relatório de atividades sociais

Propaganda
GRUPO DE ASSISTÊNCIA À CRIANÇA COM CÂNCER - GACC
PROJETO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICO-ASSISTENCIAIS
IMPLANTAÇÃO DO SERVIÇO DE NEUROCIRURGIA ONCOLÓGICA
NO HOSPITAL CTFM/GACC
São José dos Campos
Julho, 2015
A. INFORMAÇÕES DA INSTITUIÇÃO
Programa: PRONON
Portaria de Credenciamento: nº 660 de 22/08/2014
Razão Social: Grupo de Assistência à Criança com Câncer - GACC
CNPJ: 01.146.603/0001-69
Endereço: Avenida Possidônio José de Freitas, 1200
Bairro: Urbanova
Município: São José dos Campos
UF: SP
CEP: 12244-010
Fone: (12) 3949-6023/ 3949-6024/ 99121-1068
Fax: (12)39496021
Email: [email protected]
CNES: 5.869.412
Dirigente: Rosemary Domingues Sanz
A.1. APRESENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO
O Grupo de Assistência à Criança com Câncer/GACC é uma instituição filantrópica, civil e sem
fins lucrativos, detentora do patrimônio e mantenedora do CTFM - Centro de Tratamento
Infantojuvenil Fabiana Macedo de Morais, hospital especializado em oncologia pediátrica,
cadastrado no CNES sob o número 5.869.412.
Com mais de 15 anos de existência, o GACC é um complexo clínico-sócio-hospitalar
multidisciplinar especializado, planejado para atender especificamente crianças e adolescentes,
seguindo padrões de excelência e humanização, buscando alcançar maiores índices de cura.
A instituição além de realizar todo o tratamento de câncer, também oferece suporte familiar e
atendimento às demandas sociais, emocionais, educacionais, de nutrição, de convivência social
e familiar e de recreação, fornecendo assistência integral para o alcance da cura biológica, do
bem-estar e da qualidade de vida do paciente.
Toda estrutura clínico-hospitalar, recursos materiais e equipamentos, e recursos humanos é
100% igualitária, sendo ofertado de maneira diferenciada e humanizada para todos os usuários
2
sejam do SUS, particulares ou com convênios médicos, sem fila de espera para nenhum tipo de
atendimento, procedimento, ou tratamento clínico ou cirúrgico.
O GACC está localizado no município de São José dos Campos, interior de São Paulo, sendo o
único do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira habilitado pelo Ministério da
Saúde como Unidade de Alta Complexidade em Oncologia, UNACON, Exclusiva de Pediatria
Oncológica, conveniado com a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.
Os 39 municípios da região atendida somam uma população total de 2.298.486 (IBGE, 2012),
para quem o CTFM/GACC é referência para o tratamento integral dos pacientes SUS
diagnosticados com câncer entre 0 e 19 anos. Dentro desta faixa etária, o Hospital abrange
cerca de 800 mil residentes, estimando-se uma incidência de 80 casos novos na região, de
acordo com dados americanos (SEER – Surveillence Epidemiology and End Results Program).
Por ano, são encaminhados pela rede básica de saúde da região cerca de 300 pacientes do SUS
com suspeita oncológica, sendo que em média 35% ou aproximadamente 100 destes pacientes
encaminhados terão confirmado seu diagnóstico de câncer. O Hospital CTFM/GACC, após a
solicitação da rede, realiza o primeiro atendimento para triagem diagnóstica para 73% das
solicitações dentro de 24 horas, 14% dos pacientes recebem o primeiro atendimento dentro de
72 horas, 11% dentro de 5 dias e apenas 2% em até 7 dias, o que tem promovido o diagnóstico
precoce e adequado, ampliando assim índices de cura alcançados.
B. DO PROJETO
B.1. INFORMAÇÕES GERAIS DO PROJETO
2.1. Título do Projeto: Implantação do Serviço de Neurocirurgia Oncológica no Hospital
CTFM/GACC
2.2. Novo valor total do Projeto: R$ 5.565.643,99
2.3. Prazo de execução (em meses): 24 meses
3
B.2. DA(S) AÇÃO(ÕES) E SERVIÇO(S) DE REABILITAÇÃO
De acordo com os artigos 5º e 9º da Portaria 1.550, de 29 de julho de 2014, o campo de
atuação pretendido é:
Prestação de serviços médico-assistenciais
Formação, treinamento e aperfeiçoamento de recursos humanos em todos os níveis
Realização de pesquisas clínicas, epidemiológicas e experimentais
B.3. ÁREA(S) PRIORITÁRIA(S) DO PRONON (De acordo com o artigo 10)
Considerando as opções citadas no artigo 10º da Portaria 1.550, de 29 de julho de 2014, esse
projeto trata da(s) áreas(s) prioritária(s):
I – prestação de serviços médico-assistenciais voltados à atenção/cuidado da pessoa com
câncer, principalmente as ações voltadas ao diagnóstico e estadiamento da doença, ao
tratamento cirúrgico, quimioterápico e radioterápico, e aos cuidados paliativos; e
III – apoio à prestação de serviços de saúde por meio da adequação da ambiência dos
estabelecimentos.
B.4. INFORMAÇÕES ESPECÍFICAS DO PROJETO DE ASSISTÊNCIA
Descrição do projeto:
a) Descrever o(s) objetivo(s) do projeto considerando as áreas prioritárias de sua aplicação.
Objetivo geral:
Implantar o serviço de Neurocirurgia Oncológica no Hospital Centro de Tratamento
Infantojuvenil Fabiana Macedo de Morais do Grupo de Assistência à Criança com Câncer,
CTFM/GACC, proporcionando tratamento especializado e integral aos pacientes com Neoplasia
de Sistema Nervoso Central atendidos pela instituição.
4
Objetivos específicos:

Equipar o Centro Cirúrgico e a Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital CTFM/GACC,
garantido a infraestrutura tecnológica necessária para a prestação do serviço médicoassistencial com a qualidade necessária;

Ofertar exames de imagem, com anestesia se necessário, viabilizando o diagnóstico rápido e
preciso de Neoplasias de SNC, de acordo com as regras e procedimentos estabelecidos pelos
Protocolos Nacionais de Tratamento de Tumores Infantojuvenil;

Realizar procedimentos de neurocirurgia em pacientes com Neoplasia diagnosticada,
atendendo aos Protocolos Nacionais de Tratamento dos Tumores de Sistema Nervoso Central;

Realizar exames de imagem, com anestesia se necessário, viabilizando avaliação pós-operatória
das neurocirurgias realizadas, de acordo com os Protocolos Nacionais de Tratamento dos
Tumores de Sistema Nervoso Central;

Ampliar os índices de cura dos pacientes em tratamento de câncer infantojuvenil através do
diagnóstico diferencial e precoce, do tratamento integral, da promoção de menores níveis de
morbidade e da oferta do tratamento de suporte necessário para diminuição de efeitos
colaterais, intercorrências e sequelas.
b) Apresentar a justificativa e aplicabilidade do projeto.
As Neoplasias do Sistema Nervoso Central (SNC) correspondem a cerca de 20 a 25% das
doenças oncológicas da infância e adolescência. A região do “Cone Leste Paulista” – área de
abrangência de atendimento do GACC que engloba 39 municípios do Vale do Paraíba, Litoral
Norte Paulista e Serra da Mantiqueira – contém, atualmente, mais de 2 milhões de habitantes,
sendo que quase metade desta população encontra-se em idade inferior a 19 anos. Neste
cenário, estima-se uma incidência de 25 a 30 casos novos anualmente de tumores do Sistema
Nervoso Central (SNC).
O CTFM/GACC tem recebido, em média, 15 a 20 novos casos por ano de crianças e adolescentes
portadores de neoplasias cerebrais, todos já abordados previamente. Este número corresponde
a 60% dos casos estimados, levantando às hipóteses de que 40% dos casos ou não são
5
abordados ou são encaminhados para outros centros do estado de São Paulo. Além disso, estes
pacientes são encaminhados muitas vezes com sequelas irreversíveis. Isto porque, os serviços
na região habilitados a realizar neurocirurgia, são serviços de atenção geral e/ou voltados para o
atendimento de urgências e emergências. Assim, não há uma equipe cirúrgica e de atenção
especializada no atendimento de crianças e adolescentes com câncer, comprometendo o
serviço prestado e, por sua vez, diminuindo as possibilidades de cura com o menor grau possível
de sequelas.
A fim de contribuir para o preenchimento desta lacuna assistencial, neste projeto propomos a
implantação do serviço de Neurocirurgia Oncológica no Hospital CTFM/GACC, garantindo a
oferta de tratamento especializado e integral aos pacientes com Neoplasia de Sistema Nervoso
Central. Destacamos que, com a implantação dos serviços previstos, será possível atender tanto
aos casos com suspeita diagnóstica encaminhados pela rede de saúde pública da região, quanto
aos casos que se confirmarem como tumores do SNC e que necessitem de neurocirurgia e de
todo suporte pós-cirúrgico e durante o tratamento.
Será possível também diminuir o tempo gasto entre a primeira avaliação do paciente na rede
pública e o início do tratamento especializado. O Hospital CTFM/GACC recebe pacientes tanto
para avaliação diagnóstica, quanto para tratamento de casos já diagnosticados. Oitenta e cinco
por cento dos casos referidos ao serviço de oncologia chegam sem diagnóstico estabelecido.
Nestes casos, a partir da suspeita de patologia oncológica feita por um médico da rede pública,
é feito o contato direto entre a unidade de saúde e o CTFM/GACC, sem necessidade de
intermediação por órgãos reguladores e agendada a consulta de avaliação, ou transferência
imediata, caso seja necessária internação. As avaliações ambulatoriais ocorrem, em mais de
80% das vezes, em até 48-72 horas.
Atualmente, o paciente demora mais de 3 meses para ser encaminhado ao CTFM/GACC para
receber tratamento especializado na área de neuro-oncologia pediátrica. Este intervalo
compreende o período desde a suspeita do diagnóstico oncológico até a realização de exames
complementares por imagens, muitas vezes pré-requisitos para encaminhamento para serviços
de referência em neurocirurgia. Com a execução deste projeto, será possível reduzir este tempo
6
de realização de exames específicos e procedimentos cirúrgicos em mais de 50%, impactando
positivamente nas possibilidades de cura.
Com a implantação e oferta do serviço proposto, será possível também atender às demandas
por neurocirurgia dos pacientes já em tratamento e/ou monitoramento na instituição que
apresentem intercorrências (recidivas, por exemplo). Isso evitará que estes pacientes fiquem
sujeitos à disponibilidade de oferta da neurocirurgia realizada por equipes não treinadas
especificamente para realização de procedimentos oncológicos, diminuindo o desgaste
emocional para as famílias e o risco de morbimortalidade.
Ressalta-se, por fim, que este projeto foi elaborado para que o Hospital CTFM/GACC amplie a
oferta de assistência, visando ao cuidado com a segurança do paciente, de acordo a
Organização Mundial de Saúde - OMS, que em outubro de 2004, lançou formalmente a Aliança
Mundial para a Segurança do Paciente, além de promover a otimização dos recursos
disponibilizados para a população SUS infantojuvenil.
Descrição do serviço médico-assistencial
Os pacientes serão encaminhados ao CTFM/GACC apenas com suspeita diagnóstica,
provenientes de qualquer unidade de saúde da rede pública da região de abrangência de
atendimento da instituição. Esta forma de atuar, apesar de aumentar o número de pacientes
encaminhados, diminui o intervalo de tempo entre a suspeição e confirmação da patologia e o
risco de sequelas e permite abordagens cirúrgicas mais seguras.
No CTFM/GACC, primeiramente, será realizada avaliação pelo oncologista e exames de triagem
inespecíficos, como hemograma, análise bioquímica, sorologias, e outros específicos, como
tomografia computadoriza de crânio e de coluna (cervical, dorsal, lombar e sacral). Além disso,
são realizadas as avaliações da lesão primária e estadiamento do paciente dos pacientes. É
importante destacar que neste momento de avaliação diagnóstica, poderá ser necessária a
7
realização de ressonância magnética de crânio e coluna, nas diferentes áreas, para aumentar a
precisão do diagnóstico.
No caso de confirmação da neoplasia de Sistema Nervoso Central, o paciente poderá ser
encaminhado para neurocirurgia, a qual poderá variar entre cirurgia de biopsia ou ressecção
completa. A cirurgia será realizada por uma equipe altamente treinada, com conhecimento
específico das patologias oncológicas da faixa etária de 0 até 19 anos e seus diagnósticos
diferenciais. Esta contará com suporte de aparelhos adequados ao centro cirúrgico, equipe de
anestesia familiarizada a este tipo de abordagem e apoio pós-operatório específico. O material
coletado será posteriormente enviado para análise anatomopatológica e imunohistoquímica
por equipe de patologistas com expertise na área oncológica, fornecendo informações mais
precisas sobre o caso clínico.
Após realização da neurocirurgia, o paciente fará o pós-operatório em uma Unidade de
Tratamento Intensivo (UTI) equipada e devidamente preparada. Neste período, serão realizadas
duas avaliações com tomografia para controle de eventuais intercorrências do procedimento,
para avaliação de possível aumento da pressão intracraniana e para verificação se a ressecção
do tumor foi completa. Em caso de sucesso em todo o procedimento, o paciente será liberado
da UTI em 7 a 10 dias. Caso haja intercorrências, ele permanecerá na unidade até alta.
Destacamos que todos estes procedimentos serão executados dentro da estrutura hospitalar
em que se encontra a criança, evitando quaisquer deslocamentos, os quais, muitas vezes, não
são possíveis devido às condições clínicas do paciente.
c) Descrever os equipamentos, as ações e os serviços de saúde atualmente realizados em nível
ambulatorial e hospitalar que apresentem relação com o objetivo do projeto, a fim de
demonstrar as ações inovadoras a que o projeto se propõe.
O Hospital CTFM/GACC faz parte da regulação da rede de saúde do SUS através da Rede Hebe
Camargo e do Portal Informatizado da Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde,
8
CROSS, da Secretaria de Saúde do Governo de São Paulo. A instituição constitui um centro de
referência na rede para a realização do diagnóstico de crianças e jovens na faixa etária de 0 a 19
anos incompletos, que são encaminhados com suspeita oncológica e para o tratamento integral
de oncologia pediátrica.
Anualmente, são encaminhados pela rede básica de saúde da região cerca de 300 pacientes do
SUS com suspeita oncológica sendo que, em média, 35% dos pacientes encaminhados têm
confirmado o diagnóstico de câncer. O Hospital CTFM/GACC, após a solicitação da rede, realiza
o primeiro atendimento para triagem diagnóstica para 73% das solicitações dentro de 24 horas,
14% dos pacientes recebem o primeiro atendimento dentro de 72 horas, 11% dentro de 5 dias
e apenas 2% em até 7 dias, o que tem promovido o diagnóstico precoce e adequado,
ampliando, assim, os índices de cura.
Após a confirmação diagnóstica, o tratamento é ofertado pela equipe médica de Oncologistas
Pediátricos em conjunto com a equipe multiprofissional especializada em Oncologia
Infantojuvenil, ambas disponíveis 24 horas para atendimento das necessidades clínicohospitalares dos pacientes. Atualmente, o Hospital conta com as seguintes áreas e suas
respectivas equipes profissionais especializadas:
 Médica: Central de Quimioterapia, ambulatório, consultórios, hospital-dia, Internação
Individual Clínica e Cirúrgica, UTI Pediátrica, Centro Cirúrgico, Central de Material e
Esterilização e Agência Transfusional;
 Multidisciplinar: assistência social, terapia psicológica especializada, fisioterapia,
fonoaudiologia, psicopedagogia, além dos atendimentos realizados na Unidade Nutricional,
Unidade de Farmácia e Unidade pedagógica, lúdica-educacional, que conta com
brinquedoteca, biblioteca, sala de artes e espaço teen;
 Convivência e apoio: Espaço de convivência familiar, repouso infanto-juvenil, quartos de
plantonistas, central de gases, área administrativa e jardins;
 Departamento de Ensino e Pesquisa: responsável pelo desenvolvimento de condições
para a investigação científica e atividades educativas de intercâmbio científico, buscando o
desenvolvimento da qualidade da assistência e constante atualização dos recursos
9
humanos. Desde, 2001 desenvolve ações de capacitação dos profissionais da rede de
atendimento, objetivando aumentar a suspeição de casos oncológicos pediátricos, agilizar
os encaminhamentos e realizar o diagnóstico diferencial o mais precocemente possível.
De acordo com levantamento do Ministério da Saúde, 182 Hospitais do Brasil trataram crianças
e jovens com câncer durante o ano de 2013, sendo que o Hospital CTFM/GACC em São José dos
Campos ficou, comparativamente, na 23ª posição considerando a quantidade de quimioterapias
realizadas para novos pacientes/ano. Esse índice demonstra a relevância e referência prática do
encaminhamento dos pacientes da região, e da oferta qualificada da assistência.
Com seus atuais 158 colaboradores, o Hospital CTFM/GACC vem ampliando o número total de
pacientes atendidos com suspeita oncológica, para terapia intensiva e cirurgias eletivas, como
se pode verificar no gráfico abaixo:
Com a ampliação do atendimento, cresceu a demanda por intervenções neurocirúrgicas. Em
2014, foram realizadas 144 cirurgias oncológicas pediátricas pelo SUS, sendo:
10
Movimento de AIH - CTFM/GACC - 2014
PROCEDIMENTO CIRURGICO REALIZADO
TOTAL
0201010267 BIOPSIA DE LESAO DE PARTES MOLES (POR AGULHA / CEU ABERTO)
5
0201010275 BIOPSIA DE MEDULA OSSEA
4
0201010321 BIOPSIA DE OSSO / CARTILAGEM DE MEMBRO INFERIOR (POR AGULHA / CEU ABERTO)
7
0201010330 BIOPSIA DE OSSO / CARTILAGEM DE MEMBRO SUPERIOR (POR AGULHA / CEU ABERTO)
3
0401020070 EXERESE DE CISTO DERMOIDE
2
0401020088 EXERESE DE CISTO SACRO-COCCIGEO
1
0403010098 DERIVACAO VENTRICULAR EXTERNAR-SUBGALEAL EXTERNA
1
0406010773 PERICARDIOCENTESE
1
0406020078 IMPLANTAÇÃO DE CATETER DE LONGA PERMANÊNCIA SEMI OU TOTALMENTE IMPLANTAVEL
36 (PROCEDIMENTO PRIN
0406020159 EXERESE DE GANGLIO LINFATICO
4
0406020248 LINFADENECTOMIA RADICAL CERVICAL UNILATERAL
1
0406020620 RETIRADA DE CATETER DE LONGA PERMANÊNCIA SEMI OU TOTALMENTE IMPLANTÁVEL 32
0407020039 APENDICECTOMIA
1
0407020233 EXCISAO DE LESAO INTESTINAL / MESENTERICA LOCALIZADA
1
0407020306 JEJUNOSTOMIA / ILEOSTOMIA
1
0407030131 HEPATECTOMIA PARCIAL
2
0407040161 LAPAROTOMIA EXPLORADORA
2
0407040188 LIBERACAO DE ADERENCIAS INTESTINAIS
1
0408060190 OSTEOTOMIA DE OSSOS LONGOS EXCETO DA MAO E DO PE
1
0408060255 RESSECCAO DE TUMOR E RECONSTRUCAO C/ TRANSPORTE OSSEO
1
0408060298 RESSECCAO DE TUMOR OSSEO E RECONSTRUCAO POR DESLIZAMENTO
2
0408060310 RESSECÇÃO SIMPLES DE TUMOR ÓSSEO / DE PARTES MOLES
5
0409040134 ORQUIDOPEXIA UNILATERAL
1
0412040131 TORACECTOMIA SEM RECONSTRUÇÃO PARIETAL
1
0412040166 TORACOSTOMIA COM DRENAGEM PLEURAL FECHADA
2
0415010012 TRATAMENTO C/ CIRURGIAS MULTIPLAS
7
0415020034 OUTROS PROCEDIMENTOS COM CIRURGIAS SEQUENCIAIS
1
0416010091 NEFROURETERECTOMIA TOTAL EM ONCOLOGIA
1
0416010113 ORQUIECTOMIA UNILATERAL EM ONCOLOGIA
4
0416010202 SUPRARRENALECTOMIA EM ONCOLOGIA
1
0416020208 LINFADENECTOMIA SUPRACLAVICULAR UNILATERAL EM ONCOLOGIA
1
0416030017 PAROTIDECTOMIA PARCIAL EM ONCOLOGIA
1
0416090010 AMPUTACAO / DESARTICULACAO DE MEMBROS INFERIORES EM ONCOLOGIA
2
0416090109 RESSECCAO DE TUMOR OSSEO COM SUBSTITUICAO (ENDOPROTESE) OU COM RECONSTRUÇÃO
1 E FIXAÇÃO EM ONC
0416090133 RESSECCAO DE TUMOR DE PARTES MOLES EM ONCOLOGIA
4
0416110061 SEGMENTECTOMIA PULMONAR EM ONCOLOGIA
3
As cirurgias neurológicas atualmente realizadas são de baixa complexidade, uma vez que a
instituição não dispõe de tomógrafo computadorizado e de estrutura física adequada para a
11
realização das neurocirurgias de alta complexidade. Como consequência, a instituição não tem
atendido a uma grande demanda da região, onde se estima uma incidência de 25 a 30 casos
novos anualmente de tumores do SNC. Vale destacar que, até então, não há na região
instituição especializada em oncologia pediátrica que realize procedimentos neurocirúrgicos e,
portanto, que seja habilitada a prestar tais serviços médico-assistenciais com a qualidade
necessária.
Neste sentido, a principal inovação deste projeto refere-se à oferta e realização de
neurocirurgia de alta complexidade como tratamento aos casos de câncer cerebral para o
público infanto-juvenil, serviço não ofertado na região; e realização interna de exames de
tomografia, com serviço de anestesiologia quando demandado (diferencial não ofertado na
região).
d) Descrever a estrutura física (ambientes e equipamentos) a ser utilizada e os recursos humanos
a serem empregados na execução do projeto.
Para realizar a prestação dos 590 serviços médico-assistencial objeto deste projeto, o GACC
inicialmente executará, com recursos próprios, reforma em espaço ocioso da instituição, onde
serão realizados os exames de Raio-X e Tomografia, além de ampliar em um leito a Unidade de
Tratamento Intensivo do CTFM/GACC, entre o mês 1 e o mês 6 do projeto, conforme
cronograma detalhado. Garantindo este compromisso, anexamos uma declaração de
responsabilidade.
Com a finalização destas reformas, será possível iniciar, no mês 7, a realização dos exames de
Raio-X e tomografia, e das neurocirurgias de alta complexidade.
Acrescenta-se que, no caso da realização de exames de imagem, principalmente as 540
tomografias computadorizadas, é imprescindível contar com estrutura e equipamentos para
realizar o exame com anestesia, evitando repetição do procedimento e, assim, diminuindo
custos e riscos à saúde da criança e jovem pela carga de exposição à radiação.
12
Para a realização das 50 intervenções cirúrgicas, contar-se-á com um Centro Cirúrgico moderno
e equipado com os seguintes equipamentos: 2 aparelhos de anestesia, 1 arco cirúrgico, 1
console câmera de alta definição, 2 aspiradores móveis, 1 balança eletrônica de bancada, 1
bisturi elétrico, 1 caixa de aquecimento de baixa temperatura, 1 cardioversor bifásico, 1 manta
térmica, 2 focos cirúrgicos fixos, 1 foco cirúrgico móvel, 1 frigobar, 2 mesas cirúrgicas, 1
microscópio cirúrgico, 2 módulos IBP (pressão invasiva), 2 módulos ETCO2 (capnografia), 4
monitores multiparamétrico, 1 thermohigrometro, 1 ultrassom, 1 serra óssea pneumática, 1
insuflador de alto fluxo, 2 fibra óticas, 1 tricotomizador, 1 câmera digital, 1 carro de medicação,
3 carros de transporte de unidade eletrocirúrgica, 2 fontes de Luz, 1 monitor de vídeo, 1
monitor vision Electra, 2 negatoscópio, 8 transdutores de ultrassom, 1 autoclave, 1 incubadora,
1 lavadora ultrassônica, 1 seladora e 1 termodesinfectora, dentre outros.
Nas tabelas a seguir, estão descritos os equipamentos, mobiliários, recursos humanos e serviços
previstos neste projeto, assim como suas justificativas.
13
EQUIPAMENTO
Monitor para laudo
JUSTIFICATIVA DA AQUISIÇÃO
Equipamento para apresentação de laudos médicos.
Computador para laudo com nobreak
Equipamento para processamento de laudos médicos.
1
Computador para visualização das imagens na UTI e Centro Cirúrgico
COM NOBREAK
Visualização de imagens para diagnóstico e realização de cirurgias.
1
Aparelho de anestesia
Equipamento destinado à administração de mistura de gases com
vapores anestésicos ao paciente, através de respiração espontânea
controlada manualmente ou mecanicamente, sendo constituído de
seção de fluxo contínuo (incluindo vaporizador), sistema respiratório e
respirador.
2
Ar condicionado Inverter - Tomo - 30.000 BTU
A utilização do ar condicionado com filtragens diversas é capaz de
impedir a proliferação dos micróbios e compostos orgânicos, além de
proporcionar um ambiente mais confortável para o desenvolvimento do
trabalho.
2
Ar condicionado inverter - Centro Cirúrgico (2 de 22)
A utilização do ar condicionado com filtragens diversas é capaz de
impedir a proliferação dos micróbios e compostos orgânicos, além de
proporcionar um ambiente mais confortável para o desenvolvimento do
trabalho.
2
Ar condicionado inverter - Centro Cirúrgico (3 de 18)
A utilização do ar condicionado com filtragens diversas é capaz de
impedir a proliferação dos micróbios e compostos orgânicos, além de
proporcionar um ambiente mais confortável para o desenvolvimento do
trabalho.
3
14
QTD
1
Ar condicionado inverter - Centro Cirúrgico (1 de 9)
A utilização do ar condicionado com filtragens diversas é capaz de
impedir a proliferação dos micróbios e compostos orgânicos, além de
proporcionar um ambiente mais confortável para o desenvolvimento do
trabalho.
1
Ar condicionado inverter - UTI (2 de 30)
A utilização do ar condicionado com filtragens diversas é capaz de
impedir a proliferação dos micróbios e compostos orgânicos, além de
proporcionar um ambiente mais confortável para o desenvolvimento do
trabalho.
2
Ar condicionado inverter - UTI (2 de 12)
A utilização do ar condicionado com filtragens diversas é capaz de
impedir a proliferação dos micróbios e compostos orgânicos, além de
proporcionar um ambiente mais confortável para o desenvolvimento do
trabalho.
2
Aspirador de secreção elétrico móvel
Aspirador móvel, utilizado nos procedimentos de aspirar secreção.
2
Bipap
Sistema de suporte ventilatório não invasivo que possua monitor gráfico
para monitorização dos parâmetros da UTI.
2
Bomba de Infusão
Equipamento médico-hospitalar, utilizado para infundir líquidos nas vias
esofágica, venosa e arterial, possui controle de volume e fluxo.
10
Bomba Injetora de Contraste de 2 canais
Equipamento para infusão de contraste, automatizada com controle de
fluxo e volume, para uso em exames de tomografia.
1
Kit Caixa de Cabeça
Kit de instrumentais para realização de cirurgias de tumor na região do
crânio.
1
Kit Caixa de Coluna Cervical
Kit de instrumentais para realização de cirurgias de tumor na região da
coluna, lombar e torácica.
1
15
Kit Caixa de coluna lombar
Kit de instrumentais para realização de cirurgias de tumor na região da
coluna, lombar e torácica.
1
Cardioversores
Desfibrilador e monitor de ECG, integrados, com opção de sincronismo
para uso em pacientes adultos e pediátricos.
3
Carro de emergência
Estrutura móvel para transporte de equipamentos em urgência e
emergência.
3
CR - Digitalizador de Imagem Radiográficas Multicassetes com
impressora
Sistema de captura digital de imagens radiográficas.
1
Drill com craniotomo
Equipamento utilizado para serrar ou perfurar osso em procedimentos
cirúrgicos.
1
Eletrocardiógrafo
Aparelho (voltímetro) que capta o potencial elétrico gerado pela
atividade cardíaca e converte-a em registro gráfico (amplitude em
função do tempo). É o mais importante método de diagnóstico das
arritmias cardíacas.
1
Foco Cirúrgico de Solo Móvel
Foco cirúrgico composto por base móvel com rodízio e cúpula.
1
Monitor de computador para microscópio
Monitor para microscópios que produz imagens de alta qualidade.
1
Monitores Multiparamétrico
Aparelho que apresenta vários parâmetros relacionados ao estado do
paciente como por exemplo: temperatura, eletrocardiograma, pressão
não invasiva.
3
Kit com Monitor Multiparamétrico com modulo de PI C02
Aparelho que apresenta vários parâmetros relacionados ao estado do
paciente como por exemplo: pressão arterial, oximetria,
eletrocardiograma, modulo de pressão invasiva e capnografia.
3
16
Softwares da Solução PACS com treinamento
Sistema de Comunicação e Arquivamento de Imagens é um conjunto de
computadores, periféricos e aplicativos que podem ser conectados a
todas as modalidades de dados digitais da tomografia.
1
Instalação, configuração e treinamentos PACS
Treinamento + suporte por 24 meses para uso da Solução PACS.
1
Raio X Fixo 500 mA
Régua de gases
Equipamento emissor de Raios X para fins de diagnóstico médico.
Régua de Gases (Assistência Respiratória de Parede).
1
1
Robô Gravador de CD e DVD para tomografia
Equipamento utilizado para registrar exames de tomografia.
1
Software Perennity para uso com o robô gravador de CD e DVD
Software para utilização do robô gravador de CD e DVD, que registra
exames de tomografia.
1
Esterilizador de baixa temperatura (STERRAD)
Processamento de material termo sensível para neurocirurgia.
1
Tomógrafo Computadorizado (64 cortes)
Tomógrafo computadorizado 64 cabeças, com redução de dose emitida
de radiação especifica para pacientes neonatal e infantil.
1
Ventiladores Pulmonares
Unidade complexa dotada de sistema de monitorização contínua que
admite pacientes potencialmente graves ou com descompensação de
um ou mais sistemas orgânicos.
3
Monitor de pressão intracraniana PIC
Monitor utilizado no diagnóstico do aumento da pressão intracraniana,
assim como para o tratamento da hipertensão intracraniana, conforme
a aplicação clínica.
1
Camisa redutora / Redutor de trocater
Suporte de crânio Mayfild / Head Fix
Equipamento que permite um processo cirúrgico mais seguro, evitando
múltiplas incisões.
Suporte de crânio para cirurgias neurológicas.
17
1
1
MOBILIÁRIO
Camas com movimento Fawler
Mesa de refeição
Conjunto de Poltronas
Macas
JUSTIFICATIVA DA AQUISIÇÃO
Cama com movimentos fawler (motores elétricos) para acomodação de
pacientes.
Mesa utilizada para refeição em ambientes hospitalares, para os
funcionários do Hospital.
Conjunto de Poltronas com estofamento para utilização em ambientes
hospitalares, onde os pacientes e familiares aguardarão para a
realização dos exames de Raio-X e Tomografia.
Carro maca para acomodação e transporte de pacientes (com rodízios).
QTD
2
3
6
4
Seis profissionais serão responsáveis pela realização das neurocirurgias. No quadro a seguir, são descritos os profissionais, assim como as qualificações
necessárias para a prestação do serviço, as atribuições previstas e a carga horária.
CARGO
Médico Neurocirurgião
Neuroclinico
Técnico Radiologia
QUALIFICAÇÕES NECESSÁRIAS
ATRIBUIÇÕES
Tratar adultos e crianças portadores de doenças
Médico com título especialista em neurocirurgia. do sistema nervoso central, realizar interversão
cirúrgica quando necessário.
Tratar adultos e crianças portadores de doenças
Médico com título especialista em neurologia.
do sistema nervoso central.
Operar aparelhos radiológicos e preparar
equipamentos e materiais para exame,
Curso técnico em radiologia.
averiguando condições técnicas e acessórios
necessários.
18
CARGA HORÁRIA
MENSAL
QTD
44H
1
6H
1
96H
2
Médico Radiologista
Graduação em medicina e especialização em
radiologia.
Enfermeira
Graduação em enfermagem.
Técnicos de Enfermagem
Curso técnico em enfermagem.
Responsável pela emissão dos laudos e dos
exames radiológicos.
Supervisionar os membros da equipe de
enfermagem no desempenho de suas atividades.
Prestar cuidados de enfermagem a pacientes
graves e críticos.
Executar todas as ações de enfermagem, exceto
as exclusivas do enfermeiro, seguindo os
procedimentos corretos.
80H
2
144H
2
144H
4
O serviço de anestesia para realização dos exames de tomografia que demandarem e das neurocirurgias oncológicas, está detalhado conforme tabela abaixo:
PROFISSIONAL
Anestesista
Anestesista
QUALIFICAÇÕES
NECESSÁRIAS
Médico com título de
especialista em anestesia.
ATRIBUIÇÕES
Controlar pressão arterial, ritmo cardíaco,
respiração, oxigenação do sangue, temperatura e
outras funções vitais do paciente durante
tomografia ou cirurgia, pela observação clínica e
de monitores que o auxiliam neste controle.
19
SERVIÇO
QTD
TOTAL
CUSTO UNITÁRIO/
Tabela CBHPM
Neurocirurgias
50
R$ 898,50
Tomografias
110
R$ 134,00
Total:
R$ 59.665,00
Todas estas variáveis, equipamentos, mobiliário, contratação de profissionais e serviços serão
necessárias para a oferta de um tratamento mais preciso, diminuindo a taxa de
morbimortalidade dos pacientes com patologias oncológicas do SNC.
O responsável pela coordenação do projeto será o médico especialista em residência médica,
Dr. Sérgio Milone Silva. Seu currículo segue anexado.
e) Descrever a abrangência do projeto quanto a:
- dimensão geográfica, com indicação de UF/município beneficiário:
Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira, somando 39 municípios.
- população que será beneficiada com a execução do projeto:
i.
Beneficiários diretos: 50 crianças e adolescentes de 0 a 19 anos, moradores da região atendida.
ii.
Beneficiários indiretos: Não se aplica.
- instituições que serão beneficiadas com o projeto, quando houver, com indicação do número
do CNES e/ou CNPJ: Não se aplica.
20
f) Descrever o número de vagas ofertadas, quando aplicável:
QTDE DE VAGAS OFERTADAS COM O
PROJETO
PROCEDIMENTO MÉDICO-ASSISTENCIAL
Ano 1
Ano 2
Neurocirurgias realizadas para diagnóstico e
tratamento oncológico pediátrico
Tomografia Computadorizada para as fases de
diagnóstico e tratamento dos atuais pacientes
oncológico
Tomografia Computadorizada para o tratamento
de neoplasias com Neurocirurgia
15
35
140
300
30
70
Total de procedimentos ofertados com o projeto
185
405
g) Descrever os resultados esperados, decorrentes da execução do projeto, suas metas a serem
atingidas e respectivos indicadores (conforme quadro abaixo).
RESULTADO
Neurocirurgias realizadas
para diagnóstico e
tratamento oncológico
pediátrico
Tomografia Computadorizada
para as fases de diagnóstico e
tratamento dos atuais
pacientes oncológico
Tomografia Computadorizada
para o tratamento de
neoplasias com Neurocirurgia
Aumentar a taxa de cura
global dos pacientes
atendidos pela instituição
INDICADOR
METAS
Ano 1
Ano 2
Número de neurocirurgias
realizadas
15
35
Número de tomografias
realizadas
140
300
Número de tomografias
realizadas
30
70
Percentual de aumento no
índice de cura de pacientes
atendidos pela instituição ao
final do projeto
(Índice atual = 40%)
-
60%
185
405
Total de procedimentos ofertados com o projeto
21
Métodos de Cálculo dos Indicadores:
INDICADOR
MÉTODO DE CÁLCULO
Soma de todas as cirurgias realizadas durante
Número de neurocirurgias realizadas
a execução do projeto.
Soma de todas as tomografias realizadas
Número de tomografias realizadas
durante a execução do projeto.
I = Quantidade de pacientes curados/Total de
Índice de cura de pacientes com neoplasia de
pacientes submetidos à cirurgia de neoplasia
SNC
de SNC
h) Apresentar o plano de atividades para execução do projeto.
DATA DE INÍCIO
DATA DO FIM
VALOR ESTIMADO
(R$)
Contratação de Pessoal
Mês 1
Mês 6
1.840.712,40
Compra de equipamentos
Mês 1
Mês 6
3.079.566,59
Compra de mobiliário
Mês 1
Mês 6
49.700,00
Contratação de serviço de
anestesista
Mês 7
Mês 24
59.665,00
Realização de tomografias e
neurocirurgias
Mês 7
Mês 24
Nenhum recurso extra
Gestão administrativa do projeto
Mês 1
Mês 24
536.000,00
DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE
TOTAL:
5.565.643,99
22
O cronograma, detalhado em meses, se dará da seguinte forma:
ATIVIDADES
MESES
01
02
03
04
05
06
07
08
09
Adequação da UTI e espaços de
realização dos exames – custos não
incluídos neste projeto
Contratação de Recursos Humanos
Compra de equipamentos
Compra de mobiliário
Compra de materiais de consumo –
custos não incluídos neste projeto
Contratação de serviço de
anestesista
Realização de tomografias e
neurocirurgias
Gestão administrativa do projeto
23
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
i) Descrever as atividades de monitoramento da execução do projeto.
O monitoramento da execução das atividades de reforma previstas neste projeto ficará a cargo da
dirigente da instituição, Rosemary Domingues Sanz.
Todo o processo de atendimento, triagem, realização de exames, neurocirurgia e acompanhamento
pós-operatório serão de responsabilidade do coordenador deste projeto, Dr. Sérgio Milone Silva.
As informações resultantes do monitoramento serão consolidadas ao final do ano para construção do
relatório anual, o qual permitirá a observação e análise da evolução das atividades e dos indicadores
ao longo do tempo, bem como as justificativas para resultados verificados fora das expectativas
previstas inicialmente.
j) Quando aplicável, descrever formas de disseminação dos resultados do projeto, tais como: eventos
científicos, oficinas, material de divulgação/publicação, entre outras formas.
Neste projeto, prevê-se a divulgação dos resultados do projeto no Relatório de Atividades do GACC,
produzido anualmente e distribuído para imprensa e colaboradores. Propõe-se também a divulgação
no site da instituição e em sua página oficial no Facebook®.
l) No caso do projeto envolver reforma, deverão ser atendidos os requisitos previstos nesta Portaria.
Não se aplica.
m) Demais informações relevantes em conformidade com as especificidades da área de atuação e do
projeto.
Não se aplica.
Download
Random flashcards
A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards