FGV — 1 Fase — 26/05/2002

Propaganda
FGV — 1a Fase — 26/05/2002
Geografia
Questão 61
Considere as informações apresentadas na tabela abaixo:
Região Sudeste do Brasil: Previsão do tempo
Quarta-Feira
20/03/2002
temperatura mínima:
temperatura máxima:
probabilidade de chuva:
volume estimado:
21°C
32°C
80%
10 mm
Quinta-Feira
21/03/2002
temperatura mínima:
temperatura máxima:
probabilidade de chuva:
volume estimado:
20°C
25°C
80%
15 mm
temperatura mínima:
temperatura máxima:
probabilidade de chuva:
volume estimado:
18°C
24°C
60%
05 mm
temperatura mínima:
temperatura máxima:
probabilidade de chuva:
volume estimado:
17°C
26°C
20%
02 mm
Sexta-Feira
22/03/2002
Sábado
23/03/2002
Adaptado de: http//www.climatempo.com.br/
A partir de seus conhecimentos sobre dinâmica climática, é correto afirmar que as mudanças do tempo descritas na
tabela estão relacionadas:
a) ao aquecimento e à ascensão vertical do ar que, ao entrar em contato com as camadas de ar frio da atmosfera,
sofre condensação, ocasionando a inversão térmica e a conseqüente diminuição das temperaturas.
b) à formação de chuvas orográficas, resultantes do encontro dos ventos úmidos vindos do oceano, com barreiras
do ar quente e seco do Planalto Atlântico, diminuindo os índices de pluviosidade no interior da região.
c) ao encontro da massa de ar tropical atlântica (mTa), quente e úmida, com a massa equatorial continental (mEc)
fria e seca, provocando diminuição das temperaturas e oscilações na pluviosidade.
d) à ocorrência de uma frente fria, caracterizada pelo encontro de uma massa de ar polar com outra tropical,
resultando em instabilidade atmosférica inicial, com posterior estabilização e queda da temperatura.
e) ao efeito dos ventos alísios, que sopram dos trópicos para o equador e depois retornam aos trópicos (contra
alísios), provocando, neste movimento, rápidas oscilações das características atmosféricas.
Resolução:
O quadro apresentado representa uma sucessão climática de quatro dias, durante a mudança do verão para o outono,
no Sudeste do Brasil. No segundo dia, a passagem de uma pré-frontal provocou a ocorrência de chuvas e o início do
declínio da temperatura. No terceiro dia, as chuvas diminuíram e a umidade caiu. A situação do tempo estabilizou-se.
Como ainda estamos muito próximos do verão, o declínio da temperatura foi pequeno e a recuperação rápida, como
ocorreu no quarto dia. As mudanças do tempo descritas na tabela estão relacionadas à ocorrência de uma frente fria.
Alternativa D
1
2
FGV – 26/05/2002
CPV - o cursinho que mais aprova na GV
Questão 62
Leia o texto a seguir:
A utilização deste domínio vegetal ainda se fundamenta em processos extrativistas para obtenção de produtos de
origem pastoril, agrícola e madeireira. Na pecuária, o superpastoreio de ovinos, caprinos, bovinos e outros herbívoros
tem modificado a composição florística do estrato herbáceo, quer pela época, quer pela pressão de pastejo. A
exploração agrícola, com práticas itinerantes, com desmatamentos e queimadas desordenados, também tem
modificado tanto o estrato herbáceo como o arbustivo arbóreo. E a exploração madeireira já tem causado mais
danos à vegetação lenhosa do que a própria agricultura "migrante".
Fonte: Adaptado de http://nead.org.br/biblioteca/pdf/textos1/08brasilrural desenvol
O texto descreve os impactos ambientais no domínio vegetal
a) do cerrado.
b) da caatinga.
c) da mata atlântica.
d) da Amazónia.
e) dos campos.
Resolução:
O texto descreve uma região geográfica brasileira, citando a criação de ovinos e caprinos e as práticas agrícolas
de tipo itinerante (queimada – cultivo – colheita – abandono ), que nos levam diretamente à identificação da
caatinga.
Alternativa B
Questão 63
O Presidente da República Russa de Yakutia, às margens do oceano Ártico, na Sibéria, comprometeu-se a proteger,
até o ano 2000, uma área de 70 milhões de hectares de I e II , superfície equivalente a um quarto do território
da república. A gigantesca área a ser protegida é rica em vida selvagem, mas está ameaçada por poluição decorrente
de exploração mineral e pela indústria madeireira. Diversas espécies existentes na futura reserva são consideradas
localmente ameaçadas, entre elas o urso pardo (Ursus arctos).
Fonte: Adaptado de http://www.snagricultura.org.br/meioamb02.htm
Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do texto.
I
II
a)
Savanas
Estepes
b)
Floresta Temperada
Campos
c)
Campos de Altitude
Floresta Pluvial
d)
Pântanos
Mangues
e)
Tundra
Floresta Boreal
Resolução:
As paisagens vegetais subárticas, do norte para o sul, são a tundra e a floresta Taiga. A preservação dessa área
está ameaçada pela exploração madeireira, com finalidade de obter papel e celulose.
Alternativa E
FGV50M02
CPV - o cursinho que mais aprova na GV
FGV – 26/05/2002
3
Questão 64
Os projetos de infra estrutura para o escoamento da produção também começam a sair do papel, como as hidrovias
dos rios Madeira e Araguaia, as estradas que ligarão a região ao Pacífico e aos portos do Norte do país e a
expansão dos trilhos da Ferronorte.
Fonte: adaptado de Figueiredo, Lucas. Revista Primeira Leitura, n° 02, abril de 2002.
O texto faz referência:
a) à expansão da fronteira agrícola em direção à Amazônia ocidental, em função da crescente demanda por madeira
e extratos vegetais no mercado mundial.
b) à estruturação da Região Centro Oeste como importante pólo agropecuário exportador, integrado aos grandes
mercados mundiais de soja e carnes.
c) aos efeitos do Mercosul, que intensificou o fluxo de produtos agrícolas brasileiros, como a laranja e a
cana-de-açúcar, para países da América Latina.
d) aos projetos governamentais de integração que visam à consolidação do Merconorte, tendo a Venezuela e o
Chile como corredores de exportação.
e) às estratégias geopolíticas de controle das fronteiras Norte e Oeste do país através da expansão e integração
das vias de circulação.
Resolução:
A expansão da ocupação do Centro-Oeste e do sul da Amazônia, graças à pecuária e à agricultura aperfeiçoada
geneticamente, em especial a da soja, fez surgir a necessidade da criação de corredores de exportação voltados
para o rio Amazonas, para o Oceano Pacífico e para portos, como os localizados em São Luís, além da Ferronor,
que trará a soja rumo aos portos do Sudeste e Sul.
Alternativa B
Questão 65
Considere o gráfico abaixo para responder à questão.
%
Municípios com serviços de saneamento
Brasil – 1989/2000
97,9
97,2 99,4
95,6
47,3
Água
52,2
Esgoto
1989
2000
Fonte: IBGE – PNSB 1989 e 2000
Lixo
A partir do gráfico e dos conhecimentos sobre saneamento básico, pode-se inferir que:
FGV50M02
4
FGV – 26/05/2002
CPV - o cursinho que mais aprova na GV
a) 47% dos municípios brasileiros ainda não têm coleta de esgoto, o que compromete a qualidade da água, pois
rios e mares são os principais receptores do esgoto in natura.
b) como resultado da urbanização planejada, 97,9% dos municípios brasileiros contam com serviço de abastecimento
de água.
c) o serviço de coleta de resíduos sólidos já atende a 99,4% da população brasileira, graças à realização de
eficientes campanhas de conscientização popular.
d) embora os serviços de abastecimento de água e coleta de lixo sejam eficientes, mais da metade da população
brasileira não dispõe de rede de esgotos.
e) a aplicação de uma severa política de racionamento de água explica a estagnação dos serviços de abastecimento
nesse setor.
Resolução:
A questão apresenta uma tabela dos índices de saneamento no Brasil, entre 1989 e 2000. Sua resolução é simples,
podendo ser feita pela transposição das alternativas na tabela.
Alternativa A
Questão 66
Fonte: SIMIELLI, M. Elena. Geoatlas, São Paulo: Ática, 2000
No planisfério acima, estão assinaladas as áreas que apresentam:
a) intensa exploração vegetal, considerando-se que são ricas em biodiversidade.
b) formações geológicas recentes, também conhecidas como dobramentos terciários, que originaram as cadeias
mais elevadas do mundo.
c) déficit hídrico, pois geralmente é negativa a diferença entre os índices de pluviosidade e os de evapotranspiração.
d) elevada taxa de poluição dos solos e das águas, resultante da descarga de dejetos urbanos e industriais.
e) intensa atividade sísmica, pois predominam terrenos de origem recente, cujas camadas internas estão ainda em
fase de acomodação.
Resolução:
O destaque das áreas negritadas no mapa mundi apresentado na questão fica para o deserto do Saara, facilmente
identificável. A caracterização de região árida ou desértica é dada pelo déficit hídrico.
Alternativa C
FGV50M02
CPV - o cursinho que mais aprova na GV
FGV – 26/05/2002
5
Questão 67
Leia o texto a seguir:
As emissões de carbono nos Estados Unidos, hoje, estão 13% acima dos níveis de 1990, contrastando fortemente
com a meta de corte de 7% de gases de estufa, até 2010, com a qual os Estados Unidos se comprometeram em
Kyoto; o aumento das emissões nos Estados Unidos, entre 1990 e 2000, excede o aumento conjunto da China,
Fonte: www.wwiuma.org.br
Índia e África.
Dentre os fatores que têm contribuído para o crescimento das emissões de carbono nos EUA, pode se destacar:
a) o aumento da demanda por carvão mineral pela indústria siderúrgica local, em resposta à política de subsídios
governamentais à indústria nacional.
b) a expansão das indústrias de papel e celulose, beneficiadas pelo baixo custo de produção da energia elétrica e
a existência de grandes reservas florestais.
c) o crescimento da frota de automóveis no país, a maior do mundo, em paralelo com o crescimento da economia
nas últimas duas décadas.
d) o deslocamento e a ampliação das áreas industriais em direção à Costa Oeste, como, por exemplo, o Vale do
Silício, na Califórnia.
e) a desativação das usinas nucleares mais antigas e sua substituição por usinas termoelétricas, que utilizam o
carvão mineral como combustível.
Resolução:
Pelo estabelecido no Protocolo de Kyoto, os EUA haviam se comprometido a reduzir suas emissões de gases
estufa em 5%, até o ano 2008. Porém, o país não está cumprindo o acordo e o presidente Bush retirou o compromisso
norte-americano para com o mesmo. O elevado crescimento da economia norte-americana, em especial nos anos
90, gerou considerável ampliação da frota de veículos, que passou de 85 milhões (em 1980) para 140 milhões (em
2000).
Alternativa C
Questão 68
Considere a tabela apresentada abaixo.
Maiores aglomerados urbanos
1980*
Aglomerado
Urbano
2000"*
População
(em milhões de
habitantes)
Aglomerado
Urbano
População
(em milhões de
habitantes)
A
17,6
B
27,2
Cidade do México
13,9
Cidade do México
16,9
São Paulo
12,5
Xangai
11,8
B
11,7
São Paulo
A
Bombaim
16,7
13,6
15,7
Fonte: ONU.
FGV50M02
6
FGV – 26/05/2002
CPV - o cursinho que mais aprova na GV
Verdadeiras "exceções" no quadro urbano mundial pós 1950, A e B correspondem, respectivamente, aos aglomerados
urbanos de:
a) Londres e Moscou.
d) Nova York e Tóquio.
b) Paris e Pequim.
e) Pequim e Nova York.
c) Buenos Aires e Seul.
Resolução:
A questão apresenta uma tabela com a população de áreas urbanas, em 1980 e 2000. Em 1980, a maior cidade
ainda era Nova York. Entretanto, nesse período seu crescimento foi baixo, enquanto que em Tóquio ele foi elevado,
puxado pela urbanização japonesa, que passou de 70 para 90% da população, no mesmo período.
Alternativa D
Questão 69
Após os acontecimentos no World Trade Center, que fizeram do 11/09/01 um marco na geopolítica contemporânea,
os Estados Unidos estão dando sinais cada vez mais fortes de que o Iraque, após o Afeganistão, vai ser a próxima
vítima do que Washington chama de “guerra contra o terrorismo”. Num famoso discurso, George W. Bush incluiu,
além do Iraque, outros países integrantes do “eixo do mal”. Um deles alinhava-se com a URSS, durante o período
da Guerra Fria. Trata se da:
a) Coréia do Norte, país de regime fechado que possui capacidade de produzir e exportar armas nucleares.
b) Colômbia, que possui grande parte de seu território controlado por narcotraficantes associados à guerrilha.
c) Índia, por não respeitar acordos internacionais, como os da OMC, e violar as normas da ONU para os direitos
humanos.
d) Arábia Saudita, por seu apoio financeiro a organizações terroristas internacionais, como o Hamas e o Al Qaeda.
e) Rússia, que tem graves conflitos separatistas internos e é detentora do segundo maior arsenal bélico mundial.
Resolução:
A questão aborda a guerra contra o terrorismo, iniciada após os atentados de 11 de setembro, ocorridos nos EUA.
A política militarista de Bush acusou vários países de formarem o eixo do mal, entre eles: Iraque – Irã – Líbia –
Cuba e Coréia do Norte, este último o único país constante das alternativas que se alinhava à URSS.
Alternativa A
Questão 70
Um importante frigorífico brasileiro pretende entrar no crescente mercado consumidor chinês, exportando e distribuindo
a carne brasileira naquele país. Para isso, dois fatores são importantes na escolha da localização do novo
empreendimento: proximidade do mercado consumidor e existência de infraestrutura portuária.
Com base nessas necessidades, pode-se recomendar a implantação do empreendimento na região de:
a) Xangai, com importante infra estrutura portuária e vias de ligação com outras cidades próximas, que abrigam
uma população cuja renda familiar é, em média, maior que no restante da China.
b) Hong Kong, pelo baixo custo dos imóveis e acesso aos mercados das províncias do sul e centro da China, onde
se concentram as principais áreas industriais e a maior parte da população.
FGV50M02
CPV - o cursinho que mais aprova na GV
FGV – 26/05/2002
7
c) Taiwan, que, recentemente integrada à economia da China continental, constitui importante centro de decisão,
inovação e forte industrialização.
d) Pequim, capital política do país e importante Zona Econômica Especial (ZEE), que constitui o principal destino
dos investimentos estrangeiros no país.
e) Xinjiang, cujo extremo oeste vem passando por um rápido processo de expansão populacional e industrial,
impulsionado pela construção da represa "Três Gargantas" no rio Huang Ho.
Resolução:
Para concretizar a expansão do comércio brasileiro com a China, no ramo de carnes, é necessário escolher uma
base de operações que facilite a entrada de nossos produtos naquele país. O porto de Xangai, o mais movimentado
da China, encontra-se em posição ideal, em área altamente povoada e próxima ao rio Yang Tsé Kiang e ao Grande
Canal, faciltando o acesso ao interior do país.
Alternativa A
Questão 71
Considere o mapa apresentado abaixo:
Mar Mediterrâneo
Cisjordânia – campos de refugiados palestinos e colônias israelenses selecionadas
Cisjordânia
Jordânia
Jerusalém
Mar
Morto
ISRAEL
N
0
30
Campos de refugiados palestinos
Colônias israelenses
Fonte:adaptado de http://www.monde-diplomatique.fr/cartes/cisjordaniedpl2000
FGV50M02
8
FGV – 26/05/2002
CPV - o cursinho que mais aprova na GV
A partir das informações apresentadas e de seus conhecimentos sobre os conflitos entre palestinos e israelenses,
pode-se afirmar que:
a) a proposta de criação de um Estado palestino independente na Cisjordânia deverá implicar em uma redistribuição
territorial entre o espaço ocupado pelas colônias israelenses e os campos de refugiados palestinos.
b) não se justifica a criação de um Estado palestino na Cisjordânia, pois a sua integridade territorial seria constantemente questionada em função da existência de colônias israelenses que gozam de autonomia política.
c) a permanência dos campos de refugiados palestinos na Cisjordânia é um reflexo da pouca solidariedade dos
países vizinhos que, embora reconhecendo a soberania israelense sobre a região, não ofereceram abrigo aos
palestinos.
d) é viável a criação de um Estado palestino independente, formado por vários núcleos representados pelos atuais
campos de refugiados, com autonomia política e administrativa, sem interferir na existência das colônias israelenses.
e) a reivindicação palestina pelo reconhecimento da cidade de Jerusalém como capital de um Estado independente,
englobando a Cisjordânia e a Faixa de Gaza, sustenta-se na tradição de autonomia política e territorial dessa cidade.
Resolução:
A questão apresenta um fragmento de mapa centrado na Cisjordânia, que foi cedida ao povo palestino pela Partilha
de 1948, mas foi ocupada por Israel durante a Guerra dos Seis Dias, em 1967. Como esta é uma região fértil,
situada em meio a áreas áridas e semi-áridas, é disputada pelos dois povos, havendo poucas probabilidades de
haver um acordo entre as partes.
Alternativa A
Questão 72
A riqueza mineral africana tem sido, ao longo de sua história recente, muito mais um fardo do que um fator de
desenvolvimento para os povos e países desse continente. Como exemplo desta contradição, pode se destacar:
a) a África do Sul, que, durante a vigência do “apartheid”, restringia os empregos nas empresas de mineração de
ferro e diamantes apenas aos trabalhadores negros que viviam nos bantustões.
b) Mali e Chade, países do Sahel com grandes reservas petrolíferas, que não conseguem transformar esta riqueza
potencial em recursos necessários para diminuir as causas do avanço da desertificação em seus territórios.
c) Ruanda e Burundi, onde conflitos têm sido alimentados pela exploração de importantes reservas de petróleo,
beneficiando empresas multinacionais que, em troca, apóiam os diferentes grupos étnicos com armas.
d) Angola, Serra Leoa e República Democrática do Congo, onde a exploração de reservas, denominadas de
"diamantes de sangue", tem sido usada para o sustento de conflitos armados no interior destes países.
e) Somália, cuja interminável guerra civil, movida por grupos políticos regionais, consegue recursos para sustentar
pretensões político-militares, cedendo direitos de exploração mineral a empresas multinacionais.
Resolução:
Os diamantes constituem um problema e não uma fonte de riqueza para os povos africanos. Os líderes
apropriam-se deles e os utilizam como moeda para a compra de armas e munições, que abastecem os conflitos no
continente.
Alternativa D
FGV50M02
CPV - o cursinho que mais aprova na GV
FGV – 26/05/2002
9
Questão 73
A poluição do ar é célebre, na capital do México, devido às condições geográficas e climáticas do vale onde está
localizada e ao tamanho da população, às indústrias e à frota de veículos, disse o professor do MIT, Mario Molina,
Prémio Nobel de Química em 1995.
Adaptado de http://www.uol.com.br/ambienteglobal/site/reportagens/ultnot/ult865u61.shl
Dentre as condições geográficas e climáticas citadas, responsáveis pelo aumento da concentração dos poluentes na
Cidade do México, pode se destacar:
a) o entorno montanhoso do vale onde a cidade se localiza, que bloqueia a circulação atmosférica, e a ocorrência
de inversões térmicas, que dificultam a dispersão de poluentes.
b) a ocorrência de chuvas de convecção diárias, carreando os materiais poluentes da atmosfera para o solo,
aumentando a contaminação dos recursos hídricos.
c) a influência da dinâmica climática no Golfo do México que, por sua tendência à estabilidade na maior parte do
ano, dificulta a circulação atmosférica nas áreas interiores.
d) o predomínio do clima semi árido no planalto onde a cidade se localiza, o que potencializa o efeito produzido
pela concentração de poluentes na atmosfera.
e) a ocorrência de constantes tormentas tropicais sobre os planaltos interiores, criando áreas de instabilidade que
propiciam a concentração de poluentes nos vales encaixados.
Resolução:
A Cidade do México, assim como Santiago do Chile, apresenta dificuldades para dispersar os poluentes, devido
às características do seu relevo, que tornam difícil a circulação do ar.
Alternativa A
Questão 74
Considere a história em quadrinhos apresentada abaixo.
Fonte: Laerte, Folha de S. Paulo, 06 de fevereiro de 2002.
FGV50M02
10
FGV – 26/05/2002
CPV - o cursinho que mais aprova na GV
A história em quadrinhos faz referência:
a)
b)
c)
d)
à transição da agência espacial americana NASA para empresa comercial voltada ao público civil.
à popularização e democratização do uso da internet e de programas de sensoriamento remoto no Brasil.
à expansão do uso de imagens de satélite para investigação de fenômenos em várias escalas.
à globalização, que possibilitou maior integração do espaço mundial pela rápida evolução das
telecomunicações.
e) aos vultosos investimentos brasileiros em programas de sensoriamento remoto voltados para o controle do
território nacional.
Resolução:
O avanço da tecnologia, acelerado com o fim da Guerra Fria, disponibilizou tecnologia militar para uso civil e
proporcionou o progresso da observação aérea, possibilitando que satélites identifiquem até mesmo objetos com
menos de 1m2. Atualmente, já é possível adquirir imagens de áreas predeterminadas junto às empresas aeroespaciais.
Alternativa C
Questão 75
Em seu percurso desde os lendários castelos da Alemanha, até chegar ao mar Negro, esse importante rio
continua prejudicado pelas bombas lançadas pela OTAN, em 1999.
Fonte: http://www.uol.com.br/nationalgeographic/reportagens
O texto faz referência ao rio:
a) Sena, único canal de acesso dos países da Europa Central ao mar do Norte, que sofre os efeitos dos conflitos
separatistas na Checoslováquia.
b) Reno, que interliga as áreas industriais da Alemanha aos portos do mar Negro, através da conturbada região dos
Bálcãs.
c) Ródano, que, embora sendo navegável desde as planícies da Hungria, só tem sido utilizado em seu baixo curso,
em função dos conflitos na Europa Central .
d) Danúbio, principal via de transporte fluvial na Europa Central, sendo o mais afetado pelos conflitos étnicos na
antiga Iugoslávia.
e) Volga, importante via fluvial da Europa Oriental, afetada pela campanha da Rússia contra os separatistas
chechenos.
Resolução:
A questão enfoca um rio europeu, chamado ‘internacional’ por atravessar vários países. No texto, a citação de que
foi bombardeado pela OTAN, em 1999, permite reconhecer que isto ocorreu na região dos Bálcãs, de onde se
pode concluir que é o rio Danúbio.
Alternativa D
FGV50M02
CPV - o cursinho que mais aprova na GV
FGV – 26/05/2002
11
COMENTÁRIO DA PROVA DE GEOGRAFIA
Das 15 questões, 11 referiam-se a Geografia Geral e 4 referiam-se a Geografia do Brasil. O nível de dificuldade foi médio, com 7
questões fáceis, 7 regulares e 1 difícil. O conteúdo solicitado foi abrangente, exigiu bons conhecimentos e elevada capacidade de
leitura e interpretação. O único problema ficou por conta da questão 61, cujo gabarito oficial apresentou a letra A, que trata de
inversão térmica, quando na verdade aborda-se a passagem de uma frente fria, citada na alternativa D.
COMENTÁRIO DA PROVA DE GEOGRAFIA
Mundo
Contemporâneo
13,3%
Meio
Vegetação
Ambiente
6,6%
6,6%
Clima
13,3%
Geografia Geral
Geografia
do Brasil
Domínios
6,6%
Transportes
Urbanização Comércio
6,6%
6,6%
Exterior
6,6%
FGV50M02
Urbanismo
6,6%
Oriente
Médio
6,6%
África
6,6%
México
6,6%
Europa
6,6%
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards