Enviado por Do utilizador2193

Modelo esqueleto de artigo para TCC

Propaganda
COLÉGIO ESTADUAL PROFª JÚLIA WANDERLEY
PROFUNCIONÁRIO
Nome do Cursista
RELATÓRIO PRÁTICA PROFISSIONAL SUPERVISIONADA
MÓDULO 11
Relatório apresentado ao Curso Técnico
Profuncionário,
Habilitação
em
Multimeios Didáticos, como requisito de
acompanhamento e avaliação.
Turma: B
Tutor Pedagogo: Helton Roberto Real
Tutora Específica: Maristela Marinho
CURITIBA
2012
1 INTRODUÇÃO
Apresentar as atividades que foram realizadas, de uma maneira geral
(período de realização, onde).
Indicar aqui qual o objetivo do módulo e os conteúdos que para você
foram significativos.
Uma página é o suficiente!
O objetivo da Introdução é situar o leitor no contexto do tema
pesquisado,
oferecendo
uma
visão
global
do
estudo
realizado,
esclarecendo as delimitações estabelecidas na abordagem do assunto, os
objetivos e as justificativas que levaram o autor a tal investigação para,
em seguida, apontar as questões de pesquisa para as quais buscará as
respostas. Deve-se, ainda, destacar a metodologia utilizada no trabalho.
Em suma: apresenta e delimita a dúvida investigada (problema de estudo
- o quê), os objetivos (para que serviu o estudo) e a metodologia utilizada
no estudo (como).
2 DESENVOLVIMENTO
Cada atividade de PPS deve estar descrita neste item, como e onde foi
realizada, as contribuições para sua aprendizagem e formação. Além de
conteúdo deve constar ao final uma reflexão sobre a mudança em sua prática
profissional.
Separar por subtítulos.
Não existe limite de páginas!
Tendo em vista que o Relatório se caracteriza por ser um trabalho
extremamente
sucinto,
exige-se
que
tenha
algumas
qualidades:
linguagem correta e precisa, coerência na argumentação, clareza na
exposição das idéias, objetividade, concisão e fidelidade às fontes
citadas. Para que essas qualidades se manifestem é necessário,
principalmente, que o autor tenha um certo conhecimento a respeito do
que está escrevendo.
Para a redação ser bem concisa e clara, não se deve seguir o ritmo
comum do nosso pensamento, que geralmente se baseia na associação
livre de ideias e imagens. Assim, ao explanar as idéias de modo coerente,
se fazem necessários cortes e adições de palavras ou frases. A estrutura
da redação assemelha-se a um esqueleto, constituído de vértebras
interligadas entre si. O parágrafo é a unidade que se desenvolve uma
idéia central que se encontra ligada às idéias secundárias devido ao
mesmo sentido. Deste modo, quando se muda de assunto, muda-se de
parágrafo.
Um parágrafo segue a mesma circularidade lógica de toda a redação:
introdução, desenvolvimento e conclusão. Convém iniciar cada parágrafo
através do tópico frasal (oração principal), onde se expressa a idéia
predominante. Por sua vez, esta é desdobrada pelas idéias secundárias;
todavia, no final, ela deve aparecer mais uma vez. Assim, o que caracteriza um
parágrafo é a unidade (uma só idéia principal), a coerência (articulação entre
as idéias) e a ênfase (volta à idéia principal).
A condição primeira e indispensável de uma boa redação científica
é a clareza e a precisão das ideias. Saber-se-á como expressar
adequadamente um pensamento, se for claro o que se desejar manifestar.
O autor, antes de iniciar a redação, precisa ter assimilado o assunto em
todas as suas dimensões, no seu todo como em cada uma de suas
partes, pois ela é sempre uma etapa posterior ao processo criador de
ideias.
3 CONSIDERAÇÕES FINAIS
Elaborar um texto sobre as atividades propostas que mais foram
significativas e o que este módulo no geral contribuiu para sua formação.
Apontar se o objetivo do módulo indicado na Introdução foi conquistado ou não,
e porque.
Uma página é o suficiente!
REFERÊNCIAS
Seguir o formato padrão ABNT, exemplo:
Livro impresso:
AUTORIA. Título. Edição. Local: Editora, ano.
SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 22. ed. São
Paulo: Cortez, 2002.
Livro Digital:
AUTORIA. Título. Edição. Local: Editora, ano. Designação específica do tipo de
material.
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS. Catálogo da produção
intelectual da UFSCar. Ed. preliminar. São Carlos, 1996. 1 CD-ROM.
Livro internet/on-line:
AUTORIA. Título. Edição. Local: Editora, ano (se houver). Disponível em: <endereço
eletrônico>. Acesso em: dia/mês/ano.
FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 17 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.
Disponível em:
<http://portal.mda.gov.br/portal/saf/arquivos/view/ater/livros/Pedagogia_do_Opri
mido.pdf>. Acesso em: 05/05/2011.
Legislação - impresso:
JURISDIÇÃO (país, estado ou município). Órgão judiciário compotente (se houver).
Título e número da legislação. Título e dados da fonte na qual foi publicado o
documento.
BRASIL. Constituição (1988). Constituição: República Federativa do Brasil.
Brasília, DF: Senado Federal, 1988.
Legislação – internet/on-line:
JURISDIÇÃO (país, estado ou município). Órgão judiciário compotente (se houver).
Título e número da legislação. Título e dados da fonte na qual foi publicado o
documento. Disponível em: <endereço eletrônico>. Acesso em: dia/mês/ano.
BRASIL. Resolução CNE/CP n. 1, de 15 de maio de 2006. Institui Diretrizes
Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura.
Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 16 de maio, 2006.
Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf>. Acesso
em: 07/05/2011.
ANEXOS
Anexar imagens, fotos, formulários utilizados em pesquisas, entrevistas,
etc.
Download
Random flashcards
A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards