A história do ensino de filosofia no Brasil, especialmente no

Propaganda
RESOLUÇÃO UNIPAR N.º ___/____/___
de ___ de ___________ de _______
COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO
Lato Sensu
FORMULÁRIO PARA CURSO NA MODALIDADE PRESENCIAL
LOCAL DE REALIZAÇÃO: UNIDADE DE UMUARAMA
TÍTULO: ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE
FILOSOFIA
DURAÇÃO: (20) meses
PERÍODO: 04/2013 a 11/2014
COORDENADOR (A): Jorge Antonio Vieira
COORDENAÇÃO ADMINISTRATIVA: Célia Macorin Gomes - COPLS
SUMÁRIO
1.
JUSTIFICATIVA
2.
OBJETIVOS
3.
DISCIPLINAS / EMENTAS / PROFESSORES
4.
MATRÍCULA EM DISCIPLINA ISOLADA
5.
ESTÁGIO PROFISSIONAL
6.
PÚBLICO ALVO
7.
VAGAS
8.
CARGA HORÁRIA
9.
DURAÇÃO DO CURSO
10.
PERÍODO E LOCAL DE INSCRIÇÃO
11.
VALOR DO INVESTIMENTO
12.
DOCUMENTOS
13.
CALENDÁRIO
14.
TITULAÇÃO DO(A) GESTOR(A) PEDAGÓGICO(A)
15.
ANEXO: Cadastramento do Corpo do Docente
1. JUSTIFICATIVA
O ensino médio é a etapa final da educação básica. Segundo a LDB suas funções são consolidar a
formação geral do educando, preparando para o trabalho e para a cidadania. Nesse sentido deve-se
oferecer condições para uma formação ética e intelectualmente autônoma, além de capacitá-lo a
compreender os fundamentos científico-tecnológicos dos processos produtivos. No conjunto, não se
trata de uma tarefa fácil,nem mesmo exclusiva da escola. Entretanto, à filosofia cabe grande papel
em auxiliar o cumprimento desta tarefa: ao estudo da filosofia caberia não apenas compreender as
Ciências, Letras e Artes, mas, sim exatamente, seu significado, além de desenvolver competências
comunicativas associadas à argumentação.
A história do ensino de filosofia no Brasil, especialmente no ensino médio, apresenta períodos de
sua valorização, antes do regime militar, o seu banimento durante todo militarismo, e somente nos
anos 90 do século XX começou a discussão sobre o retorno da disciplina no currículo do ensino
médio. Felizmente, as recentes decisões legislativas tornaram obrigatório o ensino de filosofia
também no ensino médio. Contudo, a implantação do ensino desta disciplina tem sido lenta e não
sem problemas: a maior dificuldade tem sido a carência de profissionais formados em filosofia. Para
ilustrar esta afirmação: em nossa região, no último concurso público, as vagas abertas para a
disciplina não foram preenchidas. Um modo de sanar o problema é atribuir o ensino de filosofia a
profissionais não graduados nesta área específica do saber. Mas, esta solução também apresenta
problemas, tais como a pouca formação de profissionais em conhecimentos filosóficos –
especialmente nos temas recomendados pelas diretrizes governamentais – e a ausência de formação
metodológica para o ensino de filosofia no ensino médio.
Nesse sentido, é preocupação primordial deste projeto fornecer uma formação básica em temas
filosóficos – tais como noções dos períodos da história da filosofia, dos temas de antropologia,
teoria do conhecimento, ética, filosofia política e estética, por exemplo – e também focalizar
especialmente a discussão da metodologia do ensino da filosofia. Em relação ao último tema, tem-se
observado que, devido à escassa competência metodológica apresentada nas aulas de filosofia os
alunos desenvolvem uma aversão ao conteúdo e às aulas desta disciplina. Espera-se que com o
estudo de modos específicos de trabalhar a disciplina de filosofia os alunos despertem o seu
interesse e vontade de desenvolver o pensamento crítico. Outro dado da realidade é que os
profissionais, mesmo os graduados em filosofia, têm buscado por cursos que ofereçam continuidade
da formação filosófica e também didática, pois reconhecem a dificuldade e a falta de experiência em
relação ao ensino de filosofia, isso devido às especificidades da matéria. Essas são algumas
justificativas para se implantar um curso de pós-graduação latu sensu que focalize esta demanda,
ainda mais que na região não há instituição que ofereça um curso com tal orientação formativa.
2. OBJETIVOS
Geral:
 Suprir a necessidade crescente de formação, complementação e aprofundamento de
bacharéis e professores de filosofia e ciências afins, que estejam ou que pretendam
trabalhar no ensino de filosofia, seja no nível médio ou fundamental.
Específico:
 Possibilitar o aprofundamento de instrumental teórico que permita a abordagem de
variados temas da história e dos problemas fundamentais da filosofia, tais como
conhecimento, ciência, ética, política, estética.
 Discutir técnicas, métodos e conteúdos que abordem como filosofar e ensinar filosofia
para os ensinos médio e fundamental, e proporcionar ao aluno a construção e
aplicação de diferentes abordagens metodológicas, buscando aperfeiçoamento
didático-pedagógico específico ao ensino requerido pela filosofia.
 Oportunizar ao aluno a aquisição dos pressupostos filosóficos para melhor
compreender e analisar criticamente os problemas, possibilitando ao aluno reflexão e
a análise dos problemas de filosofia, contribuindo para a docência, e para a formação
continuada necessária ao seu exercício.
3. DISCIPLINAS / EMENTAS
Disciplina:
Ementa
HISTÓRIA DA FILOSOFIA ANTIGA E MEDIEVAL
C/H:
30 H
Disciplina:
Ementa
HISTÓRIA DA FILOSOFIA MODERNA
Disciplina:
Ementa
HISTÓRIA DA FILOSOFIA CONTEMPORÂNEA
Disciplina:
Ementa
FILOSOFIA e ESTÉTICA
Disciplina:
METODOLOGIA DO ENSINO DE FILOSOFIA – C/H:
MÉTODOS E ABORDAGENS NO PROCESSO
ENSINO APRENDIZAGEM
Ementa
Caracterização e finalidades do ensino de filosofia num projeto
pedagógico. Ensino de filosofia no contexto brasileiro e na
legislação educacional. Parâmetros curriculares do ensino de
filosofia. A aula de filosofia como experiência de pensamento.
Recursos e estratégias disparadores para essa experiência.
Organização para uma docência artística.
Disciplina:
Ementa
FILOSOFIA e ÉTICA
Disciplina:
Ementa
FILOSOFIA POLÍTICA
O problema ético em Sócrates. Platão: teoria do conhecimento,
ética, antropologia e política. Aristóteles: a metafísica, ética,
antropologia e política. Agostinho: o problema da razão e fé.
Tomás de Aquino: a síntese tomista.
C/H:
30H
Inatismo cartesiano. O empirismo de Locke, Hume e Berkeley. A
harmonia pré-estabelecida de Leibniz. A metafísica da
modernidade. Ética moderna. Kant: conhecimento e o problema da
metafísica. A política e os filósofos modernos. O idealismo: Hegel.
C/H:
30H
O positivismo. Nietzsche e a transmutação dos valores. Heidegger
e a analítica da existência. Filosofia analítica. Hermnêutica. Teoria
crítica
C/H:
30H
A poética de Aristóteles. Kant: gosto, belo, sublime e o gênio: a
estética da natureza e da arte. Adorno: a indústria cultural.
C/H:
30H
30H
A existência ética. Éticas heterônomas. Autonomia, obligação e
virtude. Ética do discurso. Razão, desejo e vontade. A liberdade.
C/H:
30H
O problema político para Platão e Aristóteles. O governo misto de
Políbio. Absolutismo. Maquiavel. As teorias contratualistas. Hegel.
Crítica marxista do Estado. Totalitarismo. Estado de bem-estar social.
Democracia, legitimidade e poder. Foucault. A globalização.
Disciplina:
Ementa
ANTROPOLOGIA FILOSÓFICA
C/H:
30H
Disciplina:
FILOSOFIA PRÁTICA: SOCIEDADE, DIVERSIDADE C/H:
E INCLUSÃO
Ementa
Esta disciplina se propõe ao exercício da problematização e da
reflexão acerca do contexto sócio/político e econômico da
contemporaneidade, ampliando a leitura sobre o ser humano e
sobre as relações sociais. Tratará também da conceituação de
diferença – diversidade; diversidade de gênero, diversidade racial;
diversidade social; diferenças físicas; conceito de inclusão;
políticas inclusivas educacionais.
Disciplina:
Ementa
METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA
Disciplina:
Ementa
METODOLOGIA DO ENSINO SUPERIOR
Disciplina:
Ementa
TEORIA DO CONHECIMENTO
a questão da alma. O mecanicismo moderno e sua visão de homem.
O humanismo materialista. O existencialismo e o humanismo
contemporâneo.
C/H:
30H
30H
A atitude científica. As ciências humanas: a questão de sua
valididade científica. O humano como objeto de investigação.
Fenomenologia, estruturalismo. A questão do método em filosofia.
Normas técnicas de redação de trabalhos científicos.
C/H:
30H
Metodologia do ensino superior e as principais técnicas didáticopedagógica. Dimensões do processo didático e seus eixos
norteadores: ensinar, aprender, pesquisar e avaliar. Planejamento
do trabalho pedagógico. A função do ensino superior
C/H:
30H
O problema do conhecimento. Racionalismo, empirismo, realismo,
relativismo e dogmatismo.
5. CLIENTELA
Graduados em Filosofia, pedagogia, história e áreas afins.
6. VAGAS
Mínimo: 27 (vinte e sete)
7. CARGA HORÁRIA (No mínimo, 360 h/a em sala de aula. As orientações do Trabalho de
Conclusão de Curso não são computadas na carga horária do curso).
360 h/a
8. DURAÇÃO DO CURSO
Início das Aulas: (04/2013)
Término das Aulas: (30/06/2014)
Tipo de trabalho de conclusão: ( ) Monografia
( X) Outros – Especifique: Elaboração de artigo científico
Período para orientações: Agosto a setembro/2014
Prazo para entrega de Trabalho de Conclusão de Curso: novembro/2014
9. PERÍODO E LOCAL DE INSCRIÇÃO
As inscrições são online e o Contrato se encontra disponível no portal da UNIPAR
(www.unipar.br)
Período: de novembro de 2012 a março de 2013.
10. VALOR DO INVESTIMENTO
Inscrição: R$ 70,00
20 mensalidades de: R$ 280,00
Programa de Fidelidade e de Benefícios:
20% de desconto para egresso de 2012: 20 mensalidades de R$ 224,00
10% de desconto para egressos de anos anteriores a 2012: 20 mensalidades de R$ 252,00
50% de desconto para colaboradores: 20 mensalidades de R$ 140,00
11. DOCUMENTOS
11.1 – Fotocópia do Diploma
11.2 - Fotocópia do RG
11.3 - Fotocópia do CPF
11.4 - Foto 3X4 recente (2)
11.5 -Formulário a ser preenchido no ato da inscrição
12. CALENDÁRIO
Período
Dias
Quinta-feira
Sexta-feira
Sábado
Domingo
13.
Semanal
( )
Quinzenal
Manhã
8:00-12:00
Tarde
13:00-18:00
(
(
)
)
( X )
( )
(
x )
(
(
)
)
( X )
( )
Outros
(
)
Noite
19:00-23:00
(
)
( X )
( )
( )
COORDENADOR PEDAGÓGICO DO CURSO:
Nome: Jorge Antonio Vieira
e-mail: [email protected]
Titulação: Doutor
Área de Conhecimento: Filosofia, História da filosofia moderna e contemporânea
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards