Enviado por Do utilizador5878

Inervação dos Membros Inferiores

Propaganda
INERVAÇÃO DOS MEMBROS INFERIORES
Os nervos que entram no membro inferior são ramos
terminais do plexo lombossacral, localizados posteriormente, no
caso do abdome, e posterolateral, na cavidade da pelve.
 O Plexo lombossacral é formado pelos ramos anteriores dos
nervos espinais de L1-L3 e parte de L4.
 O Tronco lombossacral é formado pelo restante dos ramos
anteriores de L4 junto aos de L5.
 O Plexo sacral é formado pelo tronco lombossacral que entra
na cavidade pélvica e junta-se aos ramos anteriores de S1-S3
e parte de S4.
Nervo Femoral
Forma-se de ramos anteriores de L2-L4, deixando o
abdome pela fenda abaixo do ligamento inguinal, para entrar no
trígono femoral no aspecto anteromedial superior da coxa, onde
encontra-se lateral à artéria femoral. (Lembrar de “NAV”!!!)



Mm do compartimento anterior da coxa;
No abdome, dá origem aos ramos que inervam os Mm
ilíaco e pectíneo;
Pele sobre região anterior da coxa, anteromedial do
joelho, medial da perna e do pé.
Nervo Obturatório
Origina-se de L2-L4, desce ao longo da parede posterior
do abdome, passando através da cavidade pélvica e entra na coxa,
seguindo através do canal obturatório.



Mm do compartimento medial da coxa, exceto a parte do
músculo adutor magno que se origina do ísquio, e o
músculo pectíneo, que são inervados pelos nervos
isquiático e femoral, respectivamente;
Músculo obturador externo;
Pele sobre região medial da parte superior da coxa.
Nervo Isquiático
Forma-se a partir de contribuições de L4-S3, deixando a
pele através do forame isquiático maior, inferiormente ao
músculo piriforme, passando brevemente pela região glútea e
seguindo então para o compartimento posterior da coxa, onde
divide-se em nervo fibular comum (L4-S2) e nervo tibial (L4-S3).




Mm do compartimento posterior da coxa;
Músculo adutor magno (parte originada no ísquio);
Mm da perna e do pé;
Pele sobre região lateral da perna e região lateral e
plantar do pé.
Nervo fibular comum
INERVAÇÃO DOS MEMBROS INFERIORES
Nervo tibial

Músculo glúteo máximo.
Nervo Glúteo Superior
Forma-se por contribuições dos ramos anteriores de L4S1, deixando a pelve através do forme isquiático maior, acima do
músculo piriforme.



Mm glúteo médio;
Mm glúteo mínimo;
Mm tensor da fáscia lata.
*Os ramos sensitivos do nervo ilioinguinal (L1) e o nervo
genitofemoral (L1-L2) descem no interior da parte superior da
coxa, a partir do plexo lombar.*
Nervo Ilioinguinal
Origina-se da parte superior do plexo lombar, descendo
ao redor da parede abdominal entre o músculo transverso e o
oblíquo abdominais, passando então através do canal inguinal,
deixando a parede do abdome através do anel inguinal superficial.

Nervo Glúteo Inferior
Forma-se por contribuições de L5-S2, deixando a pelve
através do forame isquiático maior, inferiormente ao músculo
piriforme, entrando na região glútea para suprir:
Pele sobre a região medial da parte superior da coxa e
partes adjacentes do períneo.
INERVAÇÃO DOS MEMBROS INFERIORES
Nervo Genitofemoral
Desce em trajeto anteroinferiormente, passando através
do músculo psoas maior na parede posterior do abdome.
Seu ramo femoral passa para o interior da coxa, cruzando
sob o ligamento inguinal, no qual ele é lateral à artéria femoral,
seguindo superior mente para inervar:

Pele sobre a parte central e superior da região anterior
da coxa.
Nervo Cutâneo Femoral Lateral
Origina-se a partir de L2-L3, deixando o abdome,
passando através da fenda entre o ligamento inguinal e o osso do
quadril, imediatamente medial à espinha ilíaca anterossuperior ou
passando diretamente através do ligamento inguinal.

Pele sobre região lateral da coxa.
Nervo para o Músculo Quadrado Femoral
(L4-S1) e o Nervo para o Músculo Obturador
Interno
Ambos os nervos originam-se do plexo sacral, e passam
do forame isquiático maior inferior para o músculo piriforme,
entrando na região glútea.


NMQF – supre o músculo gêmeo inferior e o músculo
quadrado femoral.
NMOI – supre o musculo gêmeo superior na região glútea
e então se envolve ao redor da espinha isquiática,
entrando no períneo através do forma isquiático menor
para penetrar na superfície perineal do músculo
quadrado femoral.
Nervo Cutâneo Femoral Posterior
Formando por contribuições de S1-S3, deixando a
cavidade pélvica pelo forame isquiático maior, inferiormente ao
músculo piriforme.
Ele passa verticalmente através da região glútea,
profundamente ao músculo glúteo máximo, entrando na região
posterior da coxa.


Faixa longitudinal de pele sobre região posterior da coxa,
que continua na região superior da perna;
Pele sobre o sulco infraglúteo, a parte medial e superior
da coxa e as regiões adjacentes do períneo.
Nervo Cutâneo Perfurante
Formado pelas contribuições de S2-S3, deixando a
cavidade pélvica e penetrando através do ligamento sacrotuberal
e passa inferiormente ao redor da margem inferior do músculo
glúteo máximo, no qual ele se superpõe ao nervo cutâneo femoral
posterior.

Pele sobre a região medial do sulco infraglúteo.
Inervação Geral
INERVAÇÃO DOS MEMBROS INFERIORES
Ramo
Ilioinguinal
Genitofemoral
Femoral
Obturatório
Isquiático
Glúteo
superior
Glúteo
inferior
Cutâneo
femoral
lateral
Cutâneo
femoral
posterior
Nervo para o
músculo
quadrado
femoral
Nervo para o
músculo
obturador
interno
Nervo
cutâneo
perfutante
Segmento
espinal
L2,
S1-S3
L4-S1
L5-S2
S2,S3
Função
motora
Função
sensitiva
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards