O USO DE TICs NA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO - Unifal-MG

Propaganda
O USO DE TICs NA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO: UMA
APLICAÇÃO NO ENSINO DE GEOGRAFIA
Renan Fernando de Castro
[email protected]
Bolsista PIBID Geografia, Licenciando do Curso de Geografia – UNIFAL-MG
Clibson Alves dos Santos
Coordenador do PIBID Geografia UNIFAL MG
PALAVRAS CHAVES: TICs, uso de mídias na escola, ensino de Geografia.
Introdução
Na sociedade atual, cada vez mais se percebe a utilização e influência das
tecnologias de comunicação, sejam elas de massa ou não, em diversas esferas da
organização social. A escola estando inserida nesse meio sofre uma constante
influência em todos seus âmbitos, e consequentemente deve entender essa influência
e utiliza- lá a seu favor, ou seja, na construção do conhecimento dos alunos nas
escolas.
A utilização das TICs – Tecnologias da Informação e Comunicação na escola,
algumas vezes são negligenciadas pelos docentes, uns por desconhecer essa
ferramenta como colaborador para o ensino e outros por considerar desnecessárias as
tecnologias na escola. Outro grupo de docentes e escolas até reconhecem a
importância das TICs no âmbito escolar, contudo não possuem acesso a esses
instrumentos e nem a instrução necessária para a sua utilização.
Nesse sentido, o presente trabalho mostra os resultados de atividade
desenvolvida no âmbito do PIBID – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a
Docência na área de Geografia, da Universidade Federal de Alfenas, utilizando mídias
digitais e áudio visuais para discutir os aspectos físicos e políticos do Continente
Africano para alunos do 9º ano da Escola Estadual Samuel Engel em Alfenas-MG.
Objetivos
Os objetivos do seguinte trabalho foram:


Demonstrar as influências das tecnologias da informação e
comunicação dentro do âmbito escolar;
Mostrar a importância das TICs e a necessidade do domínio por parte
dos docentes dessas tecnologias.
Referencial Teórico
Segundo Moran (2007) reconhecer que os meios de comunicação mexem com
nossos sentimentos, emoções, fantasias, desejos, ou seja, são muito atraentes e em
consequência mais eficazes em seus propósitos, principalmente nas crianças.
Enquanto a televisão fala do presente, dos problemas atuais, algo concreto a escola é
muito distante e abstrata. Essa consideração nos leva a refletir maneiras de incorporar
métodos convencionais de ensino e a introdução de mídias para incorporar e colaborar
no processo de construção do conhecimento.
Segundo Ponte, Oliveira e Varandas (2002) as tecnologias são a cada dia mais
presentes e fundamentais na escola, pois facilita o acesso a informação e possibilita o
aluno a pensar tendo em base algo concreto, se comunicar, intervir sobre numerosas
situações.
Outro aspecto importante que vai balizar a forma como foi realizada a atividade
que será descrita a seguir é a constante preocupação em atrelar o uso de tecnologias
da informação à aspectos que privilegiem e evidencie as contradições e desigualdades
em nossa sociedade. Segundo Freire (1967) o saber deve estar conectado com o
concreto, com a realidade das pessoas; somente com um método ativo, dialogal,
participante e critico pode-se de fato interferir na realidade educacional.
Metodologias e Resultados
Os alunos bolsistas envolvidos no Programa Institucional de Bolsas de
Iniciação à Docência (PIBID) do curso de Geografia Licenciatura da Universidade de
Alfenas desenvolvem diversas práticas docentes em sala de aula na Escola Estadual
Samuel Engel. Entre as diversas atividades desenvolvidas os bolsistas propõem novas
formas e meios de aplicação e desenvolvimento de conteúdos, incluindo o uso de
tecnologias, que mesmo sendo simples no meio acadêmico, na educação básica são
ferramentas que atraem atenção e aumentam o envolvimento do aluno com os
conteúdos abordados. Nesse sentido, utilizou o tema África para a proposição de
materiais em mídias, tais como aulas no formato power point e vídeos para explanar e
discutir os aspectos físicos e políticos do continente africano. Os conteúdos foram
aplicados aos alunos dos 9º anos da escola, abrangendo um total de 140 alunos.
Segundo a percepção durante a exposição do tema, notou-se que essa forma de
abordagem possibilitou uma visão mais concreta e com elementos visuais que atraem
e atraíram a atenção dos alunos, e com isso, auxiliou de forma um pouco mais clara
para a construção do conhecimento sobre o tema estudado.
A partir das observações podemos concluir que a utilização de tecnologias da
informação e comunicação influenciam de forma significativa na construção do
conhecimento e que o conhecimento por parte do docente das tecnologias aplicadas
no ensino irá aumentar sua capacidade de alcançar seus objetivos em sala de aula.
Segundo Moran (2007) as crianças e jovens se acostumaram a se expressar tendo
como base o concreto, a imagem em movimento, a imagem mexe com o palpável, o
imediato. A escola desvaloriza as imagens e essas linguagens.
Tendo em vista à compreensão por parte dos alunos mensuradas a partir de
questionamentos feitos aos alunos do 9° ano da Escoala Estadual Samuel Angel após
a aula, conclui-se também que os docentes e bolsistas do PIBID devem continuar a
aprimorar as técnicas de utilização de tecnologias da informação e comunicação para
se alcançar resultados cada vez mais elevados nas escolas.
Diante disso, conclui-se que a utilização da TICs no ambiente escolar pode
aumentar não somente a sua percepção sensorial, mas também tornar o ambiente de
ensino mais atrativo e envolvente, propiciando de forma mais efetiva a construção do
conhecimento sobre os temas abordados. Além disso, esse tipo de estimulo ampliar a
percepção do aluno sobre temas extra classe relativos ao seu cotidiano.
Referencial Bibliográfico
MORAN, J. M. As mídias na educação. Texto do livro Desafios na
Comunicação Pessoal. São Paulo, 3° Ed, p. 162-166, 2007. Editora Paulinas.
PONTE, J. P, & OLIVEIRA, H, & VARANDAS, J. M. As novas tecnologias na
formação inicial de professores. Análise de uma experiência. Disponível em:
http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/jponte/artigos-por-temas.htm#Novas
tecnologias;
Acesso em 07/03/2012.
FREIRE, Paulo. Educação Como Prática da Liberdade. Rio de Janeiro, 1967.
Editora Paz e Terra Ltda.
VYGOTSKY, L.S. Pensamento e Linguagem. São Paulo, 1989. Martins Fontes
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards