Jogos teatrais novas possibilidades para as práticas em sala

Propaganda
ANEXO II: Modelo Resumo do Projeto
A- PROJETO
1-Título:
Jogos teatrais: novas possibilidades para as práticas em sala de aula no ensino Fundamental I
2-Centro:
Centro de Artes e Comunicação
3- Departamento:
Teoria da Arte e Expressão Artística
4- Nome (Professor Coordenador):
Kalyna de Paula Aguiar
7- E-mail:
[email protected]/[email protected]
5- Fone: 2126-8309
6-Fax: 2126-8309
B– EQUIPE DE TRABALHO
8- Professor(es) participante (es) (nome/titulação/e-mail):
-
9- N° de técnico (s): 10-N° de alunode graduação: (especificar nome,
curso, e-mail e função no projeto):
-
11-N° de alunos de Pós-Graduação (especificar
nome, e-mail e função no projeto):
NO
Nome Completo
01
Maria Valéria Vital de Souza,
[email protected] , bolsista
492193324-34
UFPE
BO
02
Rivelaine Amaral Pereira,
[email protected] , bolsista
040288094-36
UFPE
BO
03
Francisco de Assis Domingues,
[email protected] , Monitor
415819464-49
UFPE
MO
04
Rosa de Fátima Galvão,
[email protected], Monitora
658.909.574 -49
UFPE
MO
05
Caio Júlio Duque, [email protected],
voluntário
059.880.884 -14
UFPE
VO
06
Ariele Mendes de Freitas, [email protected], aluna
em atividade curricular
089.132.534 -45
UFPE
AC
07
Ana Luiza Bione, [email protected], aluna
em atividade curricular
049.597.234 - 75
UFPE
AC
Matrícula / CPF
Instituição
Função no Pro
-
08
Evandro de Mesquita Diles,
[email protected], aluno em
atividade curricular
065.172.144 - 02
UFPE
AC
09
Mariana Cybele A. da S. Siqueira,
[email protected], aluna em atividade
curricular
076.094.314 -19
UFPE
AC
10
Durval Cristóvão de Santana Júnior,
[email protected], aluna em atividade
curricular
071.661.944 - 05
UFPE
VO
12- Área atuação:
[ ] Comunicação
[ ] Cultura
[ ] Tecnologia e Produção
13- Local:
Escola Municipal Magalhães Bastos
[ x ] Educação
[ ] Economia e Administração
[ ] Meio Ambiente
[ ] Saúde
[ ] Trabalho
[ ] Direitos Humanos e Justiça
14- Período de Execução:
Julho de 2008 a Junho de 2009
15-Público Alvo:
Docentes da escola parceira, alunos da graduação e da escola, comunidade circunvizinha da escola.
1 – Desenvolver oficinas com jogos teatrais com os alunos pertencentes ao Ensino Fundamental I, que possam fomentar
experiências metodológicas e práticas docentes de caráter inovador, voltadas para a preparação profissional de alunos da
Licenciatura em Artes Cênicas através da sua atuação no campo de experiência do Ensino Fundamental I;
2 – Refletir sobre as práticas vivenciadas nas oficinas com jogos teatrais, bem como o aprofundamento teórico partindo das
bases conceituais e do Método de Jogos Teatrais de Viola Spolin, visando da um suporte teórico, metodológico e
operacional ao Projeto Educando com os Poetas do Recife, em andamento na escola;
3 – Desenvolver proposta integradora entre as áreas de conhecimento das séries iniciais do Ensino Fundamental I com jogos
teatrais através da capacitação do corpo docente responsável pelo Ensino Fundamental I, e;
4 – Registrar em fotografia e meio audiovisual, de todas as ações desenvolvidas como forma de garantir a socialização do
conhecimento e subsidiar processos integradores e agregadores.
17- Parcerias:
Escola Municipal Magalhães Bastos
18- Resumo do projeto (até 200 palavras):
O projeto Jogos teatrais: novas possibilidades para as práticas em sala de aula no ensino fundamental I propõe
instrumentalizar através dos jogos teatrais a ação em desenvolvimento “Educando com os Poetas do Recife”, uma
iniciativa do Projeto Circuito da Poesia criado pela Prefeitura do Recife - temática da agenda do estudante 2008 das
escolas municipais, que tem como meta inserir os poetas pernambucanos como conteúdos de sala de aula. Essa ação de
interação entre as áreas de conhecimento do Ensino Fundamental I (1º e 2º Ciclos) com o Método de Jogos Teatrais de
Viola Spolin busca propiciar atividades lúdicas pedagógicas, com o intuito de ampliar as áreas de conhecimentos
vivenciadas pelos alunos na sala de aula de Português, Matemática, Geografia, História, Ciências e Artes, bem como,
constitui-se mais um recurso pedagógico do processo ensino-aprendizagem onde serão trabalhadas as dificuldades
apontadas pelos professores envolvidos. Tal iniciativa configura-se como uma proposta interdisciplinar de efetiva
contribuição para comunidade escolar e circunvizinha, no tocante a interação entre os campos do saber articulados com a
realidade local da escola e a ampliação do processo de aprendizagem. O espaço da ação será a biblioteca da escola,
visando levar as crianças ao contato direto com as obras.
19- Palavras-chave (5):
Educação
Formação
Literatura
Teatro
Jogo
20- Referências Bibliográficas:
ARAÚJO, Hilton Carlos. Artes Cênicas: introdução à interpretação teatral. Rio de Janeiro:
Agir, 1986.
ARMSTRONG, Thomas. Inteligências múltiplas na sala de aula. Rio Grande do Sul: Artmed, 2001.
BENJAMIN, Walter. Reflexões: a criança, o brinquedo, a educação. São Paulo: Summus,
1984.
BETTLEHEIM, Bruno. A psicanálise dos contos de fadas. Rio de Janeiro: Paz e terra,
1980.
BIANCHI, Thaís. Seu corpo - sua história/dramintegração: técnica sensibilizante.
Petrópolis: Vozes, 1984.
CAILLOIS, Roger. Os jogos e os homens. Lisboa: Cotovia, 1990.
CAMAROTTI, Marco. A linguagem no teatro infantil. São Paulo: Loyola, 1984.
CATTANACH, Ann. Drama for people with special needs. Londres: A&C Black, 1992.
CHÂTEAU, Jean. O jogo e a criança. São Paulo: Summus, 1987.
COURTNEY, Richard. Jogo, teatro e pensamento. São Paulo: Perspectiva, 1980.
DUARTE JR. João Francisco. Fundamentos estéticos da educação. São Paulo: Cortez,
1981.
HUIZINGA, Johan. Homus ludens. São Paulo: Perspectiva, 1980.
LIMA, Elvira. Diversidade e aprendizagem. São Paulo. S107, 2005.
HELD, Jacqueline. O imaginário no poder. São Paulo: Summus, 1980.
KOUDELA, Ingrid, Jogos teatrais. São Paulo: Perspectiva, 1984.
JENNINGS, Sue. Dramatherapy: theory and practice 1. Londres: Routledge, 1995.
_____________. Dramatherapy with children and adolescents. Londres: Routledge, 1995.
VIZIM, Marli (ORGS.). Educação especial: múltiplas leituras e diferentes significados.
Campinas-SP, 2003.
LANGER, Susanne. Sentimento e forma. São Paulo: Perspectiva, 1980.
LOPES, Joana. Pega teatro. São Paulo: Centro de Teatro e Educação Popular, 1981.
MAZZETTI, Maria. Teatrinho na sala de aula. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1973.
MORENO, Jacob Levy. O teatro da espontaneidade. São Paulo: Summus, 1984.
PIAGET, Jean. A formação do símbolo na criança. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.
___________. Seis estudos de psicologia. Rio de Janeiro: Forense, 1980.
__________. Problemas de Psicologia genética. São Paulo: Abril, 1983.
REVERBEL Olga. Teatro na sala de aula. Rio de Janeiro: José Olympio, 1978.
_______________. Um caminho do teatro na escola. São Paulo: Scipione, 1989.
_______________. Jogos teatrais na escola: atividades globais e expressão. São Paulo:
Scipione, 1993.
RODARI, Gianni. Gramática da fantasia. São Paulo: Summus, 1982.
SPOLIN, Viola. Improvisação para o teatro. São Paulo: Perspectiva, 1978.
___________. Jogos teatrais: o fichário de Viola Spolin. São Paulo: Perspectiva, 2006.
___________. Jogos teatrais na sala de aula: o livro do professor. São Paulo: Perspectiva, 2007.
VIGOTSKI, L. S.. Pensamento e linguagem. Lisboa: Antídoto, 1979.
WINNICOTT, D. W.. O brincar e a realidade. Rio de Janeiro: Imago, 1975.
Download
Random flashcards
A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards