleocinPescador)
Dados importantes
 Oceanos 'recebem 8 milhões de toneladas de plástico
por ano’ (2015, BBC BRASIL)
 Uma investigação realizada pelo Algalita, um instituto
independente de investigação marinha sedeado na
Califórnia, concluiu em 2004 que as amostras de água
do mar continham seis vezes mais plástico do que
plâncton. (2016, Agência Europeia do Ambiente)
 mais de 90 % dos fulmares que apareceram mortos em
praias do mar do Norte tinham plástico no estômago.
(2016, Agência Europeia do Ambiente)
 Segundo o Programa das Nações Unidas para o Ambiente
(PNUA), apenas 15 % dos destroços marinhos flutuam à
superfície do mar; outros 15 % permanecem na coluna de
água e 70 % estão depositados no fundo do mar. (2016,
Agência Europeia do Ambiente)
 Segundo a ONU, o plástico representa 80% do lixo nos
oceanos e causa prejuízos no valor de US$ 8 bilhões nos
ecossistemas marinhos. (ONU, 2017)
 Até 2050, quase todas as aves marinhas terão plástico em
seus organismos. previsão é de pesquisadores da
Commonwealth Scientific and Industrial Research
Organization (Csiro), da Austrália, e do Imperial College de
Londres, da Inglaterra.
O que está sendo feito
 Ocean Cleanup Array: A ideia consiste basicamente
em uma barreira flutuante que aproveita o movimento
natural das correntes oceânicas para bloquear o lixo
encontrado no caminho.
 Seabin: Trata-se de uma espécie de lixeira que quando
colocada no mar é capaz de retirar qualquer tipo de
resíduo da superfície do mar.
 Marine drone: trata-se de um robô para limpar as
águas do mar. O equipamento funcionaria como uma
rede de pescador guiada via satélite. Ao se mover na
água, ela coletaria apenas o lixo.
Além disso...
 02/07/2017 - Mutirão de limpeza na praia da Armação,
em Florianópolis, alerta para a poluição dos oceanos
 09/03/2017 - Ação de limpeza retira lixo da
praia de Cajutuba em Belterra
 02/06/2017 - Projeto promove limpeza na praia de
Itapuã
 16/08/2017 - Mutirão de limpeza retira 9 toneladas
de lixo de praias de Cruzeiro do Sul
Referências
 ARAÚJO, Maria Christina B. de. COSTA, Mônica Ferreira da. Oceanografia. Resíduos
gerados pelo homem degradam a paisagem costeira e ameaçam a vida no mar. CIÊNCIA
HOJE. vol. 32. nº 191. 2003
 BAÍA, Lohan Barbosa; PEREIRA, Débora Rodrigues. Análise de microlixo, na praia
atalaia, município de salinópolis.. In: Anais do II Congresso Amazônico de Meio
Ambiente e Energias Renováveis. Anais...Belém(PA) UFRA Campus Belém-Pa, 2017.
Disponível em: <https//www.even3.com.br/anais/camaer2016/31409-ANALISE-DEMICROLIXO-NA-PRAIA-ATALAIA-MUNICIPIO-DE-SALINOPOLIS>. Acesso em: 16 ago
2017.
 OLIVEIRA, Andréa de Lima. PEREIRA, Flávia Cabral. TURRA, Alexander. Lixo nos
mares. Disponível em
<http://www.cienciahoje.org.br/revista/materia/id/821/n/lixo_nos_mares> Acesso em: 16
ago 2017.
 D’ANTONIO, Vanildo J. Assis et al. Análise ecológica-quantitativa do microlixo de uma
praia de santos (sp): uma presença indesejável e imperceptível nas areias das praias.
Revista Ceciliana. 15-23, 2012. 2011/2012 - Universidade Santa Cecília Disponível online em
<http://www.unisanta.br/revistaceciliana
http://sites.unisanta.br/revistaceciliana/edicao_07/1-2012-15-23.pdf> Acesso em: 16 ago
2017.
 CONCEIÇÃO, Arthur. MARCOS, Scotti. Lixo no Mar. Revista Bem público nº 43 –
janeiro/fevereiro, 2013. Disponível em
<http://www.meioambiente.pr.gov.br/arquivos/File/coea/Revista_Lixo_Marinho.pdf.>
Acesso em: 16 ago 2017.
Notícias









http://www.globalgarbage.org.br/portal/tag/lixo-de-navio/
http://www.cienciahoje.org.br/revista/materia/id/821/n/lixo_nos_mares
http://www.iguiecologia.com/solucoes-para-retirar-lixo-do-mar/
http://conexaoplaneta.com.br/blog/lixo-plastico-ameaca-99-das-avesmarinhas/
http://horadesantacatarina.clicrbs.com.br/sc/geral/noticia/2017/07/mutiraode-limpeza-na-praia-da-armacao-em-florianopolis-alerta-para-a-poluicaodos-oceanos-9831045.html
http://atarde.uol.com.br/bahia/salvador/noticias/1866515-projeto-promovelimpeza-na-praia-de-itapua
http://g1.globo.com/pa/santarem-regiao/noticia/2017/03/acao-de-limpezaretira-lixo-da-praia-de-cajutuba-em-belterra.html
http://horadesantacatarina.clicrbs.com.br/sc/geral/noticia/2017/07/mutiraode-limpeza-na-praia-da-armacao-em-florianopolis-alerta-para-a-poluicaodos-oceanos-9831045.html
http://www.mma.gov.br/gestao-territorial/gerenciamento-costeiro/a-zonacosteira-e-seus-m%C3%BAltiplos-usos/zona-costeira-e-oceanos
Download
Random flashcards
teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards