Enviado por LUDY MYLLA INOCENCIO DE FARIA

VIH

Propaganda

O HIV originou-se na África Central durante a
primeira metade do século XX, quando um
vírus de chipanzé estreitamente relacionado
infectou pessoas pela primeira vez. A
disseminação global do HIV-1 começou no
final da década de 70, e a AIDS foi
primeiramente reconhecida em 1981. Em 2015,
cerca de 36,7 milhões de pessoas estavam
convivendo com a infecção por HIV no mundo
todo, houve 1,1 milhão de mortes relacionadas
à AIDS e 2,1 milhões de pessoas estavam
recém-infectadas.
Vírus
Imunodeficiência
Humana
O VIH actua no sistema imunitário diminuindo
as defesas do organismo, diretamente ao sistema
sanguineo, onde começa de imediato a replicar-se,
atacando o sistema imunológico, destruindo as
células defensoras do organismo.(linfócitos CD4)
glóbulos brancos

Relações sexuais não protegidas

Contato direto com sangue

Mãe infectada pode passar para o feto Recém
nascido
Existem dois tipos de VIH: VIH 1 e o VIH 2
O VIH 1 é o vírus mais predominante
O VIH 2 transmite-se com menos facilidade e o
período entre a infeção e a doença é mais
prolongado. Vírus apresenta-se com menos carga
viral no indevido infectado
A SIDA é provocada pelo VIH, que, ao entrar no
organismo humano e ao penetrar no sistema
sanguíneo, começa a reproduzir-se dentro dos
linfócitos T4 (ou células CD4) acabando por matálas.
As células CD4 são, os elementos do sistema
imunológico que dão indicações às restantes
células para a necessidade de proteger o
organismo contra agentes invasores.





Faz –se a partir de análises sanguíneas para
detetar a presença de anticorpos ao VIH
Prova ELISA
Aglutinacion
Dot-blot
Orina
Refere-se ao tempo entre a infecção pelo vírus e
o inicio dos efeitos que a disfunção
imunológica causam no organismo, que perde
cerca de 80-100 células TCD4/ml.
Menor de 200 células/ml: Vulnerável, tratar
imediatamente
Entre 200 e 350 células/ml: Vulnerável, deve ser
iniciado o tratamento para evitar riscos
Entre 350 e 500 células/ml: pouco vulnerável
pode começar critério medico
Acima de 500 células/ml: Saudável, iniciar o
tratamento somente se houver doença oportunista





Etapa I . Assintomática, inflamação dos
nódulos linfáticos, n se classifica como AIDS
Etapa II. Perde de peso, manifestação
mucocutaneas leves, infecção das vias
respiratórias
Etapa III. Diarreia crônica, febre persistente,
candidíases, infecção bacterianas graves,
tuberculoses
Etapa IV. Incluem vários tipos de infecções
oportunista o canceres relacionadas com VIH
(pessoas que encontra nessa etapa já tem AIDS)
Cansaço
Perda de peso
Suores noturnos
Falta de apetite
Diarreia
Queda de cabelo
Pele seca
Sintomas de Gripe


Usar sempre preservativos nas relações
sexuais, não compartilhar agulhas, seringas,
material usado na preparação de drogas
injetáveis e objetos cortantes.
Atenção a utilização de objetos, uma vez que,
se estiverem em contato com sêmen, fluidos
vaginais e sangue infectados podem transmitir
o vírus

Hoje em dia a esperança de vida de doentes
seropositivos tem vindo a aumentar devido aos
avanços científicos na composição dos
medicamentos retrovirais. No entanto é de
salientar que estes tratamentos só são eficazes
se forem administrados de forma rigorosa


Não foi ainda encontrada uma cura, ou seja,
um modo eficaz de eliminar totalmente o VIH
do organismo.
A Primeira droga especificamente aprovada
para tratamento da SIDA foi a Zidovudina
AZT-Azidotimidina, que bloqueia a síntese
viral.






Essa classe de medicamentos atua sobre a
enzima transcriptase reversa, tornando
defeituosa a cadeia de DNA que o vírus HIV
cria dentro das células de defesa do organismo.
Essa ação impede que o vírus se reproduza.
Abacavir
Didanosina
Lamivudina
Tenofovir
Zidovudina
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards