Enviado por carlosgjr98

Cidadania

Propaganda
Cidadania Cristã
Siginificado das Bandeiras
Bandeira do Brasil
A atual bandeira do Brasil foi adotada em 19 de novembro
de 1889.O verde das matas, o amarelo do ouro e riquezas naturais, o
azul do céu límpido e o branco da paz eterna. ois então a bandeira
brasileira herdou estes elementos de cor porque verde e amarelo são
homenagem à Casa Real de Bragança, da qual fazia parte o imperador
D. Pedro I, e à Casa Real dos Habsburg, da imperatriz D. Leopoldina. A
esfera azul corresponde ao céu do Rio de Janeiro como visto no dia 15
de novembro de 1889. Por último, a faixa branca não representa a paz
e nem mesmo o Equador celeste como em algumas in terpretações mas
apenas um local para a inscrição da frase “Ordem e Progresso” que é
inspirada no lema positivista de Auguste Comte “O Amor por princípio e
a Ordem por base; o Progresso por fim”
Bandeira de Minas Gerias
bandeira de Minas Gerais era um projeto para
uma bandeira nacional, de autoria dos inconfidentes mineiros. Contudo, acabou
sendo instituída como bandeira oficial do estado de Minas Gerais pela lei
estadual nº 2793 de 8 de janeiro de 1963, embora as origens de sua utilização
remontem ao século 17.
Significado das cores De acordo com Tiradentes, o triângulo central
simbolizava a Santíssima Trindade, e, segundo muitos, os ideais pregados pela
A
Revolução Francesa: Liberdade, Igualdade e Fraternidade.O vermelho,
acabou sendo adotado como símbolo-mor das revoluções.O triângulo também
demonstra a influência da Maçonaria na Inconfidência Mineira, por ser um dos
símbolos usados por esta organização.
Em torno do tal triângulo, estava escrito em latim:LIBERTAS QUÆ SERA
TAMEN. traduzido como "Liberdade ainda que tardia"
Bandeira dos Desbravadores
O pastor Henry Berg, na ocasião, diretor dos jovens da Associação Central da Califórnia, foi
quem projetou em 1948 a Bandeira Oficial dos Desbravadores. Cada cor da Bandeira
representa uma característica dos desbravadores.
A Bandeira do Clube de Desbravadores tem 90 cm de altura e 135 cm de largura. Uma
insígnia dos desbravadores de 30 cm de altura por igual a medida de largura, encontra-se no
meio da bandeira. As cores das insígnias deverão ser as mesmas da insígnia pequena que se
usa no uniforme. A bandeira se divide em 4 partes. Ao olhar para a bandeira o observador
notará que as partes superior direita e inferior esquerda são azuis.
A bandeira deve ser posta em mastro de 2,30 m de altura, sendo de 1,5 polegadas a sua
grossura.
Cores:
Azul - Lealdade
Amarelo - Excelência
Branco - Pureza
Vermelho - Sacrifício e Coragem
Símbolos:
Triângulo - Crescimento físico, mental e espiritual.
Escudo - Defesa do cristão contra o pecado ou escudo da fé
Espada - A palavra de Deus
Hasteamento de bandeira
Quando o hasteamento é feito com 3 bandeiras a Bandeira do Brasil fica no centro e a
do estado a esquerda (do público) e a desbravadores a direita (do público). Obs. O
mastro mais alto é o do centro porque o Bandeira Nacional tem sempre que ficar
acima das demais só fica no mesmo nível se hasteada com bandeiras de outros
países.
Será colocada nos mastros. A bandeira do Brasil deverá entrar no local primeiro,
seguida da segunda mais importante da ocasião. Colocam-nas no porta-mastro e
retiram-se. Pode-se colocar pessoas a frente para segurar as bandeiras no lugar do
porta-mastro.
Acampamento ou Campori
Deve ficar num mastro, sendo a do Brasil posta ao meio. As bandeiras deverão ser
hasteadas pela manhã e retiradas no entardecer para que não pernoitem hasteadas (a
menos que se tenha uma iluminação diretamente a elas.
Desfile
- A bandeira nacional será segurada dos dois lados por desbravadores, posta a frente
do pelotão aberta e segura pelas pontas superiores. Damos um espaço entre ela e os
demais. Pode-se levar ela no mastro também, mas sempre à frente de tudo.
Não pode ser conduzida na posição vertical. Deve estar desfraldada ou em mastros.
Ocupará uma posição a frente ou a direta de outra bandeira, em caso de mais de duas
bandeiras, se posicionará no centro, a frente das demais.
MODO DE DOBRAR A BANDEIRA NACIONAL
BRASILEIRA
A Bandeira Nacional, no arriamento, após ser desenvergada, é dobrada da seguinte
forma:
I – segura pela tralha e pelo lais, é dobrada ao meio em seu sentido longitudinal,
ficando para baixo a parte em que aparecem a estrela isolada Spica (Alfa da Virgem Pará) e a parte do dístico “ORDEM E PROGRESSO”;
II – ainda segura pela tralha e pelo lais, é, pela segunda vez, dobrada ao meio,
novamente no seu sentido longitudinal, ficando voltada para cima a parte em que
aparece a ponta de um dos ângulos obtusos do losango amarelo; a face em que
aparece o dístico deve estar voltada para a frente da formatura;
III – a seguir é dobrada no seu sentido transversal, em três partes, indo a tralha e o
lais tocarem o pano, pela parte de baixo, aproximadamente na posição
correspondente às extremidades do círculo azul que são opostas; permanece voltada
para cima e para a frente a parte em que aparecem a estrela isolada e o dístico;
IV – ao final da dobragem, a Bandeira Nacional apresenta a maior parte do dístico
para cima e é passada para o braço flexionado do mais antigo, sendo essa a posição
para transporte;
V – para a guarda, pode ser feita mais uma dobra no sentido longitudinal,
permanecendo o campo azul voltado para cima.
Hino Nacional (explicação)
Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heróico o brado retumbante.
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da pátria nesse instante.
Tradução: As margens tranqüilas do rio Ipiranga ouviram, ao longe, o grito de
um povo heróico. E, naquele instante, o sol da liberdade, com raios que
faiscavam muito, brilhou no céu do Brasil
E o penhor desta igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte.
Em teu seio, ó liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!
Ó pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!
Tradução: A garantia da igualdade foi conquistada com nossas próprias mãos.
Por você, que nos deu liberdade, nos desafiamos a própria morte. Ó país
amado, idolatrado, salve, salve!
Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido
A imagem do cruzeiro resplandece.
Tradução: Brasil, quando a imagem do Cruzeiro do Sul brilha no céu limpo e
alegre, um sonho intenso, um raio de amor e de esperança desce até a Terra
Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza.
Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu Brasil
Ó pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada, Brasil!
Tradução: A própria natureza fez você grande, você é belo, forte, um gigante
sem medo. E no seu futuro você continuará a ser grande, ó terra que amamos.
Entre tantos outros é você, Brasil, o país que amamos. Você á a bondosa mãe
dos que nascem aqui, amada terra natal, Brasil!
II
Deitado eternamente em berço esplêndido
Ao som do mar, e à luz do céu profundo.
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do novo mundo!
Tradução: Deitado para sempre em um berço grandioso, banhado pelo som do
mar e pela luz do céu, você se destaca, ó Brasil, preciosidade da América,
banhado pelo sol que ilumina os novos continentes
Do que a terra mais garrida,
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores
Nossos bosques tem mais vida,
Nossa vida no teu seio mais amores.
Ó pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!
Tradução: Seus alegres e lindos campos têm mais flores até do que a terra
mais produtiva. Assim como nossas florestas, que são mais belas e vivas,
nossa vida, quando estamos aqui, é mais feliz. Ó país amado, idolatrado, salve,
salve!
Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado
E diga o verde-louro dessa flâmula
- Paz no futuro e glória no passado.
Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.
Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu Brasil
Ó pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!
Tradução: Brasil, que para sempre sua bandeira, cheia de estrelas, seja
símbolo de amor eterno. E que o verde-amarelo da bandeira diga "Paz no
futuro e glória no passado." Mas se um dia você erguer sua arma da justiça em
uma guerra, verá que um filho seu não foge da luta. E verá também que quem
o adora não tem medo nem da própria morte. Entre tantos outros é você,
Brasil, o país que amamos. Você á a bondosa mãe dos que nascem aqui,
amada terra natal, Brasil!
O sistema de governo no Brasil
O Brasil é uma república federativa constitucional presidencialista, forma
escolhida por plebiscito em 1993. O Estado brasileiro está organizado em três
Poderes: o Executivo, o Legislativo e o Judiciário. O Chefe do Poder Executivo
(que acumula as funções de chefe de Estado e chefe de Governo) é o
Presidente da República.
Dez lugares históricos no Brasil
Museu do Ipiranga São Paulo - Sp
Palácio do Catete Rio de Janeiro - Rj
Palácio no Planalto Brasilia
Esplanada dos Ministérios Brasilia
Ouro Preto Minas Gerais
Porto Seguro Bahia
São Vicente São Paulo
Palácio dos Bandeirantes São Paulo
Fazenda do Ipanema Uperó São Paulo
Congonhas do Campo, Munas Gerias
Pátio do Colégio (São Paulo)
Dez eventos históricos muito conhecidos em seu país.
1. Proclamação
isso ai er da parte do Samuel
Deveres
- Votar para escolher nossos governantes.
- Cumprir as leis.
- Respeitar os direitos sociais deoutras pessoas.
- Educar e proteger nossos semelhantes.
- Proteger a natureza.
- Proteger o patrimônio público e social do País.
- Colaborar com as autoridades.
Direitos
- Homens e mulheres são iguais emdireitos e obrigações.
- Saúde, educação, moradia, segurança, lazer, vestuário, alimentação e
Direitos e deveres de um cidadão
Direito







Ir e vir em todo território nacional em tempo Paz;
Direito de igualdade perante a Lei;
Direito de não ser torturado e de não receber tratamento desumano ou
degradante;
Direito a sua intimidade, sua vida particular, sua honra, sua imagem, à
inviolabilidade de seu domicílio, de sua correspondência, de suas
comunicações telegráficas, de dados e telefônicas;
Direito de liberdade de expressão de atividade artística, intelectual,
cientifíca, literária, e de comunicação;
Direito de reunião e às liberdades políticas e religiosas;
Direito à Informação, Direito de propriedade;
Dever






Votar para escolher nossos governantes e nossos representantes nos
poderes executivos e legislativo;
Cumprir a leis;
Respeitar os direitos sociais de outras pessoas;
Prover o seu sustento com o seu trabalho; alimentar parentes próximos
que sejam incapazes;
Educar e proteger nossos semelhantes, Proteger a natureza;
Proteger o patrimônio comunitário; Proteger o patrimônio público e social
do país; Colaborar com as autoridades
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Criar flashcards