Enviado por kobor_3

TIPOS DE CONTOS

Propaganda
TIPOS DE CONTOS
Conto de Ação: A característica mais importante que a diferencia dos outros estilos de conto é a
predominância da aventura, que é o centro da narrativa, unida aos personagens e desenvolvida com
problematização até o clímax.
Conto Acumulativo: Também chamado de lengalenga, que se caracteriza pelo encadeamento sucessivo de
uma mesma sequência de falas ou de ações. A cada repetição, junta-se mais um elemento, resultando, ao
final uma longa enumeração.
Conto de Animais: São contos em que os animais são dotados de qualidades, defeitos e sentimentos
humanos. A esperteza e a astúcia são as únicas armas de que um animal, sempre de porte pequeno, dispõe
para enfrentar seu inimigo mais forte. Estruturalmente assemelham-se à fábula, pois há na história uma
intenção moralizante. Os tipos mais representativos integram os ciclos do macaco e a onça, do coelho e o
sapo ou o cágado, da raposa e a onça.
Conto de Cenário: Nele predominam o cenário e o ambiente sobre o enredo e os protagonistas.
Conto Emocional: Visa simular uma sensação no leitor, de terror, de pânico, de surpresa, etc.
Frequentemente vem mesclado com o conto de ideia. Personagens, ação, ambiente, tudo nele converge para
o objetivo principal, que é despertar uma emoção em quem lê. Apropriado à comunicação dos climas de
mistério ou de medo.
Conto de Encantamento: Conto popular caracterizado pelo elemento sobrenatural ou fantástico, em que
intervêm seres fabulosos, animais antropomórficos, objetos mágicos, etc.
Conto de Enigma: Em geral, os contos de enigma "apresentam" ao leitor algumas informações iniciais
relacionadas ao tempo e ao espaço da narrativa. As narrativas de enigma se caracterizam, entre outros
elementos, por apresentar um crime ou um mistério a ser desvendado. Por esse motivo, essas histórias,
geralmente, apresentam a figura de um detetive ou de alguém que desempenha o papel de esclarecer o
enigma, tornando-se um herói após desmembrar todo o "problema".
Conto Erótico: Utiliza o erotismo em forma escrita, para despertar ou instruir o leitor sobre as
práticas sexuais. Pode também ser chamada de literatura pornográfica, se as cenas sexuais são realmente
muito explícitas. O erotismo é relacionado ao amor, a inspiração vinda do amor. Diferente do pornográfico,
onde há um apelo ao lado sexual.
Conto Etiológico: São contos inventados para explicar ou dar razão a origem de um aspecto, forma, hábito,
disposição, propriedade, caráter de qualquer pessoa ou coisa.
Conto de Exemplo: São aqueles estruturados pelo antagonismo Bem versus Mal, em que um delito contra
uma norma de caráter social conduz o desfecho da intriga para uma lição de moral. Recorrendo à
sagacidade para inverter a situação de desvantagem, o réu, transforma-se em herói.
Conto de Fada: Os contos de fadas têm natureza espiritual, ética e existencial. Sua origem está ligada à
cultura celta e retratam a história de heróis e heroínas, em narrativas ligadas ao sobrenatural
e visavam à realização interior do ser humano.
Conto Fantástico: É uma das formas mais livres de escrever, pois permite a imaginação um vasto
desenvolvimento. O conto fantástico é a construção de um mundo irreal, com situações improváveis e ações
que transpassam a realidade além do humano.
Conto de Ideia: Nele o contista oferece ao leitor uma síntese, generalizada, das observações que a vida lhe
permitiu fazer acerca dos homens e do mundo. ? O material de que se serve é o usual: personagens, história,
ambiente, etc. Porém o objetivo é utilizá-los como instrumento para transmitir o que pretende: a ideia que
está identificada com a ação e os personagens, isto é, em vez de escrever para a ideia, o ficcionista escreve
um conto e nele embute a ideia.
Conto Jocoso: A palavra Jocoso, significa aquilo tem a função de provocar o riso principalmente através de
gozação e zombaria. São contos que possuem a intenção de divertir, sua narrativa gira em torno de algo
engraçado, uma comédia.
Conto Maravilhoso: São histórias sem a presença de fadas. Desenvolvem também num ambiente mágico
(animais, gênios, plantas, objetos mágicos e duendes). Enfatizam a parte material, sensorial e ética do ser
humano. Têm por objetivo a realização do herói ou da heroína mediante conquista de tesouro e outros bens
materiais. Considera-se como Conto Maravilhoso toda a situação que ocorre fora do nosso entendimento da
dicotomia espaço/tempo ou realizado em local vago ou indeterminado na Terra. Tais fenômenos não
obedecem às leis naturais que regem o planeta.
Conto de Mistério: A narrativa se estrutura de forma a criar expectativa e suspense; Os ambientes
retratados são sombrios, noturnos, macabros, mórbidos, povoados por indivíduos melancólicos, pessimistas,
sem perspectivas, decadentes; Apresenta geralmente narrador-protagonista; Geralmente emprega a variedade
padrão da língua e os verbos no passado.
Conto de Origem: É um tipo de história que tenta explicar o surgimento de alguma coisa. São próximas dos
mitos e narrativas religiosas que contam como os deuses fizeram o mundo etc.
Conto de Personagens: O objetivo deste conto é retratar uma personagem. Mesmo que constitua o objetivo
principal do contista, esta nunca atingirá o grau de plenitude, específico do romance. ? Se o contista volta
sua atenção ao exame da personagem, levará, sempre, em conta a conjectura própria do conto, ou seja, o fará
dentro dos limites próprios à narrativa curta, isto é, sintetizada.
Conto Religioso: Caracterizam-se pela presença ou interferência divina. Mostram ao mesmo tempo a fé, a
crendice, a superstição e o sentimento místico de nossa gente, numa singela aliança.
Conto de Riso: É uma história engraçada, uma espécie de piada longa e cheia de detalhes.
Conto de Sabedoria: História que apresenta uma lição para a vida. Também conhecida como conto de
exemplo.
Conto de Terror: É um relato literário ficcional que visa provocar sentimentos de medo no leitor. Nesse
sentido, apresenta histórias vinculadas às temáticas mais atemorizantes para os seres humanos, como a
morte, as doenças, os crimes, as catástrofes naturais, os espíritos e as bestas sobrenaturais.
Fontes:
pt.slideshare.net
gutarocha.blogspot.com.br
www.recantodasletras.com.br
www.cnfcp.gov.br
tecnicaderedacao.blogspot.com.br
pt.wikipedia.org
conversadeportugues.com.br
oencantodoscontos.blogspot.com.br
www.portaleducacao.com.br
slideplayer.com.br
bibliotecaceciliameireles.blogspot.com.br
conceito.de
prezi.com
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Criar flashcards