carta convite - Red de Economía Alternativa y Solidaria

Propaganda
Santa Maria, 07 de abril de 2008.
Prezados Companheiros e Companheiras da Economia
Solidária do RS, do Brasil e da América Latina !
“ECONOMIA SOLIDÁRIA - OUTRA ECONOMIA ACONTECE”
Pelo presente, enviamos à todos/as os companheiros/as da Economia
Solidária as Orientações Gerais e a Ficha de Inscrição para os Eventos da Economia Solidária
do Mercosul, para os dias 11 a 13 de julho de 2008. Esta Feira faz parte do Programa
Nacional de Feiras - Feiras em Rede, apoiada pela FBES, SENAES, CÁRITAS BRASILEIRA,
IMS e muitas organizações de Santa Maria, do Brasil e da América Latina.
Solicitamos que, na medida do possível coloquem nos seus sites e
divulguem por e-mail, estes Eventos para que o maior número de pessoas, Empreendimentos Solidários,
Entidades parceiras e apoiadoras, possam receber estas informações.
Pedimos a confirmação do site de sua Entidade, para que possamos colocar
na Programação Oficial, este endereço. Favor enviar para o e-mail: [email protected]
Cada Empreendimento Solidário, Entidade parceira e apoiadora da Economia
Solidária, está convidada para divulgar estes grandes Eventos Internacionais da Economia Solidária em
todas as suas Redes e Organizações.
É importante que a Ficha de Inscrição seja devolvida até o dia 31 de maio
de 2008, conforme os endereços que estão em anexo.
Salientamos a importância de inscrever, também as Caravanas, numa Ficha
própria para termos uma idéia de Empreendimentos e Entidades que vem para os Seminários e Oficinas,
além dos grupos expositores, que tem outra Ficha de Inscrição, além da inscrição para a hospedagem.
Este ano, Santa Maria completa 150 anos de Emancipação Política e a
Feira de Santa Maria completa 15 anos. É a Feira mais antiga de Economia Solidária da América
Latina. A meta é fazer a maior Feira de todos os tempos. Para isso, a sua participação e a divulgação
são muito importantes contribuições neste processo.
Sintam-se todos parte deste processo, bem como da divulgação e
realização desta Feira. É um Evento que congrega as forças vivas da Economia Solidária e Agricultura
Familiar de toda América Latina.
Com fraternas saudações e os votos de Boas Vindas à Santa Maria, para
estes Eventos Internacionais e Latino Americanos.
Atenciosamente,
Ir. Lourdes Dill
Coord. Projeto Esperança/
Cooesperança
Carmen Possebon
Representante dos
Empreendimentos Solidários
Ivo Cassol
Secretário da SECAP e SGG
Prefeitura Municipal de Santa Maria
“UMA OUTRA ECONOMIA ACONTECE”
ORIENTAÇÕES GERAIS
“MUITA
GENTE PEQUENA, EM MUITOS LUGARES PEQUENOS,
FAZENDO COISAS PEQUENAS, MUDARÃO A FACE DA TERRA”
(Provérbio Africano)
Aos Companheiros e Companheiras da Economia Solidária, do
Cooperativismo do Brasil, do MERCOSUL e da América Latina !
É com muita alegria que saudamos à todos/as e lhes lançamos um
importante Convite para os EVENTOS DO COOPERATIVISMO e da ECONOMIA
SOLIDÁRIA DO BRASIL, DO MERCOSUL e DA AMÉRICA LATINA:
15ª FEICOOP - FEIRA ESTADUAL DO COOPERATIVISMO
4ª FEIRA DE ECONOMIA SOLIDÁRIA DO MERCOSUL
7ª FEIRA NACIONAL DE ECONOMIA SOLIDÁRIA
8ª MOSTRA DA BIODIVERSIDADE E AGRICULTURA FAMILIAR
4º SEMINÁRIO LATINO AMERICANO E MINI-FÓRUM DE
ECONOMIA SOLIDÁRIA E MINI-FÓRUM DE ECONOMIA
SOLIDÁRIA EM PREPARAÇÃO AO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL
EM BELÉM DO PARÁ EM 2009.
DATA: 11 a 13 de Julho de 2008.
LOCAL: Centro de Referência de Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter
Rua Heitor Campos, s/nº - Bairro Medianeira - Santa Maria - RS - BRASIL
PREZADOS/as COMPANHEIROS/as da
ECONOMIA SOLIDÁRIA NACIONAL E INTERNACIONAL
SANTA MARIA, CORAÇÃO DO RIO GRANDE DO SUL, CAPITAL
INTERNACIONAL DA ECONOMIA SOLIDÁRIA
Aqui, “UMA OUTRA ECONOMIA ACONTECE!”
Santa Maria da Boca do Monte, Coração do Rio Grande do Sul tem a imensa alegria de acolher
estes grandes Eventos do Cooperativismo e da Economia Solidária do Brasil e dos Países do MERCOSUL
e em Articulação com América Latina.
Desde 1994, realizam-se estes importantes eventos do Cooperativismo e da Economia Solidária,
em Santa Maria, a Capital da ECONOMIA SOLIDÁRIA e do COOPERATIVISMO ALTERNATIVO como “O
MAIOR EVENTO DO COOPERATIVISMO ALTERNATIVO DO RS e do BRASIL” e agora com uma
forte articulação da ECONOMIA SOLIDÁRIA dos Países do MERCOSUL.
É um grande espaço de articulação, debate, troca de idéias, experiências de Comercialização
Direta dos Empreendimentos Solidários da Economia Solidária, da Agricultura Familiar, das Agroindústrias
Familiares, dos Catadores/as, dos Povos Indígenas, dos Trabalhadores/as do Campo e da Cidade, na
Metodologia Autogestionária, do FÓRUM SOCIAL MUNDIAL e na construção de “UM OUTRO
MUNDO POSSÍVEL”.
É, também, um grande espaço de articulação Nacional, Internacional e Autogestionário, onde o
Trabalho e a Organização Solidária, através do FBES (Fórum Brasileiro de Economia Solidária) e dos
Fóruns Regionais da Economia Solidária, estão acima do capital, motivando assim a consciência de um
Comércio Justo, Consumo Ético e Solidário, no fortalecimento da SEGURANÇA ALIMENTAR
NUTRICIONAL SUSTENTÁVEL, firmando práticas e convicções importantes, como a não
comercialização de produtos com aditivos químicos, agrotóxicos, nenhum tipo de refrigerante
ou cerveja industrializada, e nem o consumo de cigarros, motivando o consumo de produtos
Naturais, Ecológicos como sucos, caldo de cana, água potável, alimentação sadia e natural, em favor da
Qualidade de Vida e Saúde dos consumidores/as.
Há, também, um grande espaço da Biodiversidade, Agricultura Familiar, espaços Culturais
sintonizados com a proposta da Economia Solidária, da Reforma Agrária, do Trabalho dos
Catadores/as, dos Povos Indígenas, dos Movimentos de Luta, de Resistência e da integração
da Economia Solidária e da Agricultura Familiar .
Nesta perspectiva se fortalecem as práticas de uma outra forma de Consumo e o Trabalho
Solidário, também do uso dos bens naturais, como o grande “PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE”.
Este espaço oportuniza e fortalece a construção de um NOVO MODELO de Desenvolvimento
Solidário e Sustentável e de uma SOCIEDADE:
* Socialmente JUSTA,
* Economicamente VIÁVEL,
* Ambientalmente SADIA,
* Organizadamente SOLIDÁRIA e COOPERATIVADA,
* Politicamente Democrática, Fortalecendo a CULTURA da SOLIDARIEDADE e da PAZ, na certeza
de que “UMA OUTRA ECONOMIA ACONTECE”.
A PROMOÇÃO DOS EVENTOS: Os Eventos do Cooperativismo, da Economia Solidária, e da
Agricultura Familiar são promovidos pela Diocese de Santa Maria, através do PROJETO
ESPERANÇA/COOESPERANÇA, PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA, BANCO DA
ESPERANÇA, CÁRITAS BRASILEIRA, CÁRITAS - RS e com especial apoio do FBES (Fórum
Brasileiro de Economia Solidária), Governo Federal através de vários Ministérios, SENAES (Secretaria
Nacional de Economia Solidária), IMS (Instituto Marista de Solidariedade) e muitas Entidades parceiras,
apoiadoras e patrocinadoras, com um apoio expressivo dos Veículos de Comunicação de várias regiões
do Brasil e em articulação com os Países do MERCOSUL e as Redes de Economia Solidária da América
Latina. Estes Eventos, tem uma sintonia com o Programa Nacional de Feiras e com a Política
Nacional de Feiras e Feiras em Rede da Economia Solidária, juntamente com o FBES (Fórum Brasileiro
de Economia Solidária) e os Fóruns Estaduais, Regionais e Locais de Economia Popular Solidária.
1- NOSSA LUTA, NOSSA HISTÓRIA e NOSSOS SONHOS...
A 15ª FEICOOP, 4ª FEIRA DE ECONOMIA SOLIDÁRIA DO MERCOSUL, a 7ª FEIRA
NACIONAL DE ECONOMIA SOLIDÁRIA, a 8ª MOSTRA DA BIODIVERSIDADE e da FEIRA DA
AGRICULTURA FAMILIAR, 4º SEMINÁRIO LATINO AMERICANO E MINI-FÓRUM DE
ECONOMIA SOLIDÁRIA, são Eventos Nacionais e Internacionais das Organizações Populares,
Associações, Cooperativas, Empreendimentos Solidários do Meio Urbano e Rural, no fortalecimento de
POLÍTICAS PÚPLICAS, para uma ECONOMIA SOLIDÁRIA e um NOVO MODELO DE
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.
A ECONOMIA SOLIDÁRIA vai muito além da “RESISTÊNCIA”, Exclusão Social e ao
Desemprego. Ela aponta para nova prática Econômica, ou então “a REIVENÇÃO da ECONOMIA”
provando que “UMA OUTRA ECONOMIA É POSSÍVEL”, capaz de criar e fortalecer Novos
Empreendimentos, Gerando Trabalho e Renda, a partir do Trabalho Cooperativado, Autogestionário, com
Gestão Participativa entre Homens e Mulheres que constróem um NOVO MODELO DE
DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL a partir do Trabalho Organizado e da proposta do
Cooperativismo Alternativo e Autogestionário
A prática da ECONOMIA SOLIDÁRIA, está fundamentada na Cooperação, na Autogestão, na
Produção Coletiva, na Comercialização Direta, na justa distribuição da Renda, na Solidariedade, na
Agroecologia, na Agricultura Familiar, com a lógica econômica que valoriza o ser humano e o trabalho,
acima do Capital, formando novos “SUJEITOS” para o EXERCÍCIO DA CIDADANIA e INCLUSÃO
SOCIAL e na construção de um NOVO PROJETO DE SOCIEDADE, JUSTA, FRATERNA E
SOLIDÁRIA.
Nosso sonho é ter uma Política Pública no Brasil à nível de Economia Solidária e de Feiras em Rede que se
articulam com o MERCOSUL, fortalecendo as Organizações do campo e da cidade.
A Feira trabalha a metodologia do FÓRUM SOCIAL MUNDIAL, na perspectiva de que “UM OUTRO
MUNDO É POSSÍVEL”, na prática da Autogestão e na certeza de que “UMA OUTRA ECONOMIA
ACONTECE”.
2- EQUIPES DE SERVIÇOS:
A 15ª FEICOOP é organizada, através de UM GRANDE MUTIRÃO ARTICULADO e
animado por um grande grupo de Empreendimentos Solidários, Entidades, Pastorais Sociais,
Organizações Governamentais e Não Governamentais, Movimentos Populares, Associações, Organizações
e pessoas comprometidas com esta luta e caminhada. Por isso foram formadas em torno de 60 Equipes
de Serviços, que fazem destes Eventos um grande Mutirão. A Cooperação, Solidariedade e a
sintonia do trabalho são palavras de ordem, nestes Eventos. Não há lugar para “disputa” e sim para um
trabalho comprometido e solidário, que desenvolve os processos organizativos, participativos,
autogestionários e transformadores.
3- NOSSO JEITO DE TROCAR E COMERCIALIZAR:
A Feira é um grande espaço construído coletivamente, por isso, o processo de troca na FEIRA, se dá
de várias maneiras: através do DIÁLOGO, entre os grupos e com o público em geral; através da
PARTILHA das EXPERIÊNCIAS VIVIDAS, os SONHOS e ESPERANÇAS que carregamos em nossa
história. A COMERCIALIZAÇÃO DIRETA, neste espaço, é algo que acontece ao natural, o consumidor
é parceiro de muitos anos, desta história. A Feira é uma grande Festa Popular.
Os frutos do nosso trabalho expressam a proposta da ECONOMIA SOLIDÁRIA que vivenciamos.
Neste sentido, é bom lembrar que, ao vender produto, estamos vendendo também a imagem da
ECONOMIA SOLIDÁRIA, que estamos construindo coletivamente. Estamos construindo e fortalecendo
as nossas idéias e as propostas de um Novo Projeto de Sociedade. Afirmamos com convicção que uma
“OUTRA ECONOMIA ACONTECE” e que “UM OUTRO MUNDO É POSSÍVEL”.
MOEDA SOCIAL MATE
As Trocas Solidárias – é um espaço de Economia Solidária no qual as pessoas se organizam para
trocar produtos e serviços sem utilizar dinheiro. Esse intercâmbio pode ser feito de forma direta, entre
produtores e consumidores organizados. As formas são variadas, mas o essencial é que haja um espaço
de cultivo de confiança, da cooperação, da solidariedade, e da transparência e a distribuição da riqueza
entre todos. Assim nesta Feira existe o espaço da Trocas Solidárias, com a Moeda Social “MATE”,
onde todos podem participar. É um espaço de formação e prática solidária, durante os Eventos.
4- É IMPORTANTE TER PRESENTE QUE:
4.1 - OS PRODUTOS e os STANDS, sejam bem apresentados com rótulos, observando a apresentação,
qualidade dos produtos, data de vencimento, conservação, embalagem, organização e decoração da
banca. Todo produto deve ter Etiqueta com procedência, data de fabricação, validade, peso, nome
do grupo. No local da Feira (no caixa) há possibilidade de conseguir etiquetas e embalagens para
quem precisar.
4.2 - OS GRUPOS EXPOSITORES DEVEM RECEBER: o público visitante, como se estivessem
recebendo-os/as em sua PRÓPRIA CASA, com CARINHO, ATENÇÃO e SIMPATIA. É importante
comunicar a proposta do Grupo e da Feira como um todo, uma vez que todos/as somos Co-promotores
do Evento e da Ampliação da REDE DA ECONOMIA POPULAR SOLIDÁRIA e da AGROINDÚSTRIA
FAMILIAR em nosso Estado, no Brasil e nos Países do MERCOSUL e da AMÉRICA LATINA.
4.3 - OS GRUPOS EXPOSITORES: partilham sua VIDA, sua HISTÓRIA, seus OBJETIVOS e suas lutas.
Para isto, é importante trazer Folders, Banners, cartões, bandeiras endereços, telefones, cartazes e
identificar bem a Banca, com a história do seu Empreendimento ou Entidade. É importante trazer
materiais dos seus Empreendimentos Solidários, do seu Município, Estado e País.
5- A ORGANIZAÇÃO E O FUNCIONAMENTO DA FEIRA:



Horário da Chegada dos Empreendimentos/Associações e Cooperativas que vão
expôr produtos:
- Os grupos expositores deverão chegar a partir das 7h às 11h do dia 11 de Julho de 2008,
na sexta-feira pela manhã para dar início a Organização dos Stands “O Grande Mutirão”.
No local da Feira haverá o Credenciamento para a exposição no portal de entrada da Feira,
com numeração dos Empreendimentos, por Setores, Estados e Países e o encaminhamento da
Hospedagem e Alimentação. Todos deverão passar pela recepção na chegada e fazer o
credenciamento. É importante trazer uma cópia da ficha de inscrição do seu grupo.
Toda Alimentação (Café, Almoço, Janta, e Lanches) serão servidos no local da Feira. É
importante valorizar os Empreendimentos da Economia Solidária que vão fornecer os alimentos
feitos na hora. Os lanches serão produzidos pelos grupos de Santa Maria - RS.
A ORGANIZAÇÃO dos STANDS:



A Feira contará com um grande espaço de infra-estrutura. Do ano passado para cá houve uma
ampliação expressiva do espaço físico, com apoio de Projetos Governamentais.
Cada Grupo terá um espaço expressivo para expor os produtos, com Mesas.
Na medida do possível, será separada a parte da ALIMENTAÇÃO, CONFECÇÃO, ARTESANATO e
Produtos Coloniais, a Mostra de Biodiversidade, Agroindústria, Agricultura Familiar, Produtos e
materiais de divulgação e as Etnias como: Povos Indígenas, Catadores/as, entre outros.
IDENTIFICAÇÃO DOS GRUPOS EXPOSITORES:
 Todas as pessoas envolvidas na FEIRA: PROMOTORES, COORDENADORES (as) das EQUIPES
DE SERVIÇOS, EXPOSITORES deverão usar o crachá de Identificação durante a Feira, que será
fornecido pela COMISSÃO ORGANIZADORA na entrada, espaço de recepção. Haverá uma
identificação para cada Banca que deverá ser colocada por todos os expositores, além do
material específico do seu Empreendimento Solidário.
6- PROGRAMAÇÃO:
A FEIRA é um grande espaço de FORMAÇÃO, TROCA de idéias e experiências para as
COOPERATIVAS e os EMPREENDIMENTOS SOLIDÁRIOS. Haverá uma grande variedade de
debates, Vídeos, Seminários, Oficinas, atividades culturais que convidamos os grupos para participar,
cuja Programação será distribuída na Recepção da FEIRA, na Entrada. Não perca estes importantes
espaços de debates. Participe e receba seu Certificado, dê o seu nome na recepção. É importante retirar
o Certificado ao final do Evento e ser sujeito deste processo de Formação. Haverá grandes Seminários
Nacionais e Internacionais.
Haverá uma caminhada, Ecumênica pela Paz, lançamento de livros, Cds, cartilhas e muitas
outras atrações culturais, para as quais você pode ser um dos artistas e interagir de forma participativa
e comprometida.
7 - CARAVANAS: “SEJAM BEM VINDS e BEM VINDAS, “VOCÊ FAZ A DIFERENÇA”.
Um dos grandes destaques da Feira, além dos momentos CULTURAIS dos GRUPOS
EXPOSITORES, são as CARAVANAS que vem de todos os RECANTOS do RS, de outras regiões do Brasil
e de outros Países.
É importante inscrever também as CARAVANAS, a fim de serem devidamente reconhecidas,
acolhidas e integradas na FEIRA e na Programação. As CARAVANAS devem ser cadastradas com o nº de
pessoas, atividades e Municípios, no espaço da Recepção Geral na Entrada da Feira. Neste espaço
poderão retirar o seu material para a Feira e orientação para os espaços de Formação. Tanto as
caravanas, como os Empreendimentos que vão expôr deverão inscrever-se antes do Evento.
8- FICHA de AVALIAÇÃO e os 5% da Comercialização:
No Final da FEIRA, TODOS OS GRUPOS EXPOSITORES são convidados a entregar a sua
Ficha de Avaliação da Feira, com os 5% sobre o total das Vendas, cujo valor será aplicado na
despesa geral da Feira. A Alimentação e Hospedagem são por conta de cada grupo expositor, assim
como as despesas de viagem. A ECONOMIA SOLIDÁRIA NÃO VENDE ESPAÇOS PARA OS
EMPREENDIMENTOS SOLIDÁRIOS, mas constrói idéias e trabalha com a Partilha Solidária dos
espaços. A Ficha de Avaliação e o valor dos 5%, deverão ser entregue na recepção, na entrada da Feira.
Na recepção haverá uma equipe responsável para este trabalho. Solicitamos que todos entreguem esta
ficha de avaliação e a porcentagem. Esta prática faz parte dos compromissos da Feira.
9- OS GRUPOS NÃO PODEM ESQUECER:











Divulgar a FEIRA na sua Cidade. (Serem Multiplicadores/as) desta proposta pelo Brasil afora e
nos outros países do MERCOSUL e AMÉRICA LATINA.
Trazer o Material de divulgação (folder, cartões, cartazes, banners, bandeiras, fotos) do seu
Grupo e da sua cidade e da Economia Solidária.
Material para acondicionamento, exposição, decoração, dos Produtos e da sua Banca.
Relação dos Produtos que trouxerem com o peso, etiqueta e validade.
Os horários combinados de chegada e descarga dos produtos.
Quem não trouxer o produto embalado e pesado, deverá trazer BALANÇA.
No local haverá espaço físico reservado, mesas e coberturas, com bom tamanho para a
Exposição Solidária dos produtos.
Os demais materiais para a Banca como: CABIDES, CARTAZES, BANNERS, FITA DUREX,
CALCULADORA, EMBALAGENS, TROCO, BALANÇA, TOALHA para MESA, FACAS, Caneta e Papel
para as anotações ficarão por conta de cada grupo.
É bom prevenir-se para o FRIO, em Santa Maria o frio é intenso no mês de julho.
Trazer CUIA, BOMBA, TÉRMICA para o Chimarrão e muita Animação.
Trazer roupa de cama e material de uso pessoal para o alojamento.
IMPORTANTE DESTACAR:
1. Cada grupo EXPOSITOR está CONVIDADO e CONVOCADO para embelezar o seu STAND de
forma criativa, atraente, acolhedora e hospitaleira.
2. Cada Grupo deverá trazer uma faixa com a Identificação do seu Grupo, Atividade, Entidade e
Município, etc.
3. Convidamos todos os representantes dos Estados e Países para que tragam as suas
Bandeiras. As mesmas serão apresentadas na hora da Abertura Oficial, onde espontaneamente
poderão levá-las até o palco da Feira.
10- HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DA FEIRA.
O funcionamento da FEIRA para Comercialização ao Consumidor/a será da 7h30min. às 20h
(Sem Fechar ao Meio Dia). Durante o dia haverá as atividades de Formação, Seminários, Oficinas,
Atividades Culturais e Comercialização Direta. O encerramento oficial é no domingo às 18h. É importante
que todos os Empreendimentos fiquem para o encerramento Oficial da Feira.
11 - ALIMENTAÇÃO no LOCAL da FEIRA
AS REFEIÇÕES:
 Haverá um espaço para Alimentação Alternativa e caseira servida pela Economia Solidária e
Agricultura Familiar dos Empreendimentos Solidários de Santa Maria e região central - RS.
 O ALMOÇO será servido no Colégio Irmão José Otão ao lado da FEIRA.
O cartão poderá ser adquirido na recepção por preço acessível. No local haverá almoços, lanches e
jantares por preço acessível, oferecidos somente pelos Empreendimentos Solidários de Santa
Maria/RS.
12 - AS GRANDES OPÇÕES DA FEIRA
A Feira tem uma linha Editorial sintonizada com a proposta de Economia Solidária. Todas as atividades:
culturais, oficinas e seminários tem sintonia com a proposta. No local da Feira não será comercializado
refrigerantes, bebidas alcoólicas, cigarros e outros produtos químicos nocivos a saúde e ao Meio Ambiente. Os
produtos deverão ser de procedência Ecológica. A água não será vendida e sim distribuída gratuitamente, pois
é, “Um Patrimônio da Humanidade”.
13 - HOSPEDAGEM: Locais: (Cadastro com a Equipe)
a) O Credenciamento será feito com a Equipe de Hospedagem na Recepção da Feira e retirar o cartão de
Hospedagem. Só poderão entrar com cartão. É fundamental que na ficha de inscrição conste o número de
hospedagens que necessitam, de homens e mulheres. O cartão é liberado mediante o pagamento da taxa.
A Hospedagem é R$ 15,00 (quinze reais) por noite, sem café da manhã nas Casas de Eventos. É preciso
solicitar a hospedagem pela ficha de inscrição. O credenciamento será liberado na recepção mediante
pagamento. Quem quiser hotel, poderá fazer sua reserva pelos telefones que seguem em anexo na relação de
hotéis. A reserva das Casas de Eventos será feita pela Comissão Organizadora da Feira.
b) A Hospedagem Solidária e todos os locais de hospedagens serão coordenados pela Comissão da Feira. A
Hospedagem solidária é gratuíta e será liberada pela Comissão de hospedagem, na Recepção mediante cartão.
Para a hospedagem solidária é preciso que todos que desejam este serviço, tragam colchonete, cobertor, roupa
de cama e material de uso pessoal. É fundamental que o grupo coloque na sua ficha esta observação. Na
hospedagem gratuita serão fornecidas salas para dormir no chão, pois não tem cama.
 Favor fazer uma relação para Hospedagem e enviar com a ficha de inscrição da Feira.
 Tipo de Hospedagem a) ( )
b) ( )
Nome
Nº de
Nº de
Empreendimentos Cidade/Estado/País
Homens Mulheres
14 - INSCRIÇÕES
Na medida do possível fazer a inscrição dos Empreendimentos Solidários e Caravanas via Fóruns
Regionais e Entidades Parceiras e Apoiadoras, para fortalecer a forma de organização da Economia
Solidária.
É importante que os grupos sejam de fato de Economia Solidária, Agricultura Familiar,
Agroindústria Familiar e dos Movimentos Sociais, com a força norteadora da Solidariedade e
Cooperação. Solicitamos que as fichas sejam preenchidas com os dados bem completos e sejam
devolvidas até o dia 31 de maio de 2008, incluindo o nº de hospedagens que necessitam,
conforme orientações gerais.
INFORMAÇÕES, INSCRIÇÕES E CONTATOS:
DIOCESE DE SANTA MARIA
PROJETO ESPERANÇA/COOESPERANÇA
Rua Silva Jardim, 1704
97.010-490 - Santa Maria - RS - Brasil
Fone/Fax: 55 3219-4599
Fones: 55 3223-0219 e 3222-8275 Ramal 16
E.mail: [email protected]
[email protected]
Site: www.esperancacooesperanca.org.br
www.diocesesantamaria.org.br
PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA
SECAP – Secretaria de Captação de Recursos e
Relações Internacionais
Rua Venâncio Aires, 2277 2º andar
97.010-005 - Santa Maria - RS - Brasil
Fone/Fax: 55 – 3221-1399
Fone: 55 3921-7167/55 3921-7210
E.mail: [email protected]
[email protected]
Site: www.santamaria.rs.gov.br
Dia 13/07/2008 – PASSE LIVRE DO COOPERATIVISMO - Santa Maria terá o PASSE LIVRE do
COOPERATIVISMO – que é uma PROMOÇÃO da PREFEITURA MUNICIPAL - ADMINISTRAÇÃO POPULAR
e das EMPRESAS de ÔNIBUS de SANTA MARIA-RS. Neste dia o ônibus urbano é gratuíto para todos/as.
Há 08 anos, Santa Maria tem o Passe Livre do Cooperativismo e da Economia Solidária, durante
a Feira do Mercosul.
15 - ENCERRAMENTO OFICIAL DA FEIRA será no dia 13/07/2008 às 18h com o grande envio das
CARAVANAS de todo RS, Brasil e dos Países do MERCOSUL. Todos são convidados a participar até o
final dos Eventos, pois já será lançada a Feira de 2009.
Participe do Maior Evento do Cooperativismo Popular do BRASIL e com ARTICULAÇÃO da
ECONOMIA SOLIDÁRIA do MERCOSUL e da AMÉRICA LATINA.
A SUA PARTICIPAÇÃO FAZ A DIFERENÇA!
ORGANIZE SUA CARAVANA E PARTICIPE!
BOAS VINDAS!
“MUITA GENTE PEQUENA, EM MUITOS LUGARES PEQUENOS,
FAZENDO COISAS PEQUENAS, MUDARÃO A FACE DA TERRA” (Provérbio Africano)
DIAS 11 12 e 13 DE JULHO DE 2008
INSCRIÇÕES:
PROJETO ESPERANÇA/COOESPERANÇA
Rua: Silva Jardim, 1704 - 97.010-490 - Santa Maria - RS - Brasil
Fone/Fax: 55 3219 – 4599
- 3223-0219 / 3222-8275 - Ramal 16
E.mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
Site: www.esperancacooesperanca.org.br
www.diocesesantamaria.org.br
PREFEITURA MUNICIPAL- SECRETARIA DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS E RELAÇÕES
INTERNACIONAIS - SECAP
Rua Venâncio Aires, 2277 2º andar - Centro - 97.010-005 – Santa Maria - RS - BRASIL
Fone/Fax: 55 -3221-1399
Fones : 55 3921-7167/55 3921-7210
E.mail: [email protected]
E-mail: [email protected]
FICHA DE INSCRIÇÃO
Nome do Empreendimento Solidário, Associação ou Cooperativa:
__________________________________________________________________________________________
______________________________________________SIGLA:_______________________________________
Endereço Completo:__________________________________________________________________________
CEP:_________________________
Município:___________________________________________________
Estado:_______________________________ País:________________________________________________
Fone/Fax:___________________________________e-mail_________________________________________
Atividade principal do Empreendimento:__________________________________________________________
Marque com X:
( ) Hortigranjeiros e Orgânicos
( ) Agroindústria Familiar
( ) Artesanato e Confecção
(
(
(
) Panificação
) Lanches (Só de Santa Maria)
) Movimentos Sociais e
Entidades parceiras
(
(
(
) Mostra da Biodiversidade
) Povos Indígenas
) Catadores/as.
- Nº de Famílias Diretamente Beneficiadas:________________________________________________________
- Nº de Famílias Indiretamente Beneficiadas, incluindo os Consumidores (as):_____________________________
- Nº de Sócios da Associação, Cooperativa ou Grupo: ( ) Homens ( ) Mulheres ( ) Crianças
- Data da Fundação da Associação ou Cooperativa:
- Dia: __________________ Mês: ___________________ Ano:____________________
- Necessita de Hospedagem?_____Nº de Pessoas_____ ( ) Homens
( ) Mulheres
Favor devolver esta Ficha de Inscrição, preenchida para o PROJETO ESPERANÇA/COOESPERANÇA,
Rua Silva Jardim, 1704, CEP 97.010.490 – Santa Maria - RS, até o dia 31 de maio de 2008. Fone/Fax:
55 3219-4599 ou E.mails: [email protected] ou [email protected]
Site:www.esperancacooesperanca.org.br.
Qual é o Fórum de Economia Solidária que seu grupo participa?_________________________
_________________________________________________________________________________
Quais são as entidades parceiras que apóiam o seu empreendimento?_________________________________
__________________________________________________________________________________________
Lista dos grupos que fazem parte de sua Rede de Economia Solidária:_________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
LISTA
DOS
Tipo de Produtos
PRODUTOS PARA SEREM COMERCIALIZADOS.
Quantidade
INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES:_____________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards