Enviado por Do utilizador6758

PPC Técnico em Desenvolvimento de Sistemas Integrado Campus Bragança

Propaganda
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM
DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS NA FORMA DE
OFERTA INTEGRADA
Agosto de 2016
EQUIPE DE GESTÃO
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Reitor:
Cláudio Alex Jorge da Rocha
Pró-Reitora de Ensino:
Elenilze Guedes Teodoro
Pró-Reitora de Pesquisa e
Inovação:
Ana Paula Palheta Santana
Pró-Reitora de Extensão:
Mary Lucy Mendes Guimarães
Pró-Reitor de Administração:
Danilson Lobato da Costa
Pró-Reitor de
Desenvolvimento Institucional: Raimundo Nonato Sanches de Souza
Diretor Geral do Campus:
Danilo Silveira da Cunha
Diretor(a) de Ensino do
Alexsandra Vasconcelos
Campus
Equipe de elaboração do PPC Sílvia Mariana Furtado Brabo (Presidente do
(NDE):
NDE)
Denis Silva Camurça (Membro do NDE)
Daniel Clarismundo Borges (Membro do NDE)
Gabriela Laurito Boer (Membro do NDE)
Herlon Nunes (Membro do NDE)
Walbert Cunha Monteiro (Membro do NDE)
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO
Nome do IF/Campus:
Instituto
Federal
de
Educação,
Ciência
Tecnologia do Pará / Campus Bragança.
CNPJ:
05.200.142/0001-16
Esfera Administrativa:
Federal
Endereço:
Rua da Escola Agrícola s/n, Vila Sinhá.
Bragança/PA/68600-000
Telefone:
(91)981462085
Site da unidade:
www.braganca.ifpa.edu.br
Eixo Tecnológico:
Informação e Comunicação
Carga Horária em horas
relógio(60 min):
3.876 horas
e
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Sumário
DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO ................................................... 3
1.
APRESENTAÇÃO ...................................................................................... 7
2.
JUSTIFICATIVA ......................................................................................... 9
3.
OBJETIVO ............................................................................................... 12
3.1.
OBJETIVO GERAL ................................................................................... 12
3.2.
OBJETIVOS ESPECIFICOS ...................................................................... 12
4.
REGIME LETIVO ...................................................................................... 12
5.
REQUISITOS E FORMAS DE ACESSO .................................................... 13
6.
PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO ............................................... 13
7.
REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DO ITINERÁRIO FORMATIVO.................... 15
8.
MATRIZ CURRICULAR............................................................................. 16
EMENTÁRIO ..................................................................................................... 24
9.
PRÁTICA PROFISSIONAL ........................................................................ 92
10.
ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ........................................... 92
11.
ATIVIDADES COMPLEMENTARES .......................................................... 94
12.
TECNOLOGIAS
DE
INFORMAÇÃO
E
COMUNICAÇÃO
(TIC)
NO
PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM ............................................................. 95
13.
MATERIAL DIDÁTICO .............................................................................. 96
14.
ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS ......................................................... 96
15.
CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE
ENSINO-APRENDIZAGEM DE DISCIPLINAS PRESENCIAIS .............................. 97
16.
CRÍTERIOS
DE
APROVEITAMENTO
DE
CONHECIMENTOS
E
EXPERIÊNCIAS ANTERIORES .........................................................................101
17.
CRÍTERIOS E PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO DO CURSO ...............103
18.
SISTEMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL ............................................103
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
19.
DESCRIÇÃO DO CORPO SOCIAL DO CURSO ........................................104
19.1.
CORPO DOCENTE ..............................................................................104
19.2.
CORPO TECNICO-ADMINISTRATIVO ..................................................107
20.
INFRAESTRUTURA FÍSICA E RECURSOS MATERIAIS ...........................110
Estrutura física ..................................................................................................110
Estrutura de apoio e suporte ..............................................................................110
Acervo Bibliográfico ..........................................................................................111
21.
ARTICULAÇÃO DO ENSINO COM A PESQUISA E EXTENSÃO ...............112
22.
POLÍTICAS DE INCLUSÃO SOCIAL .........................................................113
23.
DIPLOMAÇÃO.........................................................................................118
24.
PROJETOS INTEGRADORES .................................................................118
25.
REFERÊNCIAS .......................................................................................120
26.
ANEXOS OU APÊNDICES .......................................................................121
27.
LISTA DE FIGURAS, TABELAS E QUADROS ..........................................121
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
1. APRESENTAÇÃO
A partir da edição do Decreto Lei nº 5.154 de 23 de julho de 2004, a oferta de
Cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrado ao Ensino Médio
tornou-se fato possível de ser realizado pelo IFPA, uma opção concreta aos
egressos do Ensino Fundamental que pretendem obter já na etapa final da
Educação Básica, uma habilitação profissional.
Este Plano de Curso tem como fundamento legal a legislação conjunta
consubstanciada na LDB nº 9.394/96, na Lei nº 10.639 de 09/01/2003 que
estabelece o ensino da História da África e da Cultura afro-brasileira e Lei nº 11.645
de 10/03/2008 que dá a mesma orientação quanto à temática indígena nos sistemas
de ensino.Na Lei nº 11.161 de 05/08/2005, no Decreto nº 5.154 de 23/07/2004, no
Parecer CNE/CEB nº 11/2012 de 09/05/2012, na Resolução CNE/CEB nº 02/2012,
no Parecer CNE/CEB nº 39/2004 de 08/12/2004, no Parecer CNE/CEB nº 16/2001
que definem os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio, no Parecer
CNE/CEB nº 35/2003, na Resolução CNE/CEB nº 1/2004 de 21/01/2004, na
Resolução CNE/CEB nº 2/2005 de 04/04/2005, CNE/CEB nº 16/2001 de 03/12/2001,
na Lei nº 11.741/2008, que altera dispositivos da LDB para institucionalizar e integrar
ações da EPT e EJA; a Resolução nº 6/2012, que define as Diretrizes Curriculares
Nacionais para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio e suas
fundamentações no Parecer nº 11/2012; a Resolução nº 4/2010, que define as
Diretrizes Nacionais Gerais para a Educação Básica e sua fundamentação no
Parecer nº 7/2010; na Lei nº 9795/1999, que define a Política Nacional de Educação
Ambiental; a Resolução nº2/2012, que define Diretrizes Curriculares para o Ensino
Médio e sua fundamentação no Parecer nº 5/2011;nas Portarias correlacionadas
emanadas do Ministério da Educação,nas alterações e no Regulamento DidáticoPedagógico do Ensino deste Instituto.
O Projeto Pedagógico do Curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na
forma de oferta integrada tem sua base no eixo Tecnológico de Informação e
Comunicação segundo Catálogo Nacional de Cursos Técnicos –3ª Ed. (2016).
O eixo tecnológicodeinformaçãoecomunicaçãocompreendetecnologiasrelacionadas
à infraestrutura e processos de comunicação e processamento de dados e
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
7
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
informações.
Abrange
concepção,
desenvolvimento,
implantação,
operação,
avaliação e manutenção de sistemas e tecnologias relacionadas à informática e às
telecomunicações; especificação de componentes ou equipamentos; suporte
técnico; procedimentos de instalação e configuração; realização de testes e
medições; utilização de protocolos e arquitetura de redes; identificação de meios
físicos e padrões de comunicação; desenvolvimento de sistemas informatizados; e
tecnologias de comutação, transmissão e recepção de dados.
A organização curricular dos cursos contempla conhecimentos relacionados
a:
 Leitura e produção de textos técnicos;
 Estatística e raciocínio lógico;
 Ciência;
 Tecnologia e inovação;
 Investigação tecnológica;
 Empreendedorismo;
 Desenvolvimento interpessoal;
 Legislação;
 Normastécnicas;
 Saúdeesegurançano trabalho;
 Gestão da qualidade;
 Responsabilidade, sustentabilidadesocial e ambiental;
 Qualidade de vida;
 Ética profissional.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
8
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
2. JUSTIFICATIVA
O Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao
EnsinoMédio encontra espaço para o desenvolvimento de suas atividades e
correlação com os demais profissionais de outras áreas do conhecimento, nos
diversos setores da economia: setor primário, setor secundário e setor terciário.
Destaca-se o setor terciário como maior consumidor dos serviços deste profissional
em informática por tratar-se de um setor em expansão em nosso país, no âmbito
nacional, regional e local. No âmbito local citamos o município de Bragança no
Estado do Pará, local onde se realiza o curso de formação na modalidade
presencial.
De acordo com pesquisas realizadas por grupo especializado na área de
recursos
humano,
citamosManpowergroup
(2012),
site:
http://www.manpower.com.br,uma agência de emprego e de negócios estabelecida
por Elmer Winter e Aaron Scheinfeld, em 1948 sediada em Milwaukee, Wisconsin,
Estado Unidos da América. Observamos que os profissionais da área de tecnologia
da informação, ocupam o nono lugar na relação dos principais postos de trabalho
com dificuldade de preenchimento de vagas.
Figura 1 - Principais postos de trabalho com dificuldade de preencher vagas nas américas
(fonte http://www.manpower.com.br/wp-content/uploads/2012/09/Portugues_Escassez_Talentos_20121.pdf)
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
9
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
A primeira razão citada pelos empregadores para escassez de talentos em
seus respectivos mercados de trabalhoéa falta generalizada de candidatos.
A segunda razão mais citada por trás da falta de talentos na região é a
ausência de competências técnicas dos candidatos, também conhecidas como
“habilidades hard’”. Dentro desta categoria geral, os empregadores provavelmente
estão se referindo à ausência de qualificações profissionais específicas ao seu
segmento.
Esse problema é mais disseminado no Brasil (56%) e Argentina (46%) e
aponta para a necessidade de se ter programas especializados que ajudem as
pessoas a obter tais certificações.No entanto, a análise do subgrupo de
empregadores nas Américas que afirma que a escassez de talentos está tendo um
grande impacto em seus negócios e revela que a ausência de habilidades técnicas é
um problema específico das organizações que buscam profissionais de TI.
Igualmente desafiador é o nível de remuneração que está sendo procurado por
candidatos na área de TI (MANPOWERGROUP, 2012).
O mercado local, que se encontra em expansão, segundo revista de
circulação nacional, EXAME “Edição 1022, ano 45, nº16 de 22/08/2012”. Relata que
o município de Bragança, no Estado do Pará é apontado como o quinto colocado no
índice das cidades do interior com mais de 100 mil habitantes onde o consumo mais
cresce em % ano, ficando atrás somente de importantes cidades como: Rio das
Ostras no (RJ), Parauapebas (PA), Juazeiro do Norte (CE), Itapipoca (CE),ver figura
02.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
10
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Figura 2 - As 40 Cidades do interior com mais de 100mil habitantes,
onde o consumo mais cresce.
(fonte revista EXAME “Edição 1022, ano 45, n 16 de 22/08/2012”)
Ainda, segundo a publicação, Bragança-PA está entre as cidades onde há o
maior potencial de consumo entre a população. Isso mostra que o município está
crescendo e em pleno desenvolvimento. Com isso, os investimentos no município
tendem a ser bem maiores, com perspectivas de expansão nos próximos anos.
Diante do exposto acima, a possibilidade de crescimento profissional para os
alunos do Instituto Federal do Pará – Campus Bragança torna-se realidade. Os
postos de trabalho no município de Bragança, em sua grande maioria são no
terceiro setor o qual terá crescimento acentuado segundo pesquisa citada. Este
setor necessita de mão de obra especializada, mão de obra está que irá desenvolver
suas atividades no âmbito operacional a nível técnico, assim justificamos a oferta de
cursos e programas de formação inicial e continuada e de Cursos Técnicos no Nível
Médio.
Os alunos egressos tem a perspectiva de virem a ocupar cargos operacionais,
gerenciais e de assistência na área de informática, em empresas de diversos
âmbitos e serviços onde a informática é ferramenta e faz parte do rol de processo e
regras de negócio.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
11
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Dessa forma, este curso visa contribuir com a profissionalização deste setor
oferecendo formação de qualidade para diferentes ocupações e profissões da área
de Informática.
3. OBJETIVO
3.1. OBJETIVO GERAL
Proporcionar formação técnica de nível médio em desenvolvimento de
sistemas na modalidade integrada, por meio do desenvolvimento de umconjunto de
conhecimentos, habilidades, comportamentos e aptidões do profissional, nas quais
desenvolva-se uma relação singular-particular-universal com as múltiplas relações
sociais existentes, em cuja totalidade insere-se a vida, e através do pensar
holisticamente possa contemplar a necessidade do aprender permanente que lhe
permitirá o acompanhamento da evolução dos conhecimentos, considerando a
evolução tecnológica, as necessidades advindas do contexto político-social, e as
exigências relevantes do mundo do trabalho.
3.2. OBJETIVOS ESPECIFICOS
Formar Técnicos de Nível Médio em Desenvolvimento de Sistemas aptos a:
 Desenvolver
sistemas
computacionais
utilizando
ambiente
desenvolvimento.
 Modelar, implementar e manter banco de dados.
 Utilizar linguagem de programação específica.
 Realizar testes de programas de computador.
 Manter registros para análise e refinamento de resultados.
 Elaborar documentação do sistema.
 Aplicar princípios e definição de análise de dados.
 Executar manutenção de programas de computador.
4. REGIME LETIVO
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
12
de
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
O curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta
integrada ao Ensino Médio, tem um regime SEMESTRAL, sendo estruturado em 06
semestres, forma de oferta presencial, com carga horária de 3869,9 hora/relógio e
4804
horas/aulas.
Destinando-se
para
uma
demanda
oriunda
do
ensino
fundamental, ofertado nos turnos vespertino e matutino, com um total de 40 vagas,
por turma. Aplicando-se a este curso a possibilidade de execução no turno matutino
e vespertino, com aulas em contra turnos, sábados letivos e sendo semanalmente
ministradas até 36aulas, de acordo com o Calendário Acadêmico.
O período letivo regular obedecerão calendário acadêmico apresentado
anualmente à Pró-Reitoria de Ensino-PROEN, e aprovado pelo Conselho Superior
do IFPA.
O período mínimo de integralização das disciplinas é de 06 semestres ou 36
meses e o máximo de 09 semestres ou 54 meses.
5. REQUISITOS E FORMAS DE ACESSO
O acesso ao curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de
oferta integrada far-se-á mediante processo seletivo, de caráter classificatório e é
imprescindível que os candidatos tenham concluído o Ensino Fundamental. Deve-se
também observar os critérios estabelecidos noRegulamento Didático-Pedagógico de
Desenvolvimento do Ensino do IFPA, as diretrizes da Lei nº 9.394/96, Lei nº
11.741/2008, Lei nº 12.711/2012 regulamentos estabelecidos pelo MEC, às
orientações definidas pela Pró-Reitoria de Ensino do IFPA e atenção ao número de
vagas disponíveis.
As normas, critérios de seleção, programas e documentações dos processos
seletivos, constarão em edital próprio aprovado pelo Reitor do IFPA e Diretor Geral
do Campus Bragança.
6. PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
13
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
O perfil profissional do curso é estruturado no desenvolvimento de sistemas
computacionais nas áreas de desktop, web e dispositivos móveis atendendo às
demandas do mercado de informática.
Quanto ao perfil de formação técnica, este foi feito tomando como base no
Catálogo
Nacional
de
Cursos
Técnicos
3ª
edição
de
maio
de
2016
(http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=41
271-cnct-3-edicao-pdf&category_slug=maio-2016-pdf&Itemid=30192), cujo objetivo
é o fortalecimento da identidade dos cursos técnicos, sua sintonia com as vocações
e peculiaridades regionais e a necessidade de ampliação de sua visibilidade.
O egresso tem como perfil profissional habilidades, citamos: cooperativismo,
comunicação,
ética
e
confiança,
atuação
responsável,
participativa
e
empreendedora no desenvolvimento de atividades tecnológicas e técnicas ligadas à
informática. Deve apresentar facilidade de adaptação e estar sempre aberto a
mudanças, visando alavancar projetos e ações inovadoras para a solução de
problemas apresentados nos diversos segmentos da área.
Os conhecimentos adquiridos no presente curso permitirão:
 Ter competência técnica e tecnológica em sua área de atuação;
 Sejam capazes de participar de relações de trabalho visando o
desenvolvimento regional sustentável.
 Manipular computadores e sistemas operacionais;
 Atuem com base em princípios éticos e de maneira sustentável;
 Desenvolver sistemas computacionais que auxiliem na rotina de trabalho das
organizações;
 Realizar manutenções em sistemas;
 Conceber e implementar soluções baseadas em banco de dados;
 Conhecer e aplicar as novas tendências tecnológicas para solução de
problemas;
 Desenvolver aplicações de sistema;
 Desenvolver aplicações de sistema baseados em dispositivos moveis;
 Ler projetos de software;
 Entender o funcionamento e solucionar problemas de Hardware e Software.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
14
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
 Identificar e entender o funcionamento de tecnologias empregadas nas
redes de computadores;
7. REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DO ITINERÁRIO FORMATIVO
A representação gráfica do perfil de formação do Curso Técnico em
Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada apresenta a estrutura
formativa do curso, informando a distribuição percentual de disciplinas de formação
geral, de formação técnica, e de atividades acadêmicas do curso.
Gráfico 1 - Representação gráfica dos componentes de formação do curso Técnico em
Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada com valores em porcentagem.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
15
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
8. MATRIZ CURRICULAR
1º SEMESTRE
Formação
BÁSICA
CH/A
SEMANAL
HORA/AULA
(50 MIN)
HORA/RELÓGIO
(60 MIN)
Língua Portuguesa I-A
3
60
50,00
Língua Estrangeira I-A (obrigatórioInglês)
1
20
16,67
Língua Estrangeira I-A (opcional Espanhol)
1
20
16,67
Libras I-A (opcional)
1
20
16,67
Educação Física I-A
2
40
33,33
Artes I-A
1
20
16,67
Matemática I-A
3
60
50,00
Biologia I-A
2
40
33,33
Química I-A
2
40
33,33
Física I-A
3
60
50,00
História I-A
2
40
33,33
Geografia I-A
2
40
33,33
Sociologia I-A
2
40
Filosofia I-A
2
40
COMPONENTE CURRICULAR
Total Carga Horária Formação Básica
TÉCNICA
MODALIDADE
N/C
N
33,33
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
33,33
PRESENCIAL
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
416,65
Metodologia de Pesquisa I-A
2
40
33,33
PRESENCIAL
N
Inovação Tecnológica
2
40
33,33
PRESENCIAL
N
Introdução àComputação
4
80
66,67
PRESENCIAL
N
Lógica, Algoritmo e Construção de Programas
4
80
66,67
PRESENCIAL
N
Total Carga Horária Formação Técnica
200,00
Total Carga Horária Semestre/Ano)
616,65
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada
16
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
HORAS-AULA SEMANAIS
PRESENCIAL
TOTAL
580
580
2º SEMESTRE
COMPONENTE CURRICULAR
BÁSICA
HORA/AULA
(50 MIN)
HORA/RELÓGIO
(60 MIN)
Língua Portuguesa I-B
3
60
50,00
Língua Estrangeira I-B (obrigatórioInglês)
1
20
16,67
Língua Estrangeira I-B (opcional Espanhol)
1
20
16,67
Libras I-B (opcional)
1
20
16,67
Educação Física I-B
2
40
33,33
Artes I-B
1
20
16,67
Matemática I-B
3
60
50,00
Biologia I-B
2
40
33,33
QuímicaI-B
2
40
33,33
Física I-B
3
60
50,00
História I-B
2
40
33,33
Geografia I-B
2
40
33,33
Sociologia I-B
2
40
Filosofia I-B
2
40
Total Carga Horária Formação Básica
TÉCNICA
N/C
N
33,33
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
33,33
PRESENCIAL
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
416,65
Metodologia de Pesquisa I-B
2
40
33,33
PRESENCIAL
N
Análise e Projeto de Sistemas
2
40
33,33
PRESENCIAL
N
Higiene e Segurança do Trabalho
2
40
33,33
PRESENCIAL
N
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada
17
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Introdução às Redes de Computadores
4
80
66,67
Total Carga Horária Formação Técnica
166,66
Total Carga Horária Semestre/Ano)
583,31
PRESENCIAL
N
HORAS-AULA SEMANAIS
PRESENCIAL
TOTAL
560
560
3º SEMESTRE
COMPONENTE CURRICULAR
Básica
HORA/AULA
(50 MIN)
HORA/RELÓGIO
(60 MIN)
Língua Portuguesa II-A
3
60
50,00
Língua Estrangeira II-A (obrigatórioInglês)
1
20
16,67
Língua Estrangeira II-A (opcional Espanhol)
1
20
16,67
Educação Física II-A
2
40
33,33
Artes II-A
1
20
16,67
Matemática II-A
3
60
50,00
Biologia II-A
2
40
33,33
Química II-A
2
40
33,33
Física II-A
3
60
50,00
História II-A
2
40
33,33
Geografia II-A
2
40
33,33
Sociologia II-A
2
40
Filosofia II-A
2
40
Total Carga Horária Formação Básica
Técnica
N/C
N
33,33
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
33,33
PRESENCIAL
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
416,65
Programação Orientada a Objetos I
4
80
66,67
PRESENCIAL
N
Banco de Dados
4
80
66,67
PRESENCIAL
N
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada
18
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Organização e Normas do Trabalho
2
40
33,33
Total Carga Horária Formação Técnica
166,67
Total Carga Horária Semestre/Ano)
583,32
PRESENCIAL
N
HORAS-AULA SEMANAIS
PRESENCIAL
TOTAL
600
600
4º SEMESTRE
COMPONENTE CURRICULAR
HORA/AULA
(50 MIN)
HORA/RELÓGIO
(60 MIN)
Língua Portuguesa II-B
3
60
50,00
Língua Estrangeira II-B (obrigatório Inglês)
1
20
16,67
Língua Estrangeira II-B (opcional Espanhol)
1
20
16,67
Educação Física II-B
2
40
33,33
Artes II-B
1
20
16,67
Matemática II-B
3
60
50,00
Biologia II-B
2
40
33,33
Química II-B
2
40
33,33
Física II-B
3
60
50,00
História II-B
2
40
33,33
Geografia II-B
2
40
33,33
Sociologia II-B
2
40
Filosofia II-B
2
40
Total Carga Horária Formação Básica
N/C
N
33,33
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
33,33
PRESENCIAL
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
416,65
Sistemas Operacionais
4
80
66,67
PRESENCIAL
N
Interação Homem-Computador
2
40
33,33
PRESENCIAL
N
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada
19
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Programação Web I
4
80
66,67
Total Carga Horária Formação Técnica
166,67
Total Carga Horária Semestre/Ano)
583,32
PRESENCIAL
N
HORAS-AULA SEMANAIS
PRESENCIAL
TOTAL
580
580
5º SEMESTRE
COMPONENTE CURRICULAR
Básica
HORA/AULA
(50 MIN)
HORA/RELÓGIO
(60 MIN)
Língua Portuguesa III-A
4
80
66,67
Língua Estrangeira III-A (obrigatório Inglês)
1
20
16,67
Língua Estrangeira III-A (opcional Espanhol)
1
20
16,67
Educação Física III-A
2
40
33,33
Matemática III-A
3
60
50,00
Biologia III-A
2
40
33,33
Química III-A
2
40
33,33
Física III-A
3
60
50,00
História III-A
2
40
33,33
Geografia III-A
2
40
33,33
Sociologia III-A
2
40
Filosofia III-A
2
40
Total Carga Horária Formação Básica
Técnica
N/C
N
33,33
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
33,33
PRESENCIAL
N
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
416,65
Programação Orientada a Objetos II
4
80
66,67
Empreendedorismo em Informática
2
40
33,33
Noções de Qualidade de Software
2
40
33,33
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada
N
N
20
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Estrutura de Dados
2
40
40,00
Total Carga Horária Formação Técnica
173,33
Total Carga Horária Semestre/Ano)
589,98
Projeto integrador
60,00
PRESENCIAL
N
HORAS-AULA SEMANAIS
PRESENCIAL
TOTAL
600
600
6º SEMESTRE
COMPONENTE CURRICULAR
Básica
HORA/AULA
(50 MIN)
HORA/RELÓGIO
(60 MIN)
Língua Portuguesa III-B
4
80
66,67
Língua Estrangeira III-B (obrigatório Inglês)
1
20
16,67
Língua Estrangeira III-B (opcional Espanhol)
1
20
16,67
Educação Física III-B
2
40
33,33
Matemática III-B
3
60
50,00
Biologia III-B
2
40
33,33
Química III-B
2
40
33,33
Física III-B
3
60
50,00
História III-B
2
40
33,33
Geografia III-B
2
40
33,33
Sociologia III-B
2
40
Filosofia III-B
2
40
Total Carga Horária Formação Básica
Técnica
N/C
N
33,33
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
PRESENCIAL
33,33
PRESENCIAL
N
PRESENCIAL
PRESENCIAL
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
N
416,65
Programação Web II
4
80
66,67
Programação de Dispositivos Móveis
4
80
66,67
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada
N
21
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Total Carga Horária Formação Técnica
133,34
Total Carga Horária Semestre/Ano
549,99
Estágio Curricular Obrigatório
288,00
Atividades Complementares
96,00
Tabela 1 - Matriz curricular do curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada
22
Síntese da matriz
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Componentes curriculares
Hora-aula
(50 min)
Hora Relógio
(60 min)
Disciplinas Obrigatórias
3000
2499,9
Disciplinas Técnicas
1207
1006
Atividades complementares
96
80
Atividades práticas de ensino ou pedagógicas
0
0
Estágio curricular supervisionado
288
240
Trabalho de conclusão de curso
0
0
Projeto Integrador
60
50
Totais obrigatórias
4651
3.876 horas
Disciplinas Optativas
160
133,33
Totais obrigatórias + optativas
4804
4.009
Tabela 2 – Síntese da Matriz curricular do curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada
23
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
EMENTÁRIO
DISCIPLINA: Língua Portuguesa I-A
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Linguagem, comunicação e interação.
Funções da linguagem.
Gêneros do discurso.
Tipologia textual.
Variação e registro.
Hipertexto e gêneros digitais.
Compreensão e interpretação textual.
Redação: estudo e produção do gênero resumo.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CASTILHO, A. T. de. A língua falada no ensino de português. 7ª ed. – São Paulo: Contexto, 2011.
CEREJA, W. R. e MAGALHÃES, T. C. GramáticaReflexiva. 4ª ed. São Paulo: Atual, 2013.
MOISÉS, C. A. Língua Portuguesa: atividades de leitura e produção de textos. 3ª ed. – São
Paulo: Saraiva, 2009.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BAGNO, M. A Língua de Eulália. São Paulo: Contexto, 2000.
________. Preconceito Linguístico – o que é e com faz. – São Paulo: Loyola, 2009.
FARACO, C. A. Português: língua e cultura: língua portuguesa, 1º ano: ensino médio. 3ª ed. –
Curitiba, PR: Base Editorial, 2013.
FARACO, C. A. TEZZA, C. Prática de texto paraestudantesuniversitários. 17ª ed. – Petrópolis:
Vozes, 2008.
DISCIPLINA: Língua Portuguesa I-B
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Sons e letras.
Ortografia.
O gênero seminário.
Acentuação.
Formação de palavras.
Compreensão e interpretação textual.
Figuras de linguagem.
Redação: estudo e produção do gênero poema.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CASTILHO, A. T. de. A língua falada no ensino de português. 7ª ed. – São Paulo: Contexto, 2011.
CEREJA, W. R. e MAGALHÃES, T. C. GramáticaReflexiva. 4ª ed. São Paulo: Atual, 2013.
MOISÉS, C. A. Língua Portuguesa: atividades de leitura e produção de textos. 3ª ed. – São
Paulo: Saraiva, 2009.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
24
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
BAGNO, M. A Língua de Eulália. São Paulo: Contexto, 2000.
________. Preconceito Linguístico – o que é e com faz. – São Paulo: Loyola, 2009.
FARACO, C. A. Português: língua e cultura: língua portuguesa, 1º ano: ensino médio. 3ª ed. –
Curitiba, PR: Base Editorial, 2013.
FARACO, C. A. TEZZA, C. Prática de texto para estudantes universitários. 17ª ed. – Petrópolis:
Vozes, 2008.
DISCIPLINA: Língua Estrangeira I-A (obrigatório Inglês)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
Tecnologias
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 20/a – 16,67h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
English in the world.
Verb to be – simple present tense.
There is / there are.
Question words.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GUANDALINI, Eiter, Otávio. Técnicas de leitura em Inglês. ESP - English for Specific Purpose:
Estágio 2. –São Paulo: Texto Novo, 2002.
SEELY, John. Nova gramática de inglês - Colecção Linguística, Editorial Presença, Lisboa, 2006.
LONGMAN: Dicionário Escolar para estudantes brasileiros. 2ª ed.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
MUNHOZ, R. Inglês Instrumental: Estratégias de Leitura Módulo I. São Paulo: Ed. Textonovo,
2001.
SANTOS, D. Take Over– Ensino Médio. Vol. 1. 2ª ed. – São Paulo: Edições Escala Educacional,
2013.
SOARS, Liz & SOARS, John. American Headway 1. Oxford: Oxford University Press, 2001.
DISCIPLINA: Língua Estrangeira I - B (obrigatório Inglês)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
Tecnologias
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 20/a – 16,67h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Subject/object pronouns.
Imperative.
Possessive Adjectives (my, your).
Reading Strategies: Skimming / Scanning / Cognates.
Leitura e compreensão de textos de caráter geral e técnico.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GUANDALINI, Eiter, Otávio. Técnicas de leitura em Inglês. ESP - English for Specific Purpose:
Estágio 2. –São Paulo: Texto Novo, 2002.
SEELY, John. Nova gramática de inglês - Colecção Linguística, Editorial Presença, Lisboa, 2006.
LONGMAN: Dicionário Escolar para estudantes brasileiros. 2ª ed.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
MUNHOZ, R. Inglês Instrumental: Estratégias de Leitura Módulo I. São Paulo: Ed. Textonovo,
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
25
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
2001.
SANTOS, D. Take Over– Ensino Médio. Vol. 1. 2ª ed. São Paulo: Edições Escala Educacional,
2013.
SOARS, Liz & SOARS, John. American Headway 1. Oxford: Oxford University Press, 2001.
DISCIPLINA: Língua Estrangeira I-A (opcional Espanhol)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
Tecnologias
TIPO: Base Nacional Comum
Presencial
MODALIDADE:
CARGA HORÁRIA:20/a – 16,67h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Leitura: Compreensão e Interpretação Textual;
Análise com relação ao diferentes Tipos de Textos: Narrativo, Descriptivo, Expositivo y
Argumentativo;
Aspectos Gramaticais do tipo: Los Saludos y Despedidas;
El Alfabeto español; Artículos – Contracciones, 1ª Regla de Eufonía y Palabras Heterogenéricas;
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MARTÍN, Ivan Rodrigues. ESPANOL SÉRIE BRASIL. São Paulo: Ática, 2000.
MARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 1. – São Paulo:
Ática, 2010.
M MARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 2. – São Paulo:
Ática, 2010.
ARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 3. – São Paulo:
Ática, 2010.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ALVES, Adda; MELO, Angélica. Mucho español para brasileños. São Paulo: Moderna, 2000.
ROMANOS, Henrique; CARVALHO, Jacira. Español Expansión. Rio de Janeiro: Ridell, 2006.
DISCIPLINA: Língua Estrangeira I-B (opcional Espanhol)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
Tecnologias
TIPO: Base Nacional Comum
Presencial
MODALIDADE:
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Palabras Heterosemánticas;
Pronombres Personales – Sujetos, Átonos, Tónicos;
Adjetivos – apocopados y grados;
Adverbios – muy y mucho.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MARTÍN, Ivan Rodrigues. ESPANOL SÉRIE BRASIL. São Paulo: Ática, 2000.
MARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 1. – São Paulo:
Ática, 2010.
M MARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 2. – São Paulo:
Ática, 2010.
ARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 3. – São Paulo:
Ática, 2010.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
26
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ALVES, Adda; MELO, Angélica. Mucho español para brasileños. São Paulo: Moderna, 2000.
ROMANOS, Henrique; CARVALHO, Jacira. Español Expansión. Rio de Janeiro: Ridell, 2006.
DISCIPLINA: Libras I-A (opcional)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas PERÍODO LETIVO: 1º ANO / 1º
Tecnologias
SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA:20h/a – 16,67h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Línguas de Sinais e minoria linguística; as diferentes línguas de sinais; status da língua de sinais no
Brasil;
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GESSER, Audrei. Libras? Que língua é essa? São Paulo, Editora Parábola: 2009.
PIMENTA, N. e QUADROS, R. M. Curso de Libras I. (DVD) LSBVideo: Rio de Janeiro. 2006.
QUADROS, R. M.; KARNOPP, L. Estudos Lingüísticos: a língua de sinais brasileira. Editora ArtMed:
Porto Alegre. 2004.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
CAPOVILLA, F.; RAPHAEL, Walkíria Duarte. Dicionário Enciclopédico Ilustrado Trilíngüe da Língua
de Sinais. Imprensa Oficial. São Paulo: 2001.
PIMENTA, N. Números na língua de sinais brasileira (DVD). LSBVideo: Rio de Janeiro. 2009.
DISCIPLINA: Libras I-B (opcional)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas PERÍODO LETIVO: 1º ANO / 2º
Tecnologias
SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA:22h/a – 16.67h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Cultura surda; organização linguística da LIBRAS para usos informais e cotidianos: vocabulário;
morfologia, sintaxe e semântica; a expressão corporal como elemento linguístico.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GESSER, Audrei. Libras? Que língua é essa? São Paulo, Editora Parábola: 2009.
PIMENTA, N. e QUADROS, R. M. Curso de Libras I. (DVD) LSBVideo: Rio de Janeiro. 2006.
QUADROS, R. M.; KARNOPP, L. Estudos Lingüísticos: a língua de sinais brasileira. Editora ArtMed:
Porto Alegre. 2004.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
CAPOVILLA, F.; RAPHAEL, Walkíria Duarte. Dicionário Enciclopédico Ilustrado Trilíngüe da Língua
de Sinais. Imprensa Oficial. São Paulo: 2001.
PIMENTA, N. Números na língua de sinais brasileira (DVD). LSBVideo: Rio de Janeiro. 2009.
DISCIPLINA: Educação Física I-A
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
27
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Dimensão histórico-cultural da Educação Física.
Praticas da cultura corporal: Os Jogos.
Praticas da cultura corporal: Os Esportes - Voleibol.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
Básica
CASTELLANI FILHO, Lino. Educação Física no Brasil: a história que não se conta. Campinas:
Papirus. 2013
SOUZA, Maristela da Silva. Esporte Escolar: possibilidade superadora no plano da cultura
corporal. Santa Maria: Ìcone. 2009
ALBUQUERQUE, Alessandro Carielo de, et al. Anatomia Humana Axial e do Aparelho
Locomotor: Texto e Atlas. São Paulo: Roca. 2010
CIVITATE, Hector. Jogos recreativos: para clubes, academias, hotéis, acampamentos, spas e
colônia de férias. Rio de Janeiro: Sprint: 1999.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
GONÇALVES, Marin Augusta Salin. Sentir, pensar e agir: corporeidade e educação. São Paulo:
Papirus. 2012.
STIGGER, Marco Paulo; LOVISOLO, Hugo. Esporte de Rendimento e Esporte na Escola.
Campinas: Autores Associados. 2009.
ARAUJO, Celia Regina de; ANTUNES, Evelise Dias. Anatomia Humana. Curitiba: Livro Técnico.
2011.
DISCIPLINA: Educação Física I-B
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Anatomia e Cinesiologia Humanas – Ênfase no Sistema Esquelético.
Conhecimento da anatomia humana, com enfoque para ossos e articulações,processo de
envelhecimento, respeito e valorização do idoso, de forma a eliminar o preconceito bem como as
principais doenças relacionadas ao sistema esquelético e suas implicações para o homem.
O jogo enquanto elemento lúdico e de lazer e sua caracterização na humanidade.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CASTELLANI FILHO, L. Educação Física no Brasil: A História que não se conta. – Campinas:
Papirus. 2003
SOUZA, Maristela da. Silva. Esporte Escolar: possibilidade superadora no plano da cultura
corporal. – São Paulo: Ícone. 2009
LEMOS, Ailton de Sousa. Voleibol escolar. – Rio de Janeiro: Sprint, 2004.
MARCELLINO, Nelson Carvalho (org.) Lazer e recreação: repertório de atividades por fases da
vida. – São Paulo: Papirus, 2007.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do Ensino da Educação Física. – São Paulo: Cortez,
1992
MELO, Victor Andrade de. Dicionário do esporte no Brasil: do século XIX ao início do século XX. –
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
28
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Campinas, SP: Autores Associados, 2007.
GODOY, Laurer. Os olímpicos: deuses e jogos gregos. – São Paulo: Meca, 2012.
DISCIPLINA: Artes I-A
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Desenvolver a inteligência artística e musical, compreendendo o fenômeno artístico como uma
expressão das culturas.
Compreendendo e identificando os aspectos diferenciadores do processo de evolução da arte em
geral e da música especificamente, através de sua construção histórica;
Identificando os períodos estéticos;
Identificando as questões relativas ao desenvolvimento do pensamento artístico no Brasil.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GOMBRICH, E. H. A História da Arte. 15ª ed. – Rio de Janeiro: LTC editora, 1989.
JEANDOT, Nicole. Explorando o universo da música. 3ª ed. – São Paulo: Scipione, 2008.
PEREIRA, Edithe. Arte rupestre na Amazônia - Pará. Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi,
2003. UNESP.
PEREIRA, Eliton. Música, educação e informática: gênese e construção de conceitos musicais
na escola. Goiânia: Editora IFG, 2013.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
PROENÇA, Graça. Descobrindo a história da arte. São Paulo: Ática, 2008.
WISNICK, José Miguel. O Som e o sentido: uma outra história das músicas. São Paulo:
Companhia das Letras, 2004.
DISCIPLINA: Artes I-B
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Tipos de linguagens artísticas, fundamentos da Linguagem musical, prática performática em uma
linguagem artística (Música), leitura e escrita artística (Música) história Geral da Arte e História da
Música.
Fundamentos da linguagem musical e seu processo de formação e desenvolvimento na cultura
ocidental. Parâmetros do Som, tipos de leitura e escrita musical.
Desenvolver a inteligência artística e musical, compreendendo o fenômeno artístico como uma
expressão das culturas.
Identificar as diversas linguagens artísticas;
Identificar os elementos que fundamentam a linguagem musical;
Compreender o processo de leitura e escrita musical nas suas diversas formas;
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
FARIA, Nelson; CHEDIAK, Almir. A Arte da improvisação: para todos os instrumentos. São Paulo:
Irmãos Vitale, 2009. 95 p.
JEANDOT, Nicole. Explorando o universo da música. 3ª ed. – São Paulo: Scipione, 2008.
PEREIRA, Eliton. Música, educação e informática: gênese e construção de conceitos musicais na
escola. Goiânia: Editora IFG, 2013.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
29
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
WISNICK, José Miguel. O Som e o sentido: uma outra história das músicas. São Paulo: Companhia
das Letras, 2004.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
WISNICK, José Miguel. O Som e o sentido: uma outra história das músicas. São Paulo:
Companhia das Letras, 2004.
ZAGONEL, Bernadete. Pausa para ouvir música: um jeito fácil e agradável de ouvir música
clássica. 2ª ed. – Curitiba: Juruá, 2012.
DISCIPLINA: Matemática I-A
EIXOS TEMÁTICOS: Matemática e suas tecnologias.
PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
- Conjuntos
Conjuntos: pertinência, inclusão, igualdade, união, interseção, diferença e complementar.
Problemas envolvendo o número de elementos de conjuntos.
Conjuntos Numéricos: conjunto dos números naturais ( ); conjunto dos números inteiros ( );
conjunto dos números racionais ( ); números irracionais; conjunto dos números reais ( ).
Intervalos reais.
- Funções
Domínio, contradomínio e conjunto imagem.
Gráfico de uma função.
Função crescente e função decrescente.
Função injetiva, sobrejetiva e bijetiva.
Função afim: definição, gráfico, zero da função e estudo do sinal.
Função quadrática: definição; zeros da função quadrática; gráfico; vértices da parábola, imagem e
valor máximo ou mínimo da função quadrática; estudo do sinal.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
DANTE, Luiz Roberto. Matemática: volume único. – São Paulo: Ática, 2010.
LOPES, Luiz Fernando; CALLIARI, Luiz Roberto. Matemática aplicada na educação
profissional. –Curitiba, PR: Base Editorial, 2010.
DANTE, Luiz Roberto. Matemática: Contexto & Aplicações. 2ª ed. – São Paulo: Ática, 2013.
IEZZI, Gelson & et alli. Fundamentos de Matemática Elementar. 11 vol. Ed. Atual. São Paulo.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
IEZZI, Gelson, DOLCE, Oswaldo e MACHADO, Antonio. Matemática e Realidade. Sétima
Série. Ed. Atual. São Paulo. SP.
GIOVANNI J.R.; BONJORNO J.R.,; GIOVANNI Jr. Matemática fundamental: uma nova
abordagem. Ensino médio.. São Paulo: FTD. V. Único.
DISCIPLINA: Matemática I-B
EIXOS TEMÁTICOS: Matemática e suas tecnologias.
PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
- Função exponencial
Definição; gráfico; equações exponenciais; inequações exponenciais.
- Função logarítmica
Definição de logaritmo de um número; bases; propriedades operatórias dos logaritmos; cálculo de
logaritmos.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
30
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Função inversa: definição de função inversa.
Função logarítmica: definição, gráfico, equação e inequação logarítmica.
- Sequências
Definição de sequências e determinação de uma sequências por recorrência.
Progressão aritmética (PA): definição, classificação, fórmula do termo geral de uma PA, soma dos
termos de uma PA finita.
Progressões geométricas (PG): definição, classificação, fórmula do termo geral, fórmula da soma
dos n primeiros termos de uma PG finita, soma dos termos de uma PG infinita.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
DANTE, Luiz Roberto. Matemática: volume único. – São Paulo: Ática, 2010.
LOPES, Luiz Fernando; CALLIARI, Luiz Roberto. Matemática aplicada na educação
profissional. –Curitiba, PR: Base Editorial, 2010.
DANTE, Luiz Roberto. Matemática: Contexto & Aplicações. 2º ed. – São Paulo: Ática, 2013.
IEZZI, Gelson & et alli. Fundamentos de Matemática Elementar. 11 vol. Ed. Atual. São Paulo.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
IEZZI, Gelson, DOLCE, Oswaldo e MACHADO, Antonio. Matemática e Realidade. Sétima
Série. Ed. Atual. São Paulo. SP.
GIOVANNI J.R.; BONJORNO J.R.,; GIOVANNI Jr. Matemática fundamental: uma nova
abordagem. Ensino médio.. São Paulo: FTD. V. Único.
DISCIPLINA: Biologia I-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
- INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA BIOLOGIA
Características gerais dos seres vivos
A química das células
Níveis de organização dos seres vivos
Principais ramos da biologia
- CITOLOGIA
Características gerais da célula
Célula procariótica e célula eucariótica
- ESTRUTURA E COMPONENTES CELULARES
Membrana plasmática
Citoplasma
Núcleo
Organelas citoplasmáticas
- DIVISÃO CELULAR
Mitose
Meiose
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
AMABIS, J. e MARTHO, G. R. Biologia. Volume I. Editora Moderna. São Paulo-SP. 2000.
AMABIS, J. M. e MARTHO, G. R. Fundamentos da Biologia Moderna. 1ª edição, Editora Moderna.
São Paulo-SP. 2000.
LINHARES, S. e GEWADSNAJDER, F. Biologia Hoje. Volume I. Editora Ática. , 2000.
LOPES, S. G. B. C. Bio Volume Único Completo e Atualizado. 5ª edição. Editora Saraiva. São
Paulo-SP. 2001.
LOPES, S. G. B. C. Bio Volume I. 1ª Edição. Editora Saraiva. São Paulo-SP. 2002.
PAULINO, W. R. Biologia Atual. Volume I. 15ª Edição. São Paulo-SP. Editora Ática. 2002.
SOARES, J. L. Biologia no terceiro milênio. Vol. I. Editora Scipione, 1998.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
31
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
SOARES, J. L. Biologia. Volume Único. 9ª edição. Editora Scipione. São Paulo-SP. 1999.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
LINHARES, Sérgio; GEWANDSZNAJDER, Fernando. Biologia hoje: citologia, reprodução e
desenvolvimento, histologia, origem da vida. 15ª ed. – São Paulo: Ática, 2010.
PAULINO, Wilson Roberto. Biologia: citologia e histologia: volume 1. – São Paulo: Ática, 2005.
DISCIPLINA: Biologia I-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
- METABOLISMO ENERGÉTICO DA CÉLULA
Fotossíntese
Quimiossíntese
Respiração
Fermentação
- HISTOLOGIA
Tecidos epiteliais
Tecidos conjuntivos
Tecidos musculares
Tecido sanguíneo
Tecido nervoso
- EMBRIOLOGIA
Gametogênese
Fecundação
Fases do desenvolvimento embrionário
Anexos embrionários
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
AMABIS, J. e MARTHO, G. R. Biologia. Volume I. Editora Moderna. São Paulo-SP. 2000.
AMABIS, J. M. e MARTHO, G. R. Fundamentos da Biologia Moderna. 1ª edição, Editora Moderna.
São Paulo-SP. 2000.
LINHARES, S. e GEWADSNAJDER, F. Biologia Hoje. Volume I. Editora Ática. , 2000.
LOPES, S. G. B. C. Bio Volume Único Completo e Atualizado. 5ª edição. Editora Saraiva. São
Paulo-SP. 2001.
LOPES, S. G. B. C. Bio Volume I. 1ª Edição. Editora Saraiva. São Paulo-SP. 2002.
PAULINO, W. R. Biologia Atual. Volume I. 15ª Edição. São Paulo-SP. Editora Ática. 2002.
SOARES, J. L. Biologia no terceiro milênio. Vol. I. Editora Scipione, 1998.
SOARES, J. L. Biologia. Volume Único. 9ª edição. Editora Scipione. São Paulo-SP. 1999.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
LINHARES, Sérgio; GEWANDSZNAJDER, Fernando. Biologia hoje: citologia, reprodução e
desenvolvimento, histologia, origem da vida. 15ª ed. – São Paulo: Ática, 2010.
PAULINO, Wilson Roberto. Biologia: citologia e histologia: volume 1. – São Paulo: Ática, 2005.
DISCIPLINA: Química I-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
32
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
 Estudo da matéria
 Fenômenos físicos e químicos
 Estrutura atômica
 Tabela periódica e propriedades
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
McMURRY, J., Química Orgânica vol. 1 e vol. 2. Editora CENGAGE Learning. Tradução da 6ª ed. –
Norte Americana, 2008.
KOTZ, John C.; TREICHEL JUNIOR, Paul M. Química Geral e Reações Químicas. vol. 1 e 2, São
Paulo: Pioneira Thomson, 2005.
SANTOS, Wildson L. (coord.), Química & Sociedade. Nova Geração, São Paulo, 2005.
FELTRE, Ricardo. Química. 7. ed. São Paulo: Moderna, 2008. 7º ed.
MORTIMER, Eduardo Fleury; MACHADO, Andréa Horta. Química para o ensino médio. São
Paulo: Scipione, 2002.
PERUZZO, Tito Miragaia; CANTO, Eduardo Leite do. Química: na abordagem do cotidiano. 3. ed.
São Paulo: Moderna, 2007.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BIANCHI, José Carlos de Azambuja; ALBRECHT, Carlos Henrique; MAIA, Daltamir Justino.
Universo da química: volume 1. São Paulo: FTD,2005.
USBERCO, João; SALVADOR, Edgard. Química essencial: volume único. 4. ed. São Paulo:
Saraiva, 2009.
DISCIPLINA: Química I-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
 Ligações químicas, geometria molecular, polaridade e forças intermoleculares
 Funções inorgânicas: ácidos, bases, sais e óxidos
 Reações químicas
 Quantidades e medidas
 Cálculos químicos
 Radioatividade
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
McMURRY, J., Química Orgânica vol. 1 e vol. 2. Editora CENGAGE Learning. Tradução da. 6ª ed.
– Norte Americana, 2008.
KOTZ, John C.; TREICHEL JUNIOR, Paul M. Química Geral e Reações Químicas. vol. 1 e 2, São
Paulo: Pioneira Thomson, 2005.
SANTOS, Wildson L. (coord.), Química & Sociedade. Nova Geração, São Paulo, 2005.
FELTRE, Ricardo. Química. 7. ed. São Paulo: Moderna, 2008. 7º ed.
MORTIMER, Eduardo Fleury; MACHADO, Andréa Horta. Química para o ensino médio. São
Paulo: Scipione, 2002.
PERUZZO, Tito Miragaia; CANTO, Eduardo Leite do. Química: na abordagem do cotidiano. 3. ed.
São Paulo: Moderna, 2007.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BIANCHI, José Carlos de Azambuja; ALBRECHT, Carlos Henrique; MAIA, Daltamir Justino.
Universo da química: volume 1. São Paulo: FTD,2005.
USBERCO, João; SALVADOR, Edgard. Química essencial: volume único. 4ª ed. – São Paulo:
Saraiva, 2009.
DISCIPLINA: Física I-A
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
33
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Conhecimentos básicos e fundamentais – Noções de ordem de grandeza. Notação Científica.
Sistema Internacional de Unidades. Metodologia de investigação: a procura de regularidades e de
sinais na interpretação física do mundo. Observações e mensurações: representação de grandezas
físicas como grandezas mensuráveis. Ferramentas básicas: gráficos e vetores. Conceituação de
grandezas vetoriais e escalares. Operações básicas com vetores.
O movimento, o equilíbrio e a descoberta de leis físicas – Grandezas fundamentais da
mecânica: tempo, espaço, velocidade e aceleração. Relação histórica entre força e movimento.
Descrições do movimento e sua interpretação: quantificação do movimento e sua descrição
matemática e gráfica.
Casos especiais de movimentos e suas regularidades observáveis. Conceito de inércia. Noção de
sistemas de referência inerciais e não inerciais. Noção dinâmica de massa e quantidade de
movimento (momento linear). Força e variação da quantidade de movimento. Leis de Newton.
Centro de massa e a ideia de ponto material. Conceito de forças externas e internas. Lei da
conservação da quantidade de movimento (momento linear) e teorema do impulso. Momento de
uma força (torque). Condições de equilíbrio estático de ponto material e de corpos rígidos. Força de
atrito, força peso, força normal de contato e tração. Diagramas de forças. Identificação das forças
que atuam nos movimentos circulares. Noção de força centrípeta e sua quantificação. A hidrostática:
aspectos históricos e variáveis relevantes. Empuxo. Princípios de Pascal, Arquimedes e Stevin:
condições de flutuação, relação entre diferença de nível e pressão hidrostática, hidrodinâmica.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GASPAR, Alberto. Física - Volume Único. – São Paulo. Ática, 2001.
FILHO, Aurélio Gonçalves; TOSCANO, Carlos. Física para o Ensino Médio – volume único. – São
Paulo: Scipione, 2008.
LUZ, Antonio Máximo Ribeiro da; ALVARENGA, Beatriz Gonçalves de (Sec.). Física: ensino médio.
São Paulo: Scipione, 2005.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BONJORNO, José Roberto. Física 3: eletricidade. São Paulo: FTD, 1992.
CHIQUETTO, Marcos José; VALENTIM, Bárbara; PAGLIARI, Estefano. Aprendendo física, 2: física
térmica e ondas : livro do professor. São Paulo: Scipione, 1996.
DISCIPLINA: Física I-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Energia, trabalho e potência – Conceituação de trabalho, energia e potência. Conceito de energia
potencial e de energia cinética. Conservação de energia mecânica e dissipação de energia.
Trabalho da força gravitacional e energia potencial gravitacional. Forças conservativas e
dissipativas.
A mecânica e o funcionamento do universo – Força peso. Aceleração gravitacional. Lei da
Gravitação Universal. Leis de Kepler. Movimentos de corpos celestes. Influência na Terra: marés e
variações climáticas. Concepções históricas sobre a origem do universo e sua evolução
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GASPAR, Alberto. Física - Volume Único. – São Paulo. Ática, 2001.
FILHO, Aurélio Gonçalves; TOSCANO, Carlos. Física para o Ensino Médio – volume único. – São
Paulo: Scipione, 2008.
LUZ, Antonio Máximo Ribeiro da; ALVARENGA, Beatriz Gonçalves de (Sec.). Física: ensino médio.
São Paulo: Scipione, 2005.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
34
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BONJORNO, José Roberto. Física 3: eletricidade. São Paulo: FTD, 1992.
CHIQUETTO, Marcos José; VALENTIM, Bárbara; PAGLIARI, Estefano. Aprendendo física, 2: física
térmica e ondas : livro do professor. São Paulo: Scipione, 1996.
DISCIPLINA: História I-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Tempo e História
História e historiadores: a procura do sabersobre as vivências humanas.
Tempo: diferentes percepções e medições.
Origem Humana
O princípio: Investigando nossas origens.
Humanos pré-históricos: estudos paleontológicos.
Periodização da Pré-História: mudanças que fizeram diferenças.
Neolítico: as sociedades agropastoris.
Civilização: nova fase da organização social.
Crescente fértil: berço das primeiras civilizações.
África: primeiros povoadores e formas de organização social
Primeiros povos da América
Pré-História americana: a chegada dos primeiros povoadores.
Pré-História brasileira: como eram os primeiros habitantes do Brasil.
A Amazônia Pré-Colombiana
Povos da Mesopotâmia.
Mesopotâmia: berço das civilizações.
Escrita: registro e transmissão da informação.
Direito: os primeiros códigos jurídicos.
Egípcios
Hebreus, fenícios e persas
Hebreus: o legado cultural monoteísta.
Fenícios: vivência marítima e comercial.
Persas: um grande império no Oriente.
Gregos
Grécia Antiga: sociedade e organização política.
Esparta: o governo oligárquico.
Atenas: da monarquia à democracia.
Alianças e guerras: as lutas pela hegemonia grega.
Religião e mitologia: o sagrado na vida grega.
Legado cultural grego: as bases da civilização ocidental
Romanos
Roma antiga: origens e povoadores.
A monarquia: organização política e social de Roma.
A República: expansão territorial e crise político-social.
O Império: apogeu e declínio de Roma.
Religião: do politeísmo ao Deus Único cristão.
Cultura romana: organização, praticidade e grandeza.
Império Bizantino
Constantinopla: uma cidade entre dois continentes.
Era de Justiniano: expansão e esplendor do Império Bizantino.
Economia e sociedade: a vida urbana e o controle do Estado.
Religião e Cultura: integração do Oriente com o Ocidente.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
35
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Crise do Império: a conquista de Constantinopla pelos turcos.
Mundo Islâmico
Arábia: antes e depois de Maomé.
Islamismo: submissão a Deus.
Expansão árabe: formação do Império Islâmico.
Cultura árabe: difusão de descobertas e conhecimentos
Povos africanos
Povos da África subsaariana: umas das mais antigas do mundo,relações etnicorraciais e cultura
afro-brasileira, africana.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
COTRIN, Gilberto. História global: Brasil e Geral:Volume 1. – São Paulo: Saraiva, 2010.
GUIMARÃES, Antonio Sergio Alfredo. Classes, raças e democracia. 2ª ed., rev. São Paulo: Editora
34: 2012.
QUESTÕES
etnicorraciais:
estudos
de
caso
do
IFPA.
Belém:
IFPA,
2010.
REIS, João José; SILVA, Eduardo. Negociação e conflito: a resistência negra no Brasil
escravagista. São Paulo: Companhia das Letras, 2005
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
GINZBURG, Carlo. O queijo e os vermes: o cotidiano de um moleiro perseguido pela inquisição.
São Paulo: companhia das letras, 2010.
HOBSBAWN, Eric J. Mundos do trabalho: novos estudos sobre história operária. São Paulo: Paz e
Terra, 2011.
CERTEAU, Michel. A escrita da história. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.
FRANCO JÚNIOR, Hilário. A idade média, nascimento do ocidente. São Paulo: Editora
Brasiliense, 2006. Volume único.
DISCIPLINA: História I-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Reinos germânicos e Império Carolíngio
Idade Média: período e conceito.
Germanos: migrações e invasões.
Francos: a construção de um Império.
Império Carolíngio: o governo de Carlos Magno.
Invasões nos séculos IX e X: o isolamento europeu.
Feudalismo
Formação do feudalismo: elementos romanos e germânicos.
Características gerais: organização política, social e econômica.
Igreja e cultura medieval
Igreja Católica: papel articulados e poder social.
Heresias e Inquisição: perseguições a outras crenças e concepções.
Cruzadas: a guerra dos cristãos.
Cultura medieval: a influência do cristianismo.
Século finais da Idade Média
Baixa Idade Média: o declínio do feudalismo.
Expansão: os séculos de desenvolvimento.
Depressão: os séculos de crise.
Renascimento cultural
Mentalidade moderna: uma nova visão de mundo.
Renascimento artístico: novas técnicas e concepções.
Renascimento cientifico: novos valores e procedimentos.
Reformas religiosas
Crise do cristianismo: motivos que impulsionaram a Reforma Protestante.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
36
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Luteranismo: início do movimento reformista.
Calvinismo: novo núcleo do movimento reformista.
Reforma Anglicana: uma Igreja nacional na Inglaterra.
Contrarreforma: a reação da Igreja Católica.
Expansão europeia e conquista da América
Estado moderno: motivos que impulsionaram a Reforma Protestante.
Portugal: a formação de um país.
Expansão marítimo-comercial: a conquista do mundo pelos europeus.
Navegaçõesportuguesas: pioneirismo e conquistas da nação lusitana.
Navegaçõesespanholas: a concorrência com Portugal.
Navegaçõesinglesas, francesas e holandesas: outros caminhos para um Novo Mundo.
O impacto da conquista da América
Choque de “humanidades”: o contato entre europeus e indígenas.
Povos indígenas à época da conquista: diversidade étnica e cultural.
Impacto na América: a brutal conquista dos indígenas.
Impacto na Europa: consequências da conquista nas sociedades europeias.
Mercantilismo e sistema colonial
Mercantilismo: política econômica do Estado moderno.
Sistema colonial: a dominação das metrópoles sobre as colônias.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
COTRIN, Gilberto. História global: Brasil e Geral:Volume 1. – São Paulo: Saraiva, 2010.
CERTEAU, Michel. A escrita da história. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.
HOBSBAWN, Eric J. Mundos do trabalho: novos estudos sobre história operária. São Paulo: Paz e
Terra, 2011.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
GINZBURG, Carlo. O queijo e os vermes: o cotidiano de um moleiro perseguido pela inquisição.
São Paulo: companhia das letras, 2010.
FRANCO JÚNIOR, Hilário. A idade média, nascimento do ocidente. São Paulo: Editora
Brasiliense, 2006. Volume único.
DISCIPLINA: Geografia I-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Geografia: história e conceitos estruturantes; Cartografia: histórico, representações cartográficas,
elementos cartográficos, projeções cartográficas, movimentos terrestres, fusos horários e novas
tecnologias; Aspectos naturais do mundo: sistemas terrestres, estrutura interna, litosfera e tectônica
de placas, agentes formadores de relevo, tipos de relevo, hidrografia, solos, tempo e clima, fatores
climáticos, elementos climáticos, tipos climáticos, fenômenos climáticos e vegetação mundial.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
AB’ SABER, Aziz. Os domínios de Natureza no Brasil: potencialidades paisagísticas. São Paulo:
Ateliê Editorial, 2003.
MARTINI, A., GAUDIO, R. S. Geografia, 1°ano: ensino médio. 3 ed. São Paulo: IBEP, 2013.
(Coleção áreas do conhecimento).
SENE, E., MOREIRA, J. C. Geografia geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. 2 ed. São
Paulo: Scipione, 2012. Obra em 3v.
TEIXEIRA, W.; FAIRCHILD, T.R.; TOLEDO, M.C.; TAIOLI, F. ed. Decifrando a Terra. São Paulo,
Oficina de Textos.
Bibliografia Complementar
ALMEIDA, L. M. A., RIGOLIN, T. B. Geografia. Volume único. 3 ed. 1ª reimp. São Paulo: Ática, 2012.
AYOADE, J.O. Introdução à climatologia para os Trópicos. 4° ed. São Paulo: Bertrand Brasil, 1996.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
37
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
DISCIPLINA: Geografia I-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Natureza no Brasil: Clima e tempo no Brasil, relevo brasileiro, ecossistemas e biomas no Brasil,
domínios morfoclimáticos; Questões ambientais: início das discussões ambientais, acordos
internacionais e interesses econômicos, desastres e problemas ambientais, desenvolvimento
sustentável; Questões ambientais no Brasil: recursos hídricos, impactos associados às atividades
urbano-industrial, impactos associados às atividades rurais.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
AB’ SABER, Aziz. Os domínios de Natureza no Brasil: potencialidades paisagísticas. São Paulo:
Ateliê Editorial, 2003.
MARTINI, A., GAUDIO, R. S. Geografia, 1°ano: ensino médio. 3 ed. São Paulo: IBEP, 2013.
(Coleção áreas do conhecimento).
SENE, E., MOREIRA, J. C. Geografia geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. 2 ed. São
Paulo: Scipione, 2012. Obra em 3v.
TEIXEIRA, W.; FAIRCHILD, T.R.; TOLEDO, M.C.; TAIOLI, F. ed. Decifrando a Terra. São Paulo,
Oficina de Textos.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
ALMEIDA, L. M. A., RIGOLIN, T. B. Geografia. Volume único. 3 ed. 1ª reimp. São Paulo: Ática, 2012.
AYOADE, J.O. Introdução à climatologia para os Trópicos. 4° ed. São Paulo: Bertrand Brasil, 1996.
DISCIPLINA: Sociologia I-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Introdução: O que é a sociedade? A vida em sociedade.
-As Ciências Sociais (sociologia, antropologia, ciência política). Como funcionam as ciências sociais.
-Ciências sociais: informações e pensamento crítico.
Evolucionismo e diferença.
-A construção do pensamento antropológico.
-Parentesco e propriedade: modos de organização social. Sociedades indígenas e o mundo
contemporâneo.
-Mitos, narrativas e estruturalismo.
-Populações indígenas no Brasil.
Padrões, normas e cultura
-Civilização e cultura.
-Cultura, etnocentrismo e relativismo. Padrões culturais.
-O conceito de cultura no séc XX e no séc XXI.
Outras formas de pensar a diferença
-A perspectiva inglesa.
-O olhar dos franceses.
-Sociedade simples e sociedades complexas.
-O conceito de etnicidade.
-O conceito de identidade.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
38
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
MACHADO, Igor José de Renó; Amorim, Henrique; Barros, Celso Rocha de. Sociologia Hoje:
volume único: ensino médio. São Paulo: Ática, 2013.
GIDDENS, Anthony; COSTA, Ronaldo Cataldo (Trad.). Sociologia. 6. ed. rev. e atual. Porto Alegre:
Penso,2012.
FORACCHI, Marialice M; MARTINS, José de Souza. Sociologia e sociedade: leituras de
introdução à sociologia. Rio de Janeiro: LTC, 1977
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
Geertz, Clifford. A interpretação das culturas. – Rio de Janeiro: LTC, 2014.
FORACCHI, Marialice M; MARTINS, José de Souza. Sociologia e sociedade: leituras de introdução
à
sociologia.
Rio de
Janeiro:
LTC,
1977.
308
p.
VIANA, Nildo. Introdução à sociologia. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. 142 p. (Biblioteca
universitária)
LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. 19. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2006.
118 p. (Antropológico Social) ISBN
DISCIPLINA: Sociologia I-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Antropologia brasileira
-O início da antropologia no Brasil.
-Antropologia e cultura popular.
-A consolidação da antropologia brasileira.
-Antropologia e relações raciais.
-Antropologia urbana.
Temas contemporâneos da Antropologia
-O que vimos até aqui.
-Gênero e Parentesco.
-Antropologia e História.
-Antropologia como invenção.
-A antropologia e as grandes rupturas.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MACHADO, Igor José de Renó; Amorim, Henrique; Barros, Celso Rocha de. Sociologia Hoje:
volume único: ensino médio. São Paulo: Ática, 2013.
GIDDENS, Anthony; COSTA, Ronaldo Cataldo (Trad.). Sociologia. 6. ed. rev. e atual. Porto Alegre:
Penso, 2012.
FORACCHI, Marialice M; MARTINS, José de Souza. Sociologia e sociedade: leituras de
introdução à sociologia. Rio de Janeiro: LTC, 1977
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
Geertz, Clifford. A interpretação das culturas. – Rio de Janeiro: LTC, 2014.
FORACCHI, Marialice M; MARTINS, José de Souza. Sociologia e sociedade: leituras de introdução
à
sociologia.
Rio de
Janeiro:
LTC,
1977.
308
p.
VIANA, Nildo. Introdução à sociologia. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. 142 p. (Biblioteca
universitária)
LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. 19. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2006.
118 p. (Antropológico Social)
DISCIPLINA: Filosofia I-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
39
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Mito x Razão
O pensamento mítico; O que é mito?
- A atualidade do mito
- Os rituais
O que é pensar racionalmente? O que é a razão?
- A verdade
O que é filosofia?
- Os primeiros filósofos:
- Os pré-socráticos e os sofistas
Senso comum x conhecimento científico-filosófico
- O conhecimento: sujeito e objeto
As diferentes formas de conhecimento:
- Conhecimento popular;
- Conhecimento religioso;
- Conhecimento filosófico;
- Conhecimento científico.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CHAUÍ, Marilena de Sousa. Convite à filosofia. 14ª ed. – São Paulo: Ática, 2011.
OLIVA, Alberto. Filosofia da ciência. 3ª ed. – Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.
ARANHA, Maria Lúcia. Temas de filosofia. 3ª ed. – São Paulo: Moderna, 2005.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
ALVES, Rubem. Filosofia da ciência: introdução ao jogo e a suas regras. 15ª ed. – São Paulo:
Loyola, 2010.
ARANHA, Maria Lúcia. Filosofando: Introdução à Filosofia. 4ª ed. – São Paulo: Moderna, 2009.
DISCIPLINA: Filosofia I-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Principais pensadores da filosofia ocidental e a busca pela verdade:
- Sócrates e o conceito;
- Platão: o mundo das ideias
- Aristóteles: a metafísica
- A filosofia medieval: razão e fé
O racionalismo e o empirismo:
- O racionalismo de Descartes;
- O empirismo de Francis Bacon;
- Locke e David Hume e a questão do conhecimento
- Kant e o criticismo;
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CHAUÍ, Marilena de Sousa. Convite à filosofia. 14ª ed. – São Paulo: Ática, 2011.
OLIVA, Alberto. Filosofia da ciência. 3ª ed. – Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.
ARANHA, Maria Lúcia. Temas de filosofia. 3ª ed. – São Paulo: Moderna, 2005.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
ALVES, Rubem. Filosofia da ciência: introdução ao jogo e a suas regras. 15ª ed. – São Paulo:
Loyola, 2010.
ARANHA, Maria Lúcia. Filosofando: Introdução à Filosofia. 4ª ed. – São Paulo: Moderna, 2009.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
40
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
DISCIPLINA: Metodologia de Pesquisa I-A
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Introdução à Ciência e Conhecimento
• Definição de ciência e conhecimento.
• Definição de metodologia.
• Definição de pesquisa científica.
• Definição de método científico e método racional.
• Tipos e técnicas de pesquisa.
• Definição e classificação de trabalho científico.
Publicações Científicas
• Resenha.
• Artigo científico.
• Monografia.
• Dissertação.
• Tese.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5ª ed. – São Paulo: Atlas, 2010.
MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia científica. 5ª ed. – São Paulo:
Atlas, 2007.
MEDEIROS, João Bosco. Redação científica: a prática de fichamentos, resumos, resenhas. 11ª ed.
– São Paulo: Atlas, 2011.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ANDRADE, Maria Margarida de. Introdução à metodologia do trabalho científico. 8ª ed. – São
Paulo: Atlas, 2007.
MEDEIROS, João Bosco. Redação científica: a prática de fichamentos, resumos, resenhas. 10ª ed.
– São Paulo: Atlas, 2008.
Wazlawick, R. S. Metodologia de Pesquisa para Ciência da Computação, Rio de
Janeiro, Elsevier, 2014.
DISCIPLINA: Metodologia de Pesquisa I-B
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Representação Gráfica da Pesquisa
• Normas e configurações.
• Formatações.
• Estrutura do trabalho científico.
• Elementos pré-textuais.
• Elementos textuais.
• Elementos pós-textuais
Referências
• Ordenação das referências.
 Disposição dos elementos: autor, títulos e subtítulos, edição, local, editora, datas, página,
volume, ilustrações, tamanho, coleções.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
41
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5ª ed. – São Paulo: Atlas, 2010.
MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia científica. 5ª ed. – São Paulo:
Atlas, 2007.
MEDEIROS, João Bosco. Redação científica: a prática de fichamentos, resumos, resenhas. 11ª ed.
– São Paulo: Atlas, 2011.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ANDRADE, Maria Margarida de. Introdução à metodologia do trabalho científico. 8ª ed. – São
Paulo: Atlas, 2007.
MEDEIROS, João Bosco. Redação científica: a prática de fichamentos, resumos, resenhas. 10ª ed.
– São Paulo: Atlas, 2008.
Wazlawick, R. S. Metodologia de Pesquisa para Ciência da Computação, Rio de
Janeiro, Elsevier, 2014.
DISCIPLINA: Introdução à Computação
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 80h/a – 66,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
1. Introdução à Organização de Computadores
a. Estrutura dos computadores: visão geral.
b. Componentes do computador.
c. Funções do computador.
2. Sistema de numeração
a. Decimal, binária, octal e hexadecimal.
b. Conversão entre bases 2 e 8, 2 e 16, base B para decimal e decimal para base B.
c. Aritmética binária e hexadecimal (soma e subtração).
3. Sistema de Memória
a. Estrutura e organização.
b. Características e tipos.
c. Hierarquia de memória.
4. Sistema de Interconexão: Barramentos
a. Estrutura de interconexão.
b. Interconexão de barramentos.
5. Sistemas de entrada e saída
a. Dispositivos externos.
b. Módulos de E/S.
c. Modos de endereçamento.
d. Técnicas de controle para transferência de dados.
6. Unidade Central de Processamento
a. Organização da CPU.
b. Execução da Instrução.
c. Processadores CISC e RISC.
7. Identificação dos componentes físicos do computador
8. Noções de porta lógica
9. TI verde
a. Consumo eficiente de energia
b. Consumo consciente
c. Reciclagem de equipamentos
d. Destinação final de resíduos
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
STALLINGS, William. Arquitetura e Organização de Computadores. 8ª ed. – São Paulo: PrenticeHall Brasil, 2010.
NULL, L.; LOBUR, J. Princípios básicos de arquitetura e organização de computadores. 2ª ed. –
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
42
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Porto Alegre: Bookman, 2011.
WEBER, R. F. Fundamentos de arquitetura de computadores. 4ª ed. – Porto Alegre: Bookman,
2012. (Série Livros Didáticos Informática UFRGS, v. 8).
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
HENNESSY, J. L; PATTERSON, D. A. Organização e Projeto de Computadores: Interface
Hardware/Software, Elsevier, 3ª ed. 2005.
BROOKSHEAR, J. G. Ciência da computação: uma visão abrangente. 11ª ed. Porto Alegre:
Bookman, 2013. 576p.
PAIXÃO, Renato Rodrigues. Arquitetura de computadores / Renato Rodrigues Paixão. --1ª ed. São
Paulo: Érica, 2014.
DISCIPLINA: Lógica, Algoritmo e Construção de Programas
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 1º Semestre
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 80h/a – 66,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
1. Conceitos iniciais
2. Variável, expressões, funções, atribuição, entrada e saída.
a. Varável
b. Expressões
c. Funções
d. Atribuição
e. Comando de saída
f. Comando de entrada
3. Estrutura de seleção.
a. Conceitos
b. Sintaxes
c. Aninhamento (SE)
4. Estrutura de repetição: para, enquanto e faca-enquanto.
a. Estrutura do para
b. Estrutura do enquanto
c. Estrutura do faca enquanto
5. Estruturas homogêneas: vetores e matrizes.
a. Conceitos gerais
b. Ordenamento de vetores
c. Matrizes
6. Funções.
a. Conceito
b. Vantagens
c. Chamada de funções
d. Estrutura de funções
e. Localização das funções
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
- MANZANO, José Augusto; OLIVEIRA, Jayr Figueiredo de. Algoritmos: lógica para
desenvolvimento de programação de computadores. 24ª ed. – São Paulo: Érica, 2011.
- ZIVIANI, Nivio. Projeto de algoritmos: com implementações em Java e C+. São Paulo, SP 2007.
- FORBELLONE, André Luiz Villar; EBERSPACHER, Henri Frederico. Lógica de programação: a
construção de algoritmos e estruturas de dados. 3ª ed. – São Paulo, 2005.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
- BENEDUZZI, Humberto Martins; METZ, João Ariberto. Lógica e linguagem de programação:
introdução ao desenvolvimento de software .Curitiba, PR: Editora do Livro Técnico, 2010.
- GOODRICH, Michael; TAMASSIA, Roberto. Estrutura de dados e algoritmos em Java. 4ª ed. –
Porto Alegre: Bookman, 2007.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
43
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
DISCIPLINA: Análise e Projeto de Sistemas
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
1. Visão geral
1.1. O paradigma da orientação a objetos
1.2. Classes e objetos
1.3. Mensagens
2. O processo de desenvolvimento de software
2.1. Levantamento de requisitos
2.2. Análise
2.3. Projeto
2.4. Implementação
2.5. Testes
2.6. Implantação
3. O componente humano
3.1. Gerentes de projetos
3.2. Analistas
3.3. Projetistas
3.4. Arquitetos de software
3.5. Programadores
3.6. Especialistas do domínio
3.7. Avaliadores de qualidade
4. Modelos de ciclo de vida
4.1. Noções de Modelos prescritivos de processo de software
4.2. Noções de Modelo em cascata
4.3. Noções de Modelo incremental
4.4. Noções de Modelo RAD
4.5. Noções de Prototipagem
4.6. Noções de Modelo espiral
4.7. Noções de Processo unificado
4.8. Noções de Extreme Programming
4.9. Noções de Scrum
5. Modelagem de casos de uso
5.1. Modelo de casos de uso
5.1.1.Casos de uso
5.1.2.Atores
5.1.3.Relacionamentos
5.2. Diagrama de casos de uso
5.3. Identificação dos elementos do MCU
5.3.1.Identificação de atores
5.3.2.Identificação de casos de uso
5.4. Construção do modelo de casos de uso
5.4.1.Construção do diagrama de casos de uso
5.4.2.Documentação dos atores
5.4.3.Documentação dos casos de uso
5.5. Documentação suplementar ao MCU
5.5.1.Regras do negócio
5.5.2.Requisitos de desempenho
5.5.3.Requisitos de interface gráfica
5.6. O MCU em um processo de desenvolvimento iterativo
5.6.1.O MCU nas atividades de análise e projeto
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
44
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
5.6.2.O MCU e outras atividades do desenvolvimento
6. Diagrama de classes
6.1. Classes
6.2. Associações
6.3. Generalizações e especializações
7. Linguagem de Modelagem unificada (UML)
7.1. Diagrama de objeto
7.2. Diagrama de sequência
7.2.1.Linhas de vida
7.2.2.Mensagens
7.2.3.Ocorrências de execução
7.2.4.Criação e destruição de objetos
7.3. Diagrama de comunicação
7.4. Diagrama de atividades
7.5. Diagrama de implantação
7.6. Diagrama de pacotes
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
BEZERRA, Eduardo. Princípios de análise e projeto de sistemas com UML. 2ª ed. – Rio de
Janeiro, RJ: Elsevier, 2007.
BOOCH, Grady; RUMBAUGH, James; JACOBSON, Ivar. UML: guia do usuário. 2ª ed. – Rio de
Janeiro: Elsevier, 2005.
DENNIS, A.; WIXOM, B. H. Análise e Projeto de Sistemas. – 2ª ed. – Rio de Janeiro: LTC, 2005.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
MACHADO, F. N. R. Análise e Gestão de Requisitos de Software: onde nascem os sistemas. – 2ª
ed. – São Paulo: Érica, 2014.
SBROCCO, J. H. T. de C.; MACEDO, P. C. de Metodologias ágeis: Engenharia de Software sob
medida. – São Paulo: Érica, 2012.
PRESSMAN, R. S.; MAXIM, B. R. Engenharia de Software: uma abordagem profissional – 8ª ed. –
Porto Alegre: AMGH, 2016
MARTINS, J. C. C. Gerenciando projetos de desenvolvimento de software com PMI, RUP e
UML. 5. ed. Rio de Janeiro: Editora Brasport, 2011.
SOMMERVILLE, I. Engenharia de Software. 8ª ed. – São Paulo: Pearson -Addison Wesley, 2007.
DISCIPLINA: Higiene, Segurança do Trabalho
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
1. Histórico da Prevenção de Acidentes;
2. Conceito de Acidente de Trabalho;
3. Legislação de Segurança do Trabalho (apresentação das Normas Regulamentadoras);
4. Serviço especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT);
5. Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA);
6. Equipamento de Proteção Individual (EPI) e Equipamento de Proteção Coletiva (EPC);
7. Mapa de Riscos;
8. Noções da NR10 (Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade);
9. Noções da NR17 (Ergonomia);
10. Ergonomia aplicada à Informática e Lesões por movimento repetitivo(LER);
11. Proteção Contra Incêndios;
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
SARAIVA, Segurança e Medicina do Trabalho. 18ª ed. – Editora Saraiva, ano 2016.
OLIVEIRA, C. D. A. Passo a passo da segurança do trabalho. São Paulo: LTr, 2000.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
45
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
PAOLESCHI, B.; CIPA - Guia Prático de Segurança do Trabalho, Editora Érica.
BARROS,B.F.; BORELLI,R.; GUIMARÃES,E. C.A.; NR-10 - Guia Prático de Análise e Aplicação Norma Regulamentadora de Segurança em Instalações e Serviço em Eletricidade, Editora Érica.
SILVA , A. P.; Ergonomia - Interpretando a NR-17, 2ª Edição, Editora: LTr, ano 2016.
CAMILLO Jr, A. B.; Manual de Prevenção e Combate a Incêndios. 15ª ed. – São Paulo: SENAC,
ano 2013.
DISCIPLINA: Introdução à Redes de Computadores
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 2º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 80h/a – 66,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
1. Comunicação de dados
1.1. Componentes
1.2. Representação de dados
1.3. Fluxo de dados
2. Redes
2.1. Processamento distribuído
2.2. Critérios de redes
3. Estruturas físicas
4. Tipo de conexão
4.1. Ponto a ponto
4.2. Multiponto
5. Topologia física
5.1. Malha
5.2. Estrela
5.3. Barramento
5.4. Anel
5.5. Híbrida
6. Modelos de redes
7. Categorias de redes
7.1. Redes Locais (LAN)
7.2. Redes de ampla abrangência (WAN)
7.3. Redes de abrangência metropolitana (MAN)
8. A Internet
9. Protocolos e padrões
9.1. Protocolos
9.2. Sintaxe
9.3. Semântica
9.4. Timing
10. Modelos de Redes
11. Tarefas de redes distribuídas em camadas
12. O modelo OSI
12.1. Encapsulamento
13. Camadas do modelo OSI
13.1. Camada física
13.2. Camada de enlace de dados
13.3. Camada de rede
13.4. Camada de transporte
13.5. Camada de sessão
13.6. Camada de apresentação
13.7. Camada de aplicação
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
46
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
13.8. Conjunto de protocolos TCP/IP
13.8.1. Camadas físicas/rede
13.8.2. Camada de internet
13.8.3. Camada de transporte
13.8.4. Camada de aplicação
14. Endereçamento
14.1. Endereço físicos(MAC)
14.2. Endereços lógicos(IP)
14.3. Endereços de portas
14.4. Endereços específicos
15. Perda na Transmissão
15.1. Atenuação
15.2. Distorção
15.3. Ruído
16. Desempenho
16.1. Largura de banda
16.2. Throughput
16.3. Latência
17. Meios de transmissão guiados
18. Cabo de par trançado
18.1. Cabo de par trançado blindado
18.2. Categorias
18.3. Conectores
19. Cabo coaxial
19.1. Padrões de cabos coaxiais
20. Cabo de fibra óptica
20.1. Modos de propagação
20.2. Tamanho das fibras
20.3. Composição dos cabos
20.4. Conectores para cabos de fibra óptica
21. Dispositivos de conexão
21.1. Hubs Passivos
21.2. Repetidores
21.3. Hubs Ativos
21.4. Ponte(Bridge)
21.5. Bridges Transparentes
21.6. Switches de Camadas 2
21.7. Roteadores
21.8. Switch de camada 3
21.9. Gateway
22. Redes Backbone
22.1. Backbone de barramento
22.2. Backbone em estrela
23. Meios de transmissão não guiados
24. Endereçamento Lógico
24.1. O que é IP
24.2. Entendendo a distribuição dos endereços na Internet
25. Endereços IPV4
26. Endereçamento com classes
26.1. Netid e Hostid
26.2. Máscara
26.3. Endereçamento sem classe ou notação CIDR
26.4. DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol)
26.5. Tradução de endereços em Rede NAT
26.6. Tradução de endereços
26.6.1. Vantagens
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
47
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
26.6.2. Desvantagens
26.6.3. Tabela de tradução
27. Endereçamento sem classe ou notação CIDR
28. Noções de Segurança em redes de computadores
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
TANENBAUM, Andrew S. Redes de computador. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.
KUROSE, James F; ROSS, Keith W. Redes de computadores e a Internet: uma abordagem topdown. 3ª ed. – São Paulo: Pearson Addison Wesley, 2006.
Forouzan, Behrouz A. Comunicação de Dados e Redes de Computadores. 4ª ed. – McGraw-Hill,
2008.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
CARISSIMI, A.; ROCHOL, J.; GRANVILLE, L. Z. Redes de computadores. Porto Alegre: Bookman,
2009. 392p. (Série Livros Didáticos Informática UFRGS; v. 20)
TORRES, Gabriel. Redes de Computadores: Curso Completo. Editora AxcelBooks. 2001.
MORAES, Alexandre Fernandes de. Redes de Computadores – Fundamentos. Editora Erica.
DISCIPLINA: Língua Portuguesa II-A
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Aspectos semânticos (sinonímia, antonímia, paronímia, homonímia, hiperonímia, hiponímia e
ambiguidade),
Ortografia,
Morfossintaxe: frase, oração (termos essenciais, integrantes e acessórios) e período,
Pontuação (emprego de vírgula, ponto e vírgula, aspas, parêntese, etc.),
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
BAGNO, M. A Língua de Eulália. São Paulo: Contexto, 2000.
________. Preconceito Linguístico – o que é e com faz. São Paulo: Ed. Loyola, 2009
BLIKSTEIN, Izidoro. Técnicas de Comunicação Escrita. 22ed. São Paulo: Ática, 2006.
CEREJA, William Roberto e MAGALHÃES, Thereza Cochar. Português Linguagens2. 7ª ed. – São
Paulo: Saraiva, 2010.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
FARACO, C. A. e TEZZA, C. Prática de textos para estudantes universitários. Petrópolis, RJ:
Vozes, 1992.
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL (SEF) Parâmetros Curriculares Nacionais. 1998.
INFANTE, Ulisses. Do Texto ao Texto: Curso Prático de Leitura e Redação. São Paulo. Scipione,
1996.
DISCIPLINA: Língua Portuguesa II-B
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Níveis de leitura.
Concordância nominal.
Concordância verbal.
Revisão de gêneros discursivos narrativos.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
48
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Redação: produção do gênero crônica.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CEREJA, W. R. e MAGALHÃES, T. C. GramáticaReflexiva. 4ª ed. – São Paulo: Atual, 2013.
INFANTE, Ulisses. Do Texto ao Texto: Curso Prático de Leitura e Redação. São Paulo. Scipione,
1998.
MOISÉS, C. A. Língua Portuguesa: atividades de leitura e produção de textos. 3 ed. São Paulo:
Saraiva, 2009.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BLIKSTEIN, Izidoro. Técnicas de Comunicação Escrita. 22ed. São Paulo: Ática, 2006, 103p
FARACO, C. A. Português: língua e cultura: língua portuguesa, 2º ano: ensino médio. 3 ed.
Curitiba, PR: Base Editorial, 2013.
FARACO, C. A. & TEZZA, C. Prática de texto paraestudantesuniversitários. 17ª ed. – Petrópolis:
Vozes, 2008.
DISCIPLINA: Língua Estrangeira II-A (obrigatório Inglês)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Reflexive pronouns.
Indefinite Pronouns.
Quantifiers and Intensifiers.
Present Perfect.
Prepositions of place.
Past Perfect.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GUANDALINI, Eiter, Otávio. Técnicas de leitura em Inglês. ESP - English for Specific Purpose:
Estágio 2. –São Paulo: Texto Novo, 2002.
SEELY, John. Nova gramática de inglês - Colecção Linguística, Editorial Presença, Lisboa, 2006.
LONGMAN: Dicionário Escolar para estudantes brasileiros. 2 ed.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
MUNHOZ, R. Inglês Instrumental: Estratégias de Leitura Módulo I. São Paulo: Ed. Textonovo,
2001.
SANTOS, D. Take Over– Ensino Médio. Vol. 1. 2 ed. São Paulo: Edições Escala Educacional,
2013.
SOARS, Liz & SOARS, John. American Headway 1. Oxford: Oxford University Press, 2001.
DISCIPLINA: Língua Estrangeira II-B (obrigatório Inglês)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Past Perfect.
Prepositions of time.
Comparatives and Superlative.
Modal Verbs.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
49
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Phrasal Verbs.
Conditional Sentences.
Gerund and Infinitive.
Authentic Texts.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
AUN, Eliana. English for All, volume 2/ Eliana Aun, Maria Clara Prete de Moraes, Neuza Bilia
Sansanovicz. – São Paulo: Saraiva, 2010.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
MUNHOZ, Rosângela. Inglês instrumental: estratégias de leitura, módulo I . – São Paulo: Centro
Paula Souza: Textonovo, 2000. 111p.
CRUZ, Décio Torres & SILVA, Alba valéria & ROSAS, Martha. Inglês com textos em informática.
Salvador, o autor, 2001.
DISCIPLINA: Língua Estrangeira II-A (opcional Espanhol)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Leitura: Compreensão e Interpretação de Texto;
Análise do Discurso;
Análise com relação ao diferentes Gêneros Textuais: Carta Simple y Argumentativa, Poema, Letra de
música;
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MARTÍN, Ivan Rodrigues. ESPANOL SÉRIE BRASIL. São Paulo: Ática, 2000.
MARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 1. – São Paulo:
Ática, 2010.
M MARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 2. – São Paulo:
Ática, 2010.
ARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 3. – São Paulo:
Ática, 2010.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ALVES, Adda; MELO, Angélica. Mucho español para brasileños. São Paulo: Moderna, 2000.
ROMANOS, Henrique; CARVALHO, Jacira. Español Expansión. Rio de Janeiro: Ridell, 2006.
DISCIPLINA: Língua Estrangeira II-B (opcional Espanhol)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Aspectos Gramaticais do tipo: Pronombres Personales Átonos y su función sintáctica de
Complemento Directo y Directo Preposicionado, Complemento Indirecto;
Verbos – Formas no Personales, Formación del Imperativo, Indicativo – Tiempos de la Forma Simple
y de la Forma Compuesta, Irregularidades.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MARTÍN, Ivan Rodrigues. ESPANOL SÉRIE BRASIL. São Paulo: Ática, 2000.
MARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 1. – São Paulo:
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
50
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Ática, 2010.
M MARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 2. – São Paulo:
Ática, 2010.
ARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 3. – São Paulo:
Ática, 2010.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ALVES, Adda; MELO, Angélica. Mucho español para brasileños. São Paulo: Moderna, 2000.
ROMANOS, Henrique; CARVALHO, Jacira. Español Expansión. Rio de Janeiro: Ridell, 2006.
DISCIPLINA: Educação Física II-A
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Conhecimentos sobre as formas anatômicas e fisiológicas do corpo humano, com enfoque para o
sistema muscular, e sua incidência sobre os modos de vida.
As diferentes expressões gímnicas, seus fundamentos históricos e de métodos na relação com o
desenvolvimento sócio cultural do homem.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
SOBOTTA, J.; PUTZ, R.; PABST, R. S. Atlas de anatomia humana. 22ª ed. – Rio de Janeiro:
Editora Ática, 2005.
NUNOMURA, Myrian; TSUKAMOTO, Mariana Harumi Cruz (Orgs.). Fundamentos das
ginásticas.Jundiaí, SP: Fontoura, 2009.
ANDRADE JUNIOR, José Roulien de. Futsal: aquisição, iniciação e especialização. Curitiba: Juruá,
2007.
SILVEIRA, Silvia. O que é handebol. Rio de Janeiro: Casa da Palavra – COB, 2007
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
SOARES, C. L. Corpo e História. Campinas: Autores Associados, 2001.
STIGGER, M.P.; LOVISOLO, H. Esporte de Rendimento e Esporte na Escola. São Paulo: Autores
Associados, 2008.
DISCIPLINA: Educação Física II-B
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
O esporte, a partir de duas expressões, o handebol e futsal, seus métodos e os modos de sua
organização na sociedade.
As práticas da cultura corporal de movimento
O esporte como elemento da cultura corporal de movimento
Caracterização dos esportes e suas classificações
A popularização das modalidades esportivas no Brasil
O Voleibol como forma desportiva.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
SOBOTTA, J.; PUTZ, R.; PABST, R. S. Atlas de anatomia humana. 22ª ed. – Rio de Janeiro:
Editora Ática, 2005.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
51
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
NUNOMURA, Myrian; TSUKAMOTO, Mariana Harumi Cruz (Orgs.). Fundamentos das ginásticas.
Jundiaí, SP: Fontoura, 2009.
ANDRADE JUNIOR, José Roulien de. Futsal: aquisição, iniciação e especialização. Curitiba: Juruá,
2007.
SILVEIRA, Silvia. O que é handebol. Rio de Janeiro: Casa da Palavra – COB, 2007
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
SOARES, C. L. Corpo e História. Campinas: Autores Associados, 2001.
STIGGER, M.P.; LOVISOLO, H. Esporte de Rendimento e Esporte na Escola. São Paulo: Autores
Associados, 2008.
DISCIPLINA: Artes II-A
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Arte enquanto ciência, arte e suas novas tecnologias: softwares, registro, edição e produção
artística, aspectos culturais da manifestação artística no contexto regional e local. Compreender
como as linguagens artísticas se manifestam, se estabelecem e se articulam através dos aspectos
culturais e o papel das novas tecnologias no desenvolvimento de novas formas de se fazer arte e de
se preservar a arte. Compreender e identificar como as novas tecnologias estabeleceram novas
formas de se fazer arte; Compreender o processo de registro e produção em arte;
Cultura Popular: Folclore; Arte e Cultura. Afrodescendente; Teatro: histórico, estudo de textos
teatrais, dramatização, montagem de uma peça teatral; Artes Visuais: arte moderna e
contemporânea, estudo de artistas nacionais.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
SUZIGAN, Geraldo de Oliveira. O Que é música brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1990.
TINHORÃO, José Ramos. História da música popular brasileira. São Paulo: Editora 34, 2010.
TINHORÃO, José Ramos. Música popular: um tema em debate. 4ª ed. – São Paulo: Editora 34,
2012.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
EFEGÊ, Jota. Figuras e coisas da música popular brasileira. 2ª ed. – Rio de Janeiro: FUNARTE,
2007.
DISCIPLINA: Artes II-B
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Cultura musical brasileira: aspectos da cultura musical brasileira e suas interfaces no contexto
regional e local. Compreender como a cultura musical brasileira se desenvolveu e suas relações no
tempo e espaço. Compreender aspectos culturais que permeiam as manifestações artísticas;
Compreender o processo de desenvolvimento da música brasileira;
Identificar os aspectos formadores dos vários gêneros e formas musicais no Brasil.
Fundamentos da Linguagem musical, prática performática em uma linguagem artística (Música),
leitura e escrita artística (Música), dança e suas particularidades.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
SUZIGAN, Geraldo de Oliveira. O Que é música brasileira. São Paulo: Brasiliense, 1990.
TINHORÃO, José Ramos. História da música popular brasileira. São Paulo: Editora 34, 2010.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
52
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
TINHORÃO, José Ramos. Música popular: um tema em debate. 4. ed. rev. e ampl. São Paulo:
Editora 34, 2012.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
ZAGONEL, Bernadete. Pausa para ouvir música: um jeito fácil e agradável de ouvir música
clássica. 2ª ed. – Curitiba: Juruá, 2012.
DISCIPLINA: Matemática II-A
EIXOS TEMÁTICOS: Matemática e suas tecnologias.
PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
- Trigonometria no triângulo retângulo
Semelhança de triângulos;
Relações métricas no triângulo retângulo;
Definição de seno, cosseno e tangente no triângulo retângulo.
Seno, cosseno e tangente dos ângulos notáveis.
-Lei dos senos e cossenos
- Conceitos trigonométricos básicos
Arcos e ângulos.
Circunferência trigonométrica
Arcos côngruos.
- Funções trigonométricas
Ideia de seno, cosseno e tangente de um número real
Valores notáveis de seno e cosseno.
Redução ao 1º quadrante.
A ideia geométrica da tangente
Função seno: definição, gráfico, periodicidade e sinal
Função cosseno: definição, gráfico, periodicidade e sinal.
- Relações trigonométricas
Relações fundamentais.
Identidades trigonométricas.
Fórmulas de adição, do arco duplo.
Equações trigonométricas.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
DANTE, Luiz Roberto. Matemática: volume único. – São Paulo: Ática, 2010.
LOPES, Luiz Fernando; CALLIARI, Luiz Roberto. Matemática aplicada na educação
profissional. –Curitiba, PR: Base Editorial, 2010.
DANTE, Luiz Roberto. Matemática: Contexto & Aplicações. 2º ed. – São Paulo: Ática, 2013.
IEZZI, Gelson & et alli. Fundamentos de Matemática Elementar. 11 vol. Ed. Atual. São Paulo.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
IEZZI, Gelson, DOLCE, Oswaldo e MACHADO, Antonio. Matemática e Realidade. Sétima
Série. Ed. Atual. São Paulo. SP.
GIOVANNI J.R.; BONJORNO J.R.,; GIOVANNI Jr. Matemática fundamental: uma nova
abordagem. Ensino médio.. São Paulo: FTD. V. Único.
DISCIPLINA: Matemática II-B
EIXOS TEMÁTICOS: Matemática e suas tecnologias.
PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
53
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
- Matemática financeira
Taxa percentual.
Juro simples.
Juro composto.
- Estatística
Análise de dados: distribuição de frequência, representações gráficas, histograma e polígono de
frequências, frequência relativa e probabilidade.
Medidas estatísticas: medidas de tendência central, medidas de dispersão.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
DANTE, Luiz Roberto. Matemática: volume único. – São Paulo: Ática, 2010.
LOPES, Luiz Fernando; CALLIARI, Luiz Roberto. Matemática aplicada na educação
profissional. –Curitiba, PR: Base Editorial, 2010.
DANTE, Luiz Roberto. Matemática: Contexto & Aplicações. 2º ed. – São Paulo: Ática, 2013.
IEZZI, Gelson & et alli. Fundamentos de Matemática Elementar. 11 vol. Ed. Atual. São Paulo.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
IEZZI, Gelson, DOLCE, Oswaldo e MACHADO, Antonio. Matemática e Realidade. Sétima
Série. Ed. Atual. São Paulo. SP.
GIOVANNI J.R.; BONJORNO J.R.,; GIOVANNI Jr. Matemática fundamental: uma nova
abordagem. Ensino médio.. São Paulo: FTD. V. Único.
DISCIPLINA: Biologia II-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
- OS SERES VIVOS E OS VÍRUS
Sistema de classificação dos seres vivos
Reinos dos seres vivos
Vírus
Reino Monera
Reino Protista
Reino Fungi
- REINO PLANTAE
Algas
Briófitas
Pteridófitos
Gimnospermas
Angiospermas
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
AMABIS, J. e MARTHO, G. R. Biologia. Volume I. Editora Moderna. São Paulo-SP. 2000.
AMABIS, J. M. e MARTHO, G. R. Fundamentos da Biologia Moderna. 1ª edição, Editora Moderna.
São Paulo-SP. 2000.
LINHARES, S. e GEWADSNAJDER, F. Biologia Hoje. Volume I. Editora Ática. , 2000.
LOPES, S. G. B. C. Bio Volume Único Completo e Atualizado. 5ª edição. Editora Saraiva. São
Paulo-SP. 2001.
LOPES, S. G. B. C. Bio Volume I. 1ª Edição. Editora Saraiva. São Paulo-SP. 2002.
PAULINO, W. R. Biologia Atual. Volume I. 15ª Edição. São Paulo-SP. Editora Ática. 2002.
SOARES, J. L. Biologia no terceiro milênio. Vol. I. Editora Scipione, 1998.
SOARES, J. L. Biologia. Volume Único. 9ª edição. Editora Scipione. São Paulo-SP. 1999.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
54
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
LINHARES, Sérgio; GEWANDSZNAJDER, Fernando. Biologia hoje: citologia, reprodução e
desenvolvimento, histologia, origem da vida. 15ª ed. – São Paulo: Ática, 2010.
DISCIPLINA: Biologia II-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
- REINO ANIMALIA
Poríferos
Cnidários
Platelmintos
Nematelmintos
Anelídeos
Artrópodes
Equinodermas
- REINO ANIMALIA – CORDADOS
Peixes
Anfíbios
Répteis
Aves
Mamíferos
- FISIOLOGIA ANIMAL
Digestão
Respiração
Circulação
Excreção
Reprodução
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
AMABIS, J. e MARTHO, G. R. Biologia. Volume I. Editora Moderna. São Paulo-SP. 2000.
AMABIS, J. M. e MARTHO, G. R. Fundamentos da Biologia Moderna. 1ª edição, Editora Moderna.
São Paulo-SP. 2000.
LINHARES, S. e GEWADSNAJDER, F. Biologia Hoje. Volume I. Editora Ática. , 2000.
LOPES, S. G. B. C. Bio Volume Único Completo e Atualizado. 5ª edição. Editora Saraiva. São
Paulo-SP. 2001.
LOPES, S. G. B. C. Bio Volume I. 1ª Edição. Editora Saraiva. São Paulo-SP. 2002.
PAULINO, W. R. Biologia Atual. Volume I. 15ª Edição. São Paulo-SP. Editora Ática. 2002.
SOARES, J. L. Biologia no terceiro milênio. Vol. I. Editora Scipione, 1998.
SOARES, J. L. Biologia. Volume Único. 9ª edição. Editora Scipione. São Paulo-SP. 1999.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
LINHARES, Sérgio; GEWANDSZNAJDER, Fernando. Biologia hoje: citologia, reprodução e
desenvolvimento, histologia, origem da vida. 15ª ed. – São Paulo: Ática, 2010.
DISCIPLINA: Química II-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Soluções
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
55
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Termoquímica
Cinética química
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
McMURRY, J., Química Orgânica vol. 1 e vol. 2. Editora CENGAGE Learning. Tradução da 6ª ed. –
Norte Americana, 2008.
KOTZ, John C.; TREICHEL JUNIOR, Paul M. Química Geral e Reações Químicas. vol. 1 e 2, São
Paulo: Pioneira Thomson, 2005.
SANTOS, Wildson L. (coord.), Química & Sociedade. Nova Geração, São Paulo, 2005.
FELTRE, Ricardo. Química. 7. ed. São Paulo: Moderna, 2008. 7º ed.
MORTIMER, Eduardo Fleury; MACHADO, Andréa Horta. Química para o ensino médio. São
Paulo: Scipione, 2002.
PERUZZO, Tito Miragaia; CANTO, Eduardo Leite do. Química: na abordagem do cotidiano. 3. ed.
São Paulo: Moderna, 2007.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BIANCHI, José Carlos de Azambuja; ALBRECHT, Carlos Henrique; MAIA, Daltamir Justino.
Universo da química: volume 1. São Paulo: FTD,2005.
USBERCO, João; SALVADOR, Edgard. Química essencial: volume único. 4. ed. São Paulo:
Saraiva, 2009.
DISCIPLINA: Química II-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Equilíbrio Químico
Eletroquímica: pilhas e eletrólise
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
McMURRY, J., Química Orgânica vol. 1 e vol. 2. Editora CENGAGE Learning. Tradução da 6ª ed. –
Norte Americana, 2008.
KOTZ, John C.; TREICHEL JUNIOR, Paul M. Química Geral e Reações Químicas. vol. 1 e 2, São
Paulo: Pioneira Thomson, 2005.
SANTOS, Wildson L. (coord.), Química & Sociedade. Nova Geração, São Paulo, 2005.
FELTRE, Ricardo. Química. 7. ed. São Paulo: Moderna, 2008. 7º ed.
MORTIMER, Eduardo Fleury; MACHADO, Andréa Horta. Química para o ensino médio. São
Paulo: Scipione, 2002.
PERUZZO, Tito Miragaia; CANTO, Eduardo Leite do. Química: na abordagem do cotidiano. 3. ed.
São Paulo: Moderna, 2007.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BIANCHI, José Carlos de Azambuja; ALBRECHT, Carlos Henrique; MAIA, Daltamir Justino.
Universo da química: volume 1. São Paulo: FTD,2005.
USBERCO, João; SALVADOR, Edgard. Química essencial: volume único. 4. ed. São Paulo:
Saraiva, 2009.
DISCIPLINA: Física II-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Mecânica dos Fluidos
A hidrostática: aspectos históricos e variáveis relevantes. Empuxo. Princípios de Pascal, Arquimedes
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
56
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
e Stevin: condições de flutuação, relação entre diferença de nível e pressão hidrostática,
hidrodinâmica.
Oscilações, ondas, óptica e radiação – Feixes e frentes de ondas. Reflexão e refração. Óptica
geométrica: lentes e espelhos. Formação de imagens. Instrumentos ópticos simples. Fenômenos
ondulatórios. Pulsos e ondas. Período, frequência, ciclo. Propagação: relação entre velocidade,
frequência e comprimento de onda. Ondas em diferentes meios de propagação.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GASPAR, Alberto. Física - Volume Único. – São Paulo. Ática, 2001.
FILHO, Aurélio Gonçalves; TOSCANO, Carlos. Física para o Ensino Médio – volume único. – São
Paulo: Scipione, 2008.
LUZ, Antonio Máximo Ribeiro da; ALVARENGA, Beatriz Gonçalves de (Sec.). Física: ensino médio.
São Paulo: Scipione, 2005.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BONJORNO, José Roberto. Física 3: eletricidade. São Paulo: FTD, 1992.
CHIQUETTO, Marcos José; VALENTIM, Bárbara; PAGLIARI, Estefano. Aprendendo física, 2: física
térmica e ondas : livro do professor. São Paulo: Scipione, 1996.Paulo. Scipione, 2008.
DISCIPLINA: Física II-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
O calor e os fenômenos térmicos – Conceitos de calor e de temperatura. Escalas termométricas.
Transferência de calor e equilíbrio térmico. Capacidade calorífica e calor específico. Condução do
calor. Dilatação térmica. Mudanças de estado físico e calor latente de transformação.
Comportamento de gases ideais. Máquinas térmicas. Ciclo de Carnot. Leis da Termodinâmica.
Aplicações e fenômenos térmicos de uso cotidiano. Compreensão de fenômenos climáticos
relacionados ao ciclo da água.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GASPAR, Alberto. Física - Volume Único. – São Paulo. Ática, 2001.
FILHO, Aurélio Gonçalves; TOSCANO, Carlos. Física para o Ensino Médio – volume único. – São
Paulo: Scipione, 2008.
LUZ, Antonio Máximo Ribeiro da; ALVARENGA, Beatriz Gonçalves de (Sec.). Física: ensino médio.
São Paulo: Scipione, 2005.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BONJORNO, José Roberto. Física 3: eletricidade. São Paulo: FTD, 1992.
CHIQUETTO, Marcos José; VALENTIM, Bárbara; PAGLIARI, Estefano. Aprendendo física, 2: física
térmica e ondas : livro do professor. São Paulo: Scipione, 1996.
DISCIPLINA: História II-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Inicio da colonização
Período pré-colonizador: as primeiras décadas da ” América portuguesa”
Colonização: a decisão de ocupar a terra
Administração portuguesa e a Igreja Católica
Capitanias hereditárias: início da administração colonial
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
57
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Governo-geral: a busca da centralização administrativa
Alternâncias na administração colonial: centralizações e descentralizações
Atuação da Igreja: vínculo entre governo e clero
Economia colonial: o açúcar
Açúcar: a importância de um negócio lucrativo
Engenho: a produção do açúcar
Mão de obra: o trabalho escravo
A escravidão e a resistência
Tráfico negreiro: o comercio de vidas humanas
Escravos no Brasil: os distintos grupos e suas condições de vida
Lutas dos escravos: as diversas formas de resistência
Os indígenas e os negros na América Colonial Portuguesa. Cultura Material. As Lutas dos indígenas
contra a presença portuguesa e européia em seus territórios.
A Resistência de indígenas e negros à escravidão.
O Tráfico Negreiro e a diversidade de povos africanos transferidos para o Brasil e para a Amazônia.
A importância das culturas indígenas e africanas na formação cultural brasileira.
Domínio espanhol e Brasil holandês
União ibérica: Portugal e Espanha sobre a mesma Coroa
Invasões holandesas: as lutas pelo controle do negócio açucareiro
Domínio econômico: o saldo da União Ibérica
Expansão territorial da colônia
Conquista e colonização: a marcha do povoamento
Expedição militares: expansão oficial
Bandeirismo: as expedições comandadas por particulares
Jesuítas: a formação de aldeamentos no interior
Pecuária: o povoamento do sertão nordestino e do sul
Tratados e fronteiras: os acordos internacionais sobre o território colonial
Economia Colonial: mineração
Descoberta do ouro: a realização do velho sonho português
Administração das minas: o controle da exploração pela Coroa
Sociedade do ouro: desenvolvimento da vida urbana
Crise da produção: decline da produção aurífera
Antigo Regime
O Antigo Regime: vida social e política na Europa Moderna
A Revolução Inglesa
A Inglaterra na Idade Moderna: do absolutismo à monarquia parlamentar
Iluminismo e despotismo
Iluminismo: a razão em busca da liberdade
Pensadores Iluministas: diversidade de ideias e preocupações
Despotismo esclarecido:absolutismo e bem-estar social
Revolução Industrial
Industrialização: o processo que revolucionou a economia
Trabalho e sociedade: impactos sociais da Revolução Industrial
Novas ideologias: o debate sobre a nova ordem econômica e social
Estados Unidos: da colonização á independência
As 13 colônias: ocupação inglesa na América do Norte
Emancipação dos EUA: o fim da dominação inglesa
Revolução Francesa
Crise do Antigo Regime: a França às vésperas da Revolução
Marcha da Revolução: as etapas de um longo processo
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
COTRIN, Gilberto. História global: Brasil e Geral - Volume 2. São Paulo: Saraiva, 2010.
SOUZA, Laura de Melo. O diabo e a terra de santa cruz. São Paulo: Cia das letas, 2010
AZEVEDO, Célia Maria Marinho. Onda negra medo branco. São Paulo; Annablue, 2014.
SILVA, Eduardo & Reis, João José. Negociação e conflito. São Paulo: Cia das Letras, 2012.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
58
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
COSTA, Emília Viotti. Da senzala a colônia. Fundação Editora Unesp, 2013.
NOVAIS, Fernando. Portugal e Brasil na crise do sistema colônia. São Paulo: Hucitec, 2011.
FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. São Paulo: Cia Editora Nacional, 2014.
DISCIPLINA: História II-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Era Napoleônica e Congresso de Viena
Era Napoleônica: domínio francês na Europa
Congresso de Viena: a reação conservadora de governos Europeus
Independência das colônias da América espanhola e do Haiti
Crise colonial: raízes do processo emancipatório
Rompimento: lutas pelas independências hispano-americanas
Rebeliões liberais, nacionalismo e unificações
Nova onda de revoltas: a expansão liberal e nacionalista na Europa
França: revoltas liberais repercutem na Europa
Unificação da Itália: a formação do Estado italiano
Unificação da Alemanha: a formação de uma nova potencia econômica
Comuna de Paris: tentativa de criação de um estado socialista
Expansão do Imperialismo
Crescimento capitalista: a Segunda Revolução Industrial
Neocolonialismo: a divisão do mundo entre as grandes potencias
África e Ásia: a dominação neocolonial dos continentes
América no século XIX
América anglo-saxônica: o desenvolvimento do Estados Unidos
América Latina: diferenças e elementos históricos comuns
Imperialismo americano: a dominação da América Latina pelos Estados Unidos
Independência política do Brasil
Crise colonial: contradições e declínio de um sistema de exploração
Rebeliões coloniais: conflitos entre colonos e colonizadores
Família Real no Brasil: caminhos da emancipação brasileira
Rompimento definitivo: o resultado das pressões portuguesas
Primeiro Reinado (1822-1831)
O novo país: lutas internas e negociações internacionais
Primeira Constituição: as lutas políticas pelo controle do poder
Confederação do Equador: O projeto de uma republica no nordeste
Fim do Primeiro Reinado: os fatos que levaram à abdicação de D. Pedro I
Período Regencial (1831-1840)
Quadro político: os grupos partidários do período regencial
Fases do período regencial: as regências que governaram o império
Revoltas provinciais: as contestações ao governo central às condições de vida
Segundo Reinado (1840-1889)
Política interna: o jogo político entre liberais e conservadores
Praieira:a revolta liberal pernambucana
Modernização: o impacto das transformações econômicas
Segundo Reinado: Ultimas Décadas
Política Externa: conflitos internacionais o Segundo Reinado
Abolicionismo: a luta pelo fim da escravidão
Fim da monarquia: as condições que levaram à instituição da Republica
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
59
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
COTRIN, Gilberto. História global: Brasil e Geral - Volume 2. São Paulo: Saraiva, 2010.
SILVA, Eduardo & Reis, João José. Negociação e conflito. São Paulo: Cia das Letras, 2012.
FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. São Paulo: Cia Editora Nacional, 2014.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
SOUZA, Laura de Melo. O diabo e a terra de santa cruz. São Paulo: Cia das letas, 2010
AZEVEDO, Célia Maria Marinho. Onda negra medo branco. São Paulo; Annablue, 2014.
NOVAIS, Fernando. Portugal e Brasil na crise do sistema colônia. São Paulo: Hucitec, 2011.
DISCIPLINA: Geografia II-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Formação do território brasileiro; regionalizações do Brasil; Demografia: conceitos de
população e características da população brasileira (incluindo a discussão sobre os
seguintes temas: processo de envelhecimento, respeito e valorização do idoso - Estatuto
do Idoso; educação em direitos humanos e prevenção de todas as formas de violência
contra a criança e o adolescente – ECA) ; Recursos naturais: definição, tipos de recursos
naturais, recursos naturais no Brasil e sua exploração; industrialização brasileira: histórico,
características da industrialização brasileira, desconcentração industrial.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MARTINI, A., GAUDIO, R. S. Geografia, 2°ano: ensino médio. 3 ed. São Paulo: IBEP, 2013.
(Coleção áreas do conhecimento).
OLIVEIRA, A. U. Modo de produção capitalista, agricultura e reforma agrária. São Paulo: Labur
Edições,
2007.
Disponível
em:
<http://www.geografia.fflch.usp.br/graduacao/apoio/Apoio/Apoio_Valeria/Pdf/Livro_ari.pdf>.
Acessado em 14 fev. 2017.
SENE, E., MOREIRA, J. C. Geografia geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. 2 ed. São
Paulo: Scipione, 2012. Obra em 3v.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ALMEIDA, L. M. A., RIGOLIN, T. B. Geografia. Volume único. 3ª ed. 1ª reimp. São Paulo: Ática,
2012.
BRASIL. Estatuto da criança e do adolescente: Lei federal no 8069, de 13 de julho de 1990. Rio de
Janeiro: Imprensa Oficial, 2002.
______. Estatuto do idoso: lei federal no 10.741, de 01 de outubro de 2003. Brasília, DF: Secretaria
Especial dos Direitos Humanos, 2004.
______. Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997 que institui o
Código de Trânsito Brasileiro. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos
Jurídicos. Brasília: 2007.
DISCIPLINA: Geografia II-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
60
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
EMENTA (CONTEÚDOS)
Urbanização brasileira: histórico, características, rede e hierarquia urbana, problemas urbanos
(incluindo educação para o trânsito – Código de Trânsito Brasileiro); Espaço rural brasileiro: questão
agrária e questão agrícola, estrutura fundiária, reforma agrária, conflitos no campo, produção
agropecuária e economia; Transportes no Brasil: tipos de transporte.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MARTINI, A., GAUDIO, R. S. Geografia, 2°ano: ensino médio. 3 ed. São Paulo: IBEP, 2013.
(Coleção áreas do conhecimento).
OLIVEIRA, A. U. Modo de produção capitalista, agricultura e reforma agrária. São Paulo: Labur
Edições,
2007.
Disponível
em:
<http://www.geografia.fflch.usp.br/graduacao/apoio/Apoio/Apoio_Valeria/Pdf/Livro_ari.pdf>.
Acessado em 14 fev. 2017.
SENE, E., MOREIRA, J. C. Geografia geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. 2 ed. São
Paulo: Scipione, 2012. Obra em 3v.
Bibliografia Complementar
ALMEIDA, L. M. A., RIGOLIN, T. B. Geografia. Volume único. 3ª ed. 1ª reimp. São Paulo: Ática,
2012.
BRASIL. Estatuto da criança e do adolescente: Lei federal no 8069, de 13 de julho de 1990. Rio de
Janeiro: Imprensa Oficial, 2002.
______. Estatuto do idoso: lei federal no 10.741, de 01 de outubro de 2003. Brasília, DF: Secretaria
Especial dos Direitos Humanos, 2004.
______. Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997 que institui o
Código de Trânsito Brasileiro. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos
Jurídicos. Brasília: 2007.
DISCIPLINA: Sociologia II-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Pensando a sociedade
-O capitalismo e a formação do pensamento clássico.
-Émile Durkheim: coesão e fato social.
-Max Weber: ação social e tipos ideais.
-Karl Marx: trabalho e classes sociais.
Sociologia: aspectos estruturais e conjunturais.
- O mundo do trabalho.
-O trabalho em Durkheim, Weber e Marx.
-Força de trabalho e alienação.
-Taylorismo e fordismo.
-Toyotismo e neoliberalismo.
-Novas modalidades de trabalho.
Classe e estratificação social.
-A divisão da sociedade em Durkheim: grupos profissionais ou funcionais.
-A estratificação social em Weber: classe, estamento e partido.
-As classes sociais em Marx: contradição e dialética.
-As classes e os estratos sociais no século XX.
-A dinâmica das classes médias: ocupação profissional e renda.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
61
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
Machado, Igor José de Renó; Amorim, Henrique; Barros, Celso Rocha de. Sociologia Hoje: volume
único: ensino médio. São Paulo: Ática, 2013.
GIDDENS, Anthony; COSTA, Ronaldo Cataldo (Trad.). Sociologia. 6. ed. rev. e atual. Porto Alegre:
Penso, 2012.
FORACCHI, Marialice M; MARTINS, José de Souza. Sociologia e sociedade: leituras de
introdução à sociologia. Rio de Janeiro: LTC, 1977
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
Geertz, Clifford. A interpretação das culturas. – Rio de Janeiro: LTC, 2014.
VIANA, Nildo. Introdução à sociologia. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. 142 p.
LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. 19. ed. Rio de Janeiro: Zahar,
2006.
DISCIPLINA: Sociologia II-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Sociologia brasileira.
-Interpretações do Brasil.
-A geração de 1930.
-A escravidão e a questão racial.
-Subdesenvolvimento e dependência econômica.
-Precarização do trabalho no Brasil contemporâneo.
Temas contemporâneos da Sociologia.
-Tempos de mudança.
-A Revolução Informacional.
-Valorização e financeirização do capital.
-Modernidade e Pós-modernidade.
-As sociologias de Bourdieu e de Habermans.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MACHADO, Igor José de Renó; Amorim, Henrique; Barros, Celso Rocha de. Sociologia Hoje:
volume único: ensino médio. São Paulo: Ática, 2013.
GIDDENS, Anthony; COSTA, Ronaldo Cataldo (Trad.). Sociologia. 6. ed. rev. e atual. Porto Alegre:
Penso, 2012.
FORACCHI, Marialice M; MARTINS, José de Souza. Sociologia e sociedade: leituras de
introdução à sociologia. Rio de Janeiro: LTC, 1977
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
Bourdieu, Pierre. A economia das Trocas Simbólicas. São Paulo, Perspectiva, 2011.
Brym (et...al), Robert. Sociologia: sua bússula para um novo mundo. São Paulo: Cengage Learning,
2013.
Tomazi, Nelson Damacio. Sociologia para o ensino médio. São Paulo: Atual, 2007.
Viana, Nildo. Introdução a Sociologia. Belo Horizonte: Autentica Editora, 2011.
DISCIPLINA: Filosofia II-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Introdução à Ética filosófica:
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
62
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
- Valores e normas;
- Moral e Ética;
- Caráter Histórico e Social da moral;
- A gênese do conceito de liberdade;
-Éticas clássicas:
- Sócrates e o intelectualismo ético;
- Platão: o bem humano como justiça;
- Aristóteles: a felicidade humana
- Éticas helenísticas
Éticas medievais:
- Santo Agostinho;
- Santo Tomas de Aquino: a felicidade como beatitude
Éticas modernas e contemporâneas:
- Kant e o imperativo categórico
- Sartre: a ética da existência e da liberdade
- Peter Singer: A ética prática
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CHAUÍ, Marilena de Sousa. Convite à filosofia. 14ª ed. – São Paulo: Ática, 2011.
ARANHA, Maria Lúcia. Temas de filosofia. 3ª ed. – São Paulo: Moderna, 2005.
ARANHA, Maria Lúcia. Filosofando: Introdução à Filosofia. 4ª ed. – São Paulo: Moderna, 2009.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
OLIVEIRA, Manfredo Araújo de (Org.). Correntes fundamentais da ética contemporânea. 4ª ed. –
Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.
ARISTÓTELES. Ética a nicômaco. 4ª ed. – São Paulo: Martin Claret, 2001.
DISCIPLINA: Filosofia II-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA:400h/a –33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Estética: introdução
- O que é estética?
- O conceito de belo
- A questão do gosto
- A atitude estética
Concepções estéticas:
- A arte grega e o conceito de naturalismo;
- A estética medieval;
- O naturalismo renascentista;
- A modernidade e o pós-modernismo
Arte e política
Arte e cultura
Arte e educação
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CHAUÍ, Marilena de Sousa. Convite à filosofia. 14ª ed. – São Paulo: Ática, 2011.
ARANHA, Maria Lúcia. Temas de filosofia. 3ª ed. – São Paulo: Moderna, 2005.
ARANHA, Maria Lúcia. Filosofando: Introdução à Filosofia. 4ª ed. – São Paulo: Moderna, 2009.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
OLIVEIRA, Manfredo Araújo de (Org.). Correntes fundamentais da ética contemporânea. 4ª ed. –
Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.
ARISTÓTELES. Ética a nicômaco. 4ª ed. – São Paulo: Martin Claret, 2001.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
63
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
DISCIPLINA: Inovação Tecnológica
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
TIPO: Base Nacional Comum
PERÍODO LETIVO: 1º SEMESTRE
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Conceitos básicos; Fatores fundamentais na Gestão da Inovação; A inovação como um processo de
gestão; Processos: integração para o aprendizado estratégico; Caminhos: exploração de trajetórias
tecnológicas; Design e implementação da estratégia tecnológica: uma perspectiva evolucionária;
Estabelecimento da estratégia tecnológica: como criar e implementar uma estratégia de
desenvolvimento; Avaliando e melhorando o desempenho da gestão da inovação.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
TIDD, Joe; BESSANT, John; PAVITT, Keith. Gestão da Inovação. Porto Alegre: Bookman, 2008.
REIS, Dálcio Roberto Dos. Gestão da Inovação Tecnológica. 2ª ed. São Paulo: Manole, 2008.
BURGELMAN, Robert A.; CHRISTENSEN, Clayton M.; WHEELWRIGTH, Steven C. Gestão
Estratégica da Tecnologia e da Inovação: Conceitos e Soluções. 5ª ed. São Paulo: Mcgraw-hill,
2012.
MATTOS, J. R. L. , GUIMARÃES, L. S. Gestão da tecnologia e da inovação: uma abordagem
prática. São Paulo: ed. Saraiva, 2005.
REIS, Dálcio Roberto Dos. Gestão da Inovação Tecnológica. 2ª ed. São Paulo: Manole, 2008.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
QUEIROZ, Ana Carolina S.; MOREIRA, Daniel Augusto. Inovação Organizacional e
Tecnológica. 1ª São Paulo: Thomson, 2006.
CORAL, E. OGLIARI, A. , ABREU, A. F. (org.). Gestão integrada da inovação: estratégia,
organização e desenvolvimento de produtos. São Paulo: ed. Atlas, 2008.
PRAHALAD, C. K.; KRISHNAN, M.S. A nova era da inovação: a inovação focada no relacionamento
com o cliente. Rio de Janeiro: ed. Elsevier, 2009.
TIGRE Paulo Bastos. Gestão da Inovação: a economia da tecnologia no Brasil. Rio de Janeiro:
Elsevier, 2006.
MOREIRA, Daniel A.; QUEIROZ, Ana Carolina S. (org). Inovação organizacional e tecnológica. São
Paulo: Thomson Learning, 2007.
DISCIPLINA: Programação Orientada a Objetos I
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 80h/a – 66,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
1. Introdução a Linguagem de Programação Java
1.1. História
1.2. Tecnologia JAVA
1.3. Maquina virtual JAVA
1.4. Fases do programa JAVA
1.5. Portabilidade
1.6. API (Application Programing Interface)
2. Ambientes de desenvolvimento
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
64
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
2.1. JSE (Java Standart Edition)
2.2. JEE (Java Enterprise Edition)
2.3. JME (Java Micro Edition)
2.4. JDK (Java development Kit)
3. Comentário em JAVA
3.1. Comentário de linha
3.2. Comentário de bloco
3.3. Comentário estilo javadoc
3.4. Instrução e Bloco em JAVA
3.5. Identificadores em JAVA
3.6. Palavras-chave em JAVA
4. Tipos de Dados em JAVA
4.1. Tipos de dados primitivos
4.2. Variáveis
4.3. Declarando e inicializando variáveis
4.4. Exibindo o valor de uma variável
4.5. Referencia de variáveis e valor das variáveis
4.6. Constantes
5. Pacotes
5.1. Criando pacotes
5.2. Definindo pacotes
5.3. Importando pacotes
6. Conversão
6.1. Definição
6.2. Conversão de tipos primitivos
7. Operadores
7.1. Operadores e Incremento e Decremento
7.2. Operadores Relacionais
7.3. Operadores Lógicos
7.4. Operador condicional
7.5. Precedência de operadores
8. Entrada e saída de dados
8.1. Declaração import
8.2. Classe Scanner para capturar dados
8.3. Utilizando JOptionPane para receber dados
9. Estrutura de controle e decisão
9.1. Declaração if
9.2. Declaração if-else
9.3. Declaração if-else-if
9.4. Switch
10. Estrutura de controle de repetição
10.1. Declaração while
10.2. Declaração do-while
10.3. Declaração for
10.4. Declaração de interrupção
10.5. Declaração break
10.6. Declaração continue
11. Classe e Objeto
11.1. Introdução
11.2. Definição de objeto
11.3. Definição de classe
11.4. Definição de atributo
11.5. Definição de métodos
11.6. Definição de encapsulamento
11.7. Definição de instância de classe
12. Modificadores de acesso
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
65
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
12.1. Acesso público
12.2. Acesso protegido
12.3. Acesso particular
13. Métodos
13.1. Envio de argumentos por valor
13.2. Envio de argumentos por referência
13.3. Chamando métodos estáticos
13.4. Escopo de um atributo
14. Encapsulamento
14.1. Método get
14.2. Método set
15. Uso do this
16. Declarando Métodos
16.1. Múltiplos comandos return
16.2. Métodos estáticos
17. Construtores
17.1. Definição
17.2. Construtor padrão
17.3. Overloading de construtores
17.4. Usando construtores
18. Tratando exceções
18.1. Try
18.2. Catch
18.3. Throw
18.4. Finally
19. Interfaces gráficas
19.1. Swing
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
- DEITEL, Harvey M.; DEITEL, Paul J. Java: como programar. 8ª ed. – São Paulo: Pearson Prentice
Hall, 2010.
- SIERRA, Kathy; BATES, Bert. Use a cabeça!: Java. 2ª ed. – Rio de Janeiro: Alta books, 2007.
- BENEDUZZI, Humberto Martins; METZ, João Ariberto. Lógica e linguagem de programação:
introdução ao desenvolvimento de software. Curitiba, PR: Editora do Livro Técnico, 2010.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
- GOODRICH, Michael; TAMASSIA, Roberto. Estrutura de dados e algoritmos em Java. 4ª ed. –
Porto Alegre: Bookman, 2007.
- ZIVIANI, Nivio. Projeto de algoritmos: com implementações em Java e C+. São Paulo, SP:
Cengage Learning, 2007.
- MANZANO, José Augusto; OLIVEIRA, Jayr Figueiredo de. Algoritmos: lógica para
desenvolvimento de programação de computadores. 24ª ed. – São Paulo: Érica, 2011.
DISCIPLINA: Banco de Dados
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 80h/a – 66,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
1. Introdução a Banco de Dados
1.1. O que são dados?
1.2. O que é informação?
1.3. O que é uma base de dados?
1.4. O que é um sistema de banco de dados?
1.5. Porque usar banco de dados.
1.6. Fases no desenvolvimento de um projeto de banco de dados
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
66
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
1.7. Modelo de dados
2. Ferramentas CASE
3. Modelo Entidade Relacionamento
3.1. Entidades, Atributos e Relacionamentos
3.2. Chave Primária
3.3. Entidade Fraca
3.4. Chave Estrangeira e Integridade Referencial
3.5. Conversão entre os modelos: Conceitual, Lógico e Físico
3.6. Diagrama Entidade-Relacionamento
3.7. Generalização, Especialização, Agregação
4. Dicionário de dados da base de dados
5. Estruturas de um BANCO DE DADOS
5.1. Criação de Bases de Dados
5.2. Processo de planejamento e criação de tabelas SQL
5.3. Data Definition Language
5.4. Padrões de Collation
5.5. Engine de tabelas
5.6. Alteração e exclusão de colunas em tabelas
5.7. Processo de Dump em bases de dados
6. ADMINSTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS
6.1. Data Manipulation Language.
6.1.1.Procedimentos de inclusão, alteração e exclusão de dados em tabelas SQL
6.1.2.Consultas de dados
6.1.2.1. A clausula Where.
6.1.2.2. Operadores de comparação
6.1.2.3. Ordenação de dados
6.1.2.4. Funções SQL para retornos específicos (média, soma, min, max, distinct)
6.1.2.5. Agrupamentos de dados (Group by)
Consultas limitadas
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
ANGELOTTI, E. S. Banco de dados. Curitiba, PR: Editora do Livro Técnico, 2010..
DATE, C. J. Introdução à Sistemas de Banco de Dados. 15ª ed. – Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.
MACHADO, Felipe Nery Rodrigues. Banco de Dados: Projeto e Implementação. 3ª ed. – São Paulo:
Érica, 2014.
SILBERSCHATZ, Abraham; KORTH, Henry F.; SUDARHAN, S. Sistema de banco de Dados. Rio
de Janeiro: Elsevier, 2012.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
BEIGHLEY, Lynn. Use a Cabeça: SQL. Rio de Janeiro: Alta Books, 2008. (Use a Cabeça). 2ª ed. –
2010.
DAMAS, Luis. SQL: Structured Query Language. 6ª ed. – Rio de Janeiro: Ltc, 2014.
OLIVEIRA, Celso Henrique Pedroso de. SQL Curso Prático. São Paulo: Novatec, 2002. 11ª ed. –
out/2014.
DISCIPLINA: Organização e Normas do Trabalho
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 3º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Administração e Organização; KPI – Indicadores Chaves de Performance (Desempenho); Empresa
(Conceitos e Tipos); Custos (Diretos, Indiretos e Fixos); Supervisão e Controle; Introdução ao PCP;
Relações Humanas e Ética Profissional; A Teoria da Burocracia; Elementos Críticos da
Comunicação Interpessoal; Legislação Trabalhista; Normas Técnicas e Primeiros Socorros;
Ergonomia.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
67
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
Maximiano, A.C.A., Introdução à Administração, 8ª ed. – São Paulo: Atlas, 2014.
MORAES, Ana Maris Pereira. Iniciação ao estudo da Administração. 2ª ed. – São Paulo: Pearson
Education Brasil, 2001.
SILVA, Reinaldo O. Teorias da Administração. São Paulo: Pearson Education Brasil, 2008.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
CHIAVENATO, Idalberto. Introdução a Teoria Geral da Administração. 9ª ed. – Barueri, São
Paulo: Manole, 2014.
Robbins, S. P.; De Cenzo, D. A., Fundamentos de Administração: Conceitos Essenciaise
Aplicações, 4ª ed. – São Paulo: Prentice Hall, 2004.
KWASNICKA, Eunice L. Introdução a Administração. 5ª ed. – São Paulo: Atlas, 2006.
MOREIRA, Daniel Augusto. Administração da Produção e Operações. São Paulo: Pioneira
Thompson, 2002.
SILVA, Reinaldo O. da. Teorias da Administração. -- São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2008.
DISCIPLINA: Sistemas Operacionais
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 80h/a – 66,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
1. História e evolução dos sistemas operacionais
Conceitos de sistemas operacionais
Evolução de sistemas operacionais – As fases dos SO.
2. Classificação dos sistemas operacionais
Tipos de Sistemas operacionais
Sistemas Monoproprogramáveis/Monotarefa
Sistemas Multiprogramáveis/Multitarefa
Sistemas Batch
Sistemas de Tempo Compartilhado
Sistemas de Tempo Real
Sistemas Multiprocessados
Sistemas Fortemente Acoplados
Sistemas Fracamente Acoplados
Sistemas Operacionais de Rede
Sistemas Operacionais Distribuídos
Conceitos e Características dos Sistemas Operacionais
3. Estrutura do sistema operacional
Introdução
Interrupção e Exceção
Operações de Entrada/Saída
4. Sistema de arquivos
Introdução ao conceito de diretório e arquivo
Organização de arquivos
Métodos de Acesso
Operações de E/S
Métodos de alocação de arquivos (Alocação contígua; Alocação encadeada; Alocação indexada)
Proteção de Acesso (Senha de acesso; Senha de acesso; Grupo de usuários; Lista de controle de
acesso)
Atributos de Arquivos e Diretórios
5. Processos e threads
Conceitos Básicos
Modelo de processos
Estados de um processo
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
68
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Subprocessos e thread
Comunicação entre processos
Estudo de caso
6. Gerência de Memória
Conceitos básicos
Memória Virtual
Memória Real
7. Estudo de caso com Sistemas Operacionais (Prático)
Instalação de Sistemas Operacionais (Estação e Servidores)
Configuração de Sistemas Operacionais
Administração de Sistemas Operacionais
Comparação e distinção de Sistemas Operacionais
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
TANENBAUM, Andrew S.; WOODHULL, Albert S. Sistemas operacionais, projeto e
implementação. Porto Alegre: Bookman, 2008.
DEITEL, Harvey M; DEITEL, Paul; CHOFFNES, David R. Sistemas operacionais. 3ª ed. – São
Paulo: Prentice Hall, 2005.
TANENBAUM. Andrews S. Sistemas Operacionais Modernos. 3ª ed. – São Paulo: Pearson, 2010.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
LAUREANO, M. A. P.; OLSEN, D. R. Sistemas operacionais. Curitiba: Editora do Livro Técnico,
2010.
SILBERSCHATZ A., GALVIN, P. B., GAGNE, G. Fundamentos de Sistemas Operacionais – 8ª
Ed. Rio de Janeiro: LTC, 2010.
MAIA, L. P.; MACHADO, F. B. Arquitetura de Sistemas Operacionais. 4ª ed. – Rio de Janeiro:
LTC, 2007.
SILBERSCHATZ, P. B. G.; GAGNE, G. Sistemas Operacionais com Java, 7ª ed. – São Paulo:
Elsevier, 2016.
DISCIPLINA: Interação Homem-Computador
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
1. Fundamentos de IHC.
1.1. O Impacto das Tecnologias de Informação e Comunicação no cotidiano
1.2. Diferentes Visões sobre a Construção de Sistemas Interativos
1.3. IHC como Área Multidisciplinar
1.4. Benefícios de IHC
1.5. Conceitos Básicos
2. Fatores Humanos, Ergonomia.
2.1. Processamento de informação Humano
2.2. Mecanismo de Percepção Humana
2.3. Modelos Mentais
3. Aspectos Cognitivos
4. Fatores Tecnológicos
4.1. Apresentação dos fatores tecnológicos inerentes a IHC
5. Histórico, Evolução e tipos de IHC
6. Definição de Usabilidade
6.1. Conceitos e definições
6.2. Usabilidade e Experiência de Usuário
6.3. Acessibilidade
6.4. Comunicabilidade
7. Paradigmas da Comunicação IHC
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
69
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
8. Diretrizes para o Design de interfaces
8.1. Princípios e Diretrizes Gerais
8.2. Padrões de Design de IHC
8.3. Guias de Estilo
9. Avaliação de interfaces
10. Construção e Avaliação de projeto IHC
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
ROGERS, Y.; SHARP, H.; PREECE, J. Design de interação: além da interação humanocomputador. 3ª ed. – Porto Alegre: Bookman, 2013.
FERREIRA, Simone Bacellar Leal; NUNES, Ricardo Rodrigues. e-Usabilidade. Rio de
Janeiro: LTC,. 2008
OLIVEIRA, N., ALVIM, A. IHC interação humano computador : modelagem e gerência de
interfaces com o usuário : sistemas de informações. Florianópolis: Visual Books, 2004.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
DIAS, C. Usabilidade na WEB. Alta Books, 2003
SANTA ROSA, José G.; MORAES, Anamaria de. Avaliação e projeto de interfaces. Teresópolis:
2AB, 2008.
LIDWELL, William et al. Princípios universais do design. Porto Alegre: Bookman, 2010.
PREECE, Jennifer; ROGERS, Yvonne; SHARP, Helen. Design de interação: além da interação
homem computador. – Editora Bookman, 2005.
DISCIPLINA: Programação WEB I
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 4º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 80h/a – 66,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
1. Introdução a HTML e CSS
2. Avançando no HTML e CSS
2.1. O processo de desenvolvimento de uma tela
2.2. Seletor de classe
2.3. CSS Reset
2.4. Block vs Inline
2.5. Position: static, relative, absolute
2.6. Formulários
2.7. Posicionamento com float e clear
2.8. Cascata e herança
2.9. Display inline-block
2.10. Rodapé
3. CSS Avançado
3.1. Seletores avançados
3.2. Pseudo-classes
3.3. Pseudo elementos
3.4. CSS3: border-radius
3.5. CSS3: text-shadow
3.6. CSS3: box-shadow
3.7. Opacidade e RGBA
3.8. Prefixos
3.9. Progressive Enhancement
3.10. CSS3 Transitions
3.11. CSS3 Transforms
3.12. CSS3 Outros elementos
3.13. CSS3: Gradientes
4. Formulários HTML
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
70
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CLARK, Richard et al. Introdução ao HTML5 e CSS3: A Evolução da Web. Rio de Janeiro: Alta
Books, 2014.
GOMES, Ana Laura. XHTML/CSS: Criação de Páginas Web. São Paulo: Editora Senac São Paulo,
2010. (Nova Série Informática).
RODRIGUES, Andréa. Desenvolvimento para Internet. Curitiba: Editora do Livro Técnico, 2010.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
MAZZA, Lucas. HTML5 e CSS3: Domine a Web do Futuro. São Paulo: Casa do Código, 2015.
ROBSON, Elisabeth; FREEMAN, Eric. Use a Cabeça: HTML e CSS. 2ª ed. – Rio de Janeiro: Alta
Books, 2015
ZEMEL, Tárcio. Web Design Responsivo: Páginas adaptáveis para todos os dispositivos. São
Paulo: Casa do Código, 2015.
DISCIPLINA: Língua Portuguesa III-A
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
Presencial
CARGA HORÁRIA: 80h/a – 66,67h/r
MODALIDADE:
EMENTA (CONTEÚDOS)
Eixo Língua Portuguesa:
Produção e recepção de textos (debate regrado, artigo de opinião, textos de divulgação científica).
Características do texto técnico.
Coesão e coerência.
Eixo Literatura:
Teoria literária.
As origens da literatura Brasileira.
Trovadorismo.
Barroco.
Arcadismo.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CEREJA, W. R. e MAGALHÃES, T. C. GramáticaReflexiva. 4ª ed. São Paulo: Atual, 2013.
INFANTE, Ulisses. Do Texto ao Texto: Curso Prático de Leitura e Redação. São Paulo. Scipione,
1998.
MOISÉS, C. A. Língua Portuguesa: atividades de leitura e produção de textos. 3 ed. São Paulo:
Saraiva, 2009.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BLIKSTEIN, Izidoro. Técnicas de Comunicação Escrita. 22ed. São Paulo: Ática, 2006, 103p
FARACO, C. A. Português: língua e cultura: língua portuguesa, 2º ano: ensino médio. 3 ed.
Curitiba, PR: Base Editorial, 2013.
FARACO, C. A. & TEZZA, C. Prática de texto paraestudantesuniversitários. 17ª ed. – Petrópolis:
Vozes, 2008.
DISCIPLINA: Língua Portuguesa III-B
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
Presencial
CARGA HORÁRIA: 80h/a – 66,67h/r
MODALIDADE:
EMENTA (CONTEÚDOS)
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
71
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Eixo Língua Portuguesa:
Regência verbal e nominal.
Crase.
Conjunções.
Período composto por coordenação e subordinação.
Tipologia textual: estudo e produção de dissertação argumentativa.
Revisão dos gêneros discursivos argumentativos.
Eixo Literatura:
Romantismo.
Realismo.
Naturalismo.
Simbolismo.
As escolas de Vanguarda europeias.
O pré-modernismo no Brasil.
Modernismo.
O romance brasileiro da geração 45.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CEREJA, W. R. e MAGALHÃES, T. C. GramáticaReflexiva. 4ª ed. – São Paulo: Atual, 2013.
INFANTE, Ulisses. Do Texto ao Texto: Curso Prático de Leitura e Redação. São Paulo. Scipione,
1998.
OLIVEIRA, Jorge Leite de. Texto acadêmico: técnicas de redação e de pesquisa científica. 8ª ed. –
Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BLIKSTEIN, Izidoro. Técnicas de Comunicação Escrita. 22ª ed. São Paulo: Ática, 2006, 103.
FARACO, C. A. Português: língua e cultura: língua portuguesa, 1º, 2º e 3º ano: ensino médio.
3ª ed. – Curitiba, PR: Base Editorial, 2013.
FARACO, C. A. & TEZZA, C. Prática de texto paraestudantesuniversitários. 17ª ed. – Petrópolis:
Vozes, 2008.
MOISÉS, C. A. Língua Portuguesa: atividades de leitura e produção de textos. 3 ed. São Paulo:
Saraiva, 2009.
DISCIPLINA: Língua Estrangeira III-A (obrigatório Inglês)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
Presencial
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE:
EMENTA (CONTEÚDOS)
Simple Past Tense.
To be – simple past tense.
There was / there were.
Present Perfect.
Reflexive pronouns.
Prepositions of place.
Reading Strategy: Typography.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GUANDALINI, Eiter, Otávio. Técnicas de leitura em Inglês. ESP - English for Specific Purpose:
Estágio 2. –São Paulo: Texto Novo, 2002.
SEELY, John. Nova gramática de inglês - Colecção Linguística, Editorial Presença, Lisboa, 2006.
LONGMAN: Dicionário Escolar para estudantes brasileiros. 2 ed.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
72
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
MUNHOZ, R. Inglês Instrumental: Estratégias de Leitura Módulo I. São Paulo: Ed. Textonovo,
2001.
SANTOS, D. Take Over– Ensino Médio. Vol. 2. 2 ed. São Paulo: Edições Escala Educacional,
2013.
SOARS, Liz & SOARS, John. American Headway 2. Oxford: Oxford University Press, 2001.
DISCIPLINA: Língua Estrangeira III-B (obrigatório Inglês)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
Presencial
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE:
EMENTA (CONTEÚDOS)
Indefinite Pronouns.
Quantifiers and Intensifiers.
Past Perfect.
Prepositions of time.
Gerund and Infinitive.
Authentic Texts.
Future with will.
Future with going to.
Reading Strategy: Prediction
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GUANDALINI, Eiter, Otávio. Técnicas de leitura em Inglês. ESP - English for Specific Purpose:
Estágio 2. –São Paulo: Texto Novo, 2002.
SEELY, John. Nova gramática de inglês - Colecção Linguística, Editorial Presença, Lisboa, 2006.
LONGMAN: Dicionário Escolar para estudantes brasileiros. 2 ed.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
MUNHOZ, R. Inglês Instrumental: Estratégias de Leitura Módulo I. São Paulo: Ed. Textonovo,
2001.
SANTOS, D. Take Over– Ensino Médio. Vol. 2. 2 ed. São Paulo: Edições Escala Educacional,
2013.
SOARS, Liz & SOARS, John. American Headway 2. Oxford: Oxford University Press, 2001.
DISCIPLINA: Língua Estrangeira III-A (opcional Espanhol)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
Presencial
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE:
EMENTA (CONTEÚDOS)
Leitura: Compreensão e Interpretação de Texto;
Análise com relação ao diferentes Gêneros Textuais: Texto Publicitário y Jornalístico;
Aspectos Gramaticais do tipo: Advérbios; Regra de Acentuação; Indefinidos; Apócopes;
Posesivos;
Demostrativos;
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MARTÍN, Ivan Rodrigues. ESPANOL SÉRIE BRASIL. São Paulo: Ática, 2000.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
73
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
MARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 1. – São Paulo:
Ática, 2010.
M MARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 2. – São Paulo:
Ática, 2010.
ARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 3. – São Paulo:
Ática, 2010.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ALVES, Adda; MELO, Angélica. Mucho español para brasileños. São Paulo: Moderna, 2000.
ROMANOS, Henrique; CARVALHO, Jacira. Español Expansión. Rio de Janeiro: Ridell, 2006.
DISCIPLINA: Língua Estrangeira III-B (opcional Espanhol)
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
Presencial
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE:
EMENTA (CONTEÚDOS)
Conjunción;
Preposiciones;
Pronomes – Interrogativos;
Exclamativos y Relativos;
Frases y Oraciones.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MARTÍN, Ivan Rodrigues. ESPANOL SÉRIE BRASIL. São Paulo: Ática, 2000.
MARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 1. – São Paulo:
Ática, 2010.
M MARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 2. – São Paulo:
Ática, 2010.
ARTIN, Ivan Rodrigues. Sínteses: curso de lengua española: ensino médio vol. 3. – São Paulo:
Ática, 2010.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ALVES, Adda; MELO, Angélica. Mucho español para brasileños. São Paulo: Moderna, 2000.
ROMANOS, Henrique; CARVALHO, Jacira. Español Expansión. Rio de Janeiro: Ridell, 2006.
DISCIPLINA: Educação Física III-A
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Conhecimentos sobre educação alimentar e nutricional e as fontes energéticas e calóricas com a
compreensão de aspectos relativos a doenças e efeitos do uso de substâncias como suplementos e
anabolizantes.
Contextualização da luta na história da humanidade no debate e vivencia de certos aspectos
relativos a sua prática.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
BARRETO, D. Dança: ensino, sentidos e possibilidades na escola. 3ª ed. – São Paulo: Autores
Associados, 2008.
DUL, J.; Weerdmeester, B. Ergonomia Prática. 2ª Ed. – São Paulo: Blürgher, 2004.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
74
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
OLIVEIRA, S. R. L. e DOS SANTOS, S. L. C. Lutas aplicadas a Educação Física Escolar S. M. D.
Educação. Curitiba: Departamento de Ensino Fundamental, 2006.
TRISTCHLER, KATHLEEN. Medida e Avaliação em Educação Física e Esportes. 5ª ed. – Barueri
SP: Manole, 2003.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
MCARDLE, WILLIAN D.; KATCH, FRANK I.; KATCH, VICTOR L.; Fisiologia do Exercício: Energia,
nutrição e Desempenho Motor. – Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2003.
AOKI, MARCELO SALDANHA. Fisiologia, Treinamento e Nutrição aplicados ao futebol. –
Jundiaí SP: Fontoura; 2002.
DISCIPLINA: Educação Física III-B
ÁREAS DE CONHECIMENTO: Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
O papel e as funções das capacidades físicas e o conhecimento de métodos e instrumentos de
avaliação antropométrica e física.
A dança e a sua contextualização histórica através da vivência de expressões populares e regionais.
A dança como elemento da cultura corporal de movimento
A evolução histórica das Danças
Caracterização das danças e seus estilos
As danças populares brasileiras.
O Voleibol como forma desportiva.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
BARRETO, D. Dança: ensino, sentidos e possibilidades na escola. 3ª ed. – São Paulo: Autores
Associados, 2008.
DUL, J.; Weerdmeester, B. Ergonomia Prática. 2ª Ed. – São Paulo: Blürgher, 2004.
OLIVEIRA, S. R. L. e DOS SANTOS, S. L. C. Lutas aplicadas a Educação Física Escolar S. M. D.
Educação. Curitiba: Departamento de Ensino Fundamental, 2006.
TRISTCHLER, KATHLEEN. Medida e Avaliação em Educação Física e Esportes. 5ª ed. – Barueri
SP: Manole, 2003.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
MCARDLE, WILLIAN D.; KATCH, FRANK I.; KATCH, VICTOR L.; Fisiologia do Exercício: Energia,
nutrição e Desempenho Motor. – Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2003.
AOKI, MARCELO SALDANHA. Fisiologia, Treinamento e Nutrição aplicados ao futebol. –
Jundiaí SP: Fontoura; 2002.
DISCIPLINA: Matemática III-A
EIXOS TEMÁTICOS: Matemática e suas tecnologias.
PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
-Geometria analítica
O ponto.
A reta: equação geral, coeficiente angular, equação reduzida, equação segmentária e equações
paramétricas da reta.
Posição relativa entre duas retas no plano.
Distância entre ponto e reta.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
75
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Circunferência: equações da circunferência, posições relativas.
- Análise Combinatória
Princípio fundamental da contagem.
Permutações.
Arranjos simples.
Combinações simples.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
DANTE, Luiz Roberto. Matemática: volume único. – São Paulo: Ática, 2010.
LOPES, Luiz Fernando; CALLIARI, Luiz Roberto. Matemática aplicada na educação
profissional. –Curitiba, PR: Base Editorial, 2010.
DANTE, Luiz Roberto. Matemática: Contexto & Aplicações. 2º ed. – São Paulo: Ática, 2013.
IEZZI, Gelson & et alli. Fundamentos de Matemática Elementar. 11 vol. Ed. Atual. São Paulo.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
IEZZI, Gelson, DOLCE, Oswaldo e MACHADO, Antonio. Matemática e Realidade. Sétima
Série. Ed. Atual. São Paulo. SP.
GIOVANNI J.R.; BONJORNO J.R.,; GIOVANNI Jr. Matemática fundamental: uma nova
abordagem. Ensino médio.. São Paulo: FTD. V. Único.
DISCIPLINA: Matemática III-B
EIXOS TEMÁTICOS: Matemática e suas tecnologias.
PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
- Probabilidade
Fenômenos aleatórios.
Espaço amostral e eventos.
Definição e cálculo de probabilidades.
Probabilidade condicional.
- Áreas: medidas de superfícies
Áreas e perímetros de triângulos, quadriláteros e círculos
- Poliedros: prismas e pirâmides
Relação de Euler, poliedros regulares, prismas, volume de prismas.
-Corpos redondos
Cilindro, cone e a esfera.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
DANTE, Luiz Roberto. Matemática: volume único. – São Paulo: Ática, 2010.
LOPES, Luiz Fernando; CALLIARI, Luiz Roberto. Matemática aplicada na educação
profissional. –Curitiba, PR: Base Editorial, 2010.
DANTE, Luiz Roberto. Matemática: Contexto & Aplicações. 2º ed. – São Paulo: Ática, 2013.
IEZZI, Gelson & et alli. Fundamentos de Matemática Elementar. 11 vol. Ed. Atual. São Paulo.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
IEZZI, Gelson, DOLCE, Oswaldo e MACHADO, Antonio. Matemática e Realidade. Sétima
Série. Ed. Atual. São Paulo. SP.
GIOVANNI J.R.; BONJORNO J.R.,; GIOVANNI Jr. Matemática fundamental: uma nova
abordagem. Ensino médio.. São Paulo: FTD. V. Único.
DISCIPLINA: Biologia III-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
76
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
- GENÉTICA
Primeira lei de Mendel
Heredogramas
Cruzamento-teste
Polialelia
Segunda lei de Mendel
Genética pós-Mendel
Pleiotropia e interação gênica
Herança do sexo
Genética de populações
-BIOLOGIA MOLECULAR DO GENE.
-SÍNTESE PROTEICA E ENGENHARIA GENÉTICA.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
AMABIS, J. e MARTHO, G. R. Biologia. Volume I. Editora Moderna. São Paulo-SP. 2000.
AMABIS, J. M. e MARTHO, G. R. Fundamentos da Biologia Moderna. 1ª edição, Editora Moderna.
São Paulo-SP. 2000.
LINHARES, S. e GEWADSNAJDER, F. Biologia Hoje. Volume I. Editora Ática. , 2000.
LOPES, S. G. B. C. Bio Volume Único Completo e Atualizado. 5ª edição. Editora Saraiva. São
Paulo-SP. 2001.
LOPES, S. G. B. C. Bio Volume I. 1ª Edição. Editora Saraiva. São Paulo-SP. 2002.
PAULINO, W. R. Biologia Atual. Volume I. 15ª Edição. São Paulo-SP. Editora Ática. 2002.
SOARES, J. L. Biologia no terceiro milênio. Vol. I. Editora Scipione, 1998.
SOARES, J. L. Biologia. Volume Único. 9ª edição. Editora Scipione. São Paulo-SP. 1999.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
LINHARES, Sérgio; GEWANDSZNAJDER, Fernando. Biologia hoje: citologia, reprodução e
desenvolvimento, histologia, origem da vida. 15ª ed. – São Paulo: Ática, 2010.
DISCIPLINA: Biologia III-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
- EVOLUÇÃO
Evidências da evolução
Histórico e noções das teorias evolutivas
- ECOLOGIA
Conceitos básicos
Fluxo de energia e matéria nos ecossistemas
Ciclos biogeoquímicos
Relações ecológicas entre os seres vivos
Sucessões ecológicas
Biosfera e suas divisões
Desequilíbrios ambientais
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
77
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
-SAÚDE E AMBIENTE
Primeiros socorros
Alimentação
Doenças sexualmente transmissíveis
Lixo e saneamento básico
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
AMABIS, J. e MARTHO, G. R. Biologia. Volume I. Editora Moderna. São Paulo-SP. 2000.
AMABIS, J. M. e MARTHO, G. R. Fundamentos da Biologia Moderna. 1ª edição, Editora Moderna.
São Paulo-SP. 2000.
LINHARES, S. e GEWADSNAJDER, F. Biologia Hoje. Volume I. Editora Ática. , 2000.
LOPES, S. G. B. C. Bio Volume Único Completo e Atualizado. 5ª edição. Editora Saraiva. São
Paulo-SP. 2001.
LOPES, S. G. B. C. Bio Volume I. 1ª Edição. Editora Saraiva. São Paulo-SP. 2002.
PAULINO, W. R. Biologia Atual. Volume I. 15ª Edição. São Paulo-SP. Editora Ática. 2002.
SOARES, J. L. Biologia no terceiro milênio. Vol. I. Editora Scipione, 1998.
SOARES, J. L. Biologia. Volume Único. 9ª edição. Editora Scipione. São Paulo-SP. 1999.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
LINHARES, Sérgio; GEWANDSZNAJDER, Fernando. Biologia hoje: citologia, reprodução e
desenvolvimento, histologia, origem da vida. 15ª ed. – São Paulo: Ática, 2010.
DISCIPLINA: Química III-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
 Características do Carbono
 Características das cadeias carbônicas
 Funções Hidrocarbonetos
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
McMURRY, J., Química Orgânica vol. 1 e vol. 2. Editora CENGAGE Learning. 6ª ed. – Norte
Americana, 2008
KOTZ, John C.; TREICHEL; JUNIOR, Paul M. Química Geral e Reações Químicas. vol. 1 e 2, –
São Paulo: Pioneira Thomson, 2005.
SANTOS, Wildson L. (coord.). Química & Sociedade. – Nova Geração, São Paulo, 2005.
FELTRE, Ricardo. Fundamentos de Química: vol. único. 4ª ed. – São Paulo: Moderna, 2005.
PERUZZO. F.M.; CANTO. E.L. Química na abordagem do cotidiano, volume 1, 4ª ed. – São
Paulo: Moderna, 2006.
USBERCO, João; Salvador, Edgard. Química Geral. 12ª ed. – São Paulo: Saraiva, 2006.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BIANCHI, José Carlos de Azambuja; ALBRECHT, Carlos Henrique; MAIA, Daltamir Justino.
Universo da química: volume 1. São Paulo: FTD,2005.
USBERCO, João; SALVADOR, Edgard. Química essencial: volume único. 4. ed. São Paulo:
Saraiva, 2009.
DISCIPLINA: Química III-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
78
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
 Funções Orgânicas Oxigenadas
 Funções Orgânicas Nitrogenadas
 Reações Orgânicas
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
McMURRY, J., Química Orgânica vol. 1 e vol. 2. Editora CENGAGE Learning. Tradução da 6ª ed. –
Norte Americana, 2008.
KOTZ, John C.; TREICHEL JUNIOR, Paul M. Química Geral e Reações Químicas. vol. 1 e 2, São
Paulo: Pioneira Thomson, 2005.
SANTOS, Wildson L. (coord.), Química & Sociedade. Nova Geração, São Paulo, 2005.
FELTRE, Ricardo. Química. 7. ed. São Paulo: Moderna, 2008. 7º ed.
MORTIMER, Eduardo Fleury; MACHADO, Andréa Horta. Química para o ensino médio. São
Paulo: Scipione, 2002.
PERUZZO, Tito Miragaia; CANTO, Eduardo Leite do. Química: na abordagem do cotidiano. 3. ed.
São Paulo: Moderna, 2007.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BIANCHI, José Carlos de Azambuja; ALBRECHT, Carlos Henrique; MAIA, Daltamir Justino.
Universo da química: volume 1. São Paulo: FTD,2005.
USBERCO, João; SALVADOR, Edgard. Química essencial: volume único. 4. ed. São Paulo:
Saraiva, 2009.
DISCIPLINA: Física III-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Fenômenos elétricos e magnéticos
Carga elétrica e corrente elétrica; Lei de Coulomb; Campo elétrico e potencial elétrico; Linhas de
campo. Superfícies equipotenciais; Poder das pontas; Blindagem; Capacitores; Efeito Joule; Lei de
Ohm; Resistência elétrica e resistividade; Relações entre grandezas elétricas: tensão, corrente,
potência e energia; Circuitos elétricos simples; Correntes contínua e alternada; Medidores elétricos;
Representação gráfica de circuitos; Símbolos convencionais; Potência e consumo de energia em
dispositivos elétricos; Campo magnético; Imãs permanentes; Linhas de campo magnético; Campo
magnético terrestre; Força magnética, Indução eletromagnética; Transformadores.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GASPAR, Alberto. Física - Volume Único. – São Paulo. Ática, 2001.
FILHO, Aurélio Gonçalves; TOSCANO, Carlos. Física para o Ensino Médio – volume único. – São
Paulo: Scipione, 2008.
LUZ, Antonio Máximo Ribeiro da; ALVARENGA, Beatriz Gonçalves de (Sec.). Física: ensino médio.
São Paulo: Scipione, 2005.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BONJORNO, José Roberto. Física 3: eletricidade. São Paulo: FTD, 1992.
CHIQUETTO, Marcos José; VALENTIM, Bárbara; PAGLIARI, Estefano. Aprendendo física, 2: física
térmica e ondas : livro do professor. São Paulo: Scipione, 1996.
DISCIPLINA: Física III-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências da natureza e suas Tecnologias PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Fundamentos de Física Moderna
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
79
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Teoria da Relatividade Restrita; Introdução à Física Quântica; Natureza Ondulatória da Matéria;
Aplicações da Mecânica Quântica.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GASPAR, Alberto. Física - Volume Único. – São Paulo. Ática, 2001.
FILHO, Aurélio Gonçalves; TOSCANO, Carlos. Física para o Ensino Médio – volume único. – São
Paulo: Scipione, 2008.
LUZ, Antonio Máximo Ribeiro da; ALVARENGA, Beatriz Gonçalves de (Sec.). Física: ensino médio.
São Paulo: Scipione, 2005.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BONJORNO, José Roberto. Física 3: eletricidade. São Paulo: FTD, 1992.
CHIQUETTO, Marcos José; VALENTIM, Bárbara; PAGLIARI, Estefano. Aprendendo física, 2: física
térmica e ondas : livro do professor. São Paulo: Scipione, 1996.
DISCIPLINA: História III-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
O mundo na primeira metade do século XX
Primeira Guerra Mundial
Antecedentes a situação conflituosa do início do século
A grande guerra: as etapas do primeiro conflito bélico mundial
Pós- guerra: a paz dos vencedores
Revolução Russa
Antecedentes: declínio e crise do Império Russo
Processo revolucionário: do fim do czarismo à supremacia bolchevique
União Soviética: a construção de uma grande potência
crise do capitalismo e regime totalitário
Grande depressão: a crise internacional do capitalismo
Regimes totalitários: o avanço de ideologias autoritárias
segunda guerra mundial
Antecedentes: o caminho para a guerra
Guerra mundial: as etapas do maior conflito da história
Balanço final: resultado da guerra e punição dos derrotados
O Brasil na primeira metade do século XX
A instituição da República
Governo provisório (1889-1891): as mudanças institucionais
Governo militares (1891-1894): a gestão dos primeiros presidentes
sociedade e economia na Primeira República
Vida política: a alternância no poder entre as oligarquias agrárias
Vida econômica: a produção agroexportadora
Imigração e industrialização: mudanças sociais e econômicas no país
Revoltas na Primeira República
Messianismo: religiosidade e revolta sertaneja
Cangaço: revolta e violência Nordeste
Revoltas no Rio de Janeiro: mobilizações na capital da República
Modernismo: afirmação da cultura brasileira
Era Vargas (1930-1945)
Crise do café: a agonia da primeira República
Governo provisório: o combate às velhas estruturas
Governo constitucional: a intensa agitação política e social
Governo ditatorial: a instituição do Estado Novo
Industrialização e trabalhismo: economia e sociedade na Era Vargas
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
80
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
COTRIN, Gilberto. História global: Brasil e Geral, Volume 3. – São Paulo: Saraiva, 2010.
HOBSBAWM, Eric J. Mundos do trabalho: Novos estudos sobre História Operária. 5ª ed. Trad.
Waldea Barcellos e Sandra Bedran. São Paulo: Paz e Terra, 2014.
HOBSBAWM, Eric J. A era dos Impérios 1875-1914. 13ª edição. Tradução Sieni Maria Campos e
Yolanda Steidel de Toledo. São Paulo: Paz e Terra, 2011.
HOBSBAWM, Eric J. A era dos Extremos 1914-1991. 2ª edição. 46ª Tradução Marcos Santarrita.
São Paulo: Companhia das Letras, 2014.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
HOBSBAWM, Eric. A era do capital, 1848,1875. 15ª ed. – São Paulo: Paz e terra, 2011.
PERROT, Michelle. Os excluídos da história: operários, mulheres e prisioneiros. Tradução Denise
Bottmann. São Paulo: Paz e Terra, 2011.
REIS, José Carlos. As identidades do Brasil: de Varnhagen a FHC. 9ª edição. Rio de Janeiro: FGV
editora, 2011.
FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. 32ª ed. – São Paulo: Companhia Editora
Nacional, 2010.
DISCIPLINA: História III-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
O Mundo Até Os Dias Atuais.
Independências afro-asiáticas e conflitos árabe-israelense
Descolonização e independências: a luta pela autonomia na África, na Ásia e na Oceania
Independências na Ásia: os desdobramentos pós-coloniais
Independências na África: os desdobramentos pós-coloniais
Conflito árabes-israelense: alguns focos constantes de tensão militar
O Brasil Até os Dias Atuais
Período democrático (1946-1964)
Volta da democracia: eleições e a nova Constituição
Governo Dutra (1946-1950): conservador na política, liberal na economia.
Governo Vargas (1951-1954): o retorno ao poder.
Governo Juscelino (1956-1961): uma odisseia de otimismo e “progresso”.
Governo Jânio Quadros (1961): gestão breve e cheia de surpresas.
Governo João Goulart (1961-1964): o fracasso do nacionalismo reformista.
Governos militares
Militares no poder: a ruptura com o regime democrático
Governo Castelo Branco (1964-1967): primeiros passos do regime militar
Governo Costa e Silva (1967-1969): o recrudescimento da ditadura
Governo Médici (1969-1974): os “anos de chumbo” do regime militar
Governo Geisel (1974-1979): o lento caminho da abertura política
Governo Figueiredo (1979-1985): a transição do regime militar para a democracia
Balanço socioeconômico: avanço tecnológico e problemas sociais
Período democrático atual
Redemocratização: a volta dos civis ao poder
Governo Sarney (1985-1990) a reconstrução das instituições democráticas
Governo Collor (1990-1992): a promessa de modernização do país
Governo Itamar (1992- 1994) a busca de equilíbrio em meio à crise
Governo FHC (1995-2002): um projeto liberal-reformista
Governo Lula: a esperança de transformação social
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
COTRIN, Gilberto. História global: Brasil e Geral, Volume 3. – São Paulo: Saraiva, 2010.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
81
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
HOBSBAWM, Eric J. Mundos do trabalho: Novos estudos sobre História Operária. 5ª ed. Trad.
Waldea Barcellos e Sandra Bedran. São Paulo: Paz e Terra, 2014.
HOBSBAWM, Eric J. A era dos Impérios 1875-1914. 13ª edição. Tradução Sieni Maria Campos e
Yolanda Steidel de Toledo. São Paulo: Paz e Terra, 2011.
HOBSBAWM, Eric J. A era dos Extremos 1914-1991. 2ª edição. 46ª Tradução Marcos Santarrita.
São Paulo: Companhia das Letras, 2014.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
HOBSBAWM, Eric. A era do capital, 1848,1875. 15ª ed. – São Paulo: Paz e terra, 2011.
PERROT, Michelle. Os excluídos da história: operários, mulheres e prisioneiros. Tradução Denise
Bottmann. São Paulo: Paz e Terra, 2011.
REIS, José Carlos. As identidades do Brasil: de Varnhagen a FHC. 9ª edição. Rio de Janeiro: FGV
editora, 2011.
FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. 32ª ed. – São Paulo: Companhia Editora
Nacional, 2010.
DISCIPLINA: Geografia III-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
O modo de produção capitalista e a (re)organização do espaço; o mundo bipolar e a Nova Ordem
Mundial: modo de produção socialista, ordem uni/multipolar, as potências regionais; Globalização da
economia: multi/transnacionais, divisão internacional do trabalho.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
HAESBAERT, R., PORTO-GONÇALVES, C. W. A nova des-ordem mundial. São Paulo: Editora
UNESP, 2006.
MARTINI, A., GAUDIO, R. S. Geografia, 3°ano: ensino médio. 3 ed. São Paulo: IBEP, 2013.
(Coleção áreas do conhecimento).
SENE, E., MOREIRA, J. C. Geografia geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. 2 ed. São
Paulo: Scipione, 2012. Obra em 3v.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
ALMEIDA, L. M. A., RIGOLIN, T. B. Geografia. Volume único. 3ª ed. 1ª reimp. São Paulo: Ática,
2012.
SANTOS, M. Por uma outra globalização – do pensamento único à consciência universal. Rio de
Janeiro: Record, 2006.
DISCIPLINA: Geografia III-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Blocos econômicos regionais e instituições de cooperação entre países emergentes; organizações
internacionais: ONU, OMC e organizações econômicas, ONGs, fórum mundial econômico e social;
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
82
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
movimentos nacionalistas e separatistas; conflitos étnicos e religiosos; terrorismo.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
HAESBAERT, R., PORTO-GONÇALVES, C. W. A nova des-ordem mundial. São Paulo: Editora
UNESP, 2006.
MARTINI, A., GAUDIO, R. S. Geografia, 3°ano: ensino médio. 3 ed. São Paulo: IBEP, 2013.
(Coleção áreas do conhecimento).
SENE, E., MOREIRA, J. C. Geografia geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. 2 ed. São
Paulo: Scipione, 2012. Obra em 3v.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
ALMEIDA, L. M. A., RIGOLIN, T. B. Geografia. Volume único. 3ª ed. 1ª reimp. São Paulo: Ática,
2012.
SANTOS, M. Por uma outra globalização – do pensamento único à consciência universal. Rio de
Janeiro: Record, 2006.
DISCIPLINA: Sociologia III-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Poder e cidadania
- Política, poder e Estado.
-Política e poder.
-O Estado.
-Os contratualistas: o que o estado pode fazer? Regimes políticos: a democracia. Partidos Políticos.
Globalização e política
-O conceito de globalização.
-A governança global.
-A globalização e o Estado.
-Movimentos sociais globais.
-O Brasil e a globalização.
A sociedade diante do Estado.
-A luta pela cidadania.
-Os movimentos sociais.
-Problemas da ação coletiva.
-Capital social e a participação cívica.
-As revoluções.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MACHADO, Igor José de Renó; Amorim, Henrique; Barros, Celso Rocha de. Sociologia Hoje:
volume único: ensino médio. São Paulo: Ática, 2013.
GIDDENS, Anthony; COSTA, Ronaldo Cataldo (Trad.). Sociologia. 6. ed. rev. e atual. Porto Alegre:
Penso, 2012.
FORACCHI, Marialice M; MARTINS, José de Souza. Sociologia e sociedade: leituras de
introdução à sociologia. Rio de Janeiro: LTC, 1977
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
Bourdieu, Pierre. A economia das Trocas Simbólicas. São Paulo, Perspectiva, 2011.
Brym (et...al), Robert. Sociologia: sua bússula para um novo mundo. São Paulo: Cengage Learning,
2013.
Costa, Cristina. Introdução a Ciência da Sociedade. São Paulo: Moderna, 2010.
GIDDENS, Anthony. Sociologia. 4.ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2004.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
83
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Santos, Boaventura. Pela Mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade, Editora Cortez,
2010.
Tomazi, Nelson Damacio. Sociologia para o ensino médio. São Paulo: Atual, 2007.
Viana, Nildo. Introdução a Sociologia. Belo Horizonte: Autentica Editora, 2011.
DISCIPLINA: Sociologia III-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA:40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
A política no Brasil.
-Estado e cidadania no Brasil.
-A origem da moderna democracia brasileira.’’’’’
-Os partidos políticos.
-O problema da corrupção.
Temas contemporâneos da Ciência Política.
-Uma nova visão do poder.
-Classe social e voto.
-Os valores pós-materialistas.
-A nova filosofia política.
-Instituições políticas e desenvolvimento econômico.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
MACHADO, Igor José de Renó; Amorim, Henrique; Barros, Celso Rocha de. Sociologia Hoje:
volume único: ensino médio. São Paulo: Ática, 2013.
GIDDENS, Anthony; COSTA, Ronaldo Cataldo (Trad.). Sociologia. 6. ed. rev. e atual. Porto Alegre:
Penso, 2012.
FORACCHI, Marialice M; MARTINS, José de Souza. Sociologia e sociedade: leituras de
introdução à sociologia. Rio de Janeiro: LTC, 1977
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
Bourdieu, Pierre. A economia das Trocas Simbólicas. São Paulo, Perspectiva, 2011.
Brym (et...al), Robert. Sociologia: sua bússula para um novo mundo. São Paulo: Cengage Learning,
2013.
Costa, Cristina. Introdução a Ciência da Sociedade. São Paulo: Moderna, 2010.
GIDDENS, Anthony. Sociologia. 4.ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2004.
Santos, Boaventura. Pela Mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade, Editora Cortez,
2010.
Tomazi, Nelson Damacio. Sociologia para o ensino médio. São Paulo: Atual, 2007.
Viana, Nildo. Introdução a Sociologia. Belo Horizonte: Autentica Editora, 2011.
DISCIPLINA: Filosofia III-A
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Filosofia das ciências
- História da evolução da ciência;
- Filosofia e ciência: características e método
Concepções de ciência na Antiguidade:
- Platão e a ciência
- Aristóteles e a ciência
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
84
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
- Alexandria e a escola helenística: Arquimedes, Aristarco e Hierófilo
A ciência na Idade Média e a decadência da escolástica.
Renascimento e a ciência:
- Uma nova mentalidade
- Um novo sujeito
- Uma nova forma de pensar
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CHAUÍ, Marilena de Sousa. Convite à filosofia. 14ª ed. – São Paulo: Ática, 2011. 520p.
OLIVA, Alberto. Filosofia da ciência. 3ª ed. – Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003. 75p.
ARANHA, Maria Lúcia. Temas de filosofia. 3. Ed. São Paulo: Moderna, 2005.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
CHALMERS, A. F. O que é ciência, afinal?.São Paulo: Brasiliense, 1993.
ARANHA, Maria Lúcia. Filosofando: Introdução à Filosofia. 4ª ed. – São Paulo: Moderna, 2009.
DISCIPLINA: Filosofia III-B
EIXOS TEMÁTICOS: Ciências humanas e suas Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
CARGA HORÁRIA: 20h/a – 16,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
A revolução científica:
- Copérnico e o heliocentrismo
- Galileu e as duas novas ciências
- Novas ciências, novo mundo
A questão do método científico:
- Descartes e a dúvida metódica;
- Francis bacon e o método empírico-indutivo
Contribuições e limites da ciência:
- Ciência e valores;
- Ciência e Ideologia;
- Ciência e Ética
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
CHAUÍ, Marilena de Sousa. Convite à filosofia. 14ª ed. – São Paulo: Ática, 2011. 520p.
OLIVA, Alberto. Filosofia da ciência. 3ª ed. – Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003. 75p.
ARANHA, Maria Lúcia. Temas de filosofia. 3. Ed. São Paulo: Moderna, 2005.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
ARANHA, Maria Lúcia. Filosofando: Introdução à Filosofia. 4ª ed. – São Paulo: Moderna, 2009.
CHALMERS, A. F. O que é ciência, afinal?.São Paulo: Brasiliense, 1993.
DISCIPLINA: Programação Orientada a Objetos II
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 80h/a – 66,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
1. Arrays
1.1. Introdução
1.2. Arrays
1.3. Declarando e criando arrays
1.4. Tamanho do array
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
85
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
2.
3.
4.
5.
6.
7.
8.
1.5. Acessando um elemento do array
1.6. Arrays multidimensionais
Herança
2.1. Introdução
2.2. Superclasses e subclasses
2.3. Super
2.4. Sobrescrever(override) métodos
2.5. Métodos final e classes final
Polimorfismo
Classes abstratas e métodos abstratos
Interfaces
5.1. Porque utilizar
5.2. Interface vs. classe
5.3. Interfaces vs. classe abstrata
5.4. Criando Interfaces
5.5. Relacionamento de uma interface para uma classe
5.6. Herança entre interfaces
Arquivos e fluxos
6.1. Introdução
6.2. Hierarquia de dados
6.3. Arquivos e fluxos
6.4. Classe File
6.5. Arquivos de texto de acesso sequencial
6.6. Serialização de objeto
6.7. Arquivos de acesso aleatório
6.8. Classe JFileChooser
Generics
7.1. Introdução
7.2. Motivação para utilizar generics
7.3. Métodos genéricos: implementação
7.4. Generic classes e interfaces
7.5. Generic métodos e construtores
Banco de Dados
8.1. JDBC (Java Database Conectivity)
8.2. Implementação do acesso aos dados
8.3. Inclusão
8.4. Alteração
8.5. Exclusão
8.6. Listagem geral
8.7. Pesquisa
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
- DEITEL, Harvey; DEITEL, Paul. Java: como programar. 6ª ed. – São Paulo: Pearson Prentice Hall,
2010.
- SIERRA, Kathy; BATES, Bert. Use a cabeça!: Java. 2ª ed. – Rio de Janeiro: Alta books, 2007.
- BASHAM, Bryan; SIERRA, Kathy; BATES, Bert. Use a cabeça Servlets& JPS. Rio de Janeiro: Alta
Books, 2008.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
- GOODRICH, Michael; TAMASSIA, Roberto. Estrutura de dados e algoritmos em Java. 4. ed.
Porto Alegre: Bookman, 2007.
- ZIVIANI, Nivio. Projeto de algoritmos: com implementações em Java e C+. São Paulo, SP:
Cengage Learning, 2007
DISCIPLINA: Empreendedorismo em Informática
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
86
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Sistemas e processos organizacionais. Empreendedorismo. Introdução à qualidade e produtividade.
Estudo dos componentes do processo de desenvolvimento da capacidade empreendedora e
inovadora dos indivíduos, indicando os instrumentos necessários ao aluno no planejamento,
execução e controle das atividades inovadoras e empreendedoras. Empreendedorismo Corporativo.
O Plano de Negócios. A Revolução das Franquias.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
DORNELAS, Jose Carlos Assis. Empreendedorismo na Prática: Mitos e Verdades do
Empreendedor de Sucesso. Editora: Campus, 2012.
DORNELAS, Jose Carlos Assis. Empreendedorismo: transformando ideias em negócios: Editora:
Campus, 2012.
CHIAVENATTO, Idalberto. Empreendedorismo: Dando Asas ao Espírito Empreendedor. São Paulo:
Saraiva, 2012.
PMBOK 2014
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
ROSA, Cláudio Afrânio. Como elaborar um plano de negócio. Belo Horizonte: SEBRAE/MG, 2004.
SANTANA, João. Como planejar sua empresa: roteiro para o plano de negócios. Brasília: EDIÇÃO
SEBRAE, 1993.
WRIGHT, Peter; KROLL, Mark; PARNELL, John. Administração estratégica: conceitos. São Paulo:
Atlas, 2000.
DOLABELA, Fernando. O segredo de Luísa, São Paulo: Editora Cultura, 2000.
PERSE, Bel. A menina do vale: como o empreendedorismo pode mudar sua vida. São Paulo: Casa
da Palavra, 2012. Disponível em http://www.ameninadovale.com/volume1/
DORNELAS, José Carlos Assis. Empreendedorismo. São Paulo: Campus, 2008. MARINS, Luiz.
Ninguém é empreendedor sozinho. São Paulo: Saraiva, 2008. MENDES, Jeronimo. Manual do
empreendedor. São Paulo: Atlas, 2009.
DISCIPLINA: Noções de Qualidade de Software
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
O que é Qualidade de Software
Qualidade de Produto de Software
Qualidade de Processo de Software
Conceitos Básicos
Características de Qualidade,
Erro,
Falha,
Defeito),
Normas e Organismos Normativos.
Cultura e ética de engenharia de software
Noções de Modelos de qualidade
CMMI
MPS.BR
ISO 9000
ISO 15504
ISO 12207
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
87
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
PRESSMAN, R. S., Software Engineering: A Practitioner’s Approach. Edição 6, McGrawHill, 2006.
SOMMERVILLE, I., Engenharia de Software. 8ª ed. – Pearson Education, 2007.
MPS.BR – Melhoria de Processo do Software Brasileiro – Guia Geral, Softex, 2009.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
Softex, MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro – Guia Geral, Versão 1.2, 2007
BECK, K. Programação Extrema (xp) Explicada – Acolha as Mudanças. Ed. Bookman, 2004.
PMI. Um guia do conhecimento em gerenciamento de projetos. Guia PMBOK. 4a. ed. EUA:
Project Management Institute, 2008.
DISCIPLINA: Estrutura de Dados
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 5º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 40h/a – 33,33h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
1. Introdução
1.1. A estrutura de dados e algoritmos em JAVA
2. Arranjos
2.1. Declarando arranjo
2.2. Armazenamento
2.3. Ordenando arranjo
3. Lista simplesmente encadeada
3.1. Inserção de uma lista simplesmente encadeada
3.2. Removendo um elemento em uma lista simplesmente encadeada
4. Lista duplamente encadeada
4.1. Implementação de uma lista duplamente encadeada
4.2. Inserção no meio de uma lista duplamente encadeada
4.3. Remoção no meio de uma lista duplamente encadeada
5. Recursão
6. Pilhas
6.1. Tipo abstrato de dados pilha
6.2. Implementação baseada em arranjos
6.3. Invertendo um arranjo usando uma pilha
7. Filas
7.1. Tipo abstrato de dados fila
7.2. Implementação baseada em arranjos
8. Lista arranjo
8.1. Tipo abstrato de dados lista arranjo
8.2. Implementação simples usando arranjo
8.3. A interface simples e a classe java.util.arrayList
8.4. Implementando uma lista usando arranjos extensíveis
9. Mapas e dicionários
9.1. Tipo abstrato de dados mapa
9.2. Implementação simples de mapa
9.3. Implementação simples de dicionário
10. Ordenação, conjunto e seleção
10.1. Merge-sort
10.2. Implementação do merge-sort
10.3. Quick-sort
10.4. Implementação do quick -sort
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
GOODRICH, Michael; TAMASSIA, Roberto. Estrutura de dados e algoritmos em Java. 4ª ed. –
Porto Alegre: Bookman, 2007.
PEREIRA, Silvio do Lago. Estruturas de Dados Fundamentais: Conceitos e Aplicações. 12. ed.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
88
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
São Paulo: Érica, 2008.
DEITEL, P. J. Java: Como Programar. 8. Ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
FURGERI, Sergio. Java 7: Ensino Didático. 1. ed. São Paulo: Érica, 2010.
JUNIOR, D. P. et al. Estruturas de Dados e Técnicas de Programação. Rio de Janeiro: Elsevier,
2014.
EDELWEISS, Nina; GALANTE, Renata. Estruturas de Dados. Porto Alegre: Bookman, 2009. Série
Livros Didáticos Informática UFRGS
DISCIPLINA: Programação WEB II
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 80h/a – 66,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
Desenvolvimento de WebSite
1.1 Apresentação dos conceitos de PHP
Formulários com PHP
2.1 Interagindo com o usuário
2.2 Objeto Input TEXT
2.3 Objeto Input PASSWORD
2.4 Objeto Input CHECKBOX
2.5 Objeto Input RADIO
2.6 Objeto Input RESET
2.7 Objeto Input SUBMIT
2.8 Objeto TEXTAREA
2.9 Objeto SELECT
Sistema com PHP e Banco de Dados
3.1 Telas com HTML e CSS
3.2 Criação do código PHP
3.3 Vinculação ao Banco de Dados
Desenvolvimento de Website
4.1 Vinculação dos conteúdos apresentados para geração de um Website.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
BENTO, Evaldo Junior. Desenvolvimento Web com PHP e MySQL. São Paulo: Casa do Código,
2015.
DALL'OGLIO, Pablo. PHP: Programando com Orientação à Objetos. São Paulo: Novatec, 2009. 8ª
Reimpressão - nov/2014.
SILVA, Júlia da. PHP na Prática. Rio de Janeiro: Elsevier, 2014BIBLIOGRAFIA
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
SILVA, Maurício Samy. Bootstrap 3.3.5: Aprenda a usar o framework Bootstrap para criar
layouts CSS complexos e responsivos. São Paulo, Novatec, 2015.
MILANI, André. Construindo Aplicações Web com PHP e MySQL. 2ª ed. – São Paulo: Novatec,
2016.
CÓRDULA, Rodrigo. PHP e AJAX: Direto ao Ponto. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, 2014.
DISCIPLINA: Programação de Dispositivos Móveis
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO LETIVO: 6º SEMESTRE
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 80h/a – 66,67h/r
MODALIDADE: Presencial
EMENTA (CONTEÚDOS)
1. Introdução ao Android
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
89
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
2.
3.
4.
5.
6.
7.
Preparação do ambiente de desenvolvimento
Conceitos básicos do Android
Activity(atividade)
Intent
Interface gráfica – gerenciadores de layout
View
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
DEITEL, P.; DEITEL, H.; WALD, A. Android 6 para programadores: uma abordagem
baseada em aplicativos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2016.
LECHETA, Ricardo. Google Android – Aprenda a criar aplicações para dispositivos móveis com o
Android SDK. 3ª ed. – São Paulo: Novatec, 2013.
ABLESON, W. F.; SEN, R.; KING, C.; ORTIZ, C. E. Android em Ação. 3. ed. Rio de Janeiro:
Campus, 2012.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
MEDNIEKS, Z.; DORNIN, L.; MEIKE, G. B.; NAKAMURA, M. Programando o Android. São Paulo:
Novatec, 2012.
HOCHENBAUM, J., NOBLE, J., EVANS, M. Arduino em Ação. Ed. Novatec. 2013.
NIELSEN, Jakob. Usabilidade na web. Editora Campus, 2007.
NIELSEN, Jakob; BIDU, Amy. Usabilidade móvel. Tradução Sergio Facchim. - 1. ed. - Rio de
Janeiro : Elsevier, 2014.
DISCIPLINA: ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO
EIXOS TEMÁTICOS: Tecnologias
PERÍODO
LETIVO:5°
e
6ºSEMESTRE
TIPO: Base Nacional Comum
MODALIDADE: Presencial
CARGA HORÁRIA: 240h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
Consolidando e articulando os conhecimentos desenvolvidos durante o curso por meio das
atividadesformativas de natureza teórica e/ou prática.
Realizando reflexões tanto sobre o processo de ensino e aprendizagem quanto sobre as relações e
implicações pedagógico-administrativas do ambiente escolar.
Compreender o estágio como campo de conhecimento.
Revisão teórica em subsídio para a prática profissional.
Elaborar o portfólio das atividades do estágio, realizar entrega de relatório junto a coordenação de
estágio.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
BRASIL. Congresso Nacional. Lei 11.788, de 27 de julho de 2008. Dispõe sobre o estágio de
estudantes; altera a redação do artigo 428 da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT,
aprovada pelo Decreto Lei 5.452 de 1º de maio de 1943, e a Lei 9.394 de 20 de dezembro de
1996; revoga as Leis 6.494 de 07 de dezembro de 1977 e 8.859 de 23 de março de 1994, o
parágrafo único do artigo 84 da Lei 9.394 de 20 de dezembro de 1996 e o artigo 6º da Medida
Provisória 2.164 - 41 de 24 de agosto de 2001 e dá outras providências. Brasília, DF: 2008ª
BRASIL. Ministério da Educação. Concepção e diretrizes – Instituto Federal de Educação, Ciência
e Tecnologia. Brasília, DF: 2008B.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
90
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
BRASIL. Ministério da Educação. Documento Base da Educação Profissional Técnica de Nível
Médio Integrada ao Ensino Médio. Brasília, DF: 2007.
RICETTI, M. A. e MAYER, R. Estágio – Educação Profissional, Ensino Médio Técnico. Curitiba, PR:
Base Editorial, 2010.
BARBOSA, Ana Maria Giusti. O importante papel do estágio no desenvolvimento de competências.
IN.: Revista Agora. Ano 1, n 1, out. 2004. www.assistentesocial.com.br acesso em 20/11/2006.
BIBLIOGRÁFIA COMPLEMENTAR:
LUCCHIARI, Dulce Helena Penna Soares. A escolha profissional: do jovem ao adulto. São
Paulo: Summus, 2002.
RIOS, Terezinha A. Ética e competência. São Paulo: Cortez, 1993.
DISCIPLINA: Atividade complementar
EIXOS TEMÁTICOS: Ciência e Tecnologia
PERÍODO LETIVO:1º ao 6 º
semestres
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA:96h/a – 80h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
ATIVIDADES DE ENSINO – monitoria, estágio extracurricular, visita técnica, disciplina isolada para
enriquecimento curricular, oficina, etc.; ATIVIDADES DE EXTENSÃO – curso, palestra, seminário,
congresso, conferência, mesa redonda, minicurso, atividade social de caráter eminentemente
comunitário, etc.; ATIVIDADES DE PESQUISA – projeto de pesquisa, produção científica e técnica
na área específica de conhecimento, atividade de iniciação científica ou equivalente, etc.;
ATIVIDADES CULTURAIS – participação em coral, grupo de dança, feiras de ciência, teatro,
atividades esportivas, artísticas, exibição de filmes nacionais etc.
BIBLIOGRÁFIA BÁSICA:
PESTANA, Maria h., GAGEIRO, João N. Análise de Dados para Ciências Sociais – A
Complementaridade do SPSS. 4 ed. Lisboa, 2005.
ROSSI, Carlos Alberto V.; SLONGO, Luiz Antônio. Pesquisa de satisfação de clientes: O estado-daarte e proposição de um método brasileiro. 21° ENANPAD. Rio de Janeiro: 1997
PRADO, G. Novos Métodos de Ensino. Revista Super Interessante. Ed. Abril. São Paulo, 2001, p.63.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
BRASIL, Resolução da Câmara de Educação Superior N.º 10 de 13 de Dezembro de 2004. Diário
Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, N.º 249, 28 Dez. 2004.
BRASIL, Resolução da Câmara de Educação Superior N.º 06 de 20 de setembro de 2012. Define
Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional Técnica de Nível Médio.
DISCIPLINA: Projeto Integrador
EIXOS TEMÁTICOS: Ciência e Tecnologia
PERÍODO LETIVO:1º ao 6º
semestre
TIPO: Núcleo Politécnico
CARGA HORÁRIA: 60h/a – 50h/r
EMENTA (CONTEÚDOS)
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
91
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Etapas de um projeto integrador: Planejamento - noções sobre como desenvolver um projeto
integrador; constituição de equipes de trabalho; elaboração de pré-projetos; Montagem e
Execução: comodesenvolver, executar o tema do projeto e avaliação da equipe; Depuração e
Ensaio: como firmar parcerias entre o referido Curso e outras Instituições de áreas afins;
Apresentação: procedimentos necessários para realização da apresentação do projeto concluído.
BIBLIOGRÁFIA BÁSICA:
FAZENDA, Ivani C. Interdisciplinaridade: dicionário em construção. São Paulo: Cortez, 2002.
GARDNER, Howard. Inteligências múltiplas: a teoria na prática. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
HERNÁNDEZ, Fernando. Transgressão e mudança na educação: os projetos de trabalho. Porto
Alegre: Artes Médicas Sul, 1998.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
NOGUEIRA, Nilbo Ribeiro. Uma prática para o desenvolvimento das múltiplas inteligências:
aprendizagem com projetos. São Paulo: Érica, 1998a.
PETRAGIA, Izabel C. Interdisciplinaridade: o cultivo do professor. São Paulo: Pioneira, Universidade
São Francisco, 1993.
SMOLE, Kátia C. Stocco. A Matemática na educação infantil: a teoria das inteligências múltiplas na
prática escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.
9. PRÁTICA PROFISSIONAL
Será realizada nos diversos componentes técnicos curriculares da matriz,
através de verticalização e/ou horizontalidade do componente curricular. A prática
iniciará no período do componente curricular, a partir do 1º semestre da matriz.A
realização e elaboração será decidida a critério do professor, facilitador do
componente curricular, as especificidades serão apresentadas no plano de disciplina
e registrado no diário de classe da distinta turma.
Deverá compreender no mínimo 20% da carga horária do componente
curricular e poderá ser realizada através: de experimentos, atividades específicas
em ambientes especiais (laboratórios, oficinas, empresas pedagógicas, ateliês,
projetos de pesquisa, visitas técnicas, simulações e outros)
10. ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO
Tem por finalidade proporcionar experiência prática na área de formação do
curso. O aluno estagiário poderá realizar estágio no período compreendido entre a
conclusão de 50% da carga horaria total do curso, até no máximo um (1) ano após a
conclusão da carga horária total das disciplinas, mais as atividades complementares.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
92
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
O estágio poderá realizar-se em instituições dos diversos setores da
economia de âmbito nacional, regional e local seguindo a regulamentação específica
de estágio do IFPA Campus Bragança, através de projetos que desenvolvam
atividades na área com o acompanhamento de um professor orientador.
Destacamos os seguintes atores atuantes no âmbito do estágio curricular:
 Estagiário – aluno do IFPA-Campus Bragança que irá ter experiência prática
na área de formação do curso em que se encontra matriculado.
 Concedente – Instituição pública, privada e dos demais setores da economia
que demandem sistemas computacionais, estrutura de redes de computadores,
sistemas de bancos de dados, gerenciamento de ativos de informática dentre outros
processos de tecnologia da informação.
 Supervisor Técnico – profissional da empresa concedente do estágio que irá
gerenciar, instruir, monitorar as atividades e informar ao estagiário as normas e
regulamentos internos da concedente relativos ao programa de estágio.
 Professor Orientador – a quem caberá o acompanhamento, a orientação e a
avaliação do estagiário e a articulação com o Supervisor Docente e o Supervisor
Técnico ou quem orientará o aluno em projeto a ser desenvolvido na área de sua
atuação e que terá afinidade com o curso.
 Professor Docente – a quem caberá a supervisão e avaliação do estagiário
em campo de estágio bem como realizar a articulação com o Supervisor Técnico.
A concedente do estágio deverá ter as competências legais, a fim de
enquadrar-se na lei 11.788, de 25/09/2008, que trata das relações de estágio. O
estagiário terá cobertura do seguro de acidentes pessoais. A natureza do estágio
deverá contemplar as atividades relacionadas ao conhecimento social, técnico e
cientifico do curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta
integrada.
A carga horária do estágio será de 240 horas, o estagiário deverá exercer
suas atividades em turno compatível com o horário do curso, contra turno e local
determinado afim de não coincidir com o horário das aulas e gerar problemas,
infortúnio para o estagiário e/ou concedente do estágio.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
93
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
As atividades do estagiário e a avaliação estarão definidas no Plano Individual
de Estágio, desenvolvido pelo Professor Orientador do Aluno e o Supervisor
Técnico. O Supervisor Docente irá supervisionar e avaliar o estagiário em campo
bem como realizar a articulação com o Supervisor Docente.
O estagiário será avaliado segundo os critérios:
a. Nível de conhecimento teórico,
b. Criatividade,
c. Facilidade de compreensão,
d. Responsabilidade,
e. Assiduidade,
f. Pontualidade,
g. Iniciativa e independência,
h. Interesse,
i. Cooperação,
j. Organização e método de trabalho,
k. Postura profissional,
l. Comunicação oral e escrita.
11. ATIVIDADES COMPLEMENTARES
As atividades complementares têm como objetivo estimular e criar
mecanismos que potencializem o processo de aprendizagem por meio da vivência
de diferentes situações práticas de estudo e de trabalho. Estas atividades serão
obrigatórias e deverão ser realizadas fora do horário do curso normal e fora dos
componentes curriculares obrigatórios, compondo a carga horária mínima do curso.
A carga horária deverá ser de no mínimo 80 horas, 8% da carga horária
prevista no Catálogo Nacional dos Cursos Técnicos para o Curso Técnico em
Desenvolvimento de Sistemas. As atividades complementares serão validadas com
apresentação de certificados ou atestados, contendo número de horas e descrição
das atividades desenvolvidas. A validação será realizada pela coordenação do
curso.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
94
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Serão consideradas para fins de computo de carga horária as seguintes
atividades:
 Participação em eventos (Congressos, Workshops, Seminários, Palestras,
Feiras, Oficinas, Simpósios, Mostras Técnicas) relacionados à área de estudo: até
no máximo 40 horas;
 Visitas técnicas e viagens de estudo (não previstas em carga horária de
disciplina do curso): até no máximo 40 horas;
 Participação em projetos de extensão: até no máximo 40 horas;
 Participação em projetos de pesquisa: até no máximo 40 horas;
 Estágio não curricular: até no máximo 40 horas;
 Monitoria ou tutoria: até no máximo 30 horas;
 Realização de cursos: até no máximo 30 horas;
 Participação em programas de iniciação científica: aproveitamento de até
60h;
 Participação em serviço voluntário relacionado com as áreas do curso:
aproveitamento de até 20h;
 Publicação de resumo em anais de congressos, seminários, Iniciação
Científica ou Revista: 10h por publicação;
 Premiação de trabalhos: 20h por premiação;
 Curso de línguas: aproveitamento de até 40h.
12. TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC) NO PROCESSO
ENSINO APRENDIZAGEM
São tecnologias da informação e comunicação utilizadas no processo de
ensino aprendizagem:
 Computador;
 Câmeras de vídeo e foto para computador e Webcam;
 Caixas de som amplificada e fones de ouvido;
 Equipamentos de gravação de CD e DVD;
 Lista de Discussão;
 Mídias Sociais;
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
95
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
 Televisão;
 Scanners;
 Tecnologia de acesso remoto: WI-FI;
 Internet;
 Rede interna de computadores (LAN);
 Website do Instituto;
 Servidores de dados;
13. MATERIAL DIDÁTICO
Os professores irão disponibilizar, via Ambiente Virtual de Aprendizagem, ao
início de cada disciplina, vídeos técnicos e educativos relacionados à sua área de
conhecimento, dessa forma despertando no discente a identificação de novas
formas de ação, como por exemplo, o uso filmes, mídias digitais, como CD-ROMS,
DVD-ROMS, etc, bem como programas televisivos, além de materiais adicionais
para complementação da aprendizagem.
Quanto aos materiais digitais, os estudantes terão acesso à Internet, que será
disponibilizado no laboratório da escola, enviados pelo Moodle Institucional. Na aula
inicial, chamada também de acolhimento os estudantes receberão orientações
quando ao Ambiente Virtual de Aprendizagem, para acessar os materiais digitais
(apostilas, livros digitais, etc.) e manter comunicação com o professor.
14. ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS
São procedimentos metodológicos que deverão ser adotados pelo professor
no processo educativo:
 Aula expositiva dialogada utilizando data show.
 Leitura, interpretação e produção de textos a partir de discussões coletivas
também utilizadas em outras disciplinas como a Didática, Movimento Corporal, EI.
 Pesquisa bibliográfica indicada na disciplina e/ou outra e registro escrito da
pesquisa.
 Atividades práticas em sala de aula relacionando com os estudos teóricos e
outras áreas do conhecimento.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
96
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
 Dinâmicas de grupo que promovam a interação, respeito mútuo e
participação no coletivo.
 Oficinas pedagógicas em sala de aula utilizando recurso tecnológico
adequado.
 Discussão, debate e conclusões de temas previamente estabelecidos para
estudo na disciplina e/ou outras áreas do conhecimento.
 Seminários e relatórios das atividades desenvolvidas articuladas com as
disciplinas.
 Apresentação oral e escrita de conclusões e articulação com as disciplinas.
 Leitura de livro em acordo com as disciplinas.
 Exibição de filmes de produção nacional com;
15. CRITÉRIOS E PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE
ENSINO-APRENDIZAGEM DE DISCIPLINAS PRESENCIAIS
A avaliação propõe-se a englobar o processo de construção dos
conhecimentos, das habilidades e valores, mediante a forma determinada de
trabalho, concepção deaprendizagem, metodologia de ensino, de conteúdos e a
relação docente/discente e discente/discente que deverá ser desenvolvida ao longo
do ano letivo de acordo com as culminâncias propostas pelo calendário escolar. A
praticidade dessa avaliação seguirá as prerrogativas contidas no Regulamento
Didático-Pedagógico do Desenvolvimento do Ensino do IFPA.
O processo de avaliação do desempenho escolar é realizado bimestralmente
por
áreas
de
conhecimento,
considerando
aspectos
de
assiduidade
e
aproveitamento. A assiduidade diz respeito à frequência às aulas teóricas, práticas,
aos trabalhos escolares, aos exercícios de aplicação e atividades práticas.
O aproveitamento escolar é avaliado através de acompanhamento contínuo
do estudante e dos resultados por ele obtidos nas atividades avaliativas, partindo
dos seguintes princípios:
 Prevalência dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos;
 Inclusão de tarefas contextualizadas e diversidade de instrumentos
avaliativos;
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
97
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
 Manutenção de diálogo permanente com o aluno;
 Utilização funcional do conhecimento;
 Divulgação dos critérios avaliativos, antes da efetivação das atividades;
 Exigência dos mesmos procedimentos de avaliação para todos os alunos;
 Apoio disponível para aqueles que têm dificuldades, ressaltando a
recuperação paralela;
 Estratégias
cognitivas
e
metacognitivas
como
aspectos
a
serem
consideradosna correção;
 Incidência da correção dos erros mais importantes sob a ótica da construção
de conhecimentos, atitudes e habilidades;
 Importância conferida às aptidões dos alunos, aos seus conhecimentos
prévios e ao domínio atual dos conhecimentos que contribuam para a construção do
perfil do futuro egresso.
A avaliação é parte integrante do processo de formação e tem o objetivo de
diagnosticar a construção dos conhecimentos, habilidades e valores, orientando
mudanças metodológicas centradas no domínio sócio-afetivo e atitudinal e na
aplicação dos saberes por parte do discente, processando-se de modo global,
contínuo, sistemático e cumulativo em todos os componentes curriculares, com os
critérios de julgamento dos resultados previamente discutidos com os discentes.
A sistemática de avaliação basear-se-á nos seguintes aspectos:
I – Ser diagnóstica, contínua e cumulativa, com a finalidade de acompanhar e
aperfeiçoar o processo de desenvolvimento dos conhecimentos, habilidades e
valores, obedecendo à ordenação e à sequência do ensino, bem como a orientação
do currículo;
II – Observar a capacidade de mobilizar, articular e colocar em ação valores,
conhecimentos e habilidades necessárias para o desempenho eficiente e eficaz de
atividades requeridas pela natureza do curso;
III – Criar condições para que o aluno possa construir ativamente seu
conhecimento a partir de sua própria prática e das sucessivas mudanças
provocadas pelas transformações gradativamente assimiladas.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
98
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
É fundamental que os instrumentos da avaliação da aprendizagem estimulem
o discente ao hábito da pesquisa, à criatividade, ao autodesenvolvimento, à atitude
crítico reflexiva, predominando os aspectos qualitativos sobre os quantitativos.
Os
instrumentos
de
avaliação
exercícios com defesas oral-escritas,
serão
diversificados,
testes objetivos,
compreendendo
provas discursivas,
seminários, projetos orientados, experimentações práticas, atividades culturais,
jornadas pedagógicas, dentre outros, com a utilização de, no mínimo, dois
instrumentos diferenciados por culminância; sendo, obrigatoriamente, necessário o
registro de qualquer procedimento de avaliação, tendo em vista uma avaliação
progressiva ao longo do semestre, considerando ainda a apuração da assiduidade
do discente. Os resultados das avaliações serão utilizados pelo docente para
identificar os avanços e dificuldades do discente, com vistas ao redimensionamento
do trabalho pedagógico na perspectiva da melhoria do processo ensinoaprendizagem.
O resultado de cada culminância será entregue pelo docente à Coordenação
do Curso para análise e parecer, após conhecimento dos discentes. Após o parecer
da Coordenação do Curso, o docente lançará os resultados do processo avaliativo,
no Sistema de Controle Acadêmico – SCA, conforme orienta o Regulamento
Didático do Desenvolvimento do Ensino do IFPA.
Os valores deverão ser observados por meio da iniciativa, relacionamento
interpessoal, autonomia, responsabilidade, relacionamento com o público, utilizando
instrumentos como fichas de frequência, registro de entrega das tarefas, dos
trabalhos individuais ou em grupos, seminários, lista de exercícios, exposições de
trabalhos, provas e/ou relatórios técnicos.
Os resultados das avaliações serão mensurados da seguinte forma:
I – Para a avaliação Semestral utiliza-se a formula descrita abaixo:
MS = 1ª BI+ 2ª BI ≥ 7,0
2
LEGENDA:
MS=Média Semestral
1ª BI=1ª Bimestral (verificação da aprendizagem)
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
99
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
2ª BI=2ª Bimestral (verificação da aprendizagem)
a) - O discente será aprovado na disciplina por média, se obtiver nota maior
ou igual a sete (≥ 7,0).
b) - Caso a Média Semestral (MS) seja menor que sete (< 7,0), o discente
fará prova final.
c) - O discente estará aprovado após a realização da prova final se obtiver
Média Final maior ou igual a seis (≥7,0).
d) - O resultado da Média Final será obtido da seguinte forma:
MF = MS + NPF ≥ 7,0
2
LEGENDA:
MF=Média Final
MS=Média Semestral
NPF=Nota da Prova Final
O aluno poderá pleitear a revisão de provas dentro do prazo de quarenta e
oito (48) horas, em dias úteis, a contar da lista de divulgação dos resultados,
mediante requerimento próprio ao colegiado do curso.
Ao discente que deixar de executar qualquer trabalho, prova ou tarefa de
avaliação determinados pelo professor, perderá os pontos a eles destinados,
ressalvados aos casos previstos neste documento.
O discente que obtiver frequência inferior a setenta e cinco por cento (75%)
do
total
da
carga
horária
do
componente
curricular
será
considerado
automaticamente reprovado no mesmo.
Os estudos de recuperação deverão desenvolver-se de modo contínuo e
paralelo, tendo por finalidade corrigir as deficiências do processo ensinoaprendizagem detectadas ao longo do ano letivo. A recuperação contínua e paralela
é denominada reforço da aprendizagem, devendo ser desenvolvida em sala de aula
ou por meio de atividades extraclasse e se destina a discentes que, no decorrer das
avaliações, não tenham atingido rendimento regular.
O docente deverá estabelecer estratégias de recuperação, adotando critérios
para os discentes com menores rendimentos nas atividades, que deverão ser
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
10
0
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
traduzidas em novas avaliações. As novas avaliações substituirão as anteriores, se
estas apresentarem nota superior. Os alunos que obtiverem nota igual ou superior a
7,0 (sete) que pretenderem realizar as atividades avaliativas referentes à
recuperação, submeter-se-ão ao critério do docente de efetivá-las.
Em relação as disciplinas optativas Língua Estrangeira - Espanhol e Libras, o
estudante que optar por cursar uma ou as duas deverá preencher um Termo de
Opção assumindo o compromisso de cursar a(s) disciplina(s) ou declinar diante das
opções.
O estudante que cursar a(s) disciplina(s) terá frequência e notas registradas
em seu histórico escolar emitido pelo Sistema Integrado de Gestão de Atividades
Acadêmicas – SIGAA.
16. CRÍTERIOS
DE
APROVEITAMENTO
DE
CONHECIMENTOS
E
EXPERIÊNCIAS ANTERIORES
Para que o aproveitamento de estudos seja avaliado, o discente deverá
encaminhar requerimento com justificativa para o Colegiado do Curso, apresentando
em anexo: cópia autenticada do histórico escolar, devidamente assinado pela
instituição de origem e Plano Pedagógico do Curso com registro de ementário e
carga horária da disciplina ou competência que se pretende obter o aproveitamento
de estudos.
Serão condições para a concessão do aproveitamento de estudos:
a) solicitação formal de requerimento para aproveitamento de disciplinas
com anexos autenticados do histórico escolar e programa ou ementa da disciplina
pleiteada;
b) que o requerente tenha sido aprovado na disciplina cursada na Instituição
de Ensino de origem;
c) A
compatibilidade
de
carga
horária,
conteúdo
programático
ou
competências e habilidades da disciplina ofertada pelo Campus Bragança do IFPA.
Será oferecida também ao discente a oportunidade de requerer, dentro dos
trâmites legais, o aproveitamento de experiências anteriores, sendo este o processo
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
10
1
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
de reconhecimento de competências adquiridas pelo estudante, no trabalho ou por
outros meios informais, mediante um sistema avaliativo.
Para requerer o aproveitamento de experiências anteriores, o discente
solicitará, em prazo estabelecido no Calendário Acadêmico, a dispensa de
disciplina(s)
e/ou
competência(s)
tendo como
base
o
aproveitamento
de
conhecimentos e experiências anteriores, de acordo com o que estabelece o Art.
36da Resolução CNE/CEB nº 06/2012, e Artigos 291 a 300 do Regulamento Didático
Pedagógico de Ensino do IFPA. A solicitação será encaminhada ao Colegiado de
Curso para análise e emissão de parecer.
Para o encaminhamento da solicitação o discente deverá:
a) preencher,
no
protocolo,
formulário
próprio
especificando
a
(s)
disciplina(s), competência (s) ou módulo(s) em que deseja a dispensa;
b) anexar justificativa para a pretensão;
c) anexar,
quando
houver,
documento
(s)
comprobatório(s)
da(s)
experiência(s) anterior (es).
O Colegiado do Curso designará uma comissão para realizar o processo
avaliativo que após análise emitirá parecer objetivo informando os resultados do
processo.
Poderão ser integralizados até 50% de todos os componentes curriculares.
1. Em qualificações profissionais e etapas ou módulos de nível técnico
regularmente concluídos em outros cursos de Educação Profissional Técnica de
Nível Médio.
2. Em cursos destinados à formação inicial e continuada ou qualificação
profissional de, no mínimo 160 horas de duração, mediante avaliação do estudante;
3. Em outros cursos de Educação Profissional e Tecnológica, inclusive no
trabalho, por outros meios informais ou até mesmo em cursos superiores de
graduação, mediante avaliação do estudante.
4. Por reconhecimento, em processos formais de certificação profissional,
realizados em instituições devidamente credenciadas pelo órgão normativo do
respectivo sistema de ensino ou no âmbito de sistemas nacionais de certificação
profissional.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
10
2
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
17. CRÍTERIOS E PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO DO CURSO
Ao final de cada ciclo de oferta, será realizado pelos discentes a avaliação do
curso expressando as seguintes dimensões:
a) Avaliação das disciplinas e das atividades acadêmicas específicas do
curso;
b) Avaliação do corpo técnico e do corpo docente do curso;
c) Avaliação dos espaços educativos
d) Auto avaliação do aluno.
Os procedimentos serão realizados pelo Colegiado do Curso em conjunto
com a Comissão Própria de Avaliação.
18. SISTEMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL
O sistema de avaliação institucional relativo ao curso técnico em
desenvolvimento de sistemas modalidade integrado será realizado pela Comissão
Própria de Avaliação-CPA, este é regido por legislação própria.
Desta maneira, avaliar o curso pressupõe atender aos princípios de qualidade
no processo de ensino do Instituto, sendo vista como um instrumento útil para a
tomada de decisões, no sentido de correção ou confirmação de rumos e assim,
contribuir para o auto-conhecimento da organização, fornecendo subsídios para os
cursos reprogramarem e aperfeiçoarem seus projetos pedagógicos e assim, obter
melhorias no processo de ensino.
Os resultados destas análises crítica e consensual será parte integrante de
proposições e implementações de novas atividades pedagógicas relevantes ao
processo de ensino-aprendizagem e possibilitará a detecção de pontos de
deficiência ou de discordância com os objetivos do curso.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
10
3
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
19. DESCRIÇÃO DO CORPO SOCIAL DO CURSO
19.1.
CORPO DOCENTE
PROFESSOR
ÁREA
CPF
GRADUAÇÃO
ESPECIALIZAÇÃO
MESTRADO
DOUTORADO
Alberto Limonta Lobo
Conceição
Física
305939992-15
Especialização em
Ensino de Física
___
___
Alyne Maria Rosa de
Araújo Dias
Matemática
Graduação em
Bacharelado em
Física
Graduação em
Licenciatura em
Matemática
Andréia
Gomes
Pinheiro
Àthila Lima Kzan
Matemática
938115782-00
Especialização em
Educação Em
Ciências e
Matemáticas
___
Geografia
806833122-00
Mestrado em
Educação de
Ciências e
Matemática
Mestrado em
Matemática
Mestrado em
Desenvolvimento
e Meio Ambiente
Urbano
___
Cristiane
Alves Pereira
Filosofia
Cristovam Guerreiro
Diniz
Biologia
Daniel Clarismundo
Borges
Informática
523040942-87
574813182-04
518352742-34
454721816-15
Licenciatura em
Matemática
Graduação em
Geografia
Graduação em
filosofia
Graduação em
Licenciatura Em
Biologia
Bacharel em
Sistemas de
Informação
Psicopedagogia
Educacional com
ênfase em
psicopedagogia.
___
Especialista em
Gestão e
Manutenção da
Tecnologia da
Informação /
Especialista em
PIGEAD –
REG.
TRABALHO
DE
___
DE
___
DE
___
DE
___
DE
Mestrado em
Genética e
Biologia
Molecular
Mestrado
Profissional em
Pesquisa
Operacional e
Inteligência
Computacional
Doutorado em
Biologia
Ambiental
DE
___
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino Médio
DE
104
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Dênis Camurça Silva
Diego de
Miranda
Almeida
Informática
Ed. Física
906105982-87
886498232-04
Emerson Araújo de
Campos
Ed. Física
Evandro Luiz da Luz
Ribeiro
Química
271255213-04
Fábio Andrade De
Moura
Física
652260543-00
Gabriela Laurito Boer
Geografia
Hérlon
Ricardo
Seixas Nunes
Jeane Cleide
Bernardino
Nascimento
930799742-04
36615550814
Historia
468180062-72
Língua
Portuguesa/
Língua
Estrangeira
(Inglês)
618529533-49
Bacharel em
Sistemas de
Informação
Licenciatura
Plena em
Educação
Física.
Licenciatura
Plena em
Educação
Física.
Licenciatura
Plena em
Química.
Licenciatura
Plena em Física
Licenciada e
Bacharela em
Geografia
Graduação em
História
Graduação em
Letras
Planejamento,
Implementação e
Gestão de Educação
a Distância /
Especialista em
Redes de
Computadores
___
___
___
DE
___
___
___
DE
Especialização em
Lazer
___
___
Mestrado em
Ciências
Matemáticas
___
Pós-Graduação Lato
Sensu em
Metodologia do
Ensino de Física
___
___
Especialização em
Ensino de Língua
Inglesa
___
DE
___
DE
___
DE
Mestrado em
Geografia
___
Mestrado em
História
___
___
DE
DE
___
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino Médio
DE
105
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Jessiana
Barboza
Rodrigues
Língua
Portuguesa /
Língua
Estrangeira
(Espanhol)
Química
690923202-00
Língua
Portuguesa /
Língua
Estrangeira
(Inglês)
330053112-87
José Antônio Renan
Bernardi
Biologia
080709128-63
Ludymylla
Maria
Gomes Lucena
Loyana da Costa
Souza
Marcelo Werneck Da
Silva Castro
Filosofia
022912553-04
Ed. Física
509261102-25
João Augusto Pereira
da Rocha
Josalídia Reis Souza
Dias
Marcos Paulo Cintra
da Silva
Mariluzio
Araújo
Moreira da Silva
Língua
Portuguesa /
Língua
Estrangeira
(Espanhol)
Matemática
Artes
031675062-12
653438672-00
487369962-20
Graduação em
LetrasPortuguês.
Especialização em
Metodologia do
Ensino de Língua
Portuguesa.
___
Graduação em
Licenciatura em
Química
Graduação em
Licenciatura
Plena em Letras.
Graduação em
Habilitação em
Língua Inglesa
Graduação em
Ciências
Biológicas
___
___
___
Especialização em
Língua Portuguesa:
uma abordagem
textual
Mestrado em
Letras: Lingüística
e Teoria Literária
___
___
Mestrado
Zoologia
em
Doutorado em
Genética
e
Biologia
Molecular
Mestrado
Filosofia
___
em
Graduação em
Filosofia
Graduação em
Educação Física
Graduação em
LetrasPortuguês.
Graduação em
Licenciatura em
Ciências Hab.
Plena em
Matemática
Graduação em
Educação
Artística
Especialização em
Educação Física
Especialista Em
Língua Portuguesa
___
DE
___
DE
DE
DE
DE
___
DE
___
DE
Especialização em
Matemática do Nível
Superior
Mestrado em
Matemática
___
Especialização em
Educação Musical
___
___
DE
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino Médio
40 Horas
106
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
Mauro
André
Damasceno de Melo
Biologia
Sandro
do
Nascimento da Costa
Sergio
Ricardo
Pereira Cardoso
Física
634232192-20
Habilitação em
Musica
Graduação em
Licenciatura Em
Biologia
___
Doutorado em
Biologia
Ambiental
DE
Licenciatura em
___
___
DE
Física
Filosofia
299011202-25
Graduação em
Especialização em
Doutorado
Licenciatura
Filosofia Moral e
Sociologia
DE
Plena Em
Política
História
Silvia
Mariana Informática
689923432-72
Graduação em
Especialização em
___
___
DE
Furtado Brabo
Processamento
desenvolvimento de
de dados
sistemas WEB
Tuany Maria Sousa Sociologia
037237373-90
Graduação em
Mestrado em
DE
Moura
Ciências Sociais
Sociologia
Walbert Cunha
Informática
686713693-34
Bacharel em
Especialização em
___
___
DE
Monteiro
Sistemas de
tecnologias WEB
Informação
Tabela 3- Relação dos professores pertencentes ao Instituto Federal do Pará, Campus Bragança que desenvolvem atividades no curso técnico em
desenvolvimento de sistemas
19.2.
923172192-53
Mestrado em
Genética e
Biologia
Molecular
Mestrado em
Física
Mestrado em
Educação
CORPO TECNICO-ADMINISTRATIVO
FUNÇÃO
NOME
ADELIA DE MORAES PINTO
BIBLIOTECÁRIA
ALESSANDRA SAMPAIO CUNHA
TÉCNICA EM ASSUNTOS EDUCACIONAIS
ALLAN HELDER DA SILVA FERREIRA
ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino Médio
107
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
ANA VANESSA DE OLIVEIRA TORRES MIRANDA
ENGENHEIRA CIVIL
ANDREI WILSON DE SOUSA ALMEIDA
ANALISTA DE TI
ANDREY LUIS COSTA DE ARAÚJO
ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO
ANTONIO CELIO PEREIRA RIBEIRO
TÉCNICO EM CONTABILIDADE
DANIELLY DA SILVA LOPES
PSICOLOGA
DANILO LUIZ CARDOSO DE LIMA
ASSISTENTE DE ALUNO
DELLEON DE SOUSA SILVA
ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO
ELIVANDA CAVALCANTE FRANCA MUNIS
ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO
GRACIELLY COSTA FONTES CARDOSO
TÉCNICO EM TI
GILNEY LUIS SILVA DE ALENCAR
CONTADOR
JAKSON BRITO LIMA
ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO
JOÃO KALEB DE QUEIROZ GOMES
ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO
JOSE CARLOS CONDE DA SILVA
ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO
JOSÉ MARIA BARROS DE SOUSA JUNIOR
ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO
JOSÉ RYAN BEZERRA DA SILVA
ASSISTENTE DE ALUNO
JOSE VANDERLEI ARAUJO
ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO
KERLICE DE NAZARÉ SOUSA RODRIGUES
ADMINISTRADORA
LEANDRO DE ARAUJO FERREIRA
TÉCNICO EM LABORATÓRIO
MARCELO KLEYTON GOMES DA COSTA
AUXILIAR DE BIBLIOTECA
MARCIO CLEIDSON DA COSTA SILVA
TECNICO EM ENFERMAGEM
MAURICIO MARTINS QUADROS
AUXILIAR EM ASSUNTOS EDUCACIONAIS
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino Médio
108
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
COLEGIADO DE INFORMÁTICA
MAURICIO SILVA DA ROCHA
TÉCNICO EM TI
NAZARE DE AQUINO BRAGA MENEZES
AUXILIAR DE BIBLIOTECA
PATRICIA MILENA SILVA SALDANHA
ASSISTENTE SOCIAL
PETERSON FRANCISCO DE ALMEIDA PANTOJA
PEDAGOGO
RAFAEL FERREIRA DOS REIS
ASSISTENTE DE ALUNO
ROBSON DE SOUSA FEITOSA
TÉCNICO EM ASS. EDUCACIONAL
RODRIGO PEREIRA BARATA
ANALISTA DE TI
TANIA MARIA GONCALVES FRANÇA
TECNICO EM ENFERMAGEM
Tabela 4- Relação de Técnicos-Administrativos
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino Médio
109
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DE INFORMÁTICA
20. INFRAESTRUTURA FÍSICA E RECURSOS MATERIAIS
O curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta
integrada do IFPA-Campus Bragança, disponibilizará aos seus discentes os
seguintes materiais, softwares, laboratórios, bibliotecas e outras infraestruturas para
a realização das atividades acadêmicas, como dispõe a tabela a seguir:
Estrutura física
ESPECIFICAÇÃO
Sala de coordenação do curso
Salas de aulas para o curso
Sala dos professores
Pátio coberto/área de lazer/convivência
Setor de atendimento de saúde
Auditório
Salas de apoio
Biblioteca
Laboratório de informática
Laboratório de física
Laboratório de química
Laboratório de biologia
Quadra poliesportiva
Restaurante estudantil
Estacionamento
QUANTIDADE
1
3
1
1
1
1
1
1
2
1
1
1
1
1
1
Tabela 5 - Relação da infraestrutura física do IFPA Campus Bragança, Curso técnico em
desenvolvimento de sistemas
Estrutura de apoio e suporte
EQUIPAMENTOS
Televisores
Tela p/ projeção
Datashow
Scanner
Quadro digital interativo
Caixa de som amplificada
Fones de ouvido
QUANTIDADE
1
2
5
1
2
1
32
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
110
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DE INFORMÁTICA
Webcam
Forno Micro-ondas
Ônibus viagem intermunicipal e
interestadual
LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA
32
1
EQUIPAMENTOS/SOFTWARES
Microcomputador(DESKTOP) de mesa
Licenças Windows 7
No-breaks 8000 KVA
Switchs
Cadeiras
Bancadas
Quadro de Vidro
Armário
QUANTIDADE
80
72
2
4
80
40
2
1
2
Tabela 6- Relação de equipamentos de suporte doIFPA campus Bragança
Acervo Bibliográfico
ESPECIFICAÇÃO
Livros de formação geral
Livros de formação especifica
405
29
QUANTIDADES
TÍTULOS
EXEMPLARES
2524
325
Tabela 7- Relação de livros da biblioteca do IFPA campus Bragança
Em anexo o memorial descritivo da infraestrutura física das salas de aula,
laboratórios, laboratórios de informática, biblioteca e outros ambientes.
Condições de acessibilidade
O campus Bragança possui uma rota acessível, identificada com sinalização e
piso tátil tipo emborrachado e em concreto, interligando o acesso de alunos às áreas
administrativas, de prática esportiva, de recreação, de alimentação, salas de aula,
laboratórios, bibliotecas, centros de leitura e demais ambientes pedagógicos. Todos
estes ambientes são acessíveis a todos os frequentadores.
 A entrada de alunos é preferencialmente localizada na via de menor fluxo de
tráfego de veículos;
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
111
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DE INFORMÁTICA
 A escola possui sanitário para cada sexo, de uso dos alunos e dos
funcionários, totalizando mais de 20 unidades acessíveis. Tem-se 20% exclusivo
para acessibilidade;
 Todos os elementos do mobiliário interno são acessíveis, garantindo-se as
áreas de aproximação e manobra e as faixas de alcance manual, visual e auditivo;
 Nas salas de aula, tem-se mesas individuais para alunos, quando
necessário, pelo menos 1% do total de mesas acessível a PCR (pessoas em
cadeiras de rodas);
 As lousas acessíveis e instaladas a uma altura inferior máxima de 0,90 m do
piso;
 Todos os elementos do mobiliário urbano da edificação como bebedouros,
guichês e balcões de atendimento acessíveis, altura inferior máxima de 0,90 m;
 Nas bibliotecas e centros de leitura, os locais de pesquisa, fichários, salas
para estudo e leitura, terminais de consulta, balcões de atendimento e áreas de
convivência são acessíveis.
 Os alunos podem utilizar elevador para acesso ao andar superior das salas
de aula, o mesmo está adaptado a receber cadeirantes.
 Para as edificações que sofreram correções na planimétrica (altura) em
decorrência do nível do terreno, tem-se rampas identificadas com corrimão piso tátil
em concreto e área de manobra para cadeirantes.
21. ARTICULAÇÃO DO ENSINO COM A PESQUISA E EXTENSÃO
As perspectivas do IFPA/Campus Bragança em relação à extensão são:
consolidá-la como parte integrante e indissociável da tríade ensino-pesquisaextensão democratizar os conhecimentos científicos e acadêmicos à toda
sociedade; ampliar as ações de extensão no ensino; ampliar as oportunidades de
estágio, através de parcerias com as empresas; produzir recursos técnicoeducativos que viabilizem a instrumentalização da
sociedade científica e
tecnologicamente; ampliar a execução dos programas de formação inicial
continuada, primando pela qualidade das ações educacionais implementadas pelo
IFPA; ampliar as ações de cooperação e intercâmbios nacionais e internacionais
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
112
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DE INFORMÁTICA
visando a melhoria da formação profissional dos estudantes do IFPA, e ampliação
da qualificação dos recursos humanos que forma a equipe institucional; contribuir
efetivamente para a qualidade de vida da comunidade interna e externa do Instituto.
22. POLÍTICAS DE INCLUSÃO SOCIAL
A educação inclusiva remete-nos a reflexão e construção de atitudes de
respeito à diversidade, de promoção da cidadania através da efetivação de políticas
públicas promotoras de educação de qualidade para todos. Para isso, a gestão do
IFPA está instrumentalizado nos princípios éticos, políticos e filosóficos que norteiam
os dispositivos legais da Educação Inclusiva fundamentando-se na atual Lei de
Diretrizes e Bases da Educação Nacional - Lei nº 9.394/96, no Plano Nacional de
Educação-PNE, (Lei no 13.005/2014) e na Política Nacional de Educação
Especial/2008, no Decreto nº 3.298/99 e nas Resoluções CNE/CEB nº 2/2001 e
nº01/2002, entre outros “que estabelecem normas para a educação de pessoas com
necessidades especiais” considerando-se como tal aquelas que apresentam
impedimento de longo prazo, de natureza física, mental ou sensorial, que em
interação com diversas barreiras, podem ter restringida sua participação plena e
efetiva na escola e na sociedade.
O Campus Bragança na oferta da educação técnica tem o compromisso e o
desafio de efetivar ações que atendam às necessidades reais de suas demandas
educacionais, promovendo o acesso, a permanência e sucesso dos alunos. Estas
ações envolvem o planejamento e a organização de recursos e serviços para a
promoção da acessibilidade arquitetônica, (cabe ressaltar que o novo prédio do
Campus Bragança foi construído dentro de parâmetros arquitetônicos que atendem
aos requisitos de acessibilidade de pessoas com necessidades especiais de acordo
com a NBR 9050) dos sistemas de comunicações e informação, da ampliação e do
fortalecimento de implementação de tecnologias assistivas, do incentivo e apoio na
realização de eventos pedagógico-científicos voltados para a educação inclusiva, da
inserção de disciplinas optativas e obrigatórias como Fundamentos Básicos de
Libras e Educação Especial, do desenvolvimento de política de formação continuada
aos docentes, da instrumentalização de materiais didáticos pedagógicos que devem
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
113
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DE INFORMÁTICA
ser
disponibilizados
nos
processos
para
o
ingresso
do
discente
e
no
desenvolvimento de todas as atividades que envolvem o ensino, a pesquisa e a
extensão.
A inclusão escolar constitui uma proposta que representa valores simbólicos
importantes, condizentes com a política de igualdade, em ambiente educacional
favorável, em atendimento aos (DECRETO Nº 5.773, DE 9 DE MAIO DE 2006) .
Implica a inserção de todos, sem distinção de condições linguísticas,
sensoriais, cognitivas, físicas, emocionais, éticas, socioeconômicas e requer
sistemas educacionais planejados e organizados que deem conta da diversidade
dos alunos e
ofereçam respostas adequadas às suas características e
necessidades. As diferenças são vistas não como obstáculos para o cumprimento da
ação educativa, mas, sim, como fatores de enriquecimento.
Para
pôr
em
prática
políticas
de
inclusão,
faz-se
necessário
o
desenvolvimento de ações educacionais que removam barreiras (atitudinais,
educacionais e arquitetônicas) para que a aprendizagem pretendida seja alcançada.
Entretanto, para sair do campo das intenções e chegar à prática inclusiva existe uma
série de ações que precisam ser desenvolvidas ou continuadas.
Ressaltamos a necessidade de uma formação inicial e continuada para os
professores e todos os envolvidos no processo, bem como, a importância de
parcerias entre as instituições do trabalho e setores empresariais para o
desenvolvimento dessas políticas.
A Política Nacional para a Integração da Pessoa com Deficiência, em
consonância com o Programa Nacional de Diretos Humanos, obedecerá aos
seguintes princípios:
I.Desenvolvimento de ação conjunta do Estado e da sociedade civil, de modo
a assegurar a plena integração da pessoa portadora de deficiência no contexto
socioeconômico e cultural;
II. Estabelecimento de mecanismos e instrumentos legais e operacionais que
assegurem às pessoas portadoras de deficiência o pleno exercício de seus direitos
básicos que, decorrentes da Constituição e das leis, propiciam o seu bem-estar
pessoal, social e econômico;
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
114
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DE INFORMÁTICA
III. Respeito às pessoas portadoras de deficiência, que devem receber
igualdade de oportunidades na sociedade por reconhecimento dos direitos que lhe
são assegurados, sem privilégios ou paternalismos. A Lei nº 9.394/96, que
estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, em seu Art. 4º preceitua
que o atendimento educacional especializado aos portadores de deficiência deve ser
feito, preferencialmente, na rede regular de ensino.
Por outro lado o Art. 59 estabelece:
Art. 59. Os sistemas de ensino assegurarão aos educandos com
necessidades especiais:
I. Currículos, métodos, técnicas, recursos educativos e organização
específica, para atender às suas necessidades;
II. Terminalidade específica para aqueles que não puderem atingir o nível
exigido para a conclusão do ensino fundamental, em virtude de suas
deficiências, e aceleração para concluir em menor tempo o programa
escolar para os superdotados;
III. Professores com especialização adequada em nível médio ou superior,
para atendimento especializado, bem como professores de ensino regular
capacitados para a integração desses educandos nas classes comuns;
IV. Educação especial para o trabalho, visando a sua efetiva integração na
vida em sociedade, inclusive condições adequadas para os que não
revelarem capacidade de inserção no trabalho competitivo, mediante
articulação com os órgãos oficiais afins, bem como para aqueles que
apresentam uma habilidade superior nas áreas artísticas, intelectual ou
psicomotora;
V. Acesso igualitário aos benefícios dos programas sociais suplementares
disponíveis para o respectivo nível do ensino regular. Objetivando promover
o acesso e a inclusão das pessoas com necessidades educacionais
especiais em todas as ofertas educacionais, fundamentado nos princípios
do direito ao exercício da cidadania e da integração ao mundo do trabalho,
algumas ações se tornam necessárias, tais como a implementação dos
seguintes aspectos:
Para que se efetive, devem ser observados:
a) O mapeamento da rede física, do mobiliário e dos equipamentos do IFPA,
com vistas a conhecer as necessidades de reforma e reaparelhamento;
b) Adequação da rede física, do mobiliário e dos equipamentos do IFPA para
atender a nova proposta;
c) A promoção de estudos que visem sistematização e a adequação dos
currículos para atender aos diferentes níveis de ensino, modalidades de atendimento
e necessidades educativas dos novos alunos;
d) Criação de um núcleo de apoio com sede na Instituição;
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
115
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DE INFORMÁTICA
e) Adequação dos procedimentos metodológicos e avaliativos em função de
atender as necessidades educativas do aluno.
f) Capacitação permanente para professores e técnicos administrativos.
g) Parcerias com instituições diversas, objetivando a captação de recursos
financeiros, destinados a equipar salas de apoio.
h) Sensibilização da comunidade interna acerca dos direitos e deveres das
pessoas com necessidades educacionais especiais.
i) Garantia da permanência do aluno com necessidades educacionais
especiais nas salas regulares de ensino, com atendimento das necessidades
específicas nas salas de apoio e as devidas adaptações curriculares.
j) Integração do PNE nas atividades artísticas e culturais da instituição e no,
oferecendo, quando necessário, atendimento individualizado.
k) Oferta de formação inicial e continuada, visando a inserção dessas
pessoas na sociedade e no mundo de trabalho.
l) Acesso a níveis mais elevados de ensino e pesquisa e atividades artísticas
de acordo com a capacidade de cada um.
m) Quebra de barreiras arquitetônicas e atitudinais.
Alguns princípios a serem adotados:
a) Flexibilidade – ou seja, a não obrigatoriedade de que todos os alunos
atinjam o mesmo grau de abstração ou conhecimento, num tempo determinado;
b) Acomodação – considerar que o planejamento de atividades para uma
turma, deve levar em conta a presença de alunos com necessidades especiais e,
portanto, contemplá-los na programação;
c) Trabalho simultâneo, cooperativo e participativo, entendido como a
participação dos alunos com necessidades especiais nas atividades desenvolvidas
pelos demais colegas, embora não o façam com a mesma intensidade, nem
necessariamente com a mesma ação ou grau de abstração.
O IFPA possui uma estrutura arquitetônica do contexto atual, já adequada à
questão da acessibilidade. Entretanto, a gestão atual tem estabelecido como meta
principal a constante adequação, de forma definitiva, às normas da acessibilidade,
para tal, toda e qualquer reforma ou construção de novos ambientes recebem os
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
116
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DE INFORMÁTICA
dispositivos necessários previstos no Decreto 5.296 de 02 de dezembro de 2004 em
questão.
Disciplina de Fundamentos Básicos de LIBRAS
Recentemente, o Decreto 5626/2005 regulamentou a Lei 10.436/2002,
visando suprir essa carência e garantir que as pessoas surdas tenham sucesso no
seu processo de escolarização, reconhece a Libras como meio legal de
comunicação e expressão dos surdos e garantiu desta maneira, a inserção da
disciplina Libras como obrigatória nos cursos de licenciatura de nível superior e no
de fonoaudiologia, e de magistério de nível médio, e oferecida em caráter opcional
nos demais cursos das diversas áreas do conhecimento.
A existência do Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades
Específicas, NAPNE garante espaço e atendimento à pessoa com transtorno do
espectro autista. Trata-se de segmento incluído entre aqueles cujos direitos estão
resguardados pela política adotada nessa área. Uma política que se efetiva de uma
série de formas:
- Equipe especializada de que fazem parte pedagogos, técnicos de Educação,
profissionais de apoio pedagógico, psicólogos;
- Formação continuada do corpo docente (palestras e oficinas) e do corpo
técnico-administrativo visando à eliminação de barreiras atitudinais e pedagógicas,
ao desenvolvimento de práticas educacionais inclusivas mediante uso de recursos
adaptados e tecnologias assistivas;
- Assistência personalizada ao acadêmico e aos professores que com ele
convivem, a fim de reduzir os obstáculos ao relacionamento social característicos do
transtorno do espectro autista;
- Estabelecimento de uma aproximação com os familiares dos atendidos, de
modo a que os profissionais da Instituição entendam o contexto de onde eles se
originam e como vêm sendo tratados clinicamente fora da Instituição.
Todas as medidas adotadas visam ao estabelecimento de condições
propícias ao bem-estar do estudante autista, ajudando-o a adaptar-se e evitando sua
evasão.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
117
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DE INFORMÁTICA
23. DIPLOMAÇÃO
O IFPA expedirá e registrará, sob sua responsabilidade, os Diplomas dos
Cursos de Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrada com o Ensino
Médio, para fins de validade nacional, desde que o respectivo Plano de Curso esteja
aprovado pelo Conselho Superior do IFPA e devidamente cadastrado no Cadastro
Nacional dos Cursos Técnicos do MEC.
O discente receberá o Diploma de cursos ofertados pelo IFPA após a
integralização de todos os componentes curriculares estabelecidos no Plano de
Curso, integralização do Estagio Curricular Obrigatório e a integralização das
Atividades Complementares.
O discente ao solicitar a emissão de Diploma deverá preencher formulário próprio,
anexados com cópias autenticadas, com os seguintes documentos:
a) Histórico escolar ou certificado de conclusão do ensino fundamental
concluído (cópia)
b) Carteira de identidade (cópia)
c) Título de eleitor (cópia)
d) CPF (cópia)
e) Documento militar (certificado de reservista ou de alistamento) (cópia)
f)
Atestado de conclusão de estágio
g) Atestado de conclusão das atividades complementares.
A solicitação de emissão de Diploma deverá ser protocolada no campus onde
o curso foi concluído. Após diplomação o profissional receberá o título de Técnico
em Desenvolvimento de Sistemas conforme Catálogo Nacional de Cursos Técnicos.
24. PROJETOS INTEGRADORES
A fim de promover a interação entre os conhecimentos apresentados na
matriz curricular ao final de cada ano serão desenvolvidos projetos integradores que
possibilitam a visão crítica e integrada dos conhecimentos, buscando a constante
inovação, criatividade e o desenvolvimento de competências. A integração de
conhecimentos
permite
o
desenvolvimento
de
competências
a
partir
aprendizagem pessoal e não somente através do ensino unilateral.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
118
da
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DE INFORMÁTICA
Os
projetos
aprendizagem,
desenvolvimento
integradores
estimulando
de
a
projetos
procuram
resolução
estabelecer
de
integradores
a
ambientação
problemas.
tem
por
Neste
objetivo
Plano,
integrar
da
o
os
conhecimentos do mesmo ano, promovendo o desenvolvimento de competências,
como:
a capacidade
pessoal
de
mobilizar,
articular
e
colocar
em ação
conhecimentos, habilidades, atitudes e valores necessários para o desempenho
eficiente
e eficaz
de atividades requeridas pelo mundo do trabalho e pelo
desenvolvimento tecnológico.
Com o desenvolvimento dos projetos integradores, espera-se a formação de
um profissional com capacidade de pensar de forma reflexiva, com autonomia
intelectual e sensibilidade ao relacionamento interdisciplinar, capaz de aplicar, numa
mesma atividade um universo de informações adquiridas através dos vários
contextos e situações de aprendizagem vivenciadas.
As propostas de projetos são sugeridas por coordenadores, professores e
pelos próprios estudantes, baseado em temas geradores, articulados aos eixos
temáticos dos respectivos anos e aplicados a situações reais ou similares ao
processo produtivo, sob a forma de pesquisa, construção de dispositivos e/ou ação
pedagógica, a respeito de algum aspecto (social, tecnológico, histórico, cultural,
ecológico, científico, etc.) de sua realidade local.
Os projetos integradores seguirão os seguintes procedimentos:
 Planejamento coletivo dos docentes para produção do projeto
integrador inerentes ao módulo em desenvolvimento. Nesta etapa definem-se
também quais serão os professores orientadores;
 Apresentação e discussão da proposta para a turma, com ênfase em
temas geradores baseados na especificidade dos componentes curriculares;
 Formação de equipes de estudantes;
 Orientação das atividades de pesquisa em desenvolvimento, com
períodos definidos, a partir da carga horária de cada componente curricular;
 Entrega
de
relatórios
e
apresentação
pública
das produções
desenvolvidas.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
119
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DE INFORMÁTICA
25. REFERÊNCIAS
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14724: Informação e
documentação: trabalhos acadêmicos: apresentação. Rio de Janeiro, 2011.
BRASIL – CNE/CEB -Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional
Técnica de Nível Médio. Resolução nº 06 de setembro de 2012.
______, Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Plano Nacional de Educação (PNE).
Plano Nacional de Educação 2014-2024 [recurso eletrônico]:, que aprova o Plano
Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. – Brasília: Câmara dos
Deputados, Edições Câmara, 2014.
______, Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da
Educação Nacional. Disponível em < http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/ldb.pdf >
Acesso em: 05/12/2016.
______, MEC. Catálogo Nacional de Cursos Técnicos – 3ª ED. MAIO/2016 –
Disponível em:
<http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=41
271-cnct-3-edicao-pdf&category_slug=maio-2016-pdf&Itemid=30192> - Acesso em:
10 Jan. 2016. Edição 2016.
______, Resolução nº 2, de 30 de janeiro de 2012. Diretrizes Curriculares Nacionais
para
o
Ensino
Médio.
Disponível
em:
http://pactoensinomedio.mec.gov.br/images/pdf/resolucao_ceb_002_30012012.pdf
Acesso em: 05/12/2016.
IFPA, Resolução nº 235.2014 – Pró-reitoria de Ensino – Instituto Federal do Pará.
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ.
Resolução nº 020/2016-CONSUP,
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ.
Resolução nº 003/2016-CONSUP,MANPOWERGROUP (Brasil) (Org.). Pesquisa
Escassez
de
Talentos.
2012.
Disponível
em:
<http://www.manpowergroup.com.br/wp-content/uploads/2016/02/
Pesquisa-Escassez-de-Talentos-2012.pdf>. Acesso em: 28 set. 2012.
MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO. Catálogo Nacional de Cursos Técnicos. 3ª ed.
Brasília/DF: MEC, 2016.
REDAÇÃO DA REVISTA EXAME.COM (Brasil). O novo mapa do consumo. 2012.
Disponível
em:
<http://exame.abril.com.br/revista-exame/o-novo-mapa-doconsumo/?rct=rolex>. Acesso em: 22 out. 2016.
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
120
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DE INFORMÁTICA
26. ANEXOS OU APÊNDICES
ANEXO A – Imagens dos laboratórios do Instituto Federal do Pará, Campus
Bragança.
ANEXO B – Memorial Descritivo da Infraestrutura do Instituto Federal do Pará,
Campus Bragança.
ANEXO C –Políticas de Inclusão Social Instituto Federal do Pará, Campus
Bragança.
27. LISTA DE FIGURAS, TABELAS E QUADROS
Lista de Figuras
Figura 1 - Principais postos de trabalho com dificuldade de preencher vagas nas
américas .............................................................................................................. 9
Figura 2 - As 40 Cidades do interior com mais de 100mil habitantes, ..................... 11
Figura 3 – Laboratório de Informática .................................................................122
Figura 4 - Visão do Laboratório de Informática ....................................................122
Lista de Tabelas
Tabela 1 - Matriz curricular do curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na
forma de oferta integrada ................................................................................... 22
Tabela 2 – Síntese da Matriz curricular do curso Técnico em Desenvolvimento de
Sistemas na forma de oferta integrada ................................................................ 23
Tabela 5- Relação dos professores pertencentes ao Instituto Federal do Pará,
Campus Bragança que desenvolvem atividades no curso técnico em desenvolvimento
de sistemas .......................................................................................................107
Tabela 6- Relação de Técnicos-Administrativos....................................................109
Tabela 7 - Relação da infraestrutura física do IFPA Campus Bragança, Curso técnico
em desenvolvimento de sistemas .......................................................................110
Tabela 8- Relação de equipamentos de suporte às disciplinas, IFPA campus Bragança
........................................................................................................................111
Tabela 9- Relação de livros da biblioteca do IFPA campus Bragança .....................111
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
121
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ
CAMPUS BRAGANÇA
NÚCLEO DOCENTE ESTRUTURANTE DE INFORMÁTICA
ANEXO A – Imagens dos laboratórios do Instituto Federal do Pará, Campus
Bragança.
Figura 3 – Laboratório de Informática
Figura 4 - Visão do Laboratório de Informática
IFPA – Campus: Bragança – CNPJ: 05.200.142/0001-16
Rua da Escola Agrícola S/N, Vila Sinhá, 68600-000, Bragança-PA
Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas na forma de oferta integrada ao Ensino
Médio
122
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards