Prova Fisioterapia G

Propaganda
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
CONHECIMENTOS GERAIS
(B)
1. Correspondem aos princípios e diretrizes do SUS
estabelecidos no Art. 7º. da Lei 8.080/1990,
EXCETO:
(C)
(A) Universalidade de acesso aos serviços de
saúde no nível da atenção básica.
(B) Integralidade de assistência.
(C) Igualdade da assistência à saúde.
(D) Direito à informação, às pessoas assistidas,
sobre sua saúde.
(E) Participação da comunidade.
2. Analise estas afirmativas referentes a objetivos e
responsabilidades da Norma Operacional Básica
do SUS (NOB–SUS/96):
I.
O objetivo da NOB-SUS/96 é garantir,
institucionalmente, o exercício de gestão de
saúde pelo Município, ou seja, é a forma
pela qual se institucionaliza o processo de
municipalização da saúde.
Mesmo responsabilizando o poder público
municipal pela saúde, a NOB-SUS/96 define
os gestores estaduais e federais como coresponsáveis, na sua esfera de abrangência
e na esfera municipal, quando esta não
conseguir realizar sua função.
Com a NOB-SUS/96, o Estado, em seus
diferentes níveis de governo, assume afinal
seu dever de garantir o direito de saúde,
retirando definitivamente esse papel da
responsabilidade da sociedade, das famílias
e dos indivíduos.
II.
III.
Assinale a alternativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
Apenas as afirmativas I e III estão corretas.
Apenas as afirmativas II e III estão corretas.
As três afirmativas estão corretas.
Nenhuma das afirmativas está correta.
3. Considerando-se a NOB-SUS/96 é INCORRETO
afirmar que ela:
(A) Modifica a prática de acompanhamento e
avaliação do sistema de saúde, utilizando,
cada vez mais, os resultados das
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
(D)
(E)
programações
segundo
critérios
epidemiológicos.
Privilegia a relação do sistema de saúde com
os usuários, as famílias e a comunidade,
estreitando o vínculo entre eles e criando
condições para o exercício do controle social.
Redefine instrumentos gerenciais, de modo a
permitir que o município deixe de ser mero
prestador de serviços e se transforme em
gestor do SUS, em sua área de abrangência.
Redefine o conceito de gerência de gestão e
elimina as distinções entre essas funções,
contribuindo, assim, para a realização de um
dos princípios do SUS: a equidade.
Reduz progressivamente a remuneração por
produção de serviços e amplia a transferência
regular e fundo a fundo dos recursos
financeiros para a saúde.
4. São dispositivos da Lei Orgânica do Sistema
Único de Saúde - SUS (Lei 8080/90), EXCETO:
(A) A saúde é um direito fundamental do ser
humano.
(B) É dever do Estado garantir a saúde através da
formulação e execução de políticas que visem
à redução de riscos de doenças e de outros
agravos.
(C) É dever do Estado assegurar acesso universal
e igualitário às ações e aos serviços de saúde
para sua promoção, proteção e recuperação.
(D) O dever do Estado não exclui o das pessoas,
da família, das empresas e da sociedade.
(E) A iniciativa privada poderá participar do SUS
em caráter prioritário.
5. É uma instância colegiada do Sistema Único de
Saúde:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Conferência de Saúde
Fundo Municipal de Saúde
Ministério da Saúde
Secretaria de Assistência à Saúde
Secretaria de Vigilância à Saúde
6. Dispõe sobre a participação da comunidade na
gestão do Sistema único de Saúde:
(A)
(B)
(C)
(D)
Lei 8.080/1990
Lei 8.142/1990
Decreto 99.060/1990
Norma Operacional Básica – NOB/1992
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
(E) Lei 8.689/1993
7. Os preceitos do SUS de universalidade,
integralidade
e
hierarquização,
visam
à
reestruturação do sistema de saúde. Com relação
aos cidadãos, estes preceitos implicam na:
(A) Satisfação das necessidades assistenciais no
nível primário de atenção à saúde.
(B) Comprovação do local de moradia para ter
acesso à assistência médica.
(C) Contribuição à assistência previdência social
para ter acesso à assistência medica.
(D) Utilização de diferentes níveis hierarquizados
de atenção à saúde.
(E) Suplementação dos custos dos serviços
prestados.
8. É considerada a principal estratégia de expansão,
qualificação e consolidação da atenção básica por
favorecer uma reorientação do processo de
trabalho com maior potencial de aprofundar os
princípios, diretrizes e fundamentos da atenção
básica, de ampliar a resolutividade e impacto na
situação de saúde das pessoas e coletividades:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Programa Saúde Sem Limite
HumanizaSUS
QualiSUS-Rede
Estratégia Saúde da Família
Programa Mais Médicos
9. O sistema de financiamento dos serviços de
saúde do SUS aos municípios determina que:
(A) O Conselho Nacional de Saúde é responsável
pela distribuição direta dos recursos federais
aos prestadores públicos e privados.
(B) O repasse federal de recursos aos municípios
será
proporcional
aos
gastos
com
procedimentos de alto custo.
(C) O repasse de verbas será proporcional ao
perfil demográfico, epidemiológico e aos
serviços executados.
(D) Os prestadores de serviços contratados no
SUS serão ressarcidos diretamente pelo
Ministério da Saúde.
(E) O repasse de recursos aos municípios será
proporcional ao nº de unidades de saúde
existentes.
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
10. A
Portaria
1395/1999/GM
define
as
responsabilidades do Gestor Municipal –
Secretaria Municipal de Saúde ou organismos
correspondentes em relação à saúde do idoso.
Em relação a estas responsabilidades, assinale a
alternativa INCORRETA:
(A) Coordenar e executar as ações decorrentes das
Políticas Nacional e Estadual, em seu
respectivo âmbito, definindo componentes
específicos que devem ser implementados pelo
município.
(B) Promover as medidas necessárias para integrar
a programação municipal à adotada pelo
Estado,
submetendo-as
à
Comissão
Intergestores Bipartite.
(C) Promover articulação necessária com as
demais instâncias do SUS visando o
treinamento e a capacitação de recursos
humanos para operacionalizar, de forma
produtiva e eficaz, o elenco de atividades
especificas na área de saúde do idoso.
(D) Promover processo de articulação entre os
diferentes setores no Estado, visando a
implementação da respectiva política de saúde
do idoso.
(E) Manter o provimento do Sistema Nacional de
Informação em Saúde com dados e análises
relacionadas à situação de saúde e às ações
dirigidas aos idosos.
11. Com relação ao Acolhimento, pode-se citar as
seguintes formas de concretização, EXCETO:
(A) A montagem de grupos multiprofissionais para
mapeamento do fluxo do usuário na unidade.
(B) A busca rigorosa dos profissionais de saúde
avessos à humanização.
(C) A construção de Rodas de Conversas
objetivando a coletivização da análise e da
produção de estratégias conjuntas para
enfrentamento dos problemas.
(D) O
assinalamento
constante
da
indissociabilidade entre a atenção e gestão.
(E) A articulação com a rede de saúde para
pactuação
dos
encaminhamentos
e
acompanhamento da atenção.
12. Sobre o Acolhimento é INCORRETO afirmar:
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
(A) É uma tecnologia do encontro afirmadora de
relações de potência nos processos de
produção de saúde.
(B) Possibilita a intervenção de toda equipe
multiprofissional encarregada da resolução do
problema de saúde.
(C) Restringe os espaços democráticos de
discussão e decisões coletivas.
(D) Implica em estar atento e receptivo à
diversidades cultural, racial e ética.
(E) Favorece a construção de relação de
confiança e compromisso entre as equipes e
os serviços.
13. O processo de Humanização é fortalecido na
instituição hospitalar quando:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
A avaliação de risco e vulnerabilidade das
percepções dos usuários são pouco
consideradas.
A elaboração de protocolos é desenvolvida
sob a ótica uniprofissional.
A adequação da Ambiência é encrada como
produtora de elevação desnecessária dos
custos.
Tende a minimizar o espaço de discussão
entre a população e os atores políticos,
evitando-se críticas ameaçadoras.
Busca-se a superação da prática tradicional
centrada na dimensão biológica do paciente.
14. A problemática ainda vigente no sistema de saúde
se manifesta em vários fatores, EXCETO na
afirmação:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
O objetivo principal do sistema de saúde no
Brasil está focado no sujeito com sua
subjetividade e realidade sociocultural.
As pessoas com sérios problemas de saúde
não são adequadamente acolhidas no
momento do agravamento.
O acesso aos serviços de saúde é geralmente
organizado a partir de filas por ordem de
chegada.
Usualmente os profissionais de saúde
encontram-se exaustos de tanto realizar
atividades, mas não conseguem avaliar e
interferir para melhor qualificá-las.
O trabalho em saúde privilegia a produção de
procedimentos em detrimento da avaliação
dos efeitos sobre os usuários.
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
15. São ações que contribuem para ampliação da
resolutividade da atenção básica, EXCETO:
(A) Articulação de ações individuais e coletivas
envolvendo usuários e movimentos sociais.
(B) Descentralização do espaço hospitalar e
ênfase no modelo biomédico.
(C) Desenvolvimento da co-gestão do cuidado em
rede de saúde.
(D) Incremento do trabalho multiprofissional e
interdisciplinar na equipe.
(E) Assistência voltada para promoção e proteção
da saúde, além da prevenção de agravos.
16. Os valores que norteiam a Política Nacional de
Humanização são:
(A) Vínculos solidários, valorização de práticas
uniprofissionais e corresponsabilidade dos
atores envolvidos com a saúde.
(B) Autonomia e protagonismo dos sujeitos,
corresponsbilidade entre eles, vínculos
solidários e a participação coletiva nas
práticas de saúde.
(C) Autonomia dos sujeitos, responsabilidade
primordial dos gestores, participação dos
movimentos sociais.
(D) Hieraraquização do poder entre equipe e
usuários, vínculos solidários e co-gestão.
(E) Nenhuma das respostas anteriores.
O acúmulo técnico-político dos três níveis de
gestão do SUS, na implantação do Programa de
Agentes Comunitários de Saúde (PACS) e da
estratégia de Saúde da Família, elementos
essenciais para a reorientação do modelo de
atenção, tem possibilitado a identificação de um
conjunto de questões relativas às bases
conceituais e operacionais do que se tem
denominado atenção básica à saúde no Brasil,
e de suas relações com os demais níveis do
sistema. Essa discussão fundamenta-se nos
eixos transversais da universidade, da
integralidade e da equidade, em um contexto de
descentralização e controle social da gestão,
princípios assistenciais e organizativos do SUS,
consignados na legislação constitucional e
infraconstitucional.
Atenção básica e saúde da família. Brasil: Ministério
da Saúde.
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
Internet: <WWW.dtr2004.saude.gov.br> (com
adaptações).
17. Considerando o texto como referência inicial,
assinale a opção correta acerca de atenção básica
em saúde.
(A) A atenção básica em saúde é considerada a
porta de entrada para o SUS por cuidar
apenas de promoção da saúde e da
prevenção primária.
(B) O Programa Saúde Família (PSF) é a
estratégia prioritária para a reorganização da
atenção básica, por ser um atendimento
territorializado prestado por equipes que se
responsabilizam pelas famílias cadastradas
em sua área.
(C) A equipe mínima para o PSF é composta por
um médico de família, um enfermeiro, um
auxiliar de enfermagem, um dentista, um
auxiliar e um técnico em higiene dental, e
agentes comunitários de saúde.
(D) Cada equipe do PSF é responsável pelo
acompanhamento de 3 mil pessoas ou 500
famílias de determinada área.
(E) O PACS substitui o PSF em municípios com
menos de 50 mil habitantes.
18. Acerca de educação permanente e educação em
saúde, assinale a opção incorreta.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
A responsabilidade do SUS pela educação em
saúde e pela formação de recursos humanos
é prevista na Constituição Federal e reforçada
expressamente na Lei n.º8.080/1990.
A legislação prevê a criação de comissões
permanentes para tratar da integração entre
serviços de saúde e instituições de ensino
profissional e superior.
Para o Ministério da Saúde, a educação a
distância constitui ferramenta importante para
a municipalização dos SUS.
Por educação em saúde compreende-se a
formação de recursos humanos para o SUS.
A educação permanente deve ter como meta
principal a mudança do paradigma vigente,
anterior ao SUS, e a transformação do modelo
biomédico em um modelo biopsicossocial.
19. São diretrizes da Política Nacional de Saúde da
Pessoa portadora de deficiência:
(A) Promoção da qualidade de vida; assistência
integral à saúde; prevenção de deficiências;
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
(B)
(C)
(D)
(E)
ampliação e fortalecimento dos mecanismos
de informação; organização e funcionamento
dos serviços de atenção à pessoa portadora
de deficiência; e capacitação de recursos
humanos.
Promoção da qualidade de vida; assistência
integral à saúde; prevenção de deficiências;
organização e funcionamento dos serviços de
atenção à pessoa portadora de deficiência; e
capacitação de recursos humanos.
Promoção da qualidade de vida; prevenção de
deficiências; ampliação e fortalecimento dos
mecanismos de informação; organização e
funcionamento dos serviços de atenção à
pessoa
portadora
de
deficiência;
e
capacitação de recursos humanos.
Promoção da qualidade de vida; assistência
integral à saúde; prevenção de deficiências;
ampliação e fortalecimento dos mecanismos
de informação; organização e funcionamento
dos serviços de atenção à pessoa portadora
de deficiência.
Assistência terciária à saúde; prevenção de
deficiências; ampliação e fortalecimento dos
mecanismos de informação; organização e
funcionamento dos serviços de atenção à
pessoa
portadora
de
deficiência;
e
capacitação de recursos humanos.
20. A NOAS (Norma Operacional de Assistência à
Saúde) define como áreas de atuação estratégica
mínimas da condição de Gestão Plena de Atenção
Básica Ampliada, todos os abaixo relacionados,
com exceção de:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Saúde da Criança;
Eliminação de tuberculose;
Saúde da Mulher;
Saúde Bucal;
Eliminação da Hanseníase;
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
21. Um paciente de 35 anos é encaminhado por um
perito do INSS para o setor de fisioterapia
apresentando história de dor na região
lombossacra e parestesia de membro inferior
direito. A carta de encaminhamento do perito
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
solicita um relatório fisioterapêutico sobre as
condições cinético-funcionais do paciente. Durante
a avaliação, o paciente reclama que não consegue
trabalhar há mais de um ano e que a única
alternativa para sua situação é ser aposentado por
invalidez. Ao exame físico, o fisioterapeuta não
constata alterações clínicas que possam estar
desencadeando as dores relatadas. Ao realizar o
teste da elevação da perna retificada, o paciente
informa que não consegue realizar a elevação. O
fisioterapeuta decide aplicar o teste de Hoover.
Com o auxílio das informações contidas no caso
clínico, pode-se concluir que o teste de Hoover:
(A) É utilizado para tensionar as estruturas da
medula espinal.
(B) Destina-se a elevar a pressão intratecal.
(C) Tem por finalidade determinar se o paciente
está simulando ao afirmar que não pode
elevar a perna.
(D) Tem como objetivo testar o encurtamento dos
músculos isquiotibiais.
(E) Tem por finalidade testar o encurtamento dos
músculos gastrocnêmio e sóleo
Fonte: Adaptado do Enade 2007
22. Baseando-se nas patologias do complexo do
joelho, analise as afirmativas abaixo, em seguida
assinale a alternativa correta:
I- Na tendinite patelar, ao exame clínico, o paciente
apresenta: dor à palpação do tendão patelar, dor
ao exame ativo de flexo-extensão, marcha atípica,
porém sem sinal de instabilidade articular.
II- Na instabilidade crônica da lesão do ligamento
cruzado anterior (LCA) encontraremos ao exame
clínico: marcha anormal, dor patelar, exame de
gaveta anterior positivo e dor ao estresse em valgo
e varo.
III- Na osteoartrose femoro-patelar, ao exame clínico,
o paciente apresenta atrofia de coxa, lateralização
patelar com joelho a 90° graus de flexão e sinal de
apreensão positivo.
IV- Na artrose com joelho rodados para dentro, ao
exame clínico, o paciente apresenta joelhos valgos,
atrofia de coxa e varo de quadril.
(A) Apenas a I está correta.
(B) Todas as afirmativas estão corretas.
(C) Apenas a I, III e IV estão corretas.
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
(D) Apenas I e IV estão corretas.
(E) Apenas III e IV estão corretas
Referência Bibliográfica: Barros-Filho, Tarcísio.
Ortopedia e traumantologia: Rio de Janeiro:
Atheneu, 2009.
23. Em relação as lesões traumáticas de joelho,
assinale a alternativa correta:
(A) A lesão meniscal traumática é decorrente de
trauma rotacional, em flexão ou por
associação desses dois movimentos. Os
testes especiais que podem confirmar o
diagnóstico são: teste de lachman e gaveta
anterior ou posterior.
(B) O ideal é que logo após a lesão traumática, os
testes de McMurray, gaveta e Lachman sejam
feitos com a finalidade de diagnosticar a lesão
o mais rápido possível, para melhor condução
do tratamento.
(C) Após 4 ou 5 dias de lesão poderemos dar
início a avaliação dinâmica do joelho, na qual
poderemos constatar joelho valgo/varo no
plano frontal.
(D) Em uma lesão de corno posterior de menisco
é contraindicado o fortalecimento muscular
dos ísquios tibiais.
(E) Em uma lesão de corno posterior de menisco
é contraindicado o fortalecimento muscular do
quadríceps.
Referências:
HOPPENFELD
S.
Propedêutica
ortopédica: coluna e extremidades. São Paulo:
Atheneu, 1999.
HEBERT,
S.
et
al.
Ortopedia
e
traumatologia: princípios e prática. 4 ed. Porto
Alegre: Artmed, 2009.
24. A artrite reumatóide é uma doença sistêmica do
tecido conjuntivo cujas alterações predominantes
ocorrem ao nível das estruturas articulares,
periarticulares e tendinosas. Sobre essas
alterações, analise as afirmativas abaixo e marque
V para as verdadeiras e F para as falsas. Em
seguida, assinale a alternativa que apresentam a
sequência correta:
( ) Os acometimentos radiográficos e clínicos da
artrite reumatóide são simétricos e bilaterais.
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
( ) Nas articulações acometidas pela artrite
reumatóide há aumento de partes moles
periarticulares e efusões intra-articulares.
( ) Ocorre redução do espaço articular pela
destruição progressiva da cartilagem articular e
erosões ósseas nos casos mais avançados da
doença.
( ) Na artrite reumatóide podem aparecer cistos
ósseos decorrentes da invasão do pannus
reumatoide.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
V- V- V- F.
V- F- F- V.
V- V- V- V.
F- V- F- F.
V -F -V -V
Referência
Bibliográfica: MOREIRA,
C.;
CARVALHO, M. A. P. Reumatologia: diagnóstico e
tratamento. Medsi, 2ª Ed., 2001.
25. A PORTARIA Nº 104, DE 25 DE JANEIRO DE
2011 define as terminologias adotadas em
legislação nacional, conforme o disposto no
Regulamento Sanitário Internacional 2005 (RSI
2005). Numere os parênteses, relacionando as
terminologias adotadas em legislação nacional
com seus respectivos conceitos. Em seguida,
assinale a alternativa que indica a sequência
correta dessa relação de cima para baixo é:
I - Doença
II - Agravo
III - Evento
IV - Emergência de Saúde Pública de Importância
Nacional - ESPIN
V - Emergência de Saúde Pública de Importância
Internacional - ESPII
( ) Significa qualquer dano à integridade física,
mental e social dos indivíduos provocado por
circunstâncias
nocivas,
como
acidentes,
intoxicações, abuso de drogas, e lesões auto ou
heteroinfligidas;
( )
É um evento que apresente risco de
propagação ou disseminação de doenças para
mais de uma Unidade Federada - Estados e
Distrito Federal - com priorização das doenças
de notificação imediata e outros eventos de
saúde pública, independentemente da natureza
ou origem, depois de avaliação de risco, e que
possa necessitar de resposta nacional imediata;
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
( ) Significa uma enfermidade ou estado clínico,
independentemente de origem ou fonte, que
represente ou possa representar um dano
significativo para os seres humanos;
( ) É um evento extraordinário que constitui risco
para a saúde pública de outros países por meio
da propagação internacional de doenças e que
potencialmente
requerem
uma
resposta
internacional coordenada;
( ) Significa manifestação de doença ou uma
ocorrência que apresente potencial para causar
doença.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
I; V; II; IV; III
II; IV; I; V; III
I; IV; III; V; II
II; V; III; IV; II
III; II; I; V; IV
26. O capítulo da saúde na Constituição Federal de
1988 afirma que a assistência à saúde deve
abranger atividades curativas e prioritariamente,
atividades preventivas. Qual das diretrizes do SUS
configura esta afirmação?
(A)
(B)
(C)
(D)
Regionalização da assistência;
Igualdade da assistência;
Integralidade da assistência;
Universalidade de acesso aos serviços de
saúde;
(E) Equidade nas ações.
27. Em relação à vigilância em saúde, assinale a
alternativa INCORRETA:
(A) O conceito de vigilância em saúde inclui: a
vigilância e o controle das doenças
transmissíveis; a vigilância das doenças e
agravos não transmissíveis; a vigilância da
situação de saúde, vigilância ambiental em
saúde, vigilância da saúde do trabalhador e a
vigilância sanitária.
(B) A
vigilância
em
saúde
deve
estar
cotidianamente inserida em todos os níveis de
atenção da saúde.
(C) O Sistema Nacional de Vigilância Sanitária,
dentro do seu campo de competência, detecta
emergências em saúde pública e define ações
de intervenção, por intermédio de, por
exemplo: Hospitais-sentinela, que comunicam
eventos adversos e queixas técnicas
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
relacionadas a produtos e equipamentos de
saúde.
(D) A vigilância epidemiológica caracteriza-se por
ser um conjunto de atividades destinadas à
promoção e proteção, recupera- ção e
reabilitação da saúde dos trabalhadores
submetidos aos riscos e agravos advindos das
condições de trabalho.
(E) A integração entre Vigilância em Saúde e a
Atenção Primária à Saúde é condição
obrigatória para construção da integralidade
na atenção e para o alcance dos resultados.
28. A Lei n.º 8.142/90, resultado da luta pela
democratização
dos
serviços
de
saúde,
representou e representa uma vitória significativa.
A partir deste marco legal, foram criados os
Conselhos e as Conferências de Saúde como
espaços vitais para o exercício do controle social
do Sistema Único de Saúde (SUS). Diante do
exposto, assinale a afirmativa correta:
(A) A estratégia de saúde da família garante a
participação da comunidade no Sistema Único
de Saúde.
(B) A participação da comunidade no Sistema de
Único de Saúde ainda não ocorre devido ao
pouco financiamento destinado à saúde.
(C) A participação da comunidade ocorre apenas
direcionada às atividades de promoção da
saúde.
(D) Os Conselhos de Saúde tem atribuições legais
e políticas como atuar na formulação de
estratégias de operacionalização da política
de saúde; e atuar no controle social da
execução da política de saúde.
(E) As entidades que participam dos Conselhos
de Saúde devem estar vinculadas aos partidos
políticos.
29. A LEI Nº 8.080, DE 19 DE SETEMBRO DE 1990
dispõe sobre as condições para a promoção,
proteção e recuperação da saúde, a organização
e o funcionamento dos serviços correspondentes
e dá outras providências. Acerca dessa lei é
correto afirmar:
(A) A lei n° 8080/90 dispõe também sobre a
participação da comunidade na gestão do
Sistema Único de Saúde (SUS} e sobre as
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
(B)
(C)
(D)
(E)
transferências
intergovernamentais
de
recursos financeiros na área da saúde
A lei n° 8080/90 descreve os princípios do
Sistema Único de Saúde como, por exemplo,
a universalidade de acesso aos serviços de
saúde em todos os níveis de assistência;
A lei n° 8080/90 estabelece de diretrizes e
normas para a organização da Atenção
Básica, para a Estratégia Saúde da Família
(ESF) e o Programa de Agentes Comunitários
de Saúde (PACS)
A lei n° 8080/90 determina as diretrizes para
estruturação dos Núcleos de Apoio à Saúde
da Família (NASF).
A lei n° 8080/90 define o Pacto de Saúde
como sendo um conjunto de reformas
institucionais do Sistema Único de Saúde
(SUS) pactuado entre as três esferas de
gestão (União, Estados e Municípios) com o
objetivo de promover inovações nos
processos e instrumentos de gestão, visando
alcançar maior eficiência e qualidade das
respostas do SUS.
30. Classifique as alternativas como Verdadeiras (V) ou
Falsas (F), a seguir assinale a sequência correta.
( ) O acesso universal, igualitário e ordenado às
ações e serviços de saúde se inicia pelas
Portas de Entrada do SUS e se completa na
rede regionalizada e hierarquizada, de acordo
com a complexidade do serviço.
( ) Mapa da Saúde corresponde à descrição
geográfica da distribuição de recursos
humanos e de ações e serviços de saúde
ofertados pelo SUS e pela iniciativa privada.
( ) São Portas de Entrada às ações e aos serviços
de saúde nas Redes de Atenção à Saúde os
serviços: de atenção de urgência e
emergência;
de
atenção
psicossocial;
especiais de acesso aberto.
( ) Para ser instituída, a Região de Saúde deve
conter, no mínimo ações e serviços de
atenção primária; urgência e emergência;
atenção psicossocial; atenção ambulatorial
especializada e hospitalar; e vigilância em
saúde.
(A) V V F F
(B) F V F F
(C) V F F V
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
(D) F F V V
(E) V V V V
31. As doenças cardiovasculares correspondem à
maior causa de morte em mulheres com idade
acima de 50 anos. Isto pode ser justificado pela
alteração hormonal sofrida por esta mulher a partir
da menopausa. Qual das situações abaixo
justificaria corretamente esta afirmação?
(C) Os
sinais
e
sintomas
gestacionais
exuberantes, considerados anormais são:
palpitações, edema, tonturas e dispnéia.
(D) O parto normal (por via vaginal) tem indicação
precisa nos casos de cardiopatia gestacional,
independente da classificação da NYHA.
(E) Essa classificação não mais vigora nos
estadiamentos atuais.
(A) O estrogênio contribui protegendo o sistema
cardiovascular ao: auxiliar na elevação do
HDL e redução do colesterol total e LDL;
melhorar a sensibilidade à insulina; aumentar
a liberação de óxido nítrico e prostaciclina;
entre outros.
(B) A progesterona contribui protegendo o
sistema cardiovascular ao: auxiliar na
elevação do HDL e redução do colesterol total
e LDL; melhorar a sensibilidade à insulina;
aumentar a liberação de óxido nítrico e
prostaciclina; entre outros.
(C) O estrogênio aumenta a secreção de
endotelina I e angiotensina II.
(D) A progesterona aumenta a secreção de
endotelina I e angiotensina II.
(E) A relaxina está diretamente relacionada à
secreção
de
Renina
Angiotensina
Aldosterona.
33. A intervenção fisioterapêutica no pós operatório de
neoplasia mamária tem como alguns dos seus
objetivos: prevenir ou minimizar complicações
pulmonares e circulatórias, reduzir quadros
álgicos, restabelecer força e amplitude de
movimento no membro homolateral à cirurgia e
prevenir ou minimizar aderências cicatriciais. Qual
das condutas abaixo teria contra indicação
absoluta?
32. Mulheres
podem
apresentar
cardiopatias
gestacionais. E apesar do diagnóstico ser
estabelecido a partir das manifestações clínicas e
comprovação
diagnóstica
(exames
complementares), é preciso afastar ou diferenciar
as modificações anatômicas e funcionais
fisiológicas
gestacionais
das
modificações
patológicas. Com base nesta realidade, considere
os itens abaixo e marque o correto.
I. Em mulheres sedentárias, a prática do exercício
físico deverá ser iniciada após o primeiro trimestre
e liberação médica.
II. Quando liberadas para realizar exercícios físicos,
a intensidade deverá ser moderada (3-4 MET’s)
correspondendo à dificuldade de uma rápida
caminhada.
III. Os programas de exercício deverão possuir
componentes: aeróbios, de fortalecimento muscular
e de flexibilidade.
(A) De acordo com a New York Heart Association
(NYHA) as cardiopatias gestacionais são
divididas nos graus I (Ia, Ib), II (IIa, IIb), III e
IV. Tendo prognóstico favorável os graus I, II e
III.
(B) As
cardiopatias
com
prognósticos
desfavoráveis (IIb, III e IV) podem estar
associadas à fibrilação atrial, hipertensão
pulmonar,
endocardite
ou
disfunção
ventricular moderada a grave.
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
(A) Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea
(TENS)
(B) Crioterapia.
(C) Ultrassom pulsátil ou contínuo.
(D) Cinesioterapia ativa-assistida ou ativa.
(E) Exercícios respiratórios reexpansivos.
34. A prática de exercícios físicos na gestação tem as
suas peculiaridades. Analise as afirmações abaixo
e marque o item que as julga corretamente.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Apenas a I está correta.
I e II estão corretas.
II e III estão corretas.
I, II e III estão corretas.
I, II e III estão incorretas.
35. A eletroestimulação é um dos recursos
terapêuticos mais eficazes para tratamento da
incontinência urinária. Analise as afirmações
abaixo e marque o item que as julga corretamente.
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
I. A corrente mais adequada é a bifásica e nos
casos de Incontinência Urinária de esforço (IUE)
utilizam-se baixas frequências.
II. Durante aplicação da corrente a paciente deverá
se posicionar em decúbito dorsal com flexão e
abdução de MMII (pés apoiados).
III. Um dos maiores benefícios da eletroestimulação é a melhora na consciência da
contração dos Músculos do Assoalho Pélvico
(MAP’s).
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Apenas a I está correta.
I e II estão corretas.
II e III estão corretas.
I, II e III estão corretas.
I, II e III estão incorretas.
36. A intervenção fisioterapêutica durante o trabalho
de parto tem crescido em evidência científica.
Além de intervir na redução do quadro álgico e
melhora no controle da contração muscular, o
fisioterapeuta pode auxiliar no relaxamento da
paciente, melhorando a oxigenação da parturiente
e do seu bebê. Para isto, respirar adequadamente
é imprescindível. Qual das formas de respirar
abaixo estaria indicada durante o trabalho de
parto?
(A) Relação I:E iguais e curtas (1:1)
(B) Relação I:E diferentes durante os intervalos
das contrações (1:3 ou 1:4)
(C) Relação I:E invertida (2:1 ou 3:1)
(D) Padrões de hiperventilação com apnéia em
série.
(E) Uso de Sustentação Máxima Inspiratória em
todas as fases do trabalho de parto.
37. A Drenagem Autógena (DA) é uma técnica não
convencional de fisioterapia respiratória que
consiste de:
(A) Inspirações e expirações rápidas controladas
pelo fisioterapeuta por meio de comando de
voz.
(B) Expirações passivas aplicadas a lactente em
decúbito dorsal.
(C) Inspirações e expirações lentas controladas
pelo paciente.
(D) Inspirações rápidas e expirações lentas
controladas pelo paciente sobre comando do
fisioterapeuta.
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
(E) Uso da ação da gravidade como princípio
fundamental.
38. O Volume Residual (VR) está aumentado no
estágio avançado do enfisema pulmonar, pois:
(A) A CRF (Capacidade Residual Funcional) está
diminuída pela força de recolhimento elástico.
(B) O VRI (Volume de Reserva Inspiratório) está
aumentado pela força de recolhimento elástico
pulmonar.
(C) A CV (Capacidade Vital) está diminuída pela
obstrução das pequenas vias aéreas.
(D) O VRE (Volume de Reserva Expiratório) está
diminuído pela diferença do gradiente de
pressão pulmonar.
(E) A capacidade vital estará sempre aumentada.
39. As doenças neuromusculares na infância
geralmente cursam com fraqueza muscular. O
enfraquecimento progressivo da musculatura
respiratória pode levar à complicações graves pois
os déficits são:
(A) Perda da força muscular respiratória,
ineficácia da tosse, diminuição da ventilação
que pode provocar pneumonia.
(B) Perda da força muscular respiratória,
diminuição da ventilação / perfusão, aumento
da contração da musculatura abdominal.
(C) Perda da força muscular global, diminuição da
ventilação geralmente relacionada ao uso de
coletes para manter a postura.
(D) Perda da força muscular global, tosse não
comprometida, aumento do trabalho dos
músculos
acessórios
e
espasmos
respiratórios.
(E) Aumento das pressões respiratórias máximas,
da Capacidade Vital e da Capacidade
Pulmonar Total.
40. Um dos objetivos dos exercícios aeróbicos na
reabilitação cardiovascular é promover melhora
hemodinâmica com posterior mudança no volume
de ejeção e na frequência cardíaca. Podermos
afirmar que com o treinamento: o volume de
ejeção:
(A) O volume de ejeção aumenta e a frequência
cardíaca reduz para qualquer nível de
exercício.
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
(B) O volume de ejeção reduz e a frequência
cardíaca eleva para qualquer nível de
exercício.
(C) O volume de ejeção e a frequência cardíaca
se elevam para qualquer nível de exercício.
(D) O volume de ejeção e a frequência cardíaca
reduzem proporcionalmente para qualquer
nível de exercício.
(E) Permanece inalterado
41. Assinale a alternativa INCORRETA sobre
procedimentos desobstrutivos em vias aéreas:
(A) As complicações graves de um tratamento
emergencial das vias aéreas são a hipoxemia
aguda, a bradicardia, a parada cardíaca e a
hipercapnia.
(B) As complicações mais frequentes, pelo longo
tempo do uso de tubo oro traqueal, são o
edema de glote, inflamação das cordas
vocais, ulcerações de laringe e granulomas
das cordas vocais.
(C) As estenoses traqueais são muito comuns em
pacientes
submetidos
às
condutas
terapêuticas de desobstrução brônquica, daí
ter-se sempre o cuidado com uma previa
elevação da fração inspirada de oxigênio
antes de sua execução para evitarmos esta
complicação.
(D) A aspiração é um importante recurso de
desobstrução das vias aéreas cabendo
sempre os cuidados com hipoxemia que
poderá ocorrer, principalmente, se o tempo
para realização de conduta não for
criteriosamente obedecido.
(E) A sucção mecânica da via aérea, sempre será
primeira
opção
no
tratamento
da
hipersecreção traqueobrônquica.
42. Na reabilitação pulmonar os exercícios de
membros são necessários em virtude de uma
série de alterações associadas que agravam as
condições da musculatura periférica. Sobre estas
condições agravantes podemos afirmar como
corretas, EXCETO:
(A) Redução da massa muscular e menos fibras
lentas resistentes.
(B) Redução da massa muscular e dos vasos
capilares.
(C) Redução da massa muscular e maior
capacidade oxidativa.
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
(D) Redução da massa muscular e menos contato
dos capilares com as fibras musculares.
(E) Massa muscular inalterada e melhora na
capacidade oxidativa.
43. Márcia terminou a graduação e foi contratada para
trabalhar em um hospital de referência em
situações de emergência no estado. Em um
plantão, ela notou que um paciente desenvolveu
uma
infecção
hospitalar
resistente,
que
apresentava características similares a outros
pacientes do mesmo setor. Durante a
investigação,
encontrou-se
o
mesmo
microrganismo resistente em equipamentos e em
unhas de uma profissional de saúde. Diante da
situação descrita, avalie as alternativas abaixo
como verdadeira ou falsa e escolha a
alternativa correta.
( ) I. Uma forma de ajudar Márcia seria organizar
os serviços de Saúde considerando que os
profissionais vão errar, pois o erro é inerente
ao ser humano. Cabe às instituições, gestores,
profissionais
e
demais
envolvidos
desenvolverem mecanismos para evitar que o
erro atinja o paciente.
( ) II. Uma forma adequada de evitar infecções
como a que Márcia identificou seria a adoção
de precauções-padrão como o uso de óculos,
máscara e/ou avental quando houver risco de
contato de sangue ou secreções, para
proteção da mucosa de olhos, boca, nariz,
roupa e superfícies corporais.
( ) III. Para evitar riscos, os profissionais de
saúde do hospital poderiam utilizar luvas
quando existisse risco de contato com sangue,
secreções ou membranas mucosas. Ou seja,
eles deveriam calçar as luvas imediatamente
antes do contato com o paciente e retira-las
logo após o uso, higienizando as mãos com
solução alcoólica a 70% mesmo com a
presença de sujidades visíveis.
( ) IV. Mesmo sem ter tido contato com o
paciente, os profissionais de saúde do hospital
poderiam higienizar as mãos após tocar
qualquer objeto, mobília e outras superfícies
nas proximidades do paciente.
(A)
(B)
(C)
(D)
Existe uma alternativa verdadeira.
Existem duas alternativas verdadeiras.
Existem três alternativas verdadeiras.
Existem quatro alternativas verdadeiras.
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
(E) Não há alternativas verdadeiras
44. Sr. João, 68 anos, analfabeto, é um comerciante
que trabalhava na feira de Lagarto. Certo dia, ele
perdeu o equilíbrio e caiu da própria altura,
apresentando um traumatismo crânio encefálico.
Consequentemente, ele foi hospitalizado na
Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e estava em
processo de recuperação na ala vermelha. Após
algumas semanas, Sr. João já conseguia se
comunicar com a equipe de saúde. Como não
tinha filhos e morava sozinho desde que a esposa
faleceu, o Sr. João não costumava receber muitas
visitas. Ele tinha apenas um sobrinho, que evitava
ir ao hospital porque tinha medo de adoecer e
morrer no local. Tamanha ausência era sentida
pelo Sr. João, e isso sensibilizava toda a equipe
de saúde. Com a convivência, o querido Sr. João
conquistou a amizade de todos os profissionais de
saúde. Contudo, a situação de saúde de Sr. João
piorou e ele apresentou uma súbita parada
cardiorrespiratória, falecendo mesmo com todas
as medidas cabíveis adotadas e deixando a ala
em que estava mais triste com a sua ausência.
Considerando a situação descrita, avalie as
alternativas abaixo como verdadeira ou falsa e
escolha a alternativa correta.
(
(
(
) I. Com os avanços tecnológicos e das ciências
da saúde, a vida do Sr. João poderia ser
prolongada, ou seja, a equipe de saúde tinha a
obrigação de salvar a vida do Sr. João,
sobretudo, ao agir de forma empática no
período de recuperação. Portanto, houve um
fracasso e derrota durante o tratamento.
) II. O sobrinho de Sr. João tinha medo de visitar
o tio no hospital. Em relação à morte e ao
processo de morrer, cada sociedade tem seus
próprios comportamentos, hábitos, crenças e
atitudes, que oferecem aos indivíduos uma
orientação de como devem se comportar e o
que devem ou não fazer, refletindo a cultura
própria
de
cada
região
e,
também,
diferenciando-a de outros. A morte faz parte do
ciclo da vida, sendo incontornável. Entretanto, o
medo que a morte provoca é secular, por isso,
foi gradualmente transferida para os hospitais.
) III. A função da equipe de saúde seria de
conferir dignidade, aceitar os limites e a morte
com a maior tranquilidade e serenidade
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
(
possíveis, reconhecendo os estágios do
processo morte-morrer.
) IV. Os profissionais de saúde não deveriam
estabelecer um vínculo com o Sr. João, mas
agir de forma resolutiva, profissional e empática.
Ou seja, a função deles seria promover a
qualidade de vida do paciente ao aliviar o
sofrimento físico, emocional e espiritual, bem
como controlar os sintomas sem estabelecer um
vínculo com ele.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Existe uma alternativa verdadeira.
Existem duas alternativas verdadeiras.
Existem três alternativas verdadeiras.
Existem quatro alternativas verdadeiras.
Não existe alternativa verdadeira.
45. Lúcio, um profissional experiente e autoconfiante,
costuma realizar plantões seguidos em diferentes
instituições. Em um plantão na ala verde de uma
instituição, ele foi orientado a administrar uma
solução de soro fisiológico em uma criança que
estava desidratada e relatava dores em região
abdominal. Sendo assim, ele preparou os insumos
e foi realizar a administração endovenosa da
substância. Por se tratar de uma criança e confiar
em sua “vasta experiência”, ele considerou que
não necessitava utilizar luvas de procedimento.
Pouco tempo depois, Lúcio foi interrompido e o
coordenador do setor realizou uma conversa
reservada e transparente com ele, apontando
falhas durante o procedimento, tais como: a não
utilização das luvas de procedimento e a
substituição do soro fisiológico por vaselina
líquida. Considerando a situação descrita,
avalie as alternativas abaixo como verdadeira
ou falsa e escolha a alternativa correta.
( ) I. Incidentes que ocorrem durante a assistência
aos pacientes podem ocasionar sérios danos à
saúde. Com base no ocorrido, evidencia-se que
Lúcio, os demais profissionais de saúde,
pacientes, familiares ou acompanhantes podem
ajudar a melhorar a qualidade da assistência
prestada nas instituições de saúde. Vale
ressaltar, que se o incidente ocorresse
ocasionando danos ao paciente a Anvisa deveria
ser comunicada.
( ) II. Após a administração endovenosa de soro
fisiológico, Lúcio deveria remover as luvas
corretamente de acordo com as recomendações
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
da Agência Nacional de Vigilância Sanitária
(ANVISA), que descreve a técnica da seguinte
forma: Passo 1: Pegue uma luva próximo ao seu
punho em direção à ponta dos seus dedos até
que a luva se dobre. Passo 2: Pegue
cuidadosamente a dobra e puxe em direção às
pontas dos seus dedos. À medida que puxar você
estará colocando a luva ao avesso. Passo 3:
Continue puxando a dobra até que a luva esteja
quase que totalmente removida. Passo 4: a fim
de evitar contaminação do ambiente, continue a
segurar a luva removida. A seguir, remova sua
mão da luva completamente. Passo 5:
escorregue o dedo indicador da mão sem luva
por baixo da luva que permanece. Continue a
inserir seu dedo em direção à sua ponta até que
quase metade do dedo esteja sob a luva. Passo
6: gire o seu dedo a 180º e puxe a luva ao avesso
e em direção à ponta dos seus dedos. À medida
que fazer isso a primeira luva será contida dentro
da segunda luva. O lado interno da segunda luva
também será virada ao avesso. Passo 7: Pegue
as luvas firmemente por meio da superfície nãocontaminada (o lado que estava inicialmente
tocando sua mão). Libere totalmente o contato
com a primeira luva removida. A seguir retire sua
segunda mão do contato com as luvas
descartando-as adequadamente.
( ) III. No intuito de atender à solicitação do
coordenador do setor, ao escolher as luvas de
procedimentos
adequadas
Lúcio
deveria
considerar a efetividade de barreira; a
sensibilidade do usuário ao material da luva; e o
ajuste e conforto. Se existisse a necessidade de
aumentar o nível de proteção, Lúcio poderia usar
concomitante duas luvas sobrepostas, que embora apresente algumas limitações – tem
suporte com a evidência científica.
( ) IV. Lúcio falhou em relação à segurança do
paciente e poderia gerar o óbito da criança devido
à autoconfiança e excesso de trabalho. Tal fato
coloca em evidência a alta frequência da
síndrome do esgotamento profissional (burn out),
assim como a necessidade de uma educação
permanente para evitar danos aos pacientes.
Ressalta-se que, em média, 10% dos pacientes
internados sofrem algum tipo de evento adverso e
destes 50% são evitáveis.
(A) Existe uma alternativa verdadeira.
(B) Existem duas alternativas verdadeiras.
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
(C) Existem três alternativas verdadeiras.
(D) Existem quatro alternativas verdadeiras.
(E) Não existe alternativa verdadeira.
46. Sr. Augusto, 54 anos, sexo masculino, bancário,
pai de seis filhos, é sedentário, bebe uma
“cervejinha” e fuma regularmente há 18 anos, bem
como se alimenta principalmente de carboidratos
e alimentos calóricos (salgados, refrigerantes e
carnes vermelhas). Com a crise econômica, ele
ficou desempregado e endividado, preocupandose com as condições financeiras da família. Além
disso, ele também soube que a sua filha de
dezessete anos engravidou novamente. Ao
caminhar pelo centro de Lagarto, Sr. Augusto
sentiu um desconforto no tórax, e com uma
fisionomia de dor ele caiu em da própria altura
inconsciente
devido
à
uma
parada
cardiorrespiratória. Com base na situação
descrita, identifique as alternativas como
verdadeiras ou falsas e marque a alternativa
correta:
( ) I. De acordo com as Diretrizes da American
Heart Association (2015), para tentar manter os
sinais vitais do Sr. Augusto o socorrista deveria
aplicar compressões torácicas a uma frequência
superior a 120/min, com uma profundidade de,
pelo menos, 5 cm evitando excesso na
profundidade
das
compressões
torácicas
(superiores a 6 cm).
( ) II. A artéria coronária do Sr. Augusto pode ter
sido obstruída pelo acúmulo de placas de
gorduras ou pela formação de um coágulo. Tal
fato, muitas vezes, desencadeia uma síndrome
coronariana aguda com graves consequências se
não houver uma rápida intervenção. Com o fluxo
sanguíneo diminuído, a hipóxia dos tecidos incluindo o do cérebro - pode ter gerado dentre
outros aspectos a inconsciência do paciente.
( ) III. No intuito de tentar manter a vida de Sr.
Augusto, os transeuntes (leigos) poderiam
realizar manobras para a ressuscitação
cardiopulmonar ao permitir o retorno total do tórax
após cada compressão, minimizando as
interrupções nas compressões e ventilando
adequadamente (2 respirações após 30
compressões, cada respiração administrada em 1
segundo, provocando a elevação do tórax).
( ) IV. Tendo em vista que o Sr. Augusto foi
acometido por uma parada cardiorrespiratória
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
extra hospitalar, conforme a cadeia de
sobrevivência e a depender da necessidade, as
pessoas poderiam: (i) Reconhecer e acionar o
serviço médico de emergência; (ii) Aplicar uma
ressuscitação cardiopulmonar imediata de alta
qualidade; (iii) Realizar uma rápida desfibrilação;
(iv) Ter um suporte dos serviços médicos básicos
e avançados de emergências; e (v) Receber o
apoio do suporte avançado de vida e cuidados
pós-PCR.
( ) V. Se as pessoas ajudassem o Sr. Augusto, o
número de compressões aplicadas poderia ser
afetado pela frequência (das compressões (por
minuto) e pela fração das compressões (a porção
do tempo total da RCP durante o qual as
compressões são realizadas). Qualquer aumento
na frequência e na fração das compressões gera
um aumento no número total de compressões
aplicadas. Para melhorar a fração das
compressões, as pessoas poderiam reduzir o
número e a duração das interrupções das
compressões.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Existe uma alternativa verdadeira.
Existem duas alternativas verdadeiras.
Existem três alternativas verdadeiras.
Existem quatro alternativas verdadeiras.
Não existe alternativa verdadeira
47. Durante uma partida de futebol, Miranda, 46 anos,
sexo masculino, motorista, com histórico familiar
de doenças cardíacas, sedentário, etilista,
repentinamente sentiu uma dor intensa no peito
que o deixou nauseado. Ele tentou ajoelhar-se
para aliviar a dor, entretanto, caiu no solo
inconsciente
devido
à
uma
parada
cardiorrespiratória (PCR). De acordo com a
situação relatada, identifique as alternativas como
verdadeiras ou falsas e marque a alternativa
correta:
( ) I. De acordo com as atuais Diretrizes da
American Heart Association, as pessoas que
acompanhavam Miranda poderiam realizar uma
rápida desfibrilação.
( ) II. Se o Serviço Médico de Emergência fosse
acionado, para ajudar as pessoas presentes no
local a reconhecer a parada cardiorrespiratória,
os atendentes poderiam perguntar sobre a
ausência de resposta da vítima e a qualidade da
respiração (normal ou anormal).
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
( ) III. Com ou sem orientação de um atendente,
socorristas leigos sem treinamento poderiam
fornecer uma ressuscitação cardiopulmonar
somente com as mãos para Miranda.
( ) IV. Ao presenciar e identificar a situação de
saúde de Miranda, o socorrista poderia
continuar a ressuscitação cardiopulmonar
somente com compressão até a chegada de um
desfibrilador externo automático ou de
socorristas com treinamento adicional.
( ) V. Todos os socorristas leigos devem, no
mínimo, aplicar compressões torácicas em
vítimas de PCR. Além disso, se o socorrista
leigo treinado puder realizar ventilações de
resgate, as compressões e as ventilações
devem ser aplicadas na proporção de 30
compressões para cada 2 ventilações. O
socorrista deve continuar a ressuscitação
cardiopulmonar até a chegada e a preparação
de um desfibrilador externo automático para
uso, ou até que os profissionais do Serviço
Médico de Emergência assumam o cuidado da
vítima ou que a vítima comece a se mover.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Existem duas alternativas verdadeiras.
Existem três alternativas verdadeiras.
Existem quatro alternativas verdadeiras.
Existem cinco alternativas verdadeiras.
Não existe alternativa verdadeira
48. Devido à imprudência de um motorista
alcoolizado, ocorreu um grave acidente que
vitimou
duas
pessoas
e
gerou
sérias
consequências em Júlia, uma criança de nove
anos que necessitou amputar um membro inferior.
Apesar do trauma físico e psicológico, ela
apresentou uma evolução positiva do caso.
Porém, dias após o procedimento cirúrgico Júlia
teve hipertermia e sepse intensa, que não
melhorava com a administração de antibióticos de
uso regular. Após a identificar o microrganismo e
empregar a terapêutica adequada, Júlia conseguiu
se recuperar e obteve alta, superando o trágico
episódio que lhe marcou a vida. Entretanto, um
paciente que fez um procedimento invasivo no
mesmo dia de Júlia não teve a mesma sorte, e
faleceu em decorrência do mesmo tipo de bactéria
multirresistente. De acordo com a situação
relatada, identifique as alternativas como
verdadeiras ou falsas e marque a alternativa
correta:
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
( ) I. No intuito de reduzir situações como a de
Júlia, a Organização Mundial de Saúde
priorizou dois desafios globais: (i) reduzir a
infecção associada ao cuidado em saúde, por
meio da campanha de higienização das mãos, e
(ii) promover uma cirurgia mais segura, pela
adoção de uma lista de verificação antes,
durante e após o ato cirúrgico.
( ) II. Dentre outros aspectos a serem investigados
para identificar a origem da bactéria
multirresistente,
tem-se
as
mãos
dos
profissionais de saúde. As mãos dos
profissionais de saúde podem adquirir
microrganismos multirresistentes por meio de
contato direto com pacientes colonizados ou
infectados por esses agentes e também pelo
contato com o meio ambiente ou superfícies
próximas ao paciente.
( ) III. Na epidemiologia da transmissão de
microrganismos multirresistentes, as mãos dos
profissionais de saúde constituem a principal
ponte entre o paciente colonizado e aquele que
anteriormente não tinha tal status. A tipagem
molecular não é fundamental para a elucidação
de surtos de infecção em serviços de saúde.
Entretanto, esta ferramenta mostrou de forma
mais clara a importância da infecção cruzada
como fonte de surtos causados por
microrganismos multirresistentes.
( ) IV. Existiu uma prestação de assistência à
saúde para Júlia em seu estado crítico.
Portanto, vários antissépticos e sabonetes
associados a antissépticos, como clorexidina,
polivinilpirrolidona-iodo (PVPI), triclosan e
álcool, poderiam ser utilizados na higienização
das mãos da equipe de saúde durante as ações
de cuidado para Júlia.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Existem duas alternativas verdadeiras.
Existem três alternativas verdadeiras.
Existem quatro alternativas verdadeiras.
Existem cinco alternativas verdadeiras.
Não existe alternativa verdadeira.
49. Sobre a Fibrose Cística (FC), complete o texto
abaixo e assinale a alternativa correspondente.
No exame cinesiofuncional da criança com FC, após
medirmos os sinais vitais PA, FC e FR, pode ser
observado, durante a ausculta pulmonar, presença de
____________ e______________. No exame do
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
tórax,
a
criança
pode
apresentar__________________ da complacência,
com pulmões ________________________, dando ao
tórax uma aparência de barril.
(A)
(B)
(C)
(D)
Murmúrios, sopros, aumento, hiperinsuflados.
Murmúrios, sopros, diminuição, colapsados.
Creptações, sibilos, aumento, colapsados.
Creptações,
sibilos,
diminuição,
hiperinsuflados.
(E) Murmúrios, sibilos, aumento, hiperinsuflados.
50. A escala de coma amplamente utilizada nos
estados de recuperação após traumatismo crânio
encefálico (TCE) é:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Jenett
Glasglow
Teaslade
Babinsky
Oxford
51. Com relação ao desenvolvimento respiratório
intrauterino, assinale a alternativa INCORRETA:
(A) Os pulmões iniciam a ventilação com as
trocas gasosas após a expulsão do feto pelo
canal uterino.
(B) No terceiro trimestre gestacional, começam a
se formar os alvéolos, que continuam a se
desenvolver na vida extrauterina até a idade
adulta.
(C) A maturação dos pulmões, para torná-los
capazes de manter a vida do neonato, ocorre
a partir da 8ª semana gestacional.
(D) Ao nascimento, o neonato expele cerca de 2/3
do fluido pulmonar, imediatamente antes de
iniciar a respiração.
(E) Em recém-nascidos pré-termo, a imaturidade
estrutural pulmonar e a deficiência de
surfactante podem levar à Síndrome do
Desconforto Respiratório Neonatal, também
conhecida por Doença da Membrana Hialina.
52. Em relação ao desenvolvimento motor típico,
assinale verdadeiro (V) ou falso (F), e escolha a
alternativa abaixo que apresenta a sequência
correta:
( ) O desenvolvimento motor típico é caracterizado
por um padrão postural flexor e simétrico no
recém-nascido, assimétrico por volta dos 2 meses
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
(
(
(
(
de idade e, em poucos meses, o lactente passa
pelo padrão de semiflexão, extensão e,
finalmente,
uma
postura
sem
padrão
predominante.
) A aquisição de habilidades motoras no lactente é
dependente não só da maturação do sistema
nervoso, mas, principalmente, da interação entre
o indivíduo, o ambiente e a tarefa.
) Ao avaliar um lactente, devemos observar a sua
postura, movimentação ativa e espontânea. No
entanto, o foco principal da avaliação do lactente
é a verificação da presença, ausência ou
persistência de reflexos primitivos.
) O desenvolvimento motor típico é marcado por
etapas de aquisição de habilidades motoras de
forma sequencial e previsível. No entanto, essas
etapas não são fixas.
) O conhecimento do desenvolvimento motor típico
será essencial para a elaboração de um plano de
tratamento fisioterapêutico adequado para
lactentes e crianças que apresentem alterações
no desenvolvimento neuropsicomotor por causas
variadas, dentre elas a Paralisia Cerebral.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Todas as afirmativas são verdadeiras.
Todas as afirmativas são falsas.
F–V–V–F-V
V–V–F–V–V
V–F- F–V-F
53. Considerando a Classificação Internacional de
Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF),
assinale com V as afirmativas verdadeiras e com
F as falsas. Em seguida, assinale a alternativa que
apresenta a sequência de letras correta.
( ) O modelo da CIF substitui o enfoque negativo da
deficiência por uma perspectiva positiva,
considerando as atividades que o indivíduo pode
desempenhar, assim como sua participação
social.
( ) O foco da CIF é a funcionalidade que cobre os
componentes de funções e estruturas do corpo,
atividade e participação social.
( ) A CIF constitui um instrumento importante para
avaliação das condições de vida e para a
promoção de políticas de inclusão social.
( ) A Classificação Estatística Internacional de
Doenças e Problemas Relacionados à Saúde
(CID-10) e a CIF são complementares. Por
exemplo, duas pessoas com a mesma doença
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
podem ter diferentes níveis de funcionalidade, e
duas pessoas com o mesmo nível de
funcionalidade não têm, necessariamente, a
mesma condição de saúde.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
V-V-V-V
V-F-V-F
V-V-F-F
F-V-V–V
F–F–F–V
54. Sobre a Paralisia Cerebral, assinale V para
verdadeiro e F para falso, e escolha a alternativa
abaixo que apresenta a sequência correta.
( ) A Paralisia Cerebral ocorre devido a lesões de
caráter progressivo, no sistema nervoso central
em desenvolvimento, levando a desordens
permanentes e imutáveis no movimento, tônus
e postura.
( ) Na tetraplegia espástica os quatro membros
são acometidos, os indivíduos podem
apresentar incapacidades motoras graves e em
alguns casos convulsão.
( ) Na hemiplegia espástica há espasticidade do
hemicorpo, descarga de peso inapropriada,
dificultando o equilíbrio, geralmente essas
crianças apresentam boa função cognitiva.
( ) Na diplegia espástica o maior acometimento é
nos membros inferiores, com pouco ou nenhum
acometimento nos membros superiores. Com o
uso de órteses, algumas crianças podem ter
bom prognóstico para a marcha.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
F–V–V–V
F–F–V–V
V–V–F–F
F–V–F–V
V–V–V–V
55. Um paciente chega à Unidade de Emergência em
franca insuficiência ventilatória. Os exames
mostram hipoxemia grave. Caso o diagnóstico do
paciente seja um dos seguintes, em qual situação
a terapia com ventilação não invasiva seria
INCORRETA?
(A) DPOC descompensada.
(B) Insuficiência ventricular esquerda e Edema
Pulmonar Agudo.
(C) Insuficiência ventilatória por coma profundo.
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
(D) Fraqueza neuromuscular com
ventilatória.
(E) Broncoespasmo grave devido
brônquica descompensada.
disfunção
à
asma
56. Em estudo realizado com 52 pacientes, Michelet e
col. compararam os níveis de interleucina IL-1, IL6 e IL-8 em pacientes submetidos a
esofagectomias devido a câncer, ventilados com
VM convencional e sem PEEP e VM protetora e
PEEP 5 cmH2O. Pacientes que receberam VC
protetora apresentaram níveis menores dos
fatores inflamatórios tanto ao final da ventilação
monopulmonar quanto 18 horas após a cirurgia. A
VM protetora também resultou em melhor relação
PaO2/FiO2 durante a ventilação monopulmonar e
uma hora após a cirurgia, além de se verificar a
redução no tempo de VM no pós-operatório. Quais
dos parâmetros abaixo representam esse modelo
de ventilação protetora?
(A) Volume corrente de 3-6 ml/kg de peso,
pressão de pico abaixo de 35 cmH2O e
pressão de plateau abaixo de 30 cmH2O.
(B) Volume corrente de 4-8 ml/kg de peso,
pressão de pico acima de 35 cmH2O e
pressão de plateau abaixo de 30 cmH2O.
(C) Volume corrente de 5-6 ml/kg de peso,
pressão de pico abaixo de 35 cmH2O e
pressão de plateau acima de 30 cmH2O.
(D) Volume corrente de 8-10 ml/kg de peso,
pressão de pico abaixo de 35 cmH2O e
pressão de plateau abaixo de 30 cmH2O.
(E) Volume corrente maior do que 10 ml/kg de
peso, pressão de pico abaixo de 35 cmH2O e
pressão de plateau abaixo de 30 cmH2O
57. A pneumonia associada à ventilação mecânica
(PAV) é uma das complicações mais importantes
em unidades de terapia intensiva compondo 85%
das pneumonias nosocomiais estando associada
a um aumento no período de hospitalização e
índices de morbimortalidade, repercutindo de
maneira significativa nos custos hospitalares.
Nesta perspectiva, foi criado pelo Institute for
Healthcare Improvement (IHI) o Bundle de
Ventilação onde são instituídas medidas para a
prevenção da PAV baseados em evidências
científicas
(INSTITUT
FOR
HEALTHCASE
IMPROVEMENT, 2008). São medidas específicas
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
recomendadas
EXCETO:
para
a
prevenção
da
PAV,
(A) Manter os pacientes com a cabeceira elevada
entre 30° e 45°;
(B) Avaliar diariamente a sedação e diminuir
sempre que possível;
(C) Profilaxia de Úlceras de decúbito
(D) Profilaxia de Trombose Venosa Profunda
(E) Higiene oral com antissépticos
58. Segundo as recomendações das Diretrizes
Brasileiras de Ventilação Mecânica da AMIB
(2013) em relação ao Tema Retirada do Paciente
da Ventilação Mecânica, assinale a alternativa
INCORRETA:
(A) Deve-se retirar o paciente da Ventilação
mecânica o mais rápido quanto clinicamente
possível.
(B) É considerado como sucesso do desmame,
aquele paciente que tem sucesso no Teste de
Respiração
Espontânea
(TRE),
ainda
conectado ao ventilador.
(C) É considerado sucesso de extubação quando
o paciente, que tem a prótese retirada
(extubação) após passar no TRE, não é
reintubado nas próximas 12 horas.
(D) Deve-se avaliar e identificar diariamente o
paciente com vistas à possibilidade de
descontinuar a ventilação.
(E) Deve-se realizar a suspensão diária da
sedação para se verificar a capacidade de
ventilação espontânea do paciente.
59. Em relação à mobilização precoce em pacientes
sob Ventilação Mecânica Invasiva e Não invasiva
assinale a alternativa correta:
(A) Deve ser iniciada somente após as primeiras
72 horas do início da ventilação mecânica
para que seja realizada de forma segura e
viável
(B) Estimulação elétrica neuromuscular pode ser
considerada como complemento do programa
de mobilização precoce, desde que o paciente
tenha o cognitivo preservado.
(C) A
mobilização
deve
ser
realizada
precocemente porém não consegue intervir no
declínio funcional do paciente visando
aumentar as chances de retorno à
PROVA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL / UFS / SUPLEMENTAR / 2016
independência para realizar as AVDs após a
alta hospitalar.
(D) O treinamento de transferência de sedestação
para ortostase pode ser incluído no plano
terapêutico e deve preceder à deambulação,
considerando a correlação com a limitação
funcional, conforme consenso obtido junto à
equipe multiprofissional.
(E) A mobilização precoce está indicada apenas
para aqueles pacientes que apresentam
complicações relacionadas ao imobilismo,
como
as
disfunções
respiratórias
e
neuromusculares.
60. Em relação o manejo do traumatismo crânioencefálico grave em UTI é INCORRETO afirmar:
(A) A hiperventilação é eficaz em reduzir o edema
cerebral e, por conseguinte, a pressão
intracraniana
(B) Recomenda-se manter uma PaCO2 entre 30 35 mmHg
(C) A hiperventIlação com PaCO2 menor do que
30 mmHg deverá ser utilizada somente na
presença
de
hipertensão
intracraniana
refratária e monitorizada pela saturação
venosa de bulbo-jugular
(D) A hiperventIlação quando mal manejada
poderá acarretar isquemia cerebral e dano
neurológico secundário
(E) Para realizar a hiperventilação deve-se
colocar o paciente na modalidade ventilatória
PCV e tolerar valores de Pressão inspiratória
até 40 mmHg na tentativa de aumentar o
volume corrente
Comissão de Residência Multiprofissional - UFS
Fisioterapia – Suplementar – 2016
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards