Enviado por Do utilizador4733

Resíduos gasosos final

Propaganda
Resíduos gasosos
Resíduos gasosos
. Geralmente são produzidos por plantas, animais e toda e qualquer espécie de
matéria que reside sobre a terra. No entanto, há outros tipos de resíduos gasosos: os
provenientes de atividades industriais, esses altamente poluentes e, em alguns
casos, tóxicos, além da indústria, as queimadas também liberam esses resíduos e,
diferentemente dos sólidos – como lixo em geral –, não há maneira de conter a
emissão depois de lançada e muito menos tratá-la.
Fontes de resíduos gasosos
 As indústrias químicas, siderúrgicas, de eletrólise do alumínio, as fábricas de
cimento, de papel, as refinarias de petróleo, os incineradores de lixo doméstico e
industrial, estão entre as principais fontes de emissão de poluentes.
 Veículos: Todos os poluentes emitidos pelos veículos são prejudiciais à saúde.
Contudo, a fumaça preta, gerada pelos veículos movidos a óleo diesel,
apresentam um grau de agressão maior
 Industrias
 Usinas termelétricas
 Decomposição de matéria orgânica: organismos putrefatos desprendem metano,
gás venenoso de cheiro nauseabundo.
 queimadas
Impacto ambiental
Impacto ambiental
 Depleção da camada de ozônio
 Efeito estufa
 Chuva acida
 SMOG:
smog (neblina) é uma espécie de
nevoeiro que resulta da mistura de
gases, ou poluição do ar. Em geral,
existem dois tipos de smog, a industrial e
fotoquímicos.
A gestão de resíduos gasosos
 Dióxido de carbono/gás carbônico – Quando
em grande quantidade, é responsável pelo efeito
estufa e, consequentemente, pelo aquecimento
global.
 Dióxido de enxofre – A emissão de dióxido de
enxofre pode ocasionar a chuva ácida.
 Óxido de nitrogênio – Assim como o dióxido de
enxofre, a grande emissão de óxido de nitrogênio
também pode ocasionar a chuva ácida.
 Em relação à gestão desses gases, é
praticamente impossível tratá-los depois que
forem lançados na atmosfera.
Atos preventivos
 Se a possibilidade de reverter o
problema após o lançamento é
praticamente nula, prevenir pode ser o
melhor caminho. é preciso tratar e
conter o problema, mitigando os
efeitos negativos da emissão.
 No Brasil, inclusive, existe uma lei que
exige que as empresas quantifiquem
todo o tipo de poluente produzido.
Para isso, algumas empresas vêm
apostando em coletores, filtros, entre
outros. Outras investem em mudanças
de processos e energia mais limpa a
fim de mitigar os problemas.
Técnicas de tratamento
 existem algumas técnicas de tratamento de efluentes em geral, que garantem um modelo de gestão
diferente e que auxiliam na redução dos impactos ambientais, dentre as quais figuram:
 • Gradeamento: separação por meio de grades do material efluente mais grosseiro;
 • Sedimentação: também uma separação do material, porém orientada pela diferença de densidade
existente entre eles (os mais “pesados” concentram-se no fundo e os mais “leves”, na superfície);
 • Equalização e correção do Ph: equilibra-se o Ph do efluente antes dele ser liberado numa massa
de água ou esgoto;
 • Flotação: remoção de substâncias coloides.
 Efluentes industriais são os resíduos líquidos e gasosos provenientes das atividades industriais,
que liberados no meio ambiente sem o devido tratamento têm gerado efeitos danosos para toda a
biodiversidade do planeta.
A batalha de Cubatão contra a poluição
atmosférica
Apontada pela ONU como a cidade "mais poluída do mundo", Cubatão ficou conhecida globalmente como "Vale
da Morte". O primeiro polo de indústrias pesadas do Brasil, em 1981, o mundo testemunhou os efeitos
devastadores da poluição atmosférica.
Fumaça preta e amarela saía das chaminés dia e noite. Na Vila Parisi, bairro residencial de baixa renda próximo a
indústrias de petróleo, fertilizantes e metais, próximo das fabricas nasciam crianças com graves malformações
nos membros e no sistema nervoso.
O intenso volume que as indústrias trabalhavam, eliminando quantidades enormes de poluentes no ar e nos rios
de forma descontrolada, começou a ter consequências catastróficas visíveis e preocupantes. Vale lembrar que a
industrialização aconteceu antes da Lei de Controle de Poluição do Estado de São Paulo entrar em vigor (1976).
O ar de Cubatão no início dos anos 80 era denso, possuía cheiro e cor. Segundo dados da CETESB (Companhia
de Tecnologia de Saneamento Ambiental de São Paulo), 30 mil toneladas de poluentes eram lançadas por mês
no ar da cidade, peixes e pássaros sumiram da poluição de Cubatão, pois não havia condições naturais para
sobreviverem e nem para se reproduzirem, mas o estado só começou a intervir quando os danos à saúde da
população começaram a demonstrar números alarmantes.
Entre outubro de 1981 e abril de 1982, cerca 1.800 crianças nasceram na cidade, destas, 37 já nasceram mortas,
outras apresentavam graves problemas neurológicos e anencefalia. Cubatão era líder em casos de problemas
respiratórios no país.
Sustentabilidade
 Qualquer material orgânico isolado de oxigênio e
decomposto por bactérias produz biogás, energia que
pode ser utilizada como combustível em geradores:—
Os aterros sanitários geram biogás, pois esse processo
ocorre naturalmente. Porém, na maioria das vezes
essa energia do biogás não é aproveitada, com os
materiais apenas sendo queimados para evitar a
liberação de gases tóxicos na atmosfera.
Conversão de biogás em energia elétrica
O biogás é o gás produzido a partir da decomposição da matéria orgânica (resíduos orgânicos)
por bactérias. Na geração de energia do biogás, ocorre a conversão da energia química do gás
em energia mecânica por meio de um processo controlado de combustão. Essa energia mecânica
ativa um gerador que produz energia elétrica.
O biogás representa uma alternativa de geração de energia para abastecer comunidades
isoladas, que podem utilizar os resíduos gerados na agricultura e na pecuária para suprir suas
demandas energéticas. Além disso, o aproveitamento da energia do biogás proveniente de aterros
sanitários e do tratamento de esgoto representa uma destinação mais sustentável e inteligente
para os resíduos. Usar o biogás para gerar energia também impede que o metano proveniente da
decomposição da matéria orgânica seja liberado para a atmosfera ao se transformar em água e
gás carbônico pelo processo de queima. Dessa forma, a energia do biogás é apresentada como
uma alternativa que não gera tantos impactos socioambientais quanto o gás natural.
O grande desafio dos suinocultores tem sido
buscar um destino sustentável para o dejeto
que muitas vezes são jogados diretamente nos
mananciais, contaminando os rios e o lençol
freático, colocando em risco o abastecimento
de água. A solução, segundo os especialistas, é
gerar energia com as fezes dos animais. "A
produção de biogás é feita a partir da
decomposição dos dejetos em um biodigestor
anaeróbico (reator químico que, através da
ação de bactérias dentro de determinados
limites de temperatura, umidade e acidez,
transforma a matéria orgânica em gás metano
(CH4) gerando, assim, energia elétrica ou
térmica
biodigestor
Biogás
Vantagens
Menor quantidade de resíduos enviada para o aterro;
Aproveitamento da energia elétrica ou térmica para
demandas de consumo próprio.
Marketing ambiental, principalmente pela questão da
recuperação energética;
Desvantagens:
Necessidade de funcionários fixos e capacitados para
gerenciar e operar o sistema;
Possibilidade de eventos de mau odor.
Necessidade de implantação de um sistema de
segregação na fonte geradora e/ou centro de triagem de
resíduos.
Filtro de mangas
Os filtros de mangas são equipamentos
utilizados na indústria para filtrar e eliminar
partículas sólidas existentes no fluxo de
gases industriais.
O filtro manga faz a retenção de partículas
de impurezas na área superficial do filtro.
Conforme o ar vai passando, a sujidade se
mantém nos poros dos fios.
O sistema de trabalho do filtro manga é
interessante, porque a própria sujidade
retida nos poros dos fios, depois de um
tempo e de certa quantidade, transforma-se
em uma barreira eficiente, trabalhando
também como um filtro complementar.
Mesmo assim, é muito importante fazer a
limpeza regular do filtro manga.
Filtro ciclone
Ao adentrar no filtro pela parte superior, o ar desce
como um redemoinho pelas laterais deixando o
material coletado no fundo e sobe novamente pelo
meio do ciclone saindo limpo do Filtro ciclone.Pode
ser fabricado em chapas de aço carbono, o Filtro
ciclone é muito utilizado pelo seu custo benefício por
possuir baixo custo de investimento, de manutenção
e de operação em relação aos filtros de mangas.
 O brasil não possui uma legislação ampla contra poluição do ar avanços foram
feitos apenas no final da década de 80: em 1989, com a criação do
PRONAR(programa nacional de controle da qualidade do Ar) conceitos como nível
de emissão de poluentes, máximo de emissão permitida foram implementados.
 Em 1993, foi aprovada uma importante lei pelo congresso nacional: a do controle
de emissão de poluentes por automóveis, segundo esta lei os fabricantes teriam
ate 1997 para regularizar os níveis permitidos nos novos automóveis. Graças a
isso, houve uma grande diminuição na quantidade de poluentes emitidos pelos
novos automóveis, porem os mais antigos continuam a poluir sem restrições.
componentes
Caio ramos
José orlei
Rana beatriz
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards