Reparación del Prolapso con

Propaganda
TUBE: Uma opção que oferece a melhor performance
Como é a prótese peniana TUBE?
A prótese peniana TUBE é um implante que foi desenvolvido para ser aplicado no
tratamento cirúrgico da disfunção erétil. Este dispositivo fornece ao paciente uma suficiente
rigidez no pênis para que ele consiga realiza a penetração no ato sexual. A prótese foi
projetada para ser inserida cirurgicamente nos corpos cavernosos do pênis.
Consiste em dois hemipróteses ou cilindros compostos de um núcleo de fios de prata
torcidos e soldados, recobertos com um tubo de teflón; tudo, por sua vez, contido dentro de
uma cobertura de silicone sólido.
O material da prótese garante que não existam riscos de perda de material do implante
no corpo.
Como funciona a prótese peniana TUBE?
Para levar a cabo o ato sexual, o paciente deverá colocar manualmente a prótese em
posição ereta. Assim é possível colocar o pênis em posição de descanso graças à excelente
flexibilidade fornecida pelo material do implante.
Na posição ereta, a prótese faz com que o pênis tenha a funcionalidade de uma ereção
normal. Uma prótese peniana não muda a sensação ou sensibilidade da pele do pênis ou a
habilidade do homem para alcançar o orgasmo. Também não afeta a ejaculação.
Contudo, o reflexo natural para atingir uma ereção pode ser afetado pelo implante de
uma prótese peniana, e só se alcançará a ereção por meio da manipulação do implante.
Para quais casos se recomenda-se o implante de uma prótese
peniana TUBE?
As próteses penianas TUBE são utilizadas para o tratamento da disfunção erétil
provocada por uma variedade de causas, incluindo lesão no cordão espinhal, prostatetomia
(remoção da próstata), esclerose múltipla, diabete, arteriosclerose, hipertensão arterial e
outras. A prótese pode ser usada também em pacientes selecionados com impotência
psicogenética.
Como é o procedimento para colocar a prótese TUBE?
Geralmente se realiza-se a cirurgia de implante peniano de maneira ambulatorial (não
há necessidade de permanecer internado mais de um dia).
O procedimento dura, usualmente, entre 30 e 60 minutos e se realiza ou sob anestesia
local ou geral, todas as duas são opções seguras e eficientes. Você deve discutir com seu
médico, antes da cirurgia, sobe qual seria a opção mais adequada para seu caso. Assim, seu
médico lhe informará como se realizará o procedimento e como você deve se preparar para a
cirurgia.
Após a intervenção, certamente você deverá permanecer na sala de recuperação
durante pelo menos uma hora até se encontrar em condições para ser dado de alta.
O que acontece após o procedimento?
Uma vez realizado o procedimento, o médico lhe informará sobre quais devem ser os
cuidados pós-operatórios que você deve seguir e que seguimento da evolução deve ser
realizada.
A maioria dos pacientes podem utilizar a prótese após 6 a 8 semanas de a mesma ter
sido implantada, embora alguns requeiram um pouco mais de tempo, já que depende do
estado geral de saúde e do tempo de cicatrização. Consulte seu médico antes de utilizar a
prótese pela primeira vez ou em caso de ter alguma dúvida.
A prótese deve permtir que seja dobrada facilmente para ser posta na posição ereta ou
de descanso.
Recomenda-se envolver a sua perceira no tocante a sua evolução logo após o
procedimento assim como no uso de sua nova prótese, já que é necessário certo tempo para
se adaptar ao implante.
Se o paciente podia ejacular e ter orgasmos antes da cirurgia, após a mesma estas
capacidades devem se manter. Se isto não era possível por inconvenientes orgânicos ou
físicos, com o implante provavelmente não se restabelecerá esta capacidade.
O uso da prótese não deveria causar molestias ao paciente ou sua parceira. Contudo, é
possível que você sinta certa apreensão ou incomodidade inicialmente. Se puder, alivie a
incomodidade que a sua parceira possa experimentar, utilizando lubrificação, já que
certamente terá passado um longo tempo sem ter mantido relações sexuais.
A prótese não precisa de cuidados especiais. Contudo, EVITE as seguintes condições
que pudessem ocorrer durante as atividades recreacionais e sexuais: dobrar a prótese
repetidamente para cima e baixo, expor a prótese a vibrações repetidas ou danificá-la por um
forte golpe na ingle. Em efeito, qualquer uma destas condições pode fazer com que o implante
se danifiue ou perca rigidez.
Se ocorrer algum problema durante a fase pós-operatória, entre imediatamente em
contato com o seu médico.
Finalmente, em casos de infecção ou extrusão (quando o implante se movimenta ou
pressiona para fora da pele) também pode ser necessária uma cirurgia adicional para resolver
esses problemas.
Qual é a eficiência do tratamento com TUBE?
A prótese peniana TUBE é uma solução definitiva para a disfunção erétil. Pode ser
implantada muito facilmente, garantindo um procedimento cirúrgico seguro.
A prótese peniana TUBE é fornecida em vários tamanhos e diâmetros, para garantir
uma escolha adequada de acordo com a anatomia de cada paciente.
O implante de uma prótese peniana TUBE lhe permitirá voltar a ter uma vida sexual
ativa e satisfatória. Você poderá ter uma ereção no momento em que desejar e mantê-la pelo
tempo que quiser.
Existem complicações e riscos associados com este
procedimento?
Como em toda intervenção cirúrgica, podem se apresentar algumas complicações e
riscos associados com este procedimento.
As complicações que podem resultar do uso desta prótese incluem o risco associado
com a medicação e métodos utilizados no procedimento cirúrgico, assim como a reação
do paciente ou o grau de intolerância a qualquer objeto estranho implantado no corpo.
Algumas complicações, como infecções que não respondam a um tratamento
antibiótico, podem exigir a extração da prótese.
Alguns pacientes podem experimentar dores na glande ou no escroto durante o período
pós-operatório inicial.
Outras complicações reportadas com esta ou outra prótese peniana incluem:
• Possibilidade de erosão, perfuração o extrusão do implante através da glande, corpo
cavernoso e uretra.
• Infecção na ferida, que pode incluir extrusão do implante. Uma infecção séria não
pode ser resolvida com a presença da prótese.
• Interferência, leve a severa, do o fluxo sanguíneo ao corpo cavernoso.
• Problemas mecânicos do implante.
Outras complicações incluem dificultade para urinar, diminuição na sensação peniana e
irritação da glande.
Sugere-se que o paciente informe a seu médico sobre qualquer mudança que perceber
no implante.
Por outro lado, você deve consultar o médico se:
• Sentir dor ou tiver febre depois da cirurgia,
• Se produzir um hematoma ou uma acumulação excessiva de fluidos ao redor da
prótese durante a fase pós-operatória,
• Sentir incômodos, dor, palpitações ou deslocamento (movimento) da prótese.
Em que casos o TUBE não deve ser implantado?
O implante de uma prótese peniana TUBE não é indicado se existir infecção em alguma
parte do corpo, particularmente se for genital ou do trato urinário.
A prótese peniana TUBE não deverá ser utilizada em pacientes que apresentarem
problemas urológicos, tais como obstrução uretral, reíiduo de urina, etc.
A prótese peniana TUBE deverá ser utilizada com precaução em pacientes com
diabete.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards