Aula 13- Bio 2. Reprodução Denomina

Propaganda
Aula 13- Bio 2.
Reprodução
Denomina-se reprodução a capacidade que os seres vivos possuem de produzir descendentes. Na nossa espécie, a reprodução é
sexuada, ou seja, há junção e material genético, através das células reprodutoras (os gametas – óvulos e espermatozóides). Na
mulher os órgãos sexuais são os ovários, que produzem os óvulos; no homem, são os testículos, que produzem os
espermatozóides.
Sistema reprodutor feminino
O sistema reprodutor feminino é constituído por dois ovários, duas tubas
uterinas, o útero, a vagina e a vulva (figura ao lado).
No ovário, a cada mês, um ovócito primário, que já nasce com a mulher,
termina sua divisão dentro do folículo ovariano, onde amadurece, virando um
ovócito secundário, que é o gameta feminino pronto, sendo liberado na
ovulação, enquanto o folículo transforma-se no corpo lúteo (observe o
esquema abaixo). Este ovócito secundário (“óvulo”) segue pela tuba uterina
para ser fecundado. Ao mesmo tempo, o útero prepara-se para receber um
embrião, formado após a fecundação. Essa preparação consiste no
espessamento da parede interna do útero (endométrio), onde o embrião irá
se fixar. Caso não haja fecundação (na maioria das vezes), a mulher libera o
endométrio na menstruação.
Controle Hormonal (gráficos acima):
A hipófise produz o FSH (Hormônio Folículo eStimulante), que estimula o amadurecimento do folículo ovariano, fazendo com
que o ovócito primário complete sua divisão transformando-se em ovócito secundário. O folículo, conforme é estimulado, produz o
hormônio estrógeno ou estrogênio. O estrógeno estimula o espessamento do endométrio. Além disso, quando sua taxa está alta,
inibe a produção de FSH e estimula a produção de LH.
O LH (Hormônio Luteinizante) produzido também pela hipófise, estimula a liberação do ovócito secundário, ou seja, estimula
a ovulação. Depois da ovulação, o folículo ovariano passa a se chamar corpo lúteo que começa a produzir outro hormônio,
chamado progesterona, que também estimula o crescimento do endométrio. A alta taxa de progesterona inibe o FSH e o LH. Mais
ou menos uns quatorze dias após a ovulação o corpo lúteo para de produzir o estrógeno e a progesterona. A consequência disso
é a menstruação. O primeiro dia de menstruação é o primeiro dia do ciclo menstrual.
Contracepção: A contracepção (controle da natalidade) é o termo usado para a prevenção da gravidez. Algumas formas de
prevenção são muito mais eficientes que outras, como a pílula anticoncepcional, que evita a ovulação. Contém hormônios
(estrogênio e progesterona sintéticos) que “enganam” a hipófise, como se o óvulo estivesse sendo produzido, ou seja, o ciclo não
reinicia, pois a hipófise não mais produz o FSH e o LH, evitando assim a ovulação. A camisinha também é um método eficiente,
pois impede a fecundação (uma vez que os espermatozóides não entram em contato com o óvulo) e é essencial na prevenção de
doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). O DIU (dipositivo intra-uterino, composto de cobre que mata os espermatozoides) e
as cirurgias (vasectomia nos homens, e laqueadura tubária nas mulheres) evitam o contato do óvulo com o espermatozóide,
evitam a fecundação. Outros métodos como diafragma, tabelinha e coito
interrompido não são eficientes.
Sistema reprodutor masculino
O sistema reprodutor masculino é formado por: Testículos ou gônadas;
epidídimo, canal deferente, uretra; Pênis; Saco escrotal; Glândulas anexas:
próstata, vesículas seminais
⇒ Testículos: são as gônadas masculinas. Cada testículo é composto por
um emaranhado de tubos, os ductos seminíferos. Esses ductos são
formados pelas células de Sértoli (ou de sustento) e pelo epitélio
germinativo, onde ocorrerá a formação dos espermatozóides. Em meio aos
ductos seminíferos, as células intersticiais produzem os hormônios sexuais
masculinos, sobretudo a testosterona, responsáveis pelo desenvolvimento
dos órgãos genitais masculinos e dos caracteres sexuais secundários:
Crescimento da barba masculina e o pêlo pubiano, crescimento das glândulas sebáceas, produzem o aumento de massa
muscular nas crianças durante a puberdade, pelo aumento do tamanho das fibras musculares, ampliam a laringe e tornam mais
grave a voz, fazem com que o desenvolvimento da massa óssea seja maior, protegendo contra a osteoporose.
⇒ Epidídimos: são dois tubos enovelados que partem dos testículos, onde os espermatozóides são armazenados.
⇒ Canais deferentes: são dois tubos que partem dos testículos levando os espermatozoides recebem os líquidos da vesícula
seminal e da próstata levando o sêmen até a uretra. O líquido das vesículas seminais age como fonte de nutrientes para os
espermatozoides e o líquido da próstata como um neutralizador da acidez da urina e do muco vaginal.
⇒ Uretra: É um canal por onde passam a urina e o sêmem.
⇒ Saco Escrotal: Um espermatozóide leva cerca de 70 dias para ser produzido. Eles não podem se desenvolver adequadamente
na temperatura normal do corpo (36,5°C). Assim, os testículos se localizam na parte externa do corpo, dentro da bolsa escrotal,
que tem a função de termorregulação (aproximam ou afastam os testículos do corpo), mantendo-os a uma temperatura
geralmente em torno de 1 a 3 °C abaixo da corporal.
1) (UERJ 2013): A pílula anticoncepcional contém os hormônios estrogênio e
progesterona, que agem sobre a hipófise alterando os níveis de liberação dos seguintes
hormônios: folículo estimulante (FSH) e luteinizante (LH). No gráfico abaixo, são
mostradas as variações das concentrações de FSH e de LH durante um ciclo menstrual
de 28 dias de uma mulher que não usa anticoncepcionais. Considere agora uma mulher
que utilize esse método anticoncepcional na prescrição usual: uma pílula por dia ao
longo de 28 dias. Os valores sanguíneos dos hormônios FSH e LH, durante o ciclo
menstrual dessa mulher, estão apresentados em:
2) (UERJ 2012) Durante o ciclo
menstrual,
as
concentrações
sanguíneas
de
hormônios
hipofisários e ovarianos sofrem
notáveis variações. Os gráficos
abaixo ilustram essas variações,
ocorridas durante um ciclo de 28
dias. O gráfico que representa o
hormônio progesterona, em um ciclo
menstrual normal, está indicado pela
seguinte letra:
(A) W
(B) X
(C) Y
(D) Z
3 ) (UFRJ 2000) O gráfico ao lado mostra os níveis dos hormônios
progestacionais no sangue de uma mulher num período de 90 dias.
a) Como deve ser interpretado o aumento progressivo do nível de
concentração da progesterona a partir do 15o dia?
b) Que fato deve estar associado à queda do nível de hormônio por
volta do 90o dia?
4) (USP 2004) Foram feitas medidas diárias das taxas dos
hormônios: luteinizante (LH), folículo estimulante (FSH), estrógeno
e progesterona, no sangue de uma mulher adulta, jovem, durante
vinte e oito dias consecutivos. Os resultados estão mostrados no
gráfico. Os períodos mais prováveis de ocorrência da menstruação
e da ovulação, respectivamente, são:
a) A e C. d) E e C.
b) A e E. e) E e A.
c) C e A.
5 ) (Fuvest-SP) Uma senhora deu à luz dois gêmeos de sexos diferentes. O marido, muito curioso, deseja saber algumas
informações sobre o desenvolvimento de seus filhos, a partir da fecundação. O médico respondeu- lhe, corretamente, que:
a) dois óvulos foram fecundados por um único espermatozóide.
b) um óvulo, fecundado por um espermatozóide, originou um zigoto, o qual dividiu-se em dois zigotos, formando dois embriões.
c) um óvulo foi fecundado por dois espermatozóides, constituindo dois embriões.
d) dois óvulos, isoladamente, foram fecundados, cada um por um espermatozóide, originando dois embriões.
e) o uso de medicamentos durante a gestação causou alterações no
zigoto, dividindo-o em dois.
6) USP 2012. O esquema ao lado representa um espermatozóide
humano e algumas das estruturas que o compõem. Qual é a
importância de cada uma das estruturas numeradas de 1 a 4 para a
reprodução?
7) UFRJ A eficiência dos métodos anticoncepcionais mais
utilizados pode ser verificada observando-se o quadro ao lado:
a) Explique por que o método da tabela é um dos menos
seguros.
b) O método da pílula anticoncepcional diferencia-se dos
demais em relação à forma pela qual se evita a gravidez.
Explique por quê.
Gabarito 1)C 2)A 3) a) A manutenção da alta taxa de
progesterona a partir do 15o dia indica um processo de
gravidez. b) A queda da concentração de hormônio no final do
1o trimestre corresponde a uma interrupção da gravidez. 4) E 5) D 6) 1. Acrossomo : vesícula que contém enzima digestiva que
digere a parede do óvulo, garantindo assim a penetração do espermatozóide. 2. Núcleo : encerra o genoma que transmite as
características paternas. 3. Mitocôndrias : fornecem energia (ATP) para a funcionamento do flagelo (não são inseridas nos óvulos
durante a fecundação, portanto o embrião possui apenas mitocôndrias provenientes da mãe, do óvulo). 4. Flagelo : organela de
locomoção que garante o deslocamento do espermatozóide. 7) a) Porque o ciclo menstrual das mulheres não é sempre regular. b)
A pílula é o único método que impede a liberação do gameta através de hormônios que interferem no ciclo menstrual.
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards