Geogurb_

advertisement
INTRODUÇÃO – O QUE É A CIDADE
Cidade e urbano. As múltiplas dimensões do estudo da cidade.
definição precisa. A definição administrativa vigente no Brasil.
 SOUZA, Marcelo Lopes de (2003).
Bertrand Brasil, Capítulo 1, pp. 25-40.
A dificuldade de uma
ABC do desenvolvimento urbano.
 CORRÊA, Roberto Lobato A. (2001-2002).
Território, Vol. 11-12-13, pp. 133-136.
Rio de Janeiro:
Uma nota sobre o urbano e a escala.
In
PARTE I - O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO
1) A GÊNESE DA CIDADE E A DINÂMICA DA URBANIZAÇÃO MUNDIAL
A origem da cidade. A cidade no mundo antigo: polis (civitas) e urbs. O Império Romano:
ascensão e declínio da cidade. A cidade medieval européia: a revolução comercial e as lutas
por autonomia. A revolução industrial e seus impactos. Século XX: a urbanização da
humanidade. As cidades na era da globalização/mundialização.
 SOUZA, Marcelo Lopes de (2003).
Bertrand Brasil, Capítulo 2, pp. 41-47.
ABC do desenvolvimento urbano.
Rio de Janeiro:
 SPOSITO, Maria Encarnação (1988). Capitalismo e urbanização. São Paulo: Hucitec.
2) A URBANIZAÇÃO BRASILEIRA
O período colonial: arraiais, vilas e cidades. Século XIX: o higienismo e seus impactos. A
urbanização brasileira no século XX: ritmos e tendências.
 ABREU, Mauricio A. (1996). Pensando a cidade no Brasil do passado. In CASTRO, Iná Elias
de et al. (Orgs.). Brasil: questões atuais da reorganização do território. Rio de Janeiro:
Bertrand Brasil, pp. 145-184.
PARTE II - A ORGANIZAÇÃO INTERNA DAS CIDADES
3) OS CONCEITOS CLÁSSICOS
Sítio e posição (ou situação) de uma cidade. O plano urbano. A fisionomia urbana. Funções
urbanas. Modelos de estrutura urbana. Conurbações, áreas metropolitanas e megalópoles.
 CORRÊA, Roberto Lobato (2004). Posição geográfica das cidades. In Cidades, Vol. 1, Nº 2,
317-323.
 BERNARDES, Lysia (1960). Função defensiva do Rio de Janeiro e seu sítio original. In
Boletim Carioca de Geografia, 13 (1-2): 92-97. Reproduzido em BERNARDES, Lysia e
SOARES, Maria Therezinha S. Rio de Janeiro - cidade e região. Rio de Janeiro, Prefeitura da
Cidade do Rio de Janeiro, 1987, 15-20.
 BERNARDES, Lysia (1959). Importância da posição como fator do desenvolvimento do Rio
de Janeiro. In Anais da Associação dos Geógrafos Brasileiros, 11 (1), 175-196. Reproduzido
em BERNARDES, Lysia e SOARES, Maria Therezinha S. Rio de Janeiro - cidade e região. Rio
de Janeiro, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, 1987, 21-36.
 HARRIS, Chauncy e ULLMAN, Edward (2005 [1945]). A natureza das cidades. In Cidades,
Vol. 2, Nº 3, pp. 145-163.
4) A CIDADE CAPITALISTA COMO ESPAÇO ARTICULADO E FRAGMENTADO
A dialética entre forma, função, processo e estrutura. A cidade como expressão do geral, do
particular e do singular. Os agentes modeladores do espaço urbano.
5) A PRODUÇÃO DOS ESPAÇOS INTRAURBANOS
A importância da localização na cidade capitalista: economias de localização. Valor de uso e
valor de troca da terra urbana. O acesso diferenciado das classes sociais à terra urbana. A
segregação urbana via mercado e a auto-segregação. Urbanização em saltos e crescimento
das periferias urbanas. O Estado e as políticas habitacionais. Economias e deseconomias de
aglomeração. Centralidades intra-urbanas: a área central, subcentros de comércio e serviços,
centros especializados. Shopping-centers e seu papel estruturador do espaço.
 CORRÊA, Roberto Lobato (1989). O espaço urbano. São Paulo: Ática.
 SOUZA, Marcelo Lopes de (2003).
Bertrand Brasil, Capítulo 4, pp. 63-80.
ABC do desenvolvimento urbano.
Rio de Janeiro:
6) O MERCADO DE TRABALHO URBANO
Os circuitos superior e inferior da economia urbana
 SANTOS, Milton (1979). O espaço dividido. Rio de Janeiro: Francisco Alves - Capítulos II e
III, pp. 21-64.
7) CIDADES: CONFLITOS E CONTROLE
A produção de externalidades positivas e negativas nas cidades. O Estado e seu papel de
controle: legislação urbanística e planejamento urbano. Mecanismos de pressão: "lobbies" e
movimentos reivindicatórios. A reforma urbana e o Estatuto das Cidades.
 SOUZA, Marcelo Lopes de (2003). ABC do desenvolvimento urbano.
Bertrand Brasil, Capítulos 4-11, pp. 63-151.
Rio de Janeiro:
8) TERRITORIALIDADES, VIVÊNCIAS E IMAGENS DAS CIDADES
Dimensões objetiva e subjetiva do espaço urbano.
urbanas. Imagens e mapas mentais das cidades.
Territorialidades urbanas.
Vivências
PARTE III - AS RELAÇÕES ENTRE AS CIDADES
9) HINTERLÂNDIAS, HIERARQUIAS E REDES
Área de influência das cidades. Hierarquia urbana e rede urbana. A rede urbana brasileira.
A teoria dos lugares centrais de Christaller. Cidades, redes de cidades e globalização.
 CORRÊA, Roberto Lobato (1989). A rede urbana. São Paulo: Ática.
 SOUZA, Marcelo Lopes de (2003).
Bertrand Brasil, Capítulo 3, pp. 49-61.
ABC do desenvolvimento urbano.
Rio de Janeiro:
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
ABREU, Mauricio de Almeida (1994). O estudo geográfico da cidade no Brasil: evolução e avaliação
(Contribuição à história do pensamento geográfico brasileiro). In CARLOS, Ana Fani (Org.). Os
caminhos da reflexão sobre a cidade e o urbano. São Paulo, Edusp, 199-322. Também publicado em
Revista Brasileira de Geografia, 56 (1/4), jan-dez 1994, 21-122, 1997.
BENÉVOLO, Leonardo (1983). História da cidade. São Paulo: Ed. Perspectiva, 728 p.
CARLOS, Ana Fani Alessandri (1992). A cidade. São Paulo: Ed. Contexto.
CLARK, David (1985). Introdução à geografia urbana. São Paulo: Difel, 286 p.
COULANGES, Numa D. Fustel de (1975). A cidade antiga. São Paulo: Hemus.
ENGELS, Friedrich (1986 - original de 1844). As grandes cidades.
trabalhadora na Inglaterra. São Paulo: Global, pp. 35-91.
In A situação da classe
GEORGE, Pierre (1983). Geografia urbana. São Paulo: Difel, 236 p.
GOMES, Paulo César da Costa (2002). A condição urbana; ensaios de geopolítica da cidade. Rio de
Janeiro: Bertrand Brasil.
GOTTDIENER, Mark (1993). A produção social do espaço urbano. São Paulo: Edusp, 310 p.
HARVEY, David (1980). A justiça social e a cidade. São Paulo: Hucitec.
MARX, Murillo (1991). Cidade no Brasil, terra de quem? São Paulo: Edusp / Noble, 143 p.
MONBEIG, Pierre (1943). O estudo geográfico das cidades. Boletim Geográfico, 1 (7): 7-29.
MUMFORD, Lewis (1965). A cidade na história. Belo Horizonte: Itatiaia, 2 volumes.
RODRIGUES, Arlete Moysés (1988). Moradia nas cidades brasileiras. São Paulo: Contexto, 72 p.
ROLNIK, Raquel (1988). O que é cidade. São Paulo: Brasiliense.
SANTOS, Milton (1993), A urbanização brasileira. S. Paulo: Hucitec.
SOUZA, Marcelo Lopes de (1996). Urbanização e desenvolvimento no Brasil atual. São Paulo: Ática.
_____ (2000). O desafio metropolitano. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil.
_____ (2002). Mudar a cidade. Uma introdução crítica ao planejamento e à gestão urbanos.
Rio de Janeiro: Bertrand Brasil
VASCONCELOS, Pedro de Almeida (1999).
Editus.
Dois séculos de pensamento sobre a cidade. Ilhéus:
VILLAÇA, Flávio (1998). Espaço intra-urbano no Brasil. São Paulo: Studio Nobel/Fapesp/Lincoln
Institute.
Download