síntese e avaliação da atividade anticorrosiva de

Propaganda
Anais do XI Fórum da Pós-Graduação da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
SÍNTESE E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTICORROSIVA DE
FENETILENAMINOÉSTER EM MEIO ÁCIDO
1
2
3
Mariana Falcão Lopes Princisval Carlos ; Margareth Rose. L. Santos & Aurea Echevarria
1. Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Química Orgânica, e-mail: [email protected]; 2.
Departamento de Química, Instituto de Ciências Exatas, UFRRJ, e-mail: [email protected]; 3. Departamento
de Química, Instituto de Ciências Exatas, UFRRJ, e-mail: [email protected]
Palavras-chave: enaminoester, corrosão, aço carbono, ensaios eletroquímicos.
RESUMO
β-enaminoésteres são intermediários úteis na síntese orgânica para a preparação de compostos
heterocíclicos como, por exemplo, os pirróis, enamino-tiossemicarbazidas, entre outros. Os βenaminoésteres, também tem apresentado atividades biológicas atuando como inibidores da enzima
acetilcolinesterase e anticonvulsivos. Compostos orgânicos são muito utilizados como inibidores de
corrosão em diversos setores industriais, e a maioria dessas substâncias apresentam em sua
estrutura átomos com elétrons não ligantes e/ou elétrons π, que atuam por adsorção física e/ou
química na superfície metálica, principalmente compostos que apresentam átomos de nitrogênio e
enxofre em sua estrutura. É bem conhecido que bases de Schiff são compostos que apresentam
ótimos resultados de eficiência de inibição da corrosão, assim, devido à similaridade estrutural o
objetivo deste trabalho foi a síntese e, posterior avaliação do fenetil-enaminoéster como potencial
agente anticorrosivo para aço carbono AISI 1020 em meio ácido. A síntese do enaminoéster foi
realizada a partir da fenetilamina e acetoacetato de etila, em etanol como solvente. Posteriormente, a
atividade anticorrosiva foi avaliada pelas técnicas eletroquímicas de Resistencia de Polarização
Linear (RPL), Espectroscopia de Impedância Eletroquímica (EIE) e Polarização Potenciodinâmica
(PP), apresentando eficiência máxima de 92% de inibição da corrosão pela técnica de EIE na
concentração de 1x10-2mol.L-1. Os resultados da avaliação eletroquímica mostraram que o
enaminoéster atuou como inibidor misto com tendência a anódica frente ao aço-carbono em meio de
-1
HCl 1 mol.L . Assim, foi possível indicar que o fenetil-enaminoéster poderá atuar como um agente
anticorrosivo.
Agência Financiadora: CAPES, UFRRJ.
CD-ROM, 2016. ISSN 1984-0632.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards