Enviado por amandinha.vix

Revisão em 22 Vol. - Caderno 1

Propaganda
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO A ciência da vida
Para o VESTIBULAR
22 c
2 ( VI ) Multicelularidade
( I ) Biomoléculas
( IV ) Teoria endossimbiótica
( II ) Células
(VII) Seleção natural
3 d
4 Soma: 01 + 02 + 04 + 08 + 16 = 31
5 a
6 e
7 e
23 e
24 a
25 e
26 d
27 c
28 d
29 a) Depois do ponto II, surgiram as algas pluricelulares
e os vegetais, que aumentaram a taxa de fotossíntese
planetária e, consequentemente, os níveis de O2
atmosférico.
8 A atmosfera de Marte deveria ter as condições
existentes na Terra primitiva, como amônia, metano,
hidrogênio e vapor de água. Esses gases, em
temperaturas adequadas, com as descargas elétricas e
radiações, teriam reagido, formando as primeiras
moléculas orgânicas.
9 d
10 O desenvolvimento de um organismo multicelular
pressupõe a multiplicação e a diferenciação com
especialização celular. Em associação com a complexidade
crescente dos genomas eucarióticos, a mitose se
configura como um mecanismo preciso de divisão
celular que garante a distribuição equitativa do material
genético, já organizado em um número variável de
cromossomos. O estabelecimento da multicelularidade
está associado aos processos de diferenciação e
especialização das células, decorrentes do aumento de
genoma e do uso diferencial da informação genética.
C. elegans evidencia a precisão de mecanismos de divisão,
localização e diferenciação celular, proporcionando a
divisão de trabalho, característica observada nos
organismos pluricelulares.
11 a
12 d
13 d
14 c
15 b
16 c
17 c
18 d
19 c
20 b
21 d
b) Os cloroplastos surgiram depois do ponto I (pois
essas organelas só existem em células eucariontes
de algas ou plantas).
c) Os cordados surgiram depois do ponto III do gráfico,
portanto podem apresentar respiração branquial,
cutânea ou pulmonar.
30 c
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
1 e
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO A ciência da vida
Para o ENEM
1 a
2 b
3 d
4 a
5 b
6 b
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
7 d
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Energia e matéria nos ecossistemas
para o vestibular
1 Soma: 02 + 04 + 16 = 22
2 Soma: 01 + 16 = 17
3
Ser
humano
A
17 a) As regiões destacadas representam os
principais desertos do mundo.
b)
Nas plantas, podemos citar diminuição da área das
folhas ou transformações das folhas em espinhos;
nos animais, os hábitos noturnos e permanência
em tocas subterrâneas durante o dia, evitando a
exposição nas horas mais quentes.
18 e
19 a
20 a
B
21 e
C
23 a) A redução do fitoplâncton oceânico deverá diminuir
a captura de carbono na forma de CO2 na atmosfera
para atividade fotossintética; portanto, os níveis de
carbono devem aumentar.
6 a
b)
A curto prazo, espera-se o aumento na biomassa de
decompositores, pois com a morte do fitoplâncton
e dos componentes dos outros níveis tróficos
haverá muita matéria orgânica a ser decomposta;
a longo prazo, espera-se a diminuição na biomassa
dos decompositores, devido à diminuição no
tamanho das populações das cadeias alimentares a
serem decompostas.
7 b
24 Espécies que se alimentam nos níveis tróficos mais
Produtores
4 b
5 d
8 a
9 b
10 a) Fotossíntese.
b) Diminuindo a concentração de CO2 atmosférico.
11 Soma: 01 + 04 + 8 + 32 = 45
12 b
13 a
14 a
15 a
16 a) Caatinga.
b) Adaptações para sobreviver ao clima seco: folhas
reduzidas, folhas transformadas em espinhos,
estômatos crípticos, vegetação caducifólia, caules
que acumulam água, folhas cerosas, plantas
xerófitas.
c) As paisagens são diferenciadas por apresentarem
índices de chuvas diferentes. Na caatinga, a água é
fator limitante.
baixos (muita energia disponível) formam populações
com grande biomassa. Já as espécies que se alimentam
em níveis tróficos mais altos (menos energia disponível)
formam populações com pouca biomassa. Os preços
no mercado refletem essas diferenças.
25 a
26 Uma pirâmide de número cuja base representa o
número de indivíduos produtores, como uma árvore,
e os níveis tróficos subsequentes representam os
consumidores, como vários pulgões ou várias lagartas
e milhares de micro-organismos parasitas ou alguns
pássaros.
27 b
28 c
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
22 b
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Energia e matéria nos ecossistemas
Para o ENEM
1 c
2 d
3 a
4 c
5 d
6 c
7 b
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
8 a
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Dinâmica das populações e das comunidades biológicas
para o vestibular
13 Orquídeas e árvores: epifitismo. Relação ecológica na
2 e
3 Soma: 04 + 08 = 12
4 d
5 PB: força que tende a fazer uma população
crescer; capacidade potencial de uma população
aumentar numericamente em condições
ambientais favoráveis. Exemplos: taxa de
reprodução; habilidade para migração ou dispersão;
mecanismos de defesa; habilidade para suportar
condições adversas.
R: força que tende a impedir o crescimento da
população; combinação de fatores bióticos
ou abióticos que impedem o crescimento da
população. Exemplos: falta de água ou de alimentos;
falta de espaço ou hábitat conveniente; presença de
predadores e parasitas; doenças; competição.
6 d
qual um organismo vive dentro ou acima de outro, sem
prejudicá-lo. As orquídeas são beneficiadas pela maior
luminosidade.
Raiz e micorrizas: mutualismo. Relação na qual há
vantagem recíproca e obrigatoriedade. Os fungos
aumentam a superfície de absorção da raiz e recebem
o alimento da planta.
Liquens: mutualismo. Relação na qual há vantagem
recíproca e obrigatoriedade. As algas realizam
fotossíntese, fornecendo alimento aos fungos; estes, por
sua vez, protegem e hidratam as algas.
14 a) Mutualismo.
b) A planta fornece carboidratos provenientes da
fotossíntese para a bactéria. O micro-organismo
fornece compostos nitrogenados para a planta.
15 a
16 b
17 e
7 e
18 c
8 c
19 d
9 a) Espécie B, delimitada pela disponibilidade de água.
20 a)
A sucessão ecológica é um processo biológico
dinâmico, ao longo de um certo período, em que
uma sequência de mudanças estruturais e
funcionais ocorre nas comunidades, de modo que
uma é substituída por outra, começando pelo
estabelecimento de uma comunidade pioneira até a
fase climáxica.
Denomina-se sucessão primária aquela que ocorre
em regiões estéreis, ou seja, sem vida. Encontra-se
em rochas expostas após recuo de geleiras, terrenos
recobertos por lavas vulcânicas ou em dunas de
areia, por exemplo. A sucessão secundária, por sua
vez, é aquela que ocorre em locais já habitados, cujo
equilíbrio foi perturbado por alguma mudança
provocada por agentes naturais, como chuvas e
ventos, ou pelo ser humano.
b)
Ao longo da sucessão ecológica, observa-se um
aumento progressivo da diversidade de espécies,
pois novos organismos chegam, novos nichos
são explorados e as teias alimentares tornam-se
mais complexas. A biomassa total aumenta ao
longo da sucessão e se estabiliza na fase de clímax,
principalmente a biomassa não fotossintética, como
madeira e quitina; há também acúmulo de partes
subterrâneas em lugar de aéreas.
b) Espécie A, delimitada pela presença da espécie B.
10 c
11 a) A espécie A aumentou sua população, assim
como a espécie C. Durante o período, a espécie
B apresentou uma diminuição de sua população.
Isso pode ser explicado pela predação de A por B.
Outra hipótese é haver competição entre as
espécies A e B; a espécie C, dessa forma, seria
predadora de B.
b) A ave poderia ser predadora de B e, com a
diminuição desse recurso, teria emigrado. Tal ave
deve ser consumidora de segunda ou maior ordem.
12 d
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
1 e
21 e
22 d
23 a) Linha II: população de plantas; linha III: população de
herbívoros.
b) A redução do número de predadores.
c) O aumento no número de herbívoros.
d) A diminuição no número de plantas.
24 e
25 O conceito de nicho ecológico é o mais eficiente na
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
detecção de processos de competição, porque descreve
inúmeras características associadas a uma espécie em
seu hábitat. Entre essas características, podem ser
citados para uma espécie animal o modo pelo qual a
extensão se desloca, o tipo de alimentação, como se
abriga, como se protege de predadores e parasitas, entre
outros. Esses dados permitem avaliar se duas espécies
apresentam sobreposição de nichos e, consequentemente,
se competem pelos mesmos recursos ambientais.
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Dinâmica das populações e das comunidades biológicas
Para o ENEM
1 a
2 c
3 b
4 e
5 e
6 b
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
7 c
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Componentes da matéria viva
Para o vestibular
2 A água é o solvente encontrado nos líquidos orgânicos
(sangue, linfa, citoplasma e material intercelular dos
tecidos). Também contribui para os processos de
transporte de íons e moléculas através da membrana
plasmática. Além disso, participa da manutenção de
temperatura em animais homeotérmicos (endotermos),
das reações de hidrólise e da eliminação de excretas.
3
c
4 O sabor adocicado é preservado porque as enzimas que
catalisariam a conversão de glicose em amido são
desnaturadas pela fervura. A manutenção no
congelador impede a renaturação das enzimas,
retardando ainda mais as reações nas células do milho.
5 c
6 d
17 a) As moléculas orgânicas são lipídios, proteínas,
carboidratos (glicídios) e ácidos nucleicos.
Quimicamente, todas essas moléculas têm carbono,
hidrogênio e oxigênio em sua composição.
b)
Os órgãos ou tecidos de armazenamento de energia
nos seres humanos podem ser o fígado e o tecido
adiposo. No fígado, é armazenado glicogênio, e no
tecido adiposo, lipídios.
18 A água tem a propriedade de solubilizar grande
parte das substâncias, o que permite a ocorrência de
reações celulares em meio aquoso. Nesse sentido, as
reações enzimáticas ocorrem satisfatoriamente
até temperaturas de aproximadamente 40 wC. A partir
dessa temperatura, a maioria das enzimas começa a
sofrer o processo de desnaturação, comprometendo a
velocidade das reações metabólicas. Além disso, a água
atua como veículo de transporte através da membrana
plasmática, permitindo a troca de materiais entre a
célula e o meio externo.
7 c
19 e
8 c
20 a
9 a) Q 5 água; P 5 carboidratos; Z 5 fibras.
21 d
b) A água na semente é importante para a
germinação, hidratando os tecidos e ativando as
enzimas. Os carboidratos e lipídios fornecem energia
para a multiplicação celular, e as proteínas fornecem
nitrogênio para a síntese de ácidos nucleicos e outras
moléculas.
22 Amostra 3. O pareamento entre as bases nitrogenadas G
10 a
11 a
12 As enzimas são moléculas proteicas e, portanto,
sensíveis à mudança de temperatura. Acima de 36 wC
(temperatura ótima), a enzima começa a sofrer
desnaturação (alteração de sua conformação
tridimensional), perdendo afinidade com seu substrato
e prejudicando a ocorrência da reação. Então, quanto
maior a temperatura, maior a desnaturação e menor a
atividade da enzima descrita.
13 c
14 c
15 a
16 e
e C é feito por três pontes de hidrogênio, ao passo que,
entre A e T, é feito por apenas duas. Quanto mais
pontes de hidrogênio, mais energia será necessário
aplicar para rompê-las. Desse modo, quanto maior a
(G0C)
relação
, maior a temperatura de desnaturação
(A0T)
da molécula de DNA.
23 O nitrogênio é o único elemento que permite dosar a
quantidade de proteínas no leite, pois, entre as
substâncias que fazem parte da composição do leite,
somente as proteínas apresentam esse elemento em
suas moléculas.
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
1 b
24 a) A água tem a função de repor o líquido perdido,
reidratando o organismo. O sal repõe os sais minerais,
importantes para a manutenção do equilíbrio
eletrolítico, permitindo a absorção de água por
meio de osmose. Além disso, o sódio participa do
processo de cotransporte da glicose e da
transmissão dos impulsos nervosos.
b) Porque a energia de que o organismo precisa para
realizar suas funções vitais nessas condições é
obtida por meio do metabolismo do açúcar.
25 ( V )I. A glicose formada na fotossíntese pode, através
de rotas metabólicas específicas, originar novas
moléculas orgânicas.
( V ) II. O amido, formado a partir de várias ™-glicoses,
representa, no vegetal, reserva energética.
26 ( V ) I. E m organelas citoplasmáticas de células dos
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
eucariotos, existem moléculas de DNA que são
transmitidas por herança materna.
( V ) II. Para a produção da sequência primária das
proteínas, processo denominado tradução, é
necessário que haja a síntese de uma molécula
de RNA mensageiro, de modo que a informação genética chegue ao citoplasma e ocorra
a troca de “linguagem” de ácido nucleico para
peptídio.
( F ) III. A carioteca é uma barreira para a passagem de
moléculas grandes, como o ácido ribonucleico.
( F ) IV. Nas estruturas de dupla-hélice do DNA, as bases citosina e guanina podem formar, entre si,
cinco ligações de hidrogênio.
27 ( V ) I. As proteínas transportadoras de colesterol são
sintetizadas no retículo endoplasmático granular de células hepáticas e secretadas para a
corrente sanguínea.
( V ) II. O colesterol, cuja fórmula molecular é C27H46O,
é sintetizado no retículo endoplasmático liso
de células hepáticas.
( F ) III. O fígado produz os hormônios citados no texto, que, associados às lipoproteínas, são transportados até as células-alvo.
( V ) IV. Concentrações plasmáticas mais altas de HDL
estão correlacionadas a menores incidências
de ataque cardíaco, uma vez que refletem eficiência de captação de colesterol dos tecidos.
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Componentes da matéria viva
Para o ENEM
1 d
2 b
3 e
4 b
5
b
6 d
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
7 e
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Membrana celular, citoplasma e processos energéticos
Para o vestibular
1 a
16 a) A-2: a troca gasosa realizada nas brânquias é um
3 b
4 d
5 a
6 a
7 a) Cor púrpura no tubo 1 (pH básico).
b) Cor amarela no tubo 2 (pH ácido).
c) O processo de fotossíntese.
d)
No tubo 1 houve fotossíntese, pois a folha foi
mantida iluminada; esse processo absorve gás
carbônico e mantém o pH levemente básico
(coloração púrpura). No tubo 2 não ocorreu
fotossíntese; no escuro, a planta apenas realiza
respiração. Esse processo libera gás carbônico, que
reage com a água, formando ácido carbônico,
responsável pela acidificação do pH
(coloração amarelada).
8 a)
É utilizada a linhagem Saccharomyces carlsbergensis,
que, por apresentar níveis mais baixos de
fermentação, libera quantidade menor de gás
carbônico e também de etanol.
b)
Sim, é válido, porque aumentando a quantidade de
leveduras, elevaria também o metabolismo
respiratório e, consequentemente, a quantidade de
gás carbônico liberado.
9 b
mitocôndrias dos ratos que inalaram cádmio, porque as
cristas mitocondriais serão danificadas,
comprometendo a ocorrência da cadeia respiratória
e, portanto, do consumo de gás oxigênio.
b) É esperada menor mobilidade dos espermatozoides
no grupo que inalou cádmio, uma vez que a produção
energética em suas mitocôndrias ficará comprometida.
11 a
12 c
13 a
14 a
15 a
exemplo de difusão simples (do gás carbônico e do
gás oxigênio), processo que se dá diretamente pela
bicamada lipídica da membrana, sem gasto energético;
B-3: o processo B representa a difusão facilitada, que,
embora ocorra sem gasto energético (a favor do
gradiente de concentração), depende de proteínas
transportadoras especiais. É o que ocorre, por exemplo,
com a entrada de glicose nas células; C-1: o processo C
representa o transporte ativo, realizado contra o
gradiente de concentração (com gasto de ATP). É
o que ocorre com a bomba de sódio-potássio,
responsável pelo transporte iônico nos neurônios.
b) O “tempero”, com sal, representa um meio hipertônico,
fazendo as células da alface perderem água por
osmose. Consequentemente, a alface murcha.
17 c
18 e
19 a) Foram os organismos multicelulares
fotossintetizantes, como as algas verdes, pardas
e vermelhas, além das plantas terrestres briófitas,
pteridófitas e gimnospermas.
b) Depois do ponto I – eucariontes unicelulares.
c) Depois do ponto III temos o surgimento dos
cordados, que podem apresentar três tipos de
respiração:
– branquial (peixes, anfíbios – estágio larval);
– cutânea (anfíbios – fase adulta);
– pulmonar (anfíbios – fase adulta, répteis, aves e
mamíferos).
20 e
10 a) É esperado redução no consumo de gás oxigênio nas
21 Inicialmente, no citoplasma celular, a glicose será
metabolizada na glicólise, formando ácido pirúvico,
ATP e NADH. O ácido pirúvico mais a coenzima A é
transformado em acetil CoA, CO2, NADH, na matriz
mitocondrial. O acetil CoA entra no ciclo de Krebs (ciclo
dos ácidos tricarboxílicos), formando CO2, GTP, NADH e
FADH2. O NADH e o FADH2 sofrem oxidação na cadeia
respiratória, liberando energia que será utilizada na
síntese de ATP, em um processo denominado
fosforilação oxidativa.
22 d
23 c
24 A diferença deve-se à eliminação de CO2 pelas plantas
aquáticas, que realizavam somente respiração celular
nesse período, pois estavam no escuro. O CO2 eliminado
na água combina-se com ela, formando ácido
carbônico, que altera o pH do meio, diminuindo seus
valores e alterando a coloração do indicador de pH
(azul de bromotimol).
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
2 d
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Membrana celular, citoplasma e processos energéticos
Para o ENEM
1 d
2 b
3 c
4 b
5 e
6
b
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
7 d
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Núcleo e divisão celular
Para o vestibular
14 a)
2 d
3 b
4 b
5 a
6
a) Na célula 3. Espera-se encontrar maior atividade
de síntese de RNA mensageiro na célula em
interfase. A célula 3 mostra a presença de
nucléolo íntegro, o que indica que ela está em
interfase.
b)
A separação das cromátides-irmãs ocorre pelo
encurtamento das fibras do fuso mitótico. Essas
fibras se ligam ao centrômero de cada cromátide, de
tal forma que as cromátides-irmãs sejam levadas
para polos opostos da célula no momento da
anáfase. A célula em questão é a de número 1.
7 Não, pois todas as células nucleadas de um indivíduo
apresentam todos os cromossomos e,
consequentemente, todos os genes desse indivíduo.
8
a)
No início da fase M do gráfico I, cada cromossomo
será formado por duas cromátides (os cromossomos
ainda estão duplicados). No final da fase M2 do
gráfico II, cada cromossomo terá apenas uma
cromátide (o gráfico I se refere à mitose e o II, à meiose).
b)
Cada cromossomo é formado por uma única
molécula de DNA. Assim, no início da fase M do
gráfico I, estão presentes duas moléculas de DNA em
cada cromossomo (os cromossomos estão duplicados).
Ao final da fase M2 do gráfico II, cada cromossomo é
formado por apenas uma molécula de DNA.
9 c
10 d
11 c
12 c
13 c
A célula formada pela união dos gametas (células tipo
III) é o zigoto (célula tipo I). O zigoto se desenvolve num
organismo multicelular diploide (X), que formará
esporos (células tipo II). Estes, ao germinarem,
originarão os gametófitos haploides (indivíduos
multicelulares Y e Z), que, por sua vez, formarão novos
gametas. Então, I 5 zigoto; II 5 esporos; III 5 gametas.
b) O indivíduo X (esporófito) terá 24 cromossomos
(2n 5 24). Os indivíduos Y e Z são gametófitos,
portanto haploides, tendo 12 cromossomos em
cada uma de suas células (n 5 12).
15 ( V )A anáfase da mitose inicia-se com a divisão do centrômero de cada cromossomo duplicado, separando as
cromátides-irmãs. Estas agora são chamadas cromossomos-irmãos, que são puxados para polos opostos
da célula, orientados pelas fibras do fuso.
( V ) A meiose ocorre por duas divisões celulares sucessivas. A primeira dessas divisões, a meiose I, é reducional e a segunda, a meiose II, é equacional.
( F ) O período germinativo da gametogênese humana
termina na vida intrauterina da mulher, ao passo que
dura quase toda a vida do homem. Durante o período
de diferenciação da espermatogênese, as espermátides
transformam-se em espermatozoides e, na ovogênese,
o ovócito II transforma-se em óvulo.
( F ) A pílula anticoncepcional é uma associação de hormônios sintéticos (estrógeno e progesterona) que inibem
parcialmente a hipófise, impedindo que essa glândula
secrete os hormônios folículo-estimulante e luteinizante para que não haja nidação ou implantação do
zigoto na parede uterina.
( F ) A aids e a hepatite B são doenças sexualmente
transmissíveis que somente podem ser adquiridas
por meio de relações sexuais praticadas sem proteção anticoncepcional adequada.
16 c
17 a
18 a
19 c
20 b
21 d
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
1 b
22 a)
A meiose, caracterizada na espermatogênese da
figura, promove maior variabilidade genética pela
produção de células-filhas diferentes da célula-mãe
que iniciou o processo. Além da redução do número
de cromossomos pela metade (e a segregação
independente associada a isso), há a possibilidade
de recombinação de cromossomos homólogos
durante o processo da meiose.
b) A meiose I caracteriza-se pela fase reducional
do patrimônio genético nas células-filhas, com
separação dos cromossomos homólogos; na
meiose II há produção de células-filhas, finalizando
o processo com rompimento dos centrômeros das
cromátides-irmãs.
23 c
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
24 a) B representa a fase S, em que ocorre a duplicação
de DNA e centrossomos, e D representa a fase M
(mitose), na qual ocorre a duplicação celular.
b) Em A, a ploidia é 2n e a quantidade de DNA, 2C. Em
C, a ploidia é 2n e a quantidade de DNA, 4C.
c) A fase representada por B, pois ela é a fase de
duplicação do DNA, e a mitose (fase M) não pode
ocorrer antes dela. Essa duplicação é fundamental
para manter constante a quantidade de DNA nas
células.
25 d
26 Soma: 04 1 08 1 32 = 44
27 a
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Núcleo e divisão celular
Para o ENEM
1 a
2 e
3 a
4 d
5 c
6 c
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
7 a
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
Estudando Desenvolvimento dos animais
Para o vestibular
1 b
11 a) Mórula, blástula, gástrula e nêurula.
2
b) As células iniciam a diferenciação na fase de gástrula,
quando surgem a ectoderme e a endoderme.
c
4 Soma: 011 02 1 08 1 64 = 75
c)
Nos animais protostomados, o blastóporo origina
a boca, e o celoma se forma por esquizocelia; nos
deuterostomados, o blastóporo origina o ânus, e a
celoma se forma por enterocelia. Os humanos estão
incluídos no grupo dos animais deuterostomados.
12 a) A: zigoto
B: mórula
C: blástula
D: gástrula
E: nêurula
b) O zigoto origina uma mórula após entrar em
segmentação (ou clivagem), sendo a mórula
pluricelular e sem cavitação interna.
A blástula, originada da mórula, apresenta uma
camada celular externa (blastoderme) e uma
cavidade denominada blastocele.
A gástrula, formada da blástula, apresenta dois
folhetos (ectoderme e endoderme), uma cavidade
(arquêntero) e um orifício (blastóporo).
A nêurula apresenta três folhetos germinativos:
ectoderme, endoderme e mesoderme; formam-se
o tubo neural, a notocorda e os somitos
mesodérmicos.
5 c
13
4 Soma: 04 1 08 = 12
6 d
14 a
7 c
15 c
8 e
16 b
9 a) O fato de serem células indiferenciadas e totipotentes.
Essas células são capazes de originar qualquer tipo
celular do organismo.
b)
A blástula é indicada na figura E. Uma característica
que diferencia essa etapa da anterior (mórula) é a
presença de blastocele; como características que a
diferenciam da fase posterior (gástrula) podem ser
citadas a presença de arquêntero, do blastóporo ou
de tecidos embrionários na gástrula.
10
4 Soma: 011 02 1 08 1 16 = 27
17
4 Soma: 02 1 08 1 32 = 42
18 b
19 d
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
3
( F )Os cromossomos homólogos emparelham-se durante a mitose e a meiose I.
( F )D urante a espermatogênese humana não ocorrem divisões celulares nas fases de crescimento e
da espermiogênese, ao passo que na ovogênese
inexistem fases correspondentes àquelas citadas
para o sexo masculino, ocorrendo divisões celulares em todas as fases do processo.
( V )Após uma fratura óssea, os osteoclastos digerem
a matriz e os osteoblastos reconstroem o osso. As
funções desses dois tipos de células também são
exercidas no caso de uma pessoa usar aparelho ortodôntico para correção da arcada dentária.
( V )Os neurônios são células especializadas para receber e transmitir estímulos. O estímulo nervoso
sempre é recebido por dendritos e transmitido
pelo axônio para outro neurônio ou para uma estrutura que passa a exercer a ordem recebida.
( F )Os elementos figurados do sangue humano são
as hemácias e os vários tipos de leucócitos. As hemácias atuam nas trocas gasosas e os leucócitos
têm por função a defesa do corpo.
20 a)
Evento
Local
Fecundação
Tuba uterina (ou ampola
da tuba uterina)
Clivagem
Tuba uterina (ou istmo da
tuba uterina)
Gastrulação
b)
c)
Útero (ou endométrio
uterino)
Ao final da gastrulação, ocorre a formação dos três
folhetos embrionários ou germinativos (ectoderma,
mesoderma e endoderma).
Porque, clinicamente, a gestação é contada a partir
do primeiro dia do último fluxo menstrual, e não a
partir da fecundação.
21 b
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
22 d
23 a
24 ( V )A sequência de eventos mostrados de A a G representa o processo de segmentação holoblástica,
que resultará na formação de células-tronco chamadas blastômeros.
( V )Na reprodução humana, após a formação da mórula, mostrada em H, ocorre a compactação a fim de
evitar a separação entre essas células no aparelho
reprodutor feminino.
( F )Após a formação de dezenas de células, visível em
H, é originada uma cavidade preenchida de líquido
chamada blastocele (I); o embrião, nessa condição,
é chamado gástrula.
( V )Na gastrulação, as células que darão origem aos
músculos do animal migram para o interior do embrião; as células que darão origem à pele migram
para a superfície.
( V )A notocorda, presente nos cordados, é formada a
partir da organização anteroposterior de células
do mesoderma do embrião, na forma de um bastão, e tem o papel de orientar a diferenciação do
sistema nervoso.
25 b
26
4 Soma: 01 1 02 1 16 = 19
27 d
28 e
29 b
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Desenvolvimento dos animais
Para o ENEM
1
c
2 d
3 c
4 a
5 a
6 c
7 e
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
8 e
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Reprodução humana
Para o VESTIBULAR
15 d
1 e
2 d
16 a
3 A ovulação ocorre em torno do 14 dia do ciclo. As
maiores chances de acontecer uma gravidez estão entre
cinco dias antes e dois dias depois da ovulação, ou seja,
do nono ao 16o dia do ciclo.
4 c
5 d
6 b
7 a)
A − Gêmeos univitelinos ou monozigóticos.
Originam-se de um único zigoto.
B − Gêmeos bivitelinos ou dizigóticos. Originam-se
de dois zigotos diferentes.
b) A − Apresentam sempre o mesmo sexo.
B − Podem apresentar ou não o mesmo sexo.
c) Respiração, nutrição, excreção, imunização etc.
8 Soma: 02 1 04 = 06
9 ( F )Atualmente a aids é considerada uma doença crônica, pois os remédios inovadores eliminam as partículas virais do corpo do paciente.
( F )A descoberta dos antirretrovirais reduziu a incidência de novos casos de aids no Brasil.
( V )A taxa de mortalidade por aids tem apresentado
decréscimo, como consequência da política de
acesso gratuito aos remédios retrovirais.
( V )O vírus da aids é constituído de RNA e uma capa
proteica.
10 a) Órgãos situados externamente ao corpo (pudendo
feminino): composto de lábios menores, lábios
maiores, clitóris e vestíbulo vaginal.
Órgãos situados no interior do abdome: vagina,
útero, tubas uterinas e ovários.
b) Os ovários produzem estrógeno e progesterona.
c) A prolactina estimula a produção e a secreção de
leite pelas glândulas mamárias.
11 A testosterona é liberada diretamente no sangue; por
esse motivo, ela continua atuando normalmente sobre
as células, mesmo após a interrupção (corte) dos ductos
deferentes.
12 b
13 d
14 e
17 a) Não ocorreu fecundação, uma vez que se verifica
a queda do nível de progesterona no final do ciclo
menstrual. A progesterona é essencial à manutenção
do endométrio uterino durante a gravidez.
b)
As gonadotrofinas FSH e LH são produzidas na adeno-hipófise (hipófise anterior). Os esteroides (estrógeno e
progesterona) são hormônios ovarianos produzidos,
respectivamente, nas células do folículo e
no corpo-lúteo.
18 b
19 ( F )Genealogicamente, a avó não compartilha qualquer característica genética com o neto gerado,
apesar de ter sido gestado por ela.
( V )Caso a mãe biológica seja hemofílica, uma doença
causada por um alelo recessivo ligado ao cromossomo X, e tenha um menino, este será hemofílico.
( V )As células-tronco do embrião, mostradas na figura,
em 1, são indiferenciadas e poderiam ser utilizadas
em terapias para corrigir lesões em órgãos vitais.
( V )Após a inseminação artificial e a implantação do
embrião, este desenvolve-se formando o blastocisto, cujas células periféricas chamadas trofoblasto
auxiliam na formação da placenta.
( F )A reposição hormonal de estrógeno em mulheres
que chegaram à menopausa possibilita a elas ter
filhos em idades mais avançadas.
20 a
21 a) Glândula (ou bolsa) seminífera ou seminal, glândula
uretral e próstata.
b)
22 c
23 e
Aumentar o pH vaginal ou da uretra; induzir
contração no útero; alimentar os gametas;
facilitar a fecundação (no sentido da chegada mais
rápida ao óvulo).
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
o
24 a) São irmãos idênticos que foram formados da
divisão do zigoto após a fecundação, sendo
obrigatoriamente do mesmo sexo.
b)
São irmãos formados da liberação de dois ou mais
ovócitos (óvulos) pela mãe, que foram fecundados
separadamente, dando origem a, pelo menos, dois
indivíduos, não necessariamente do mesmo sexo.
c) Se são sete nascimentos sucessivos, a probabilidade
de que todos sejam meninas será de:
1
2
3
1
1 1 1 1 1 1
ou 0,00781 ou
3 3 3 3 3 5
2 2 2 2 2 2 128
0,78125% ou uma em 128.
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
25 Na inseminação artificial, coleta-se o sêmen para
a seleção dos espermatozoides de acordo com seu
potencial de fertilidade. Após a seleção, os
espermatozoides são introduzidos no útero no período
de ovulação ou quando a ovulação é estimulada
por injeção hormonal; a fecundação ocorre dentro do
organismo feminino.
Na fertilização in vitro, os oócitos (ovócitos) e
espermatozoides são coletados e selecionados. Essas
células germinativas são colocadas juntas, em placa de
cultura, no laboratório, onde ocorrerá a fecundação;
o embrião formado é implantado no útero.
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Reprodução humana
Para o ENEM
1 a
2 b
3 e
4 e
5 d
6 c
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
7 c
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Sistemática e classificação biológica
Para o VESTIBULAR
1 e
16 c
2 a) Presença de fósseis e cálculo da provável idade deles
e das rochas em que foram encontrados.
17 c
1. Répteis
2. Ciclostomados
3. Peixes
4. Répteis
5. Peixes
3 c
18 Os liquens são associações mutualísticas entre espécies
que pertencem a dois ou três reinos. São formados por
algas (reino Protista) associadas a fungos (reino Fungi)
e por vezes a cianobactérias (reino Monera). Logo, os
liquens não são espécies verdadeiras, mas um conjunto
de espécies que vivem em simbiose.
19 a
4 a) A mandíbula permitiu a predação mais eficiente.
Essa novidade evolutiva surgiu no número 3.
20 Soma: 01 1 08 1 64 = 73
b)As inovações que permitiram a ocupação do meio
terrestre são indicadas pelos números 5 e 6. O
surgimento das patas (no 5) permitiu a locomoção
no ambiente terrestre. O ovo com casca calcárea,
âmnio e alantoide (no 6) possibilitou a reprodução
independente do ambiente aquático e a proteção do
embrião, evitando a desidratação.
21 Sapo: Animalia; bactéria: Monera;
5 c
22 b
6 d
23 c
7 d
8 a)
Natureza dos estudos correta: Charles Darwin.
Natureza dos estudos errada: Robert Koch.
Justificativa: Robert Koch trabalhou com o bacilo da
tuberculose, e não com a origem da vida.
b)Os comentários sobre Charles Darwin não condizem
com a realidade, já que ele não utilizou os trabalhos
de Mendel. Os comentários sobre Robert Koch são
verdadeiros, pois ele foi o descobridor do bacilo da
tuberculose.
9 d
10 b
11 c
12 e
13 a) Cobras-cegas: classe Amphibia; macacos: classe
Mammalia; andorinhas: classe Ave.
b)Cobras-cegas: heterotérmicos; macacos:
homeotérmicos; andorinhas: homeotérmicos.
14 e
15 c
pinheiro: Plantae; cogumelo: Fungi.
Sapo: eucarionte, multicelular, com nutrição
heterótrofa ingestiva; bactéria: procarionte,
unicelular, heterótrofa ou autótrofa;
pinheiro: eucarionte, multicelular, autótrofo,
fotossintetizante; cogumelo: eucarionte, multicelular,
com nutrição heterótrofa absortiva.
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
b)
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Sistemática e classificação biológica
Para o ENEM
1 b
2 c
3 b
4 a
5 a
6 b
7 b
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
8 e
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Vírus e bactérias
Para o VESTIBULAR
19 a) Os dispersantes aumentam a superfície relativa do
2
a
3 Antibiótico
Mutação
Conjugação
Parede celular
Plasmídio
Transdução
Transformação
Pelos sexuais
Conjugação
Plasmídios
4 Soma: 02 1 08 = 10
5 b
6 a
7 c
8 Soma: 01 1 02 1 04 = 07
9 c
10 a)
Por meio da sequência de bases nitrogenadas
apresentada é possível afirmar que se trata de uma
molécula de RNA e sabe-se que alguns vírus
apresentam RNA como material genético.
b) Não possuem estruturas celulares (membrana
plasmática, citoplasma, ribossomos etc.) e
dependem de outras células para se reproduzir.
c) ATGGGCAATTTC
11 a) O aluno usou como critério o fato de o material
genético estar ou não separado do citoplasma
por membrana nuclear. Não havendo separação,
o organismo é procariótico; havendo separação, é
eucariótico.
b) Reino Monera
b)As bactérias crescem exponencialmente com alimento
abundante, formando grandes populações cujo
metabolismo requer grande quantidade de
oxigênio. Esse oxigênio será retirado da água,
gerando grandes áreas anóxicas ou zonas mortas.
20 c
21 a) Segmentos de DNA com informação para produzir
determinado polipeptídeo (medicamento) podem
ser inseridos no plasmídio de bactérias, constituindo
um DNA recombinante. Essas bactérias passam,
então, por várias divisões celulares, aumentando a
quantidade de material genético com informação
para sintetizar determinado fármaco. Esse segmento
de DNA começa a transcrever, produzindo RNAm
para sintetizar o polipeptídeo.
b)
O botulismo é contraído ao se ingerir enlatados
malconservados, salsichas e camarões contaminados,
entre outros alimentos. O tétano é contraído por
meio de ferimentos profundos na pele, quando
estes entram em contato com terra ou com um
objeto contaminado com esporos da bactéria.
22 d
23 a)
12 e
24 d
13 b
25 c
14 d
26 c
15 e
27 e
16 b
17 e
18 e
petróleo, facilitando o acesso de grande número de
bactérias à sua fonte de alimentação, o que acelera
a degradação.
Situação 1. Produto estragado dentro do prazo de
validade: houve falha na conservação do produto, que
foi exposto a uma temperatura acima da recomendada
pelo fabricante. Isso provoca a multiplicação das
bactérias que constituem o iogurte.
Situação 2. Produto fora do prazo de validade, mas
ainda em condições de consumo: a correta conservação
do iogurte e a refrigeração adequada impediram a
multiplicação das bactérias que o constituem, permitindo
que o produto se mantivesse adequado ao consumo
mesmo após o vencimento do prazo de validade.
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
1 d
28 O princípio referido na questão é o da unidade básica
ou da ancestralidade comum. Em princípio, todos os
organismos compartilham mecanismos básicos de
replicação, transcrição e tradução da informação
genética. Genes específicos das psicrófilas, ao serem
expressos em bactérias patogênicas, condicionam
essas bactérias a ambientes térmicos aos quais elas não
estavam adaptadas, o que fundamenta a experiência
relatada.
29 c
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
30 c
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Vírus e bactérias
Para o ENEM
1 d
2 e
3 a
4 c
5 e
6 a
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
7 c
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Algas, protozoários e fungos
Para o VESTIBULAR
1 b
14 a) Haplobionte.
2 b
b)Gameta – letra C; esporo – letra B
Estruturas haploides: talo (A), gametas (C), esporos (B),
zoósporos (E). Estruturas diploides: zigoto (D).
A meiose é inicial ou zigótica e está indicada pela letra E.
b)
As vantagens são variabilidade genética e
formação de esporos que são resistentes em
condições ambientais adversas. Os esporos são
formados pela meiose durante a esporogênese e a
troca de material genético ocorre por meio dos
gametas, produzidos pelos gametófitos.
4 a) As algas são organismos eucarióticos, autotróficos,
que não apresentam tecidos verdadeiros e que
podem ser unicelulares ou multicelulares ­– nesse
caso, denominadas talófitas.
b)
As algas são a base dos ecossistemas aquáticos,
sendo seus principais produtores. Além disso,
juntamente com as bactérias fotossintetizantes, são
responsáveis por grande parte do oxigênio
atmosférico do planeta.
5 a
16 b
17 b
18 c
19 c
20 Os liquens são associações mutualísticas entre espécies
que pertencem a dois ou três reinos. São formados por
algas (reino Protista) associadas a fungos (reino Fungi)
e por vezes a cianobactérias (reino Monera). Logo, os
liquens não são espécies verdadeiras, são um conjunto
de espécies que vivem em simbiose.
21 d
22 a
23 a
6 a
24 Soma: 01 + 02 = 3
6 e
7
25 d
8 c
9 d
10 b
11 b
12 algas
vitamina C
parede celular
celulose
pigmentos ou substâncias de reserva
13 a) Cílios: Paramecium e células do tecido epitelial;
flagelos: Euglena, Trypanosoma e espermatozoide.
b)
15 d
Sim, no Paramecium, na Euglena, no Trypanosoma
e no espermatozoide a função é de locomoção.
No tecido epitelial, a função é retenção e eliminação
de partículas estranhas (revestimento da traqueia).
c) A ameba se desloca por emissão de pseudópodes.
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
3 a) Gametófitos (1) são originados pelo desenvolvimento
dos esporos (6). Esporófitos (5) são originados pela
multiplicação mitótica do zigoto (4).
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Algas, protozoários e fungos
Para o ENEM
1 a
2 c
3 e
4 a
5 c
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
6 a
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Doenças parasitárias humanas
Para o VESTIBULAR
Os ovos de Ascaris lumbricoides são ingeridos com
água ou alimentos contaminados; no tubo digestório,
as cascas dos ovos são rompidas e liberam as larvas.
Elas atravessam a mucosa do intestino, sendo levadas,
pela corrente sanguínea, até o fígado e os pulmões. Nos
pulmões, já maiores, os vermes entram nos alvéolos
e atingem a via respiratória, chegando até a faringe,
quando são engolidos novamente. Nessa segunda
trajetória, os vermes já adultos se instalam no
intestino delgado, onde produzirão novos ovos, que
serão liberados com as fezes humanas.
10 Os glóbulos vermelhos são células sanguíneas que
transportam gases. O P. vivax infecta essas células,
reproduzindo-se dentro delas e levando-as à ruptura.
Com a destruição das células, os tecidos deixam de
receber gás oxigênio, necessário à produção de energia e
à manutenção do seu metabolismo. A hemólise intensa
provoca a anemia marcante da doença e compromete
diversos sistemas corporais.
11 Soma: 01 + 02 + 08 = 11
12 d
b) O aluno poderá citar ancilostomose (causada
por Ancylostoma duodenale ou Necator americanus) e
enterobiose (causado pelo Enterobius vermicularis).
13 a
2 d
14 A cardiopatia chagásica, manifestação mais frequente
3 a) A infestação ocorre na fase 2 (meio aquático), em que
a cercária penetra ativamente a pele do homem.
b)
Estruturas de fixação dentro do hospedeiro, como
ventosas e ganchos; produção de grande número
de ovos, resistentes a condições externas, aumentando
a probabilidade de sobrevivência das espécies;
presença de cutícula resistente a substâncias produzidas
pelo hospedeiro; sistema digestório incompleto ou
ausente, absorvendo nutrientes diretamente
do hospedeiro.
4 c
da doença de Chagas no Brasil, é resultante de lesões
cardíacas decorrentes do parasitismo por Trypanosoma
cruzi que afetam a fisiologia normal do órgão, com
repercussões que comprometem a qualidade de vida do
paciente e a sua sobrevivência.
15 c
16 a
17 c
18 e
19 a
5 a)
Essa estratégia é efetiva para as doenças que
apresentam um mosquito como vetor. Das doenças
citadas, a febre amarela, a leishmaniose, a malária e
a dengue seriam prevenidas com o controle da
proliferação de mosquitos.
20 a
b)
Febre amarela e dengue são doenças virais; as outras
são causadas por protozoários. Dessa forma,
há dois grupos:
Grupo I: doenças virais (febre amarela e dengue).
Grupo II: protozooses (malária, leishmaniose e
doença de Chagas).
23 a
21 d
22 d
24 a
25 d
26 a
6 a
27 Soma: 05
7 Soma: 01 + 02 + 08 = 11
28 d
8 Soma: 01 + 08 + 32 = 41
29 c
9 Soma: 02 + 08 + 16 = 26
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
1 a)
Revisão em 22 volumes – Biologia – Gabarito
ESTUDANDO Doenças parasitárias humanas
Para o ENEM
1 d
2 e
3 b
4 b
5 d
6 c
Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
7 e
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards