cintilografia de perfusao miocardica com mibi

advertisement
EXAME: CINTILOGRAFIA DE PERFUSÃO MIOCÁRDICA COM MIBI
A Cintilografia de Perfusão do Miocárdio é um exame realizado em 2 fases distintas:
STRESS E REPOUSO.
→Exame realizado em duas etapas em dias diferentes:
FASE DE STRESS
Realiza-se um teste de esforço físico (caminhada em esteira ou bicicleta) ou
farmacológico durante o qual injeta-se, no paciente, um radiofármaco (medicamento
radioativo), para a obtenção de imagens do coração.
FASE DE REPOUSO
É realizado em situação de descanso. Injeta-se o radiofármaco e após 60 a 90
minutos (tempo necessário para o material marcar as células)são realizadas as
imagens, com duração aproximada de 20 minutos.
PREPARO:
1. Não se alimentar por 2hs antes da realização do exame, ou ingerir alimentos
leves;
2. Não consumir nos 02 dias do exame: café, coca-cola, chá, chimarrão,
chocolate, frutas cítricas;
3. Não fumar ou ingerir bebida alcoólica nos 02 dias do exame;
4. Suspender os medicamentos de coração e pressão 02 dias antes da realização
do exame, apenas com a permissão de seu médico.
5. Comparecer com roupa confortável e tênis no dia do exame em que for
realizar o teste de esforço.
6. Trazer um lanche que consiste em: pão com queijo, iogurte e água.
Obs 1: o horário exato para a segunda fase do exame será fornecido pelo
Biomédico/Técnico de Medicina Nuclear ao término da primeira fase.
Obs 2: Reservar todo o período da manhã ou tarde para a realização do exame;
IMPORTANTE:
→Trazer os nomes das medicações em uso;
→Trazer exames cardiológicos recentes e relatório de cirurgias cardíacas
(eletrocardiograma, ecocardiografia, teste ergométrico, cateterismo,
angioplastia e cirurgia de revascularização miocárdica, cintilografia, etc.).
→ Ao agendar o exame, é necessário que o paciente informe os nomes de
medicamentos em uso para que sejam verificados os prazos de suspensão.
Entretanto, a interrupção de qualquer medicamento precisa ter ordem
expressa do médico assistente.
CONTRA-INDICAÇÕES E REAÇÕES ADVERSAS
Ao realizar stress físico (teste ergométrico) ou farmacológico
(dipiridamol ou dobutamina), o paciente pode apresentar
reações como
variação de pressão, freqüência ou ritmo cardíaco. Estes são geralmente
transitórias e de pequena intensidade. Pacientes submetidos ao stress com
dipiridamol podem apresentar sensação de calor, dor de cabeça ou tontura (de
curta duração e bem controladas com medicação), sendo importante informar
sobre antecedentes de asma ou chiado no peito, pois há a possibilidade da
medicação desencadear bronco espasmo.
Download