2012 O Ano das Possibilidades

Propaganda
2012 O Ano das Possibilidades
4ª parte
A Vida que vale a pena ser vivida vale por
ela mesma. No instante mesmo em que é vivida.
E
isso
acontece
quando
nos
ajustamos
ao
universo. Ocupando o lugar que é o nosso,
desempenhando com excelência a atividade para
a qual fomos talhados e buscando a finalidade
que é a nossa como parte do todo (Barros Filho A Vida que Vale a Pena Ser Vivida; p.58). Quero
lhe convidar a ler Gênesis 37.
Jacó muda-se para Canaã, onde seu pai
havia morado. Nesta ocasião seu filho José estava
com dezessete anos. O trabalho dele era pastorear
os rebanhos com os irmãos. Como era muito
jovem, ia acompanhado de Gade, Aser, Dã e
Naftali. Quando voltava do campo contava para
seu pai as coisas ruins que eles faziam.
Os irmãos odiavam a José por perceberem
que ele era o filho querido de Jacó. A exemplo de
Raquel e Lia, estes irmãos também não se
entendiam.
José tem um sonho e resolve contar aos seus
irmãos. E aqui abro o primeiro parênteses: Sonhos
não podem ser compartilhados com qualquer
pessoa. Sejam eles sonhos que sonhamos acordados
ou dormindo. Jesus nos Evangelhos se apresenta
como uma pessoa reservada. José falou na hora
errada com as pessoas erradas.
O sonho que sonhamos acordados é algo
especial, e merece alguém especial para ouvir. Os
sonhos
que
sonhamos
dormindo
podem
ser
revelação da parte de Deus, mas também pode
revelar algo de nosso inconsciente, então por esta
razão
não
devem
ser
compartilhados
com
qualquer pessoa.
Quando José termina de contar seu sonho é
repreendido pelo seu pai que não conseguiu
discernir que aquele era um sonho dado por Deus.
Os irmãos o invejaram.
Certo dia seus irmãos decidem mata-lo, mas
Rúben intervém e seus irmãos decidem vende-lo –
tráfico de ser humano.
Quando José foi levado para o Egito, foi
vendido pelos ismaelitas a Potifar, oficial do
Faraó, rei do Egito. Potifar era o comandante da
guarda.
O Senhor abençoou José, de modo que tinha
sucesso em tudo o que fazia, ao prestar serviços
na casa de Potifar. Ele entendeu que o Senhor
estava com José de maneira muito especial,
dando bons resultados a tudo quanto fazia.
Pouco
tempo
depois
estava
na
posição
de
administrador da casa de Potifar e todos os bens
que ele tinha.
Desde a hora em que José foi nomeado
administrador, Deus abençoou Potifar por amor
a José. E tudo foi correndo bem, tanto nos
negócios da casa como nas plantações e rebanhos.
Potifar passou a confiar tanto em José, que
deixou tudo por conta dele. A tal ponto, que
Potifar não tomava conhecimento de nada. Tudo
José dirigia e resolvia.
As Escrituras afirmam que José era um belo
rapaz. Passado algum tempo, a mulher de Potifar
começa a olhar José com interesse. Ela chegou a
propor que ele se deitasse com ela, mas José diz a
mulher: “O meu senhor confiou a mim tudo o que
e é dele. Ele nem sabe o que existe na casa, porque
deixou comigo a responsabilidade total. Tanto
assim que ele não é mais do que eu nesta casa. E
não me proibiu coisa alguma! É claro que a única
coisa que não posso tocar é você, pois é mulher
dele. Como poderia fazer essa maldade? Seria um
grande pecado contra Deus!”.
Edméia Williams em um de seus sermões no
mês de dezembro ao falar desta situação na vida
de José diz que ele não disse a mulher de Potifar
“não quero”. Ele diz “não posso” e fugiu.
Todos os dias ela tentava seduzir José. Um
dia, José vai à casa de Potifar para cuidar de uns
negócios. A mulher estava sozinha. Ela entra,
segura José pela roupa e ele precisa fugir mesmo
que seja nu. Ela se sentindo rejeitada começa a
gritar querendo vingança. Quando o marido
volta ela conta a sua história. Potifar fica furioso
e manda prender José, mas o Senhor estava com
ele e derramou sua bondade sobre ele. O Senhor
fez com que o carcereiro simpatizasse com José.
Assim, o carcereiro encarregou José de
cuidar de todos os presos. E José fazia tudo o que
era preciso fazer ali. O carcereiro deixou de ter
preocupação com o que acontecia na cadeia,
porque José cuidava de tudo. O Senhor estava
com ele. Por isso, tudo o que fazia dava certo, e as
coisas corriam bem.
Certo dia José interpreta um sonho. O chefe
dos
garçons
fica
entusiasmado
com
a
interpretação do sonho, então José pede que se se
lembra dele quando estivesse com o Faraó, mas o
homem se esquece de José até que um dia o
próprio Faraó tem um sonho e ninguém consegue
interpretá-lo.
Só
então
o
chefe
dos
garçons
lembra-se de José. Após interpretar o sonho de
Faraó e então declara: “Onde poderíamos achar
outro homem como este? Logo se vê que o Espírito
de Deus está nele!”.
Durante estes dias nós pensamos juntos
sobre a postura de algumas pessoas: Rebeca,
Isaac, Esaú, Jacó, Raquel, Lia, Simeão, Levi e José
e penso que somente se nossos corações estiverem
determinados a agradar apenas a Deus poderão
nossos motivos serem puros. Como a maior parte
de foi condicionado desde a infância a querer
agradar antes aos homens do que a Deus, é difícil
para muitos purificarem seus motivos. Contudo,
esse conflito de tentar viver pelos padrões do
mundo ao invés dos de Deus, pode produzir frutos
de péssima qualidade. Não se deixe apanhar
nesta armadilha!
Peça a Deus que lhe mostre suas fraquezas
caso não as conheça, peça que lhe o tanto o desejo
como a graça para fortalecê-lo (a). O equilíbrio e
a
plenitude
podem
ser
conseguidos,
mas
é
necessário enfrentar algumas revelações bem
honestas
sobre
si
mesmo.
Enxergar
como
realmente se é, sem nem mesmo a coberta de uma
folha de figueira, pode ser doloroso. Entretanto,
enfrentar a si mesmo é uma passada gigantesca
em direção à liberdade.
José prosperou na casa de Potifar, na cadeia
e na casa de Faraó. Como isto foi possível? A
resposta encontra-se em atos dos apóstolos: “E os
patriarcas, movidos de inveja, venderam José
para
o
Egito;
mas
Deus
era
com
ele”.
Atos 7:9.
Deus foi com Jacó, com Lia e com tantos
outros que o amaram. O segredo para um ano de
oportunidades
e
possibilidades
é
este.
Deus
precisa estar conosco. Ele fará de nós a pessoa que
desejarmos ser; a pessoa que foi escolhida desde a
eternidade a fim de sermos para louvor de sua
glória. Ao vermos a Sua imagem substituindo a
nossa imagem imperfeita, começaremos a amar
de fato a pessoa que estamos nos tornando.
Graças
a
fraquezas;
Deus
toda
por
nossas
fraqueza
que
imperfeições
temos
é
e
uma
oportunidade de demonstração do poder de Deus,
se somente mantivermos nossos olhos fixos nEle e
não em nós mesmos. Nossas fraquezas, como as de
Jacó, Lia, Raquel, Esaú, Labão, Rebeca, Isaac,
José, nada mais são do que um lembrete de que é
somente a graça de Deus que nos levará à
perfeição
para
que
nenhum
de
nós
possa
vangloriar-se na Sua presença. Então, também,
nós, como o apóstolo Paulo poderemos dizer: “Pela
graça de Deus, sou o que sou”.
Deus nos oferece este ano como o ano das
oportunidades.
Pense Nisso!
Regina Lopes
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards