1) Leia o poema “A arca de Noé” de Vinícius de Morais

Propaganda
NOME:
PROFESSORA:
Sandra Santana
ANO: 6º
DATA:
Nº:
EXERCÍCIOS DE LÍNGUA PORTUGUESA DE RECUPERAÇÃO PREVENTIVA-2ºTRIMESTRE
1) Leia o poema “A arca de Noé” de Vinícius de Morais, grife os adjetivos e locuções adjetivas e indique
a que substantivo se refere cada um.
Exemplo: Professora de minha irmã.
locução adjetiva: de minha irmã que se refere ao substantivo professora.
Exemplo: Aluno inteligente
Adjetivo: inteligente que se refere ao substantivo aluno.
A ARCA DE NOÉ
Sete em cores, de repente
O arco-íris se desata
Na água límpida e contente
Do ribeirinho da mata
O sol, ao véu transparente
Da chuva de ouro e de prata
Resplandece resplendente
No céu, no chão, na cascata
E abre-se a porta da arca
Lentamente surgem francas
A alegria e as barbas brancas
Do prudente patriarca
Vendo ao longe aquela serra
E as planícies tão verdinhas
Diz Noé: que boa terra
Pra plantar as minhas vinhas
Ora vai, na porta aberta
De repente, vacilante
Surge lenta, longa e incerta
Uma tromba de elefante
E de dentro de um buraco
De uma janela aparece
Uma cara de macaco
Que espia e desaparece
“Os bosques são todos meus!”
Ruge soberbo o leão
“Também sou filho de Deus!”
Um protesta, e o tigre — “Não”
A arca desconjuntada
Parece que vai ruir
Entre os pulos da bicharada
Toda querendo sair
Afinal com muito custo
Indo em fila, aos casais
Uns com raiva, outros com susto
Vão saindo os animais
Os maiores vêm à frente
Trazendo a cabeça erguida
E os fracos, humildemente
Vêm atrás, como na vida
Longe o arco-íris se esvai
E desde que houve essa história
Quando o véu da noite cai
Erguem-se os astros em glória
Enchem o céu de seus caprichos
Em meio à noite calada
Ouve-se a fala dos bichos
Na terra repovoada
Tonga Editora Musical LTDA
2)Retire da 6ª estrofe:
a) dois substantivos e flexione-os no grau aumentativo sintético e no aumentativo
analítico:__________________________________________________________
b) em seguida, passe-os para o grau diminutivo sintético e diminutivo
analítico:_________________________________________________________
3) Retire da última estrofe:
a) um adjetivo e elabore uma frase no grau superlativo relativo de superioridade.
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
b) elabore uma frase com esse adjetivo no grau superlativo absoluto sintética
_________________________________________________________________________________
4) Retire do penúltimo parágrafo um substantivo abstrato e explique.
5) Leia o texto O PRÍNCIPE DESENCANTADO de Flávio de Souza e dê a classe gramatical dos termos
grifados.
O príncipe desencantado
O primeiro beijo foi dado por um príncipe em uma princesa que estava dormindo encantada
havia cem anos.
Assim que foi beijada, ela acordou e começou a falar:
PRINCESA – Muito obrigada, querido príncipe. Você por acaso é solteiro?
PRÍNCIPE – Sim, minha querida princesa.
PRINCESA – Então nós temos que nos casar, já! Você me beijou, e foi na boca, afinal de contas não fica
bem, não é mesmo?
PRÍNCIPE – É... querida princesa.
PRINCESA – Você tem um castelo, é claro.
PRÍNCIPE – Tenho... princesa.
PRINCESA – E quantos quartos têm o seu castelo, posso saber?
PRÍNCIPE – Trinta e seis.
PRINCESA – Só? Pequeno, hein! Mas não faz mal, depois a gente faz umas reformas... deixa eu pensar
quantas amas eu vou ter que contratar... umas quarenta eu acho que dá!
PRÍNCIPE – Tantas assim?
PRINCESA – Ora, meu caro, você não espera que eu vá gastar as minhas unhas varrendo, lavando e
passando, não é?
PRÍNCIPE – Mas quarenta amas!
PRINCESA – Ah, eu não quero nem saber. Eu não pedi para ninguém vir aqui me beijar, e já vou avisando
que quero umas roupas novas, as minhas devem estar fora de moda, afinal passaram-se cem anos, não é
mesmo? E quero uma carruagem de marfim, sapatinhos de cristal e... e... joias, é claro! Eu quero anéis,
pulseiras, colares, tiaras, coroas, cetros, pedras preciosas, semipreciosas, pepitas de ouro e discos de platina!
PRÍNCIPE – Mas eu não sou o rei das Arábias, sou apenas um príncipe...
PRINCESA– Não me venha com desculpas esfarrapadas! Eu estava aqui dormindo e você veio e me
beijou e agora vai querer que eu ande aí como uma gata borralheira? Não, não e não, e outra vez não e mais
uma vez não!
Tanto a princesa falou que o príncipe se arrependeu de ter ido lá e beijado. Então teve uma ideia.
Esperou a princesa ficar distraída, se jogou sobre ela e deu outro beijo, bem forte. A princesa caiu
imediatamente em sono profundo, e dizem que até hoje está lá, adormecida. Parece que a notícia se espalhou,
e os príncipes passam correndo pela frente do castelo onde ela dorme, assobiando e olhando para o outro lado.
Príncipes e princesas, sapos e lagartos – histórias modernas de tempos antigos
São Paulo: FTD, 1989.
Termo grifado
Bom trabalho!
Classe gramatical
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards