Prova de Recuperação do primeiro colegial

Propaganda
COLÉGIO INTEGRAÇÃO MINAS
NOTA:
ALUNO(A):_________________________________________________________
Nº _________
TURMA: ____________
1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO TARDE
TRABALHO RECUPERAÇÃO FINAL – FÍSICA
CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS
Prof.:
Antônio
Valor:
40,0 pontos
Data Devolução:
06/01/2014
É obrigatória a devolução dessa folha anexada ao trabalho e esta servirá como “CAPA”.
Preencha todo o cabeçalho acima.
O trabalho deverá ser resolvido somente À TINTA azul ou preta e com letra legível.
Coloque suas respostas completas e apresente-as manuscritas em folhas pautadas, portanto, NÃO SERÃO aceitos
trabalhos a lápis, datilografados ou digitados.
Coloque suas respostas completas. As matérias das exatas deverão conter as resoluções e a humanas, conforme
pedido.
Você poderá fazer pesquisa na Internet, mas não copie textos prontos. Apresente com suas palavras o seu ponto de
vista sobre o assunto.
Faça sua pesquisa, elabore as respostas e apresente-as conforme orientação do professor.
A interferência de outra pessoa em sua atividade implica anulação de seu trabalho, ou seja, a nota será zerada.
É NECESSÁRIA A APRESENTAÇÃO DE DOCUMENTO COM FOTO NO DIA DA PROVA
QUESTÃO 01 (Valor: 2,0)
Considere em todas as questões g=10,0 m/s²
Um objeto de massa igual a 20 kg parte do repouso do alto de um plano inclinado conforme evidencia a figura abaixo.
Sabendo que o mesmo chega a base do plano com uma velocidade de 3m/s, podemos afirmar que a energia dissipada ao
longo deste processo foi:
(a)
(b)
(c)
(d)
(e)
4000 J
1910 J
3910 J
90J
30J
10 m
Considere a figura abaixo para resolver as questões 2 e 3
QUESTÃO 02 (Valor: 2,0)
Um objeto é abandonado do ponto A apresentado na figura abaixo em uma altura de 60 m com relação ao solo e que sua
massa é de 20 kg. Sabendo que o trajeto do ponto B até o ponto C é não conservativo e que sua velocidade no ponto C é de
30 m/s podemos afirmar que o trabalho dissipado pelo atrito existente neste trecho foi dê:
(a) 5000kg
(b) 5000J
(c) 3000 kg
(d) 2000N
(e) 3000J
QUESTÃO 03 (Valor: 2,0)
Sabendo que o raio da circunferência descrita na trajetória do objeto é de 12,5m e que no trecho CD o sistema é conservativo,
podemos afirmar que a velocidade em m/s do objeto ao passar pelo ponto D é:
(a) 10
(b) 20
TRABALHO_FÍSICA_1SEM_TARDE_KEL_13
(c) 30
(d) 40
(e) 50
1
QUESTÃO 04 (Valor: 2,0)
(UCS-RS) Sobre um bloco atuam as forças indicadas na figura, as quais o deslocam 2 m ao longo do plano horizontal.
I. O trabalho realizado pela força de atrito Fa é negativo.
II. O trabalho realizado pela força F vale 200 J.
III. O trabalho realizado pela força peso é diferente de zero.
IV. O trabalho realizado pela força normal N é nulo.
Quais são as corretas?
(a) apenas I e II
(b) apenas I e III
(c) apenas II e III
QUESTÃO 05 (Valor: 2,0)
(d) apenas III e IV
(e) apenas I, II e IV
(Aman-RJ) Com que velocidade o bloco da figura a
seguir, partindo do repouso e do ponto A, atingirá o
ponto B, supondo todas as superfícies sem atrito? (g
= 10 m/s2)
(a)
(b)
(c)
(d)
(e)
0 m/s
5 m/s
20 m/s
15 m/s
10 m/s
QUESTÃO 06 (Valor: 2,0)
(Ufac) Um carro se desloca com velocidade de 72 km/h na Avenida Ceará. O motorista observa a presença de um radar a 300
m e aciona imediatamente os freios. Ele passa pelo radar com velocidade de 36 km/h. Considere a massa do carro igual a
1.000 kg. O módulo da intensidade do trabalho realizado durante a frenagem, em kJ, vale:
(a) 150.
(b) 250.
(c) 350.
(d) 200.
(e) 450.
QUESTÃO 07 (Valor: 2,0)
Evaristo avalia o peso de dois objetos utilizando um dinamômetro cuja mola tem constante elástica K = 35 N/m.Inicialmente,
ele pendura um objeto A no dinamômetro e a deformação apresentada pela mola é 10 cm. Em seguida, retira A e pendura B
no mesmo aparelho, observando uma distensão de 20 cm. Após essas medidas, Evaristo conclui, corretamente, que os pesos
de A e B valem, respectivamente, em newtons:
(a) 3,5 e 7,0
(b) 3,5 e 700
(c) 35 e 70
(d) 350 e 700
(e) 35 e 700
QUESTÃO 08 (Valor: 2,0)
(FUVEST) Um veículo parte do repouso em movimento retilíneo e acelera com aceleração escalar constante e igual a 2,0
m/s2. Pode-se dizer que sua velocidade escalar e a distância percorrida após 6,0 segundos, valem, respectivamente:
(a) 6,0 m/s e 9,0m;
(b) 6,0m/s e 18m;
(c) 3,0 m/s e 12m;
(d) 12 m/s e 36m;
(e) 2 m/s e 12m;
QUESTÃO 09 (Valor: 2,0)
Um ciclista partiu do repouso de uma pista num ponto de uma pista reta. No instante em que completou 400 m, praticamente
com aceleração constante, sua velocidade escalar era de 57,6 km/h. A aceleração escalar do ciclista, nesse trecho de pista, foi:
(a) 12,5
(b) 8,3
(c) 6,4
(d) 0,83
(e) 0,32
QUESTÃO 10 (Valor: 2,0)
Os três corpos, A, B e C, representados na figura a seguir têm massas iguais, m = 6,0kg. O
plano horizontal, onde se apóiam A e B, não oferece atrito, a roldana tem massa desprezível
e a aceleração local da gravidade pode ser considerada g=10m/s 2. A tração no fio que une
os blocos A e B tem módulo.
(a)
(b)
(c)
(d)
(e)
10 N
15 N
20 N
25 N
30N
TRABALHO_FÍSICA_1SEM_TARDE_KEL_13
2
QUESTÃO 11 (Valor: 2,0)
Um fio, que tem suas extremidades presas aos corpos A e B, passa por uma roldana sem
atrito e de massa desprezível. O corpo A, de massa 1,0 kg, está apoiado num plano
inclinado de 37° com a horizontal, suposto sem atrito. Adote g = 10m/s 2, sen 37° = 0,60
e cos 37° = 0,80. Para o corpo B descer com aceleração de 2,0 m/s 2, o seu peso deve ser,
em newtons,
(a) 2,0
(b) 6,0
(c) 8,0
(d) 10
(e) 20
QUESTÃO 12 (Valor: 2,0)
Uma caixa de fósforos é lançada sobre uma mesa horizontal com velocidade
de 2m/s, parando depois de percorrer 2,0m. No local da experiência, a
influência do ar é desprezível. Adotando g como a gravidade local,
determine o coeficiente de atrito cinético entre a caixa e a mesa.
(a)
(b)
(c)
(d)
(e)
0,4
0,2
0,3
0,1
2,0
QUESTÃO 13 (Valor: 2,0)
Na situação da figura, o bloco B e o prato P pesam, respectivamente, 80N e
1,0N. O coeficiente de atrito estático entre B e o
plano horizontal de apoio vale 0,10 e desprezam-se os pesos dos fios e o
atrito no eixo da polia. Dispõe-se de 20 bloquinhos iguais, de 100g de
massa cada um, que podem ser colocados sobre o prato P. Qual a
quantidade necessária de bloquinhos que deve-se depositar no prato P
para que o sistema comece a se movimentar?
(a)
(b)
(c)
(d)
(e)
20
10
7
6
4
QUESTÃO 14 (Valor: 2,0)
(VUNESP) Dois blocos A e B, de massas 2,0 kg e 6,0 kg, respectivamente, e ligados por um fio, estão em repouso sobre um
plano horizontal. Quando puxado para a direita pela força F mostrada na figura, o conjunto adquire aceleração de 2,0 m/s 2.
Nestas condições, pode-se afirmar que o módulo da resultante das forças que atuam em A e o módulo da resultante das
forças que atuam em B valem, em newtons, respectivamente,
(a) 4 e 16
(b) 16 e 16
(c) 8 e 12
(d) 4 e 12
(e) 1 e 3
QUESTÃO 15 (Valor: 2,0)
Os dois blocos indicados na figura encontram-se em contato, apoiados num plano horizontal perfeitamente polido. Com os
blocos em repouso, aplica-se em A uma força constante, paralela ao plano de apoio e de intensidade F.Sabe-se que as massas
de A e B valem, respectivamente, 2M e M.Não considerando a influência do ar, quais os valores da aceleração adquirida pelo
sistema e da intensidade da força de contato trocada pelos blocos respectivamente
(a)
(b)
(c)
(d)
(e)
TRABALHO_FÍSICA_1SEM_TARDE_KEL_13
F/3M, F/3
F/6M, F/3
F/3M, F/6
F/9M, F/3
F/3M, F/9
3
QUESTÃO 16 (Valor: 2,0)
A figura seguinte representa dois blocos, A (massa M) e B (massa 2M), interligados por um fio ideal e apoiados numa mesa
horizontal sem atrito. Aplica-se em A uma força paralela à mesa, de intensidade F e que acelera o conjunto. Desprezando a
influência do ar, calcule o módulo da aceleração do sistema e a intensidade da força que traciona o fio,
respectivamente.
(a)
(b)
(c)
(d)
(e)
F/3M, 2F/3
2F/3, 2F/3
F/6M, 2F/3
F/2M, F/3
F/9M, F/3
QUESTÃO 17 (Valor: 2,0)
Na montagem representada na figura, o fio é inextensível e de massa
desprezível;a polia pode girar sem atrito com seu eixo, tendo inércia de
rotação desprezível; as massas dos blocos A e B valem, respectivamente,
. Na ausência de qualquer tipo de atrito sobre a superfície.
Assumindo para o módulo da aceleração da gravidade o valor g, determine o
módulo da aceleração do sistema e a intensidade da força que traciona o fio,
respectivamente.
(a)
(c)
(b)
(d)
(e)
QUESTÃO 18 (Valor: 2,0)
Um carrinho de montanha russa tem velocidade igual a zero na posição 1,
indicada na figura abaixo, e desliza no trilho, sem atrito, completando o
círculo até a posição 3.
A menor altura h, em metros, para o carro iniciar o movimento sem que
venha a sair do trilho na posição 2 é
(a)
(b)
(c)
(d)
(e)
72
82
92
102
112
QUESTÃO 19 (Valor: 2,0)
(PUC-SP) Um corpo de massa 2,0 kg é amarrado a um elástico de constante elástica
200 N/m que tem a outra extremidade f ixa ao teto. A 30 cm do teto e a 20 cm do chão,
o corpo permanece em repouso sobre um anteparo, com o elástico em seu
comprimento natural, conforme representado na figura.
Retirando-se o anteparo, qual será o valor da velocidade do corpo, em m/s, ao atingir
o chão?
#DICA: Considere o referencial como sendo o solo!!!
(a) 4,0
(b) 1,0
(c) 2,0
(d) 3,0
(e) 0
QUESTÃO 20 (Valor: 2,0)
A figura representa uma pista no plano vertical, por onde uma partícula desliza sem atrito. Abandonada do repouso no ponto
A, a partícula passa por B tendo nesse ponto aceleração 2g (igual ao dobro da aceleração da gravidade local). Sendo R o raio
da circunferência descrita, a altura de A em relação a base é:
(a)
(b)
(c)
(d)
(e)
10R
2R
5R
3R
15R
TRABALHO_FÍSICA_1SEM_TARDE_KEL_13
4
Download
Random flashcards
A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards