Enviado por Do utilizador3607

ANATOMIA E FISIOLOGIA uncisal 2019.1

Propaganda
ANATOMIA E FISIOLOGIA
Enfª. Maria Izabel da Silva Pita.
Esp. em Tomografia e Ressonância
Esp. Urgência Emergência e UTI
PHTLS
Enfª.Aeromédico
Definição:
 A anatomia (anatome = cortar em partes, cortar separando) refere-se ao
estudo das estruturas e das relações entre as estruturas.
 A fisiologia (physis + lógos + ia) refere-se ás funções das partes do
corpo, ou seja, como elas trabalham.
Contudo, atualmente, Anatomia é a ciência, enquanto
dissecar é um dos métodos desta ciência.
Anatomia pode ser dividida em três
grandes grupos:
 Anatomia macroscópica: É o estudo das estruturas observáveis a olho
nu, utilizando ou não recursos tecnológicos.
 Anatomia microscópica: É aquela relacionada com as estruturas
corporais invisíveis a olho nu e que requer o uso instrumental para
ampliação, como lupas, microscópios ópticos e eletrônicos.
 Anatomia do desenvolvimento: Estuda o desenvolvimento do indivíduo
a partir do ovo fertilizado até a forma adulta. Ela engloba a Embriologia
que é o estudo do desenvolvimento até o nascimento.
Definições:
 O termo FISIOLOGIA HUMANA, cuja a definição mais apropriada para os
dias de hoje é: “... A CIÊNCIA QUE DESCREVE COMO O CORPO DOS
ORGANISMOS VIVOS FUNIONA ...”
(SANTOS,I.S.,pg.13)
ANATOMIA
DIVISÃO DO CORPO HUMANO
DIVISÃO DO CORPO HUMANO
SISTEMA ESQUELÉTICO
 É constituído por um total de 206 ossos.
 "Nosso esqueleto é formado por 206 ossos. Num recém-nascido,
são 300 ossos. Com o tempo, alguns deles se fundem para formar
um só."
FUNÇÃO:
Sustentação e conformação do corpo;
Proteção de órgãos internos como:
SISTEMA ESQUELÉTICO
Coluna Vertebral
 A coluna vertebral ou espinha dorsal é o eixo central do corpo responsável
por sustentar a nossa posição.
 Ela também constitui um importante eixo de comunicação entre o sistema
nervoso central e periférico, através da medula espinhal, contida no canal
medular da coluna vertebral.
 A coluna também é formada por tecidos moles como músculos,
ligamentos, cápsulas, tendões e discos, sendo estas estruturas
responsáveis pela flexibilidade da coluna vertebral.
Coluna Vertebral
 7 vértebras cervicais;
 12 vértebras torácicas;
 5 vértebras lombares;
 5 vértebras sacrais;
 4 vértebras coccígeas.
Junturas
 Junturas ou articulações são estruturas que servem para unir dois
ou mais ossos.
 Elas também permitem a realização de movimentos.
Movimentos
 É a variação de posição espacial de um objeto ou ponto material em relação a um
referencial no decorrer do tempo.
Vontade não se cria, vontade se treina!
Movimentos
 Percebemos que nestes movimentos há uma diminuição ou aumento do
ângulo existente entre os segmentos que se desloca e aquele que
permanece fixo.
 Quando ocorre o aumento do ângulo diz-se que houve uma flexão e
quando ocorre à diminuição realizou-se a abdução. Os movimentos
angulares de extensão e flexão ocorrem em plano sagital (ventro-dorsal) e
seguindo a regra já citada anteriormente, o eixo desses movimentos é
látero-lateral.
Movimentos
 Flexão
 Extensão
 Rotação
Movimentos
Adução e abdução: Neste movimento os segmentos envolvidos são
deslocados respectivamente em direção ao plano mediano ou em direção
oposta, ou seja, afastando-se dele. No caso dos dedos das mãos e pés
prevalece o plano mediano do membro.
Movimentos
 Rotação: Neste movimento percebemos que o segmento gira em torno
de um eixo longitudinal (vertical). Podemos reconhecer uma rotação
medial nos membros, quando a face anterior dos mesmos gira em direção
ao plano mediano do corpo, e uma rotação lateral no movimento oposto.
Movimentos
 Circundução: este movimento ocorre em alguns segmentos do corpo,
principalmente nos membros, e, dá-se da combinação que inclui a
adução, extensão, abdução e flexão que resulta na circundução. Neste
movimento a extremidade distal do segmento descreve um círculo e o
corpo do segmento forma um cone, cujo vértice é representado pela
articulação responsável por este movimento.
 Local de armazenamento de Ca (Cálcio) e de P (Fósforo);
 Local de produção de células sanguíneas (na médula
óssea);
CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS
Estrutura dos Ossos Longos
A disposição dos tecidos ósseos compactos e esponjoso em um
osso longo é responsável por sua resistência. Os ossos longos
contêm locais de crescimento e remodelação, e estruturas
associadas às articulações.
As partes de um osso longo são as seguintes:
Diáfise: é a haste longa do osso. Ele é constituída principalmente
de
tecido ósseo compacto, proporcionando, considerável resistência
ao osso longo.
Epífise: as extremidades alargadas de um osso longo. A epífise de
um osso o articula, ou une, a um segundo osso, em uma
articulação. Cada epífise consiste de uma fina camada de osso
compacto que reveste o osso esponjoso e recoberta por cartilagem.
Metáfise: parte dilatada da diáfise mais próxima da epífise.
CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS
 Estrutura dos Ossos Curtos
 Apresentam comprimento, largura e espessura quase iguais.
Exemplos: a patela, antigamente conhecida como "rótula" (osso do joelho),
os ossos do carpo (alguns dos ossos da mão) e do tarso (alguns dos ossos
do pé). ...
CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS
 Estrutura dos Ossos Laminares (Planos)
 Têm o comprimento e a largura maior que a espessura.
Ex: escápula, ilíaco, costelas, etc.
CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS
 São ossos longos, porém achatados e não apresentam canal central.
Exemplo: Costelas.
CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS
 Estrutura dos Ossos Pneumático
 É um osso que, dotado de cavidades, possui pequenos orifícios que
permitem a passagem do ar chamado forames.
Exemplos: os ossos da face (forame mentual, forame infra orbital e forame
supra orbital.
CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS
 Estrutura dos Ossos irregulares
 Eles são formados por, tecido esponjoso fechado dentro de uma fina camada de
osso compacto.
Exemplo: vértebras, sacro, cóccix, temporais, esfenóide, etmóide, zigomático, maxila,
mandíbula, concha nasal inferior, e hióide, todos são bonitos mas muito tortos pois
são irregulares.
CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS
 Estrutura dos Ossos sesamóides
 são pequenos nódulos ossificados inseridos nos tendões, que lhes
fornecem apoio extra e reduzem a pressão sobre os restantes tecidos.
Existem vários ossos sesamóides na “palma” da mão, nas bases dos
dedos, cujo número varia aleatoriamente.
CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOS
 Estrutura dos Ossos suturais
 São pequenos ossos localizados dentro de articulações, chamadas de
suturas, entre alguns ossos do crânio. Seu número vária muito de pessoa
para pessoa.
SISTEMA MUSCULAR
 Os músculos são estruturas anatômicas de formas e comprimentos
variáveis, formadas por miócitos e que se inserem aos ossos através de
tendões, são caracterizados pela contração (capacidade de diminuir o
comprimento) e relaxamento, onde estas ações movimentam partes do
corpo, inclusive os órgãos internos.
SISTEMA MUSCULAR
 O corpo humano contém três tipos de músculos:
Músculo não estriado (músculo liso);
Músculo estriado esquelético;
Músculo estriado cardíaco.
Com base no tipo de controle exercido sobre sua atividade podem ser
classificados também em músculos voluntários e músculos involuntários.
SISTEMA MUSCULAR
 Músculos voluntários: São as contrações que estão normalmente sob
controle consciente do indivíduo.
 Músculos involuntários: As contrações não estão sob controle
consciente do indivíduo.
SISTEMA MUSCULAR
 Os tipos de músculos :
 Músculo liso:
O músculo não estriado (músculo liso) é um músculo involuntário,
pois suas contrações comandam o movimento de materiais através dos
sistemas de órgãos do corpo humano. Este músculo é encontrado nas
paredes das vísceras ocas e tubulares, como nos vasos sanguíneos,
estômago e intestinos, é também chamado de músculo visceral
SISTEMA MUSCULAR
 Músculo estriado esquelético:
É inervado pelo sistema nervoso central e, como este se encontra em parte
sob controle consciente, chama-se músculo voluntario. As contrações do músculo
esquelético permitem os movimentos dos diversos ossos e cartilagens do esqueleto.
SISTEMA MUSCULAR
 Músculo cardíaco:
Esse tipo de tecido muscular forma a maior parte do coração dos
vertebrados. O músculo cardíaco carece de controle voluntário. È inervado pelo
sistema nervoso vegetativo (controla funções como a respiração, circulação do
sangue, controle de temperatura e digestão.
SISTEMA MUSCULAR
 Os músculos são elementos ativos do movimento do corpo.
 A musculatura não apenas torna possível o movimento como determina a
posição e a postura do esqueleto.
SISTEMA NERVOSO
 É parte do organismo que transmite sinais entre diferentes partes e
coordena as suas ações, que também constituído por inúmeras células
nervosas.
 A célula nervosa é chamada de neurônio.
FUNÇÃO:
 Sistema nervoso coordena e controla as funções de todos os sistemas do
organismos.
 Coordena a integração do organismo com o meio ambiente interpretando
e respondendo, adequadamente, a eles.
 Muitas funções do sistema nervoso dependem da vontade do indivíduo
como: caminhar, falar, rir, etc....
 E muitas outras ocorrem sem que a pessoa tenha consciência delas,
como: sensação de frio, sensação de saliva, aumento e diminuição da
pupila.
SISTEMA NERVOSO CENTRAL
 CÉREBRO – É responsável pelo interpretação da sensibilidade,
pensamento, ideia, memória, locomoção, outros.
 Tronco encefálico – Responsável pela respiração, temperatura corporal,
defecação, vômito.
 Cerebelo – Pelo equilíbrio e tônus muscular.
SISTEMA RESPIRATÓRIO
 É uma caraterística dos seres vivos, pois o O² é importante para energia
celular. Obtemos o O² do ar que respiramos.
FUNÇÃO
 Responsável pela respiração, isto é:
 Fornecimento de O² para ser distribuído pelo sangue a todas as células
do corpo;
 E a eliminação de O² do organismo.
DIVISÃO
 Vias aéreas superiores:
 Nariz
 Fossas nasais
 Faringe
 Laringe
DIVISÃO
 Vias aéreas inferiores:
 Traqueia
 Brônquios
 Alvéolos pulmonares
 Pulmões
 IMPORTANTE: MANTER AS VIAS AÉREAS DESOBSTRUÍDAS
HEMATOSE
 É a troca gasosa, ocorre na nível de alvéolos pulmonares que é a
passagem do O² dos alvéolos para o sangue, e o CO² do sangue para
dentro dos alvéolos pulmonares.
SISTEMA DIGESTIVO
 Destina-se á retirada dos nutrientes (carboidratos, açúcares, lipídios,
gorduras, proteínas, vitaminas, sais minerais e água) dos alimentos para
assegurar a vida celular.
FUNÇÃO
 Mastigação;
 Deglutição;
 Digestão dos alimentos;
 Absorção dos nutrientes;
 Eliminação de substâncias que não foram e não são aproveitadas pelo
organismo.
SISTEMA CIRCULATÓRIO
 O sistema circulatório é um sistema fechado, sem comunicação com exterior.
 Este sistema pode ser visto, estritamente, como uma rede de distribuição do
sangue.
FUNÇÃO
 É de conduzir material nutritivo (nutrientes) e o oxigênio a todas as células
do nosso organismo;
 Recolher do organismo substâncias tóxicas e em excesso que serão
filtradas nos rins.
CONSTITUIÇÃO
1. Coração: Funciona como uma bomba contrátil propulsora, para mandar
sangue a todas as partes do corpo.
O coração realiza dois movimentos:
SÍSTOLE: Movimento de contração do músculo cardíaco. O sangue é
impulsionado para os vasos sanguíneos.
DIÁSTOLE: Movimento de relaxamento do músculo cardíaco. O coração
se enche de sangue.
Grande e pequena circulação
Circulação Sanguínea
A circulação sanguínea divide-se em duas fases: a grande circulação e a pequena
circulação.
Na grande circulação o sangue arterial sai do ventrículo esquerdo pela artéria aorta e
dirige-se a todas as partes do organismo a fim de ir levar o oxigénio às células e delas
receber o dióxido de carbono que produziram. Após estas trocas gasosas, transformase em sangue venoso regressando ao coração pelas veias cavas. Entra pela aurícula
direita, passa ao ventrículo direito e inicia-se a pequena circulação.
Na pequena circulação o sangue venoso sai do ventrículo direito pela artéria
pulmonar e dirige-se aos pulmões onde se dá a hematose pulmonar. Após ter trocado o
dióxido de carbono por oxigénio, transforma-se em sangue arterial regressando ao
coração pela veia pulmonar e entrando pela aurícula esquerda que o envia para o
ventrículo esquerdo.
No lado esquerdo do coração circula sangue arterial (rico em
oxigénio).
No lado direito do coração circula sangue venoso (rico em
dióxido de carbono).
O sangue sai do coração por artérias e entra no coração por
veias
VASOS SANGUÍNEOS:
2. Artérias:
 São vasos sanguíneos que recebem o sangue sob pressão do coração
para qualquer parte do corpo;
 Elas pulsam;
 Sua paredes são espessas;
 Quando são cortadas, o sangue esguicha;
 Maioria é mais profunda no corpo.
Veias
 São vasos sanguíneos que levam o sangue de qualquer parte do corpo
para o coração;
 Elas não pulsam;
 Suas paredes são finas e flácidas;
 Quando são cortadas o sangue escorre;
 Maioria é mais superficial no corpo.
CAPILARES
 São vasos sanguíneos de diâmetro bastante reduzido, são formados pela
ramificação das arteríolas.
SANGUE
 Responsável em levar para todas as células do nosso organismo
substâncias nutritivos, hormônios, de que as células necessitam para
viver e exercer suas funções;
 O sangue recebe o O² nos pulmões para leválo às células, e recebe das
células o CO² e leva para o pulmões para que seja eliminado;
 Recebe também, das células do corpo, resíduos e que deixa nos rins que
os eliminará através da urina;
 O sangue é responsável pelo equilíbrio térmico;
 Responsável pela defesa do corpo.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards