Estereótipos culturais na comunicação social - TURMAB

Propaganda
ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CEB GIL EANES – LAGOS
Cursos EFA – NS -Formações Modulares Certificadas
Área de Competência: Cidadania e profissionalidade
UC3-reflexividade e pensamento crítico
DR4- Opinião pública e reflexão crítica Doc nº 3
Nome: Filipa Fátima da Silva Costa Turma B Data: 13-05-2010
Preconceitos Sociais
1
ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CEB GIL EANES – LAGOS
Cursos EFA – NS -Formações Modulares Certificadas
Área de Competência: Cidadania e profissionalidade
UC3-reflexividade e pensamento crítico
DR4- Opinião pública e reflexão crítica Doc nº 3
Nome: Filipa Fátima da Silva Costa Turma B Data: 13-05-2010
Índice
Introdução………………………………………………………………………………..pág.3
Resposta ao questionário………………………………………………………….pág.4
Definições……………………………………………………………………………..….pág.5
Estereótipos referidos no filme…………………………………………………pág.6
Passagens do filme…………………………………………………………….……..pág.7
Estereótipos sociais na comunicação social……………………………….pág.8
Diferentes perspectivas culturais………………………………….…..……….pág.9
Importância da comunicação social…………………………………………..pág.10
Sitologia…………………………………………………………………………………….pág.11
2
ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CEB GIL EANES – LAGOS
Cursos EFA – NS -Formações Modulares Certificadas
Área de Competência: Cidadania e profissionalidade
UC3-reflexividade e pensamento crítico
DR4- Opinião pública e reflexão crítica Doc nº 3
Nome: Filipa Fátima da Silva Costa Turma B Data: 13-05-2010
Introdução
Este DR pretende reflectir acerca dos preconceitos Sociais, e em que medida a opinião
pública contribui para a sua formação ou esclarecimento. Para apresentar o DR foi
visualizado um filme que relata um workshop onde uma antiga professora aplica um
exercício que transmite aos seus participantes a sensação de discriminação.
Jane Elliott
3
ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CEB GIL EANES – LAGOS
Cursos EFA – NS -Formações Modulares Certificadas
Área de Competência: Cidadania e profissionalidade
UC3-reflexividade e pensamento crítico
DR4- Opinião pública e reflexão crítica Doc nº 3
Nome: Filipa Fátima da Silva Costa Turma B Data: 13-05-2010
Resposta ao questionário referente ao filme apresentado:
Qual a sua opinião sobre o documentário que viu?
R: Na minha opinião pessoal, penso que o documentário, mesmo sendo baseado num
workshop, demonstra de uma forma clara, um dos maiores problemas que o mundo actual
enfrenta que é o racismo. Também penso que a forma que a autora encontrou para lidar e
combater este problema é corajosa e, infelizmente muito realista, pois as atitudes que ela
tem para com os participantes do workshop são extremamente violentas.
O filme permitiu-lhe experimentar a sensação de quem está a ser alvo de preconceito?
R: Penso que o filme transmite claramente a sensação de se ser discriminado, é uma
sensação triste e de injustiça.
Considera que o filme ajuda a compreender o problema social?
R: Considero que o filme mostra claramente este problema social que se denomina
preconceito. O facto de ser um workshop no qual as pessoas participam e, são julgadas, tal
qual se julga através da sociedade, é muito credível. O filme mostra as reacções de cada
indivíduo quando se sente socialmente atacado, reacções essas que vão desde a revolta, a
tristeza, e a impotência a reacções mais extremas como o choro.
O que terá levado a autora a recorrer à cor dos olhos para elucidar a discriminação social?
R: Durante a visualização do filme, foi referido pela autora que o facto de a escolha ter
recaído sobre a cor dos olhos, foi devido a ser uma característica física sobre a qual
nenhuma pessoa pode ter qualquer influência posterior ao seu nascimento.
4
ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CEB GIL EANES – LAGOS
Cursos EFA – NS -Formações Modulares Certificadas
Área de Competência: Cidadania e profissionalidade
UC3-reflexividade e pensamento crítico
DR4- Opinião pública e reflexão crítica Doc nº 3
Nome: Filipa Fátima da Silva Costa Turma B Data: 13-05-2010
Definições de:
Preconceito social – Preconceito social, é a forma de discriminação dirigida á classe operária,
por parte da classe alta, também pode ocorrer o inverso devido à desigualdade entre as
duas, o que gera sentimentos de injustiça na classe operária.
Racismo – Racismo é um preconceito que se baseia na crença (de alguns) de que existem
raças e culturas superiores e inferiores.
Discriminação – A discriminação é a base e o resultado de todos os estereótipos e
preconceitos. É assumir a diferença social como algo que não é benéfico.
Machismo – É a ideia de que o homem é, na sua qualidade humana, superior á mulher.
Heterofobia – É o nome que se dá á aversão dirigida à heterossexualidade, esta aversão
manifesta-se em algumas pessoas homossexuais.
Xenofobia – a xenofobia não é um preconceito, mas é um distúrbio psicológico associado. É
o medo instintivo e irracional, do que é desconhecido, este medo pode se revelar em
situações em que a pessoa tenha que lidar com uma cultura ou raça diferente, como
também com pessoas com características físicas diferentes, entre outras situações.
Misoginia -A misoginia é o preconceito/aversão a tudo o que é claramente feminino.
5
ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CEB GIL EANES – LAGOS
Cursos EFA – NS -Formações Modulares Certificadas
Área de Competência: Cidadania e profissionalidade
UC3-reflexividade e pensamento crítico
DR4- Opinião pública e reflexão crítica Doc nº 3
Nome: Filipa Fátima da Silva Costa Turma B Data: 13-05-2010
Estereótipos referidos no filme:
No documentário apresentado na aula de CP, para além de ser referente acima de tudo ao
racismo, também aborda alguns estereótipos sociais.
Os estereótipos que são referenciados no documentário são abordados de uma forma
clara pela autora, como é o caso da profissionalidade das mulheres, que tantas vezes é posta
em causa, atribuindo o sucesso profissional à beleza da mulher e não às suas capacidades
intelectuais.
Outro dos estereótipos que foi referenciado no filme, foi a ideia incrustada de que os
caucasianos têm mais capacidade intelectual que as restantes etnias.
6
ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CEB GIL EANES – LAGOS
Cursos EFA – NS -Formações Modulares Certificadas
Área de Competência: Cidadania e profissionalidade
UC3-reflexividade e pensamento crítico
DR4- Opinião pública e reflexão crítica Doc nº 3
Nome: Filipa Fátima da Silva Costa Turma B Data: 13-05-2010
Referência a passagens do filme:
“ Pessoas com olhos azuis são menos inteligentes” – Jane Elliott
“ Você vive nos U.S.A, mas não vive no mesmo país que ela” – Jane Elliott (referindo o
preconceito feminino e comparando entre uma caucasiana e uma negra)
“ As pessoas de olhos castanhos eram burras, sujas e malcheirosas.” – Ex aluna de Jane
Elliott, referindo-se a uma frase citada pela professora.
“ Vou simplesmente rotular as pessoas…com todos os rótulos atribuídos a negros,
mulheres…” Jane Elliott
7
ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CEB GIL EANES – LAGOS
Cursos EFA – NS -Formações Modulares Certificadas
Área de Competência: Cidadania e profissionalidade
UC3-reflexividade e pensamento crítico
DR4- Opinião pública e reflexão crítica Doc nº 3
Nome: Filipa Fátima da Silva Costa Turma B Data: 13-05-2010
Estereótipos culturais na comunicação social:
A comunicação social é sobretudo um meio comercial, como tal precisa de vender os seus
produtos. O público-alvo é extremamente consumista e, a perfeição para a sociedade é
baseada em duas ideias: perfeição física e bens materiais e monetários.
Se a ideia da sociedade se baseia, em quanta beleza e dinheiro se possui, a comunicação
social aproveita estes estereótipos para aliciar o público, daí a maioria das pessoas que
trabalham nesse meio serem por norma bonitas e ostentarem um aspecto monetariamente
descontraído, associando a sua imagem aos produtos vendidos.
Outro estereótipo na comunicação social, é a falta de abundância racial, normalmente os
actores e modelos que trabalham neste meio são caucasianos, é raro verem-se pessoas de
outras raças ou culturas a trabalharem no meio televisivo, pois não têm tanto rendimento e
não suscitam tanto a atenção das pessoas para os produtos que promovem, pois não estão
inseridos na ideia de perfeição da sociedade actual.
8
ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CEB GIL EANES – LAGOS
Cursos EFA – NS -Formações Modulares Certificadas
Área de Competência: Cidadania e profissionalidade
UC3-reflexividade e pensamento crítico
DR4- Opinião pública e reflexão crítica Doc nº 3
Nome: Filipa Fátima da Silva Costa Turma B Data: 13-05-2010
Diferentes perspectivas culturais:
Apesar de o racismo ser um dos piores preconceitos e, ser considerado crime em muitos
países inclusive Portugal, não se pode negar que a humanidade é constituída por diferentes
raças cada uma com a sua cultura e perspectiva.
Existir diferenças culturais é natural e não é contra estas diferenças que a sociedade
deveria lutar, mas sim contra a discriminação e injustiça e, a favor de direitos iguais para a
humanidade e, em alguns casos por a hipótese de reeducação social.
Cultura cigana:
A etnia cigana é frequentemente associada a diversos estereótipos:
Ladrões, incultos, perigosos, burlões etc.
Resumo da cultura cigana
Os ciganos são um povo proveniente do norte da Índia ou da Roménia (as opiniões
divergem), nómadas por natureza espalharam-se pela Europa.
A cultura deste povo é uma mistura de assimilações dos sítios por onde passaram ao longo
dos séculos.
Como a sua cultura é e sempre foi baseada nos seus próprios valores, os ciganos tendem a
não se considerarem parte da sociedade, vivem em comunidades e não é frequente que
assumam os seus papéis de cidadãos participantes (como trabalhar e descontar) mas é claro
que esta situação não se aplica a todos os indivíduos desta etnia, há muitos ciganos que
também cumprem os seus papéis na sociedade e nos dias de hoje já se vê mulheres a
frequentarem as instituições de ensino (o que antes não se verificava com tanta frequência).
9
ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CEB GIL EANES – LAGOS
Cursos EFA – NS -Formações Modulares Certificadas
Área de Competência: Cidadania e profissionalidade
UC3-reflexividade e pensamento crítico
DR4- Opinião pública e reflexão crítica Doc nº 3
Nome: Filipa Fátima da Silva Costa Turma B Data: 13-05-2010
Importância da comunicação social para a formação pública:
A opinião pública é uma forte condicionante da comunicação social e vice-versa.
A comunicação social é a porta aberta para tudo o que se passa no mundo, graças a ela
não vivemos na ignorância, acreditamos e seguimos o que ela revela quase piamente (com
excepção da imprensa cor de rosa).
A comunicação social é dividida em duas partes a informativa e a comercial. Ambas as
partes trabalham em conjunto, mas apenas a comercial lucra e, é esta ultima a mais
agressiva pois é dirigida ao público consumidor.
Sendo a parte comercial que lucra, os publicitários investem em campanhas muito
agressivas que condicionam a opinião pública nas suas escolhas ao adquirir produtos, as
campanhas publicitárias são sempre alusivas à perfeição estereotipada e representadas por
modelos à altura, fazendo passar a ideia que o consumo dos produtos ajuda as pessoas a
encaixarem-se neste contexto de perfeição.
Como a comunicação social tem tanto impacto nas pessoas (principalmente nos jovens)
pode ser uma forte condicionante à educação e opinião pública, nos dois sentidos: o bom e
o mau.
Na minha opinião, a comunicação social deveria utilizar o poder que tem sobre o público,
para reeducar as pessoas, através dos programas mais assistidos como: as novelas, as séries,
os filmes, os desenhos animados (que são violentos e pouco didácticos, mas vendem…) e
programas direccionados a jovens adultos.
10
ESCOLA SECUNDÁRIA C/3º CEB GIL EANES – LAGOS
Cursos EFA – NS -Formações Modulares Certificadas
Área de Competência: Cidadania e profissionalidade
UC3-reflexividade e pensamento crítico
DR4- Opinião pública e reflexão crítica Doc nº 3
Nome: Filipa Fátima da Silva Costa Turma B Data: 13-05-2010
Sitologia
www.google.com
www.wikipedia.org
www.google.images.com
http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://abagond.files.wordpress.com/2009/05/bluegreen-eye-race-experiment.jpg&imgrefurl=http://abagond.wordpress.com/2009/05/28/theblue-eyedbrown-eyedexercise/&usg=__ivNNqbaAxIsuMXAnelAGcdnltlo=&h=279&w=500&sz=49&hl=ptPT&start=1&um=1&itbs=1&tbnid=dV34QsT1xHdBM:&tbnh=73&tbnw=130&prev=/images%3Fq%3Dblue%2Beyes%2Bjane%2Bell
iot%26um%3D1%26hl%3Dpt-PT%26lr%3D%26tbs%3Disch:1
http://www.google.pt/imgres?imgurl=http://i.ytimg.com/vi/Tmjk6vimwto/0.jpg&imgrefurl=
http://rcboatvideos.com/index.php%3Fkey%3Dazuis&usg=__JhEj4h3wkzNUIDBchfw5j0YmA
34=&h=358&w=480&sz=15&hl=ptPT&start=13&um=1&itbs=1&tbnid=_y_SoowTQPfgaM:&tbnh=96&tbnw=129&prev=/images
%3Fq%3Dblue%2Beyes%2Bjane%2Belliot%26um%3D1%26hl%3DptPT%26lr%3D%26tbs%3Disch:1
11
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards