Beleza com saúde - Biossegurança nos salões de beleza

Propaganda
Título: Beleza com saúde
Subtema: Biossegurança nos salões de beleza de Manaus-AM
Autores: Nádia Prata Gordiano, Diana Ribeiro do E. S. Jácomo e Daniela
Rodrigues Fonseca Santos
Instituição: Divisão de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde
Município/ Estado: Manaus/ AM
Período de realização: Março de 2009 a Março de 2010
RESUMO
Introdução: Atualmente o grande apelo da mídia e da sociedade pelo ideal de
beleza faz com que grande parte da população procure pelos serviços de
estética, podologia, manicure e pedicure realizados nos salões de beleza. Por
sua vez, estes estabelecimentos às vezes oferecem tais procedimentos sem
observarem os protocolos de biossegurança preconizados, não atentando para
os riscos à saúde tanto dos clientes quanto dos profissionais inerentes a estas
práticas.
Justificativa: O risco potencial de transmissão de micoses, viroses e
principalmente de acidentes com instrumentais pérfuro-cortantes durante a
realização de procedimentos de podologia, manicure, pedicure e estética, com
eventual exposição a microorganismos patológicos como o vírus da AIDS (HIV),
da HEPATITE B (HBV) e HEPATITE C (HCV). Nestes casos o maior risco de
infecção está relacionado ao vírus da HBV, o qual pode chegar a cerca de 40%.
Em relação ao HCV, o risco médio de infecção é de aproximadamente 1,8%,
enquanto para o vírus HIV é de aproximadamente 0,3% para exposição
percutânea e de 0,09% para exposição mucocutânea.
Objetivo: Analisar a implementação dos protocolos de biossegurança
preconizados nos salões de beleza que realizam serviços de estética, podologia,
manicure e pedicure no município de Manaus-AM.
Metodologia: Trata-se de um estudo longitudinal retrospectivo através da
consulta dos dados contidos nos relatórios de inspeção dos processos de
fiscalização para liberação da Licença Sanitária realizados no período de março
de 2009 a março de 2010.
Resultados: Apenas 78 estabelecimentos solicitaram Licença Sanitária, destes
sessenta e cinco não realizavam a desinfecção dos pentes, escovas e pincéis. O
uso dos EPIs era inadequado em 52,17% dos casos; 43,48% não realizavam
corretamente a esterilização, desinfecção e processamento de instrumentais e
artigos. Apenas 34,78% dos profissionais apresentaram carteira de imunização
com vacinação contra Hepatite B, difteria e tétano. O descarte adequado dos
pérfuro-cortantes era feito em cerca de 35% dos estabelecimentos.
Aprendizado com a vivência: Observamos o desconhecimento dos
profissionais da área com relação aos riscos inerentes às atividades executadas.
Também detectamos o despreparo dos mesmos em relação aos procedimentos
de Biossegurança.
Considerações finais: Observamos a necessidade de intensificar as ações
educativas e de fiscalização no que diz respeito à importância da utilização dos
protocolos de biossegurança junto aos profissionais que atuam em salões de
beleza, no município de Manaus-AM.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards