QUESTÕES PARA MARATONA CULTURAL (GEOGRAFIA) 8º ANO

Propaganda
QUESTÕES PARA MARATONA CULTURAL (GEOGRAFIA)
8º ANO
1- “O IDS foi inspirado no conhecido Índice de Desenvolvimento
Humano – IDH, calculado pela ONU (PNUD) para inúmeros países do
mundo que, por sua vez tem servido de base para a construção de uma
série de outros índices compostos. Sua finalidade é medir o grau de
desenvolvimento social de uma determinada área geográfica em
comparação com outras de mesma natureza. Como qualquer índice
sintético do tipo, o IDS combina, de uma determinada forma, algumas
variáveis que melhor caracterizem diversas facetas do fenômeno em
estudo.”
Índice de Desenvolvimento Social - IDS: comparando as realidades microurbanas
da cidade do Rio de Janeiro Nº 20080401 Abril - 2008 Fernando Cavallieri, Gustavo
Peres Lopes - IPP/Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro
(http://apublica.org/2014/06/um-jogo-para-poucos/ - Acesso realizado em
30/09/2015)
Quando comparamos o infográfico do texto com mapa da questão,
podemos afirmar que as ações públicas relacionadas as obras de
infraestrutura urbana para realização da Copa do mundo de futebol e
dos Jogos Olímpicos:
a) promoveram uma redução das desigualdades socioespaciais do
município.
b) reduziram as desigualdades de acesso a infraestrutura da cidade.
c) promoveram a democratização do acesso ao lazer e a cultura na
cidade.
d) reforçaram as desigualdades socioespaciais da cidade do Rio
de Janeiro.
2- De acordo com estudo da Pesquisa Nacional por Amostra de
Domicílios (PNAD) de 2009, o tempo médio de deslocamento de casa
para o trabalho na metrópole do Rio de Janeiro era de 42,6 minutos.
Essa média é uma das maiores, quando comparadas com a
registrada em outras metrópoles do mundo.
Para que os cariocas percam menos tempo em seus deslocamentos
diários pela cidade, a medida correta seria:
a) desenvolver uma política para estimular e facilitar a compra de
automóveis pelos moradores da cidade.
b) investir na construção e ampliação das redes metroviárias,
ferroviárias e no uso de transportes alternativos.
c) construir um maior número de ruas, avenidas e estradas para
possibilitar um maior deslocamento de veículos.
d) retirar de circulação a maior parte das linhas de ônibus da cidade,
para melhorar a qualidade do trânsito.
3- O Rio é uma das poucas cidades no mundo que pode se orgulhar de
ter uma grande floresta em sua área urbana. Mas ela pode estar com
os dias contados. O avanço das favelas e da especulação imobiliária
está aos poucos mudando a imagem da cobertura vegetal da cidade
que tem na Floresta da Tijuca o seu símbolo maior. Nos últimos 30
anos a cidade perdeu pelo menos 6,7 mil hectares de cobertura
vegetal. De 39.802 hectares, em 1984, restavam 33.008 hectares em
2001, último dado disponível, o que representou uma perda de 17%
de área verde.
Embora a cidade ainda disponha de um índice invejável de área verde
por habitante - cinco vezes superior ao mínimo sugerido pela
Organização das Nações Unidas (ONU), de 12 metros quadrados por
pessoa – a vegetação não é igualmente distribuída na região urbana.
Enquanto alguns bairros próximos à Floresta da Tijuca têm 78% de
cobertura por vegetação, como é o caso da Tijuca, outros bairros da
zona norte têm apenas 6,5% de cobertura verde, como a Penha, onde
estão localizados os complexos do Alemão e da Penha. No bairro, a
taxa de urbanização chega a 93%.
De acordo com as informações podemos afirmar que:
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards