A Humanidade em evolução A evolução da Geografia

Propaganda
A Humanidade em evolução
Há milênios o homem se preocupa em se localizar
no espaço. Durante muito tempo os astros foram
utilizados como maneira de localização, o problema
que eles apresentavam era a indicação dos pontos
cardeais e colaterais de forma aproximada. Em tempos
modernos existem várias maneiras de se localizar com
precisão, o uso de ferramentas modernas como o *GPS
que tem auxiliado bem o homem do novo milênio.
A seguir vamos analisar a evolução das formas de
localização no espaço de acordo com o passar dos
tempos.
GPS: sistema de posicionamento global,
popularmente conhecido por GPS (Global
Positioning System, ou do português
“geoposicionamento por satélite”)
Os pontos cardeais facilitam a orientação na
superfície terrestre. A noção a respeito desses pontos
de orientação é fundamental para estabelecer os
deslocamentos aéreos e marítimos, por exemplo,
ou em locais onde não há estradas, como regiões
desérticas e áreas florestais.
Os pontos cardeais indicam quatro direções
opostas que foram adotadas a partir do |*movimento
aparente do sol, que deriva do movimento de
rotação terrestre. Foi convencionado que o local de
nascimento do sol seria o Leste e o local onde o sol
se põe o Oeste. A partir desta convenção podemos
determinar os quatro pontos cardeais da seguinte
maneira: estendendo o braço direito rumo ao local em
que o sol nasce teremos o Leste, o esquerdo onde ele
se põe o Oeste, a nossa frente será o Norte e as nossas
costas, o Sul. Veja figura a seguir.
Movimento aparente do Sol: Deslocamento
aparente porque é a Terra que gira de oeste para
leste e não o Sol, portanto o observador da Terra
tem a impressão que o Sol se desloca de leste
para oeste.
http://htmlimg3.scribdassets.com/6iwdcai2ww1s5id/images/792e23ab55f.jpg
A rosa dos ventos também chamada de rosa dos
rumos permite a identificação dos pontos cardeais,
colaterais e subcolaterais.
A evolução da Geografia
Os astros representaram em outros tempos, a
única maneira de orientação para a humanidade. Os
deslocamentos eram realizados com base em estrelas
na lua no sol e até mesmo em outros planetas. A partir
do século XX, com o desenvolvimento tecnológico mais
acelerado, equipamentos, como o GPS, dispensaram a
utilização dos astros para localização e orientação.
A observação celeste (realizada em áreas
apropriadas, distante das metrópoles) pode ser de
grande importância para compreendermos sobre o
mundo e os vários aspectos que nos cercam diante
dos astros e do Universo.
A orientação pelo Sol: Esta é talvez a maneira mais
simples de orientação. Como a Terra gira em torno do
26
Capítulo 2
seu próprio eixo (movimento de rotação terrestre), percebe-se um
movimento aparente do Sol. O Sol sempre nasce no mesmo lado, o
Leste (oriente) e põe-se sempre no Oeste (ocidente). O sol aparecerá
não exatamente na mesma posição, durante o ano, mas sempre
nascente e poente ocorrerão do mesmo lado. Determinando-se
um lado, no nascer ou pôr-do-sol, pode-se, de modo aproximado,
utilizar os pontos de orientação e, a partir daí, sua localização.
Alguns cuidados devem ser tomados para iniciarmos a
observação:
1º - A situação do tempo atmosférico (é preciso que o céu esteja
limpo);
2º - A localização do observador no planeta Terra - distância em
relação à linha do Equador;
3º - A época do ano (nos meses chuvosos é muito difícil observar
os astros);
4º - É fundamental lembrar que sem a utilização complementar de
equipamentos astronômicos, essa orientação não será totalmente
precisa. Trata-se apenas de uma orientação aproximada.
É possível ainda realizar orientações pela Lua e por outras estrelas,
Cruzeiro do Sul e Estrela Polar. É importante destacar que se tenha
algum entendimento, mesmo que básico, de uma carta celeste ou
um planisfério, se possível o auxílio de um binóculo simples para
auxiliá-lo na observação. No Brasil é possível orientar-se pelo Cruzeiro
do Sul, uma constelação que é vista em quase todas as noites do ano
apenas do hemisfério Sul. A partir de algumas relações baseadas
nessa constelação, é possível determinar, aproximadamente, o polo
Sul. Da mesma forma que só é possível visualizar a Estrela Polar
do hemisfério Norte, sendo possível determinar o polo Norte. veja
como.
Pontos Cardeais
Os quatro pontos cardeais são:
•
Norte, Setentrional e Boreal
ou Ártico (N);
•
Sul, Meridional, Austral e Antártico (S);
•
Este, Leste, Oriente e Nascente ou Levante (E);
•
Oeste, Ocidente, Poente e
Ocaso (O ou W).
Os pontos colaterais situam-se
na bissetriz dos ângulos formados
pelos pontos cardeais. São eles:
•
NE Nordeste (45º)
•
SE Sudeste (135º)
•
SO Sudoeste (225º)
•
NO Noroeste (315º)
Aos pontos que se situam entre
os pontos cardeais e os colaterais
dá-se o nome de pontos
subcolaterais.
•
NNE Nor-nordeste (22,5º)
•
ENE Les-nordeste (67,5º)
•
ESE Les-sueste (112,5º)
•
SSE Sul-sueste (157,5º)
•
SSO Sul-sudoeste (202,5º)
•
OSO Oes-sudoeste (247,5º)
•
ONO Oes-noroeste (292,5º)
•
NNO Nor-noroeste (337,5º)
Estender” por 4,5 vezes a haste mais comprida da Cruz, a ponta da
cruz indica sempre a direção do pólo Sul.
Orientação - Da localização pelos astros ao GPS
27
A Bússola
uma
http://enroquedeciencia.blogspot.com.br/2012/02/
los-polos-de-la-tierra.html
A Bússola é um instrumento de orientação, criada pelos chineses no século IV a.C. utiliza
agulha imantada com as mesmas características de um imã, ou seja, possui dois
polos magnéticos, norte (N) e sul (S). Considerando que os polos iguais se
repelem e os opostos se atraem, e que o Planeta Terra funciona como um grande
imã. Chegaremos a seguinte conclusão: o polo norte magnético da agulha apontará
para o Sul magnético da Terra, indicando de forma aproximada o norte geográfico do
planeta. É necessário lembrar que existe uma distância entre o norte geográfico e o sul
magnético do planeta, de 1400 km, chamada declinação magnética. Sendo, portanto
necessário fazer uma correção para que se encontre a direção correta. Veja figuras a
seguir.
GPS
Sistema de localização e navegação por satélite que fornece a um aparelho móvel um conjunto de informações
(localização, altitude, horário e possibilidades de deslocamento) ao usuário. O receptor será conectado sob todas
e quaisquer condições atmosféricas, independentes do horário e em qualquer lugar no planeta Terra, desde que o
aparelho esteja no campo de visão de quatro satélites GPS. Atualmente dois sistemas de localização e navegação
por satélite estão em operação: o GPS americano e o GLONASS russo. Existem dois outros sistemas em processo de
finalização: o *Galileo da União Europeia e o Compass chinês.
O sistema de localização dos Estados Unidos é operado através do Departamento de Defesa. O sistema
americano foi desenvolvido para uso exclusivamente militar, atualmente é disponibilizado para os civis
gratuitamente. Não existem garantias de que em tempos de guerras o uso civil seja mantido, o que resultaria
num sério risco para a navegação. O GPS foi desenvolvido na década de 1970, durante a Guerra Fria para facilitar
e superar os sistemas de navegação antigos.
(Galileo é um sistema de
posicionamento global proposto
para atuar no mercado de GNSS
- Global Navigation Satellite
Infraestructure - em conjunto com
os já existentes GPS e GLONASS)
Compass ou Beidou-2 é o sistema chinês de posicionamento global
por satélite. A China está implementando o seu próprio sistema
global de navegação por satélites, similar ao GPS norte-americano e
ao GLONASS russo; contará com 35 satélites: cinco geoestacionários
e trinta em órbita média. Os chineses também participam do sistema
de posicionamento global Galileo em parceria com a União Europeia.
Lembre-se: “meios de orientação” são diferentes de “meios de localização”. Os meios de orientação indicam
uma referência (Ex: a bússola indica onde está o norte) os meios de localização indicam uma localização (Ex: o
GPS mostra onde você está de acordo com um sistema de coordenadas).
28
Capítulo 2
Exercícios
Vamos fazer juntos!
1. (UEMS) Quanto à orientação no globo, pode-se
3. (UFAM – 2009) Leia com atenção a assertiva
I. A Linha do Equador divide o Globo em Hemisfério
Norte ou Austral e Hemisfério Sul ou Boreal.
II. O Brasil está situado a Oeste do Meridiano de
Greenwich, tendo a maior parte de suas terras
no Hemisfério Sul, sendo cortado pela Linha do
Equador e pelo Trópico de Câncer.
III. Os pontos extremos localizados no Norte e no
Sul do Brasil são Arroio Chuí no Sul e Oiapoque
no Norte.
Com base nos enunciados acima, assinale a
proposição correta:
“Cada ponto do espaço (lugar) possui uma
personalidade única, uma identidade própria que
o diferencia dos demais, por sua localização e por
sua posição em relação aos outros lugares.” Olivier
Dolfus (1991).
I. Os pontos do espaço (lugares) podem ser
identificados exclusivamente por um sistema
de classificação dos fusos horários na Terra,
denominado GPS.
II. As coordenadas geográficas ou terrestres
são estabelecidas por linhas imaginárias,
denominadas meridianos e paralelos.
III. A intersecção da latitude com a longitude
nos dá a localização de qualquer ponto na
superfície terrestre.
IV. A localização de pontos na superfície terrestre
pode ser obtida por sinais emitidos por meio
de satélites.
V. O Meridiano de Greenwich está localizado na
Inglaterra e divide a Terra em dois hemisférios,
o norte e o sul.
Sobre as afirmativas pode-se afirmar que:
afirmar que:
a) Todas as alternativas estão erradas.
b) I e III estão corretas.
c) Somente a II está correta.
d) II e III estão corretas.
e) Somente a III está correta.
2. Sobre o GPS, leia as assertivas abaixo e assinale
somente as que estão corretas:
I. O GPS é considerado, atualmente, a mais
moderna e precisa ferramenta de determinação
da posição de um ponto da superfície terrestre.
É um termo em inglês que significa Global
Positioning System.
II. O GPS permite apenas o monitoramento de
deslocamentos realizados em pequenas
distâncias de um ponto para outro, em linha reta.
III. O GPS é um instrumento de orientação utilizado
apenas em automóveis importados.
IV. O GPS representa uma tecnologia desenvolvida
inicialmente para fins bélicos. Foi durante a Guerra
do Golfo que sua aplicação obteve sucesso.
V. GPS é um sistema que se baseia na utilização de
mapas e cartas milimetricamente representadas
em um gráfico de escalas pequenas.
abaixo e responda:
a) As alternativas I, II e IV são corretas.
b) As alternativas II, III e IV são incorretas.
c) As alternativas I e V são incorretas.
d) Somente a alternativa V é correta.
e) Somente a alternativa III é incorreta.
a) Apenas I e IV são corretas.
b) Apenas II e V são corretas.
c) Apenas I e III são corretas.
d) Apenas II e III são corretas.
e) Apenas IV e V são corretas.
Orientação - Da localização pelos astros ao GPS
29
Exercícios
Faça hoje! antes de dormir
1. (UFLA) Observe a imagem e a legenda abaixo:
d) Apenas I, II, IV e V são verdadeiras
e) Apenas I, II, III e V são verdadeiras
3. Esse sistema foi projetado para fornecer o
Veículo equipado com GPS de bordo e um software com
mapas que indicam
a posição do veículo e o caminho a percorrer até um
determinado ponto.
As afirmativas abaixo mantêm relação com a
imagem e a legenda apresentada, EXCETO:
a) Essas tecnologias associam-se aos satélites
artificiais.
b) As informações sobre a localização do veículo
são transferidas para um mapa digitalizado.
c) O GPS funciona somente no ambiente urbano,
devido à presença de torres de telefonia.
d) Esse sistema de localização tem como princípio o
uso das coordenadas geográficas.
2. Em síntese, o Brasil é um país inteiramente
Ocidental, predominantemente do Hemisfério Sul e
da Zona Intertropical.
Considere as afirmações:
I. O Brasil situa-se a oeste do meridiano de
Greenwich.
II. O Brasil é cortado ao norte pela linha do Equador.
III. Ao sul, é cortado pelo Trópico de Câncer.
IV. Ao sul é cortado pelo trópico de Capricórnio,
apresentando 92% do seu território na zona
intertropical, entre os trópicos de Câncer e de
Capricórnio.
V. Os 8% restantes estão na zona temperada do sul.
a) Apenas I, II e IV são verdadeiras
b) Apenas I e II são verdadeiras
c) Apenas IV e V são verdadeiras
30
Capítulo 2
posicionamento instantâneo e a velocidade de
um ponto na superfície terrestre ou próximo dela,
através das coordenadas geográficas. O apoio
técnico ao sistema é dado por uma constelação
de 24 satélites distribuídos por 6 órbitas em torno
da Terra. Pode ser aplicado em vários ramos de
atividade, em que a localização geográfica é uma
informação necessária. Foi originalmente concebido
para ser utilizado na navegação aérea, marítima
e terrestre. Tornou-se importante instrumento
para a realização de levantamentos topográficos e
geodésicos, demarcação de fronteiras, unidades de
conservação e de terras indígenas e implantação
de eixos rodoviários, além do monitoramento de
caminhões de carga, carros ou qualquer tipo de
transporte.
O texto refere-se ao processo de localização por:
a) Aerofotogrametria
b) ENSO
c) Projeção de Mercator
d) Representação Cartográfica Tridimensional
e) Sistema de Posicionamento Global – GPS
4. Para localizar pontos específicos na superfície
terrestre foram criadas as coordenadas geográficas.
Nesse sentido, analise as afirmativas.
I. As linhas imaginárias que servem de base para
a localização de qualquer ponto na superfície
terrestre são os paralelos e os meridianos.
II. Os paralelos indicam a longitude e os meridianos,
a latitude.
III. A longitude varia de 0º a 180º, iniciando na linha
do Equador.
IV. A latitude varia de 0º a 90º e pode ser norte ou
sul.
V. O meridiano de Greenwich é o meridiano
principal e divide a terra em dois hemisférios:
ocidental e oriental.
Assinale a alternativa correta.
a) Apenas I, IV e V estão corretas.
b) Apenas I, II e III estão corretas.
c) Apenas II, III e V estão corretas.
d) Apenas III, IV e V estão corretas.
e) Todas as afirmativas estão corretas.
5. Explique como podemos nos orientar pelo Sol.
6.Para que serve a bússola e explique como ela
funciona.
7. Explique como podemos nos orientar tendo
como referência Cruzeiro do Sul.
Coordenadas Geográficas
Conjunto de linhas imaginárias, constituídas de paralelos e meridianos, que cortam o planeta Terra nos
sentidos horizontal e vertical. Servem para a localização de um ponto ou acidente geográfico na superfície
terrestre. No sistema de coordenadas geográficas as distâncias são medidas em graus, minutos e segundos. Um
grau corresponde a 60 minutos, e um minuto corresponde a 60 segundos. Veja figura a seguir.
Os
paralelos:
São
linhas
imaginárias traçadas paralelamente
ao Equador. Sendo 90 ao norte e 90
ao sul, totalizando 180 paralelos.
Cada paralelo equivale a 1º (um
grau) e tem como referencia a linha
do equador. Quatro paralelos têm
nomes especiais, são eles: Trópico
de Câncer, Trópico de Capricórnio,
Polar Ártico e Círculo Polar Antártico.
Veja figuras a seguir:
Latitude: é a distância, medida em graus, entre qualquer ponto na
superfície terrestre e o Equador. Pode ser medida para Norte ou para Sul. O
seu valor máximo é de 90º nos pólos e o valor mínimo de 0º no Equador. Um
grau de latitude corresponde, sensivelmente a 111 Km.
Os meridianos são semicírculos imaginários que ligam os pólos. Ao
contrário dos paralelos todos os meridianos têm a mesma medida. São 360
meridianos sendo 180 a leste e 180 a oeste, cada um valendo 1º (um grau).
Escolheu-se como meridiano de referência, o meridiano que passa pela
torre do observatório astronômico de Greenwich, que é uma localidade
da área metropolitana de Londres, capital da Inglaterra. O meridiano de
Greenwich divide a Terra em dois hemisférios: o ocidental e o oriental. Veja
figura a seguir.
http://go.owu.edu/~jbkrygie/
krygier_html/geog_222/geog_222_lo/
geog_222_lo12.html
Orientação - Da localização pelos astros ao GPS
31
Longitude é a distância medida em graus de qualquer ponto da superfície terrestre até o meridiano de
Greenwich. A longitude varia de 0° a 180°, nos sentidos Leste e Oeste. Assim, o meridiano de referência divide a
Terra em Ocidental (a Oeste) e Oriental (a leste). Foi a partir das longitudes que se criaram os fusos horários
Vale lembrar que todos os pontos ao longo de um mesmo paralelo ou meridiano têm respectivamente, a
mesma latitude e a mesma longitude.
Confira tabela de valores
Coordenada
Referência
Unidade de Valor máximo Valor mínimo
medida
Latitude
Equador
Graus
90º (pólos)
0º
Longitude Meridiano de
Graus
180º
0º
Greenwich
Antípoda
Anti = oposto e poda = pé
A Antípoda é o ponto oposto de uma localidade da superfície
terrestre. Para calcular a antípoda, basta manter a latitude da
localidade e inverter o ponto cardeal. Em seguida, verifique a
longitude da localidade, onde a soma das longitudes deverá
ser de 180º, e inverte-se o ponto cardeal.
Exemplo 1:
Ponto A: 25º latitude Norte e 70º longitude W.
A antípoda do ponto A: 25º latitude Sul e 110º de longitude
Leste.
32
Capítulo 2
Variação
N ou S
E ou O
Dica: “longitude”
lembra o que é
mais longe, ou seja,
o que vai até 180º,
“latitude” é uma
palavra menor, vai
até 90º.
http://www.physicalgeography.net/
fundamentals/2b.html
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards