Recebendo e emitindo sons - Audição – sentido pelo qual

Propaganda
Recebendo e emitindo sons
- Audição – sentido pelo qual percebemos os sons, os quais nos chegam por meio de ondas
sonoras.
- Os sons são captados pela orelhas e analisados e interpretados pelo cérebro.
I- Estrutura e funcionamento da orelha
- A orelha é dividida em orelha externa, orelha média e orelha interna.
1. Orelha externa
- Formada pelo pavilhão auditivo e pelo canal auditivo.
- O pavilhão auditivo é formado por tecido cartilaginoso coberto por pele e tem por função
captar e encaminhar o som ao canal auditivo;
- O canal auditivo liga a orelha média ao meio externo e é revestido por pêlos e células que
produzem cerume – esse revestimento retém poeira e microorganismos;
- O canal auditivo também protege e orelha média da pressão do ar e amplifica as vibrações do
ar causadas pelas ondas sonoras, permitindo que sejam transmitidas ao tímpano.
2. Orelha média
- Formada pela membrana timpânica, pela tuba auditiva e por três ossículos (martelo, bigorna e
estribo);
- A tuba auditiva é um canal que une faringe e orelha média – ela permite a entrada de ar na
orelha média e assim controla a pressão atmosférica nos dois lados do tímpano;
- O tímpano é uma fina membrana que separa a orelha externa da média e que transmite
vibrações para o martelo;
- O martelo está conectado ao tímpano;
- A bigorna fica entre o martelo e o estribo;
- O estribo conecta-se à janela oval (orelha interna);
- Sentido de transmissão das vibrações: tímpano → martelo → bigorna → estribo → janela oval
(líquido do seu interior vibra).
3. Orelha Interna (labirinto)
- Formada por cavidades no osso temporal revestidas por membranas e preenchidas por
líquidos;
- Dividida em cóclea, canais semicirculares e vestíbulo;
- Canais semicirculares e vestíbulo estão ligados ao equilíbrio;
* Canais semicirculares são pequenos tubos preenchidos por líquidos;
* O vestíbulo é um cavidade cheia de líquido que fica entre os canais semicirculares e a
cóclea, possuindo duas bolsas: sáculo e utrículo (ambas ricas em células sensitivas agrupadas
em máculas).
- Quando a vibração chega à cóclea, faz o líquido do interior desse órgão vibrar → a vibração
estimula células ciliadas sensoriais do órgão de Corti → cílios produzem impulsos nervosos, os
quais são transmitidos pelo nervo acústico (coclear) ao cérebro, onde são interpretados.
II- Memória auditiva
- Capacidade de registrar sons;
III- Surdez
- Redução na percepção de sons;
- Ocorre por problemas na orelha média ou na orelha interna.
IV- O papel da orelha interna no equilíbrio
- O movimento da cabeça faz movimentar os líquidos do vestíbulo e dos canais semicirculares
→ células sensitivas são estimuladas → impulsos nervosos encaminhados ao cérebro e
cerebelo → reconhecimento da posição espacial do corpo.
V- Efeitos da variação da pressão atmosférica no tímpano
- Com o aumento da altitude, a pressão atmosférica diminui → pressão no interior da orelha
fica maior → tímpano é empurrado para fora;
- Com a diminuição da altitude, a pressão atmosférica aumenta → pressão no interior da orelha
fica menor → tímpano é empurrado para dentro;
- Quando as tubas auditivas se abrem, as pressões interna e externa da orelha se igualam.
VI- Fonação
- É o processo de produzir voz pela vibração das pregas vocais.
- O som é modificado pela ação dos lábios, da língua e dos dentes.
VII- Cuidados com a orelha e com as pregas vocais
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards