Diferenças

Propaganda
Organização do sistema operacional Linux
O Linux é um sistema operacional do tipo Unix, livremente distribuído. O nome
Linux é uma combinação do nome de seu idealizador, Linus Torwalds com Unix. A
primeira versão do Linux se tornou disponível em 1991. Em 1994 foi tornada pública a
primeira versão estável do sistema. A evolução e a manutenção do sistema é realizada
por voluntários, que trabalham no desenvolvimento, na depuração de erros e testando
novas versões. O linux é hoje um moderno sistema operacional do tipo Unix, com
suporte para:
o Multitarefa;
o Multiprocessamento;
o Diferentes arquiteturas;
o Diferentes file systems (MS/DOS, Ext2, Ext3, ..)
o Permite a carga de novos módulos;
o IPC (pipes, sockets,..)
o Um grande número de periféricos
o Gerência de memória com paginação por demanda
o Bibliotecas dinâmicas e compartilhadas
o TCP/IP;
o Etc.
O sistema operacional Linux é formado por seis grandes níveis lógicos, apresentados
na figura abaixo.
As funções de cada subsistema são:
1. Escalonador (sched), responsável por selecionar processos para execução e entregar o
processador ao processo selecionado.
2. Gerencia de memória, que permite a existência de vários processos na memória
principal. O MM implementa memória virtual, que permite a execução de processos
maiores que a memória real.
3. Gerencia do sistema de arquivos. Um conceito implementado é o de independência
do dispositivo, que cria uma interface uniforme, comum a todos os diferentes tipos de
dispositivos. Implementa também diferentes formatos de arquivos, compatíveis com
outros sistemas operacionais.
4. Interface de rede, que permite o acesso as redes de comunicação.
5. Inter-Process Communication (IPC), subsistema que implementa os diversos
mecanismos de comunicação entre processos.
6. Entrada e Saída, formado pelos drivers dos diferentes periféricos.
Organização do sistema operacional Windows NT
Windows NT designa uma família de sistemas operacionais da Microsoft, que
evoluiu a partir de 1993, ano da sua primeira versão, conforme apresentado a seguir:
o NT 3.1 Windows NT 3.1 Workstation (denominado Windows NT), Advanced Server
de 1993 ;
o NT 3.5 Windows NT 3.5 Workstation, Server de 1994;
o NT 3.51 Windows NT 3.51 Workstation, Server de 1995;
o NT 4.0 Windows N T 4.0 Workstation, Server, Server Enterprise Edition, Terminal
Server, Embedded de 1996;
o NT 5.0 Windows 2000 Professional, Server, Advanced Server, Datacenter Server de
2000;
o NT 5.1 Windows XP Home, Professional, IA-64, Media Center (2002, 2003, 2004,
2005), Tablet PC, Starter, Embedded, de 2001;
o NT 5.2 Windows Server 2003 Standard, Enterprise, Datacenter, Web, small Business
Server de 2003;
o NT 5.2 Windows XP (x64) Professional x64 Edition de 2005;
o NT 6.0 Windows Vista Starter, Home Basic, Home Premium, Business, Enterprise,
Ultimate Empresas: November 2006. Lançamento oficial: 30 de Janeiro de 2007.
A arquitetura do Windows NT é fortemente baseada na idéia de microkernel, na qual
componentes do sistema implementam funcionalidades que são tornadas disponíveis a
outros componente.
Utiliza também o conceito de níveis lógicos de maneira que cada nível pode utilizar
funcionalidades do nível inferior e oferece funcionalidades ao nível superior. O conceito
de objetos também é utilizado, sendo que arquivos, dispositivos de I/O, etc. são
implementados por objetos e acessados por métodos a eles associados.
A estrutura do Windows NT possui duas partes: modo usuário, formada pelos
programas de aplicação e pelos subsistemas protegidos (servidores) do sistema, e o
modo kernel, chamado de executivo. Os subsistemas protegidos de ambiente fornecem
API’ s específicas dos sistemas operacionais suportados. Existem subsistemas
(servidores) Win32, POSIX, Win16, OS/2 e MS-DOS. A figura a seguir mostra um
servidor Win32 se comunicando com um cliente Win32 através do Executivo do NT, e
um servidor POSIX, a espera de solicitações de clientes.
O subsistema Win32 torna disponível aos demais subsistemas a interface gráfica do
Windows NT e controla todas as entradas e saídas das aplicações, independentemente
da API utilizada.
Cada subsistema protegido fornece uma API que um programa de usuário pode
chamar. Quando um programa de usuário faz uma chamada de sistema, uma mensagem
contendo a requisição é gerada e enviada para o servidor apropriado através do
mecanismo denominado LPC (Local Procedure Call).
O Executivo do NT é o kernel do sistema. Possui funções para Gerenciar objetos,
Gerenciar processos, Implementar LPC, Gerenciar memória, Tratar interrupções,
escalonar processos, Gerenciar I/O, gerenciar os drivers do sistema e gerenciar memória
cache. O sistema possui a HAL, (Hardware Abstration Level), uma camada situada
entre o executivo e o hardware no qual o sistema está sendo executado. Neste nível
encontra-se o código dependente do hardware. Todo o restante do sistema é escrito em
C.\
A figura a seguir mostra a arquitetura do NT.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards