Vida saudável e mente ativa é a recomendação “no

Propaganda
Vida saudável e mente ativa é a recomendação “no. 1” de Ana Alvarez, autora do livro Deu
Branco. Ler, tentar resolver charadas e dedicar pelo menos algum tempo todos os dias para essas
atividades fazem parte do pacote “boa memória forever”.
Manter a mente livre de “entulhos mentais” é outra dica importante. Organizar a vida e usar e
abusar das agendas, listas, quadros de aviso, post its é fundamental para aumentar o poder de
memorização. No livro Supermemória, o médico Fred Chernov também valoriza a organização
pessoal: “pessoas organizadas são mais atentas do que as desorganizadas. O cérebro carrega
informações demais e não consegue recuperar tudo que necessita sem um método sistemático,
organizado”...
Dar um significado especial, engraçado ou pitoresco aquilo que você deseja lembrar. O número
13041954, por exemplo, é difícil de memorizar a menos que você finja que é a data do aniversário do
homem da sua vida ou que são os correspondente numéricos das letras do nome da sua alma gêmea.
Transformar números em palavras é um excelente jeito de lembrar deles.
Abusar das associações. Quanto mais links você fizer entre aquilo que é novo e as informações que
você já tem, mais fácil será recuperar essa informação quando você precisar. O truque chama jogo
mnemônico. Meu marido até hoje sabe de cor e com todos os detalhes as funções do corpo humano só
porque na escola ele desenvolveu uma estratégia de decorar cada etapa do processo como se
estivesse narrando um jogo de futebol, com direito a imagens mais ou menos “esquisitas” como
“goooooool do suco gástrico abalando as paredes do estômago!!!!” Valem rimas, músicas, desenhos,
resumos esquemáticos, historinhas...
Colocar todos os seus sentidos para trabalhar. A gente lembra com o corpo inteiro. Colocar os
outros órgãos dos sentidos para ajudar no trabalho de memorizar facilita o trabalho do cérebro.
Cheiros, toques, sons são recursos profundamente evocativos de memórias e lembranças....você
talvez já tenha ouvido falar nas famosas “madeleines” do escritor francês, Marcel Proust, não? Lá
embaixo você navega para descobrir...
Criar imagens mentais. Imagine que você está de olhos fechados e “veja” em detalhes aquilo que
você quer lembrar. Quando minha quarta filha nasceu, lembro que ficava olhando para ela e dizendo
para mim mesma: guarde o rosto dela assim, senão, com essa correria (mais três filhos pequenos
eram A correria...) você vai acabar esquecendo...quanto mais rica e cheia de detalhes a imagem, mas
fácil de recuperar a lembrança que você associou a ela.
Escrever. É importante e você não quer esquecer de jeito nenhum? Escreva em detalhes tudo que lhe
vier à cabeça sobre o assunto, se possível, imediatamente.
Falar em voz alta. Uma variação do escreva, mas usando outro recurso do seu cérebro, o som.
Funciona bem com números e nomes. Por exemplo: você acabou de encontrar com um Marta que é
pediatra. Isso vira um versinho que você pode ficar repetindo em voz alta quando a Marta não estiver
ouvindo, é claro: Marta mar de pé atrás...OK, você deve fazer rimas melhor do que eu...
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards