Metodologia Qualitativa Profs. ..Patricia Birman e Rosane Prado No

Propaganda
Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Centro de Ciências Sociais
Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais
Metodologia Qualitativa
Profs. ..Patricia Birman e Rosane Prado
No de Créditos: 4 (quatro), 60 horas, 15 sessões
Período: 1º. Semestre de 2009
Horário: terças 9 às 13 h.
Local: Sala de Aula do PPCIS – 9017A
Ementa:
O curso tratará da pesquisa de abordagem qualitativa no âmbito das ciências
sociais tendo como pano de fundo a questão da relação pesquisador-pesquisado e
focalizando o fazer etnográfico. Estarão em destaque as experiências próprias da
pesquisa em Antropologia Social, trabalhando-se os problemas e as soluções
metodológicas mais valorizados pela disciplina e suas relações com outras vertentes
das ciências humanas e sociais, como a história, a sociologia e a ciência política.
Desde o trabalho clássico e fundador da disciplina, Os Argonautas do Pacífico
Ocidental, de Bronislaw Malinowski, vêm-se discutindo e multiplicando as questões
relativas às formas de construção e o estatuto de alteridades diversas. A tradição
antropológica “clássica” e o privilégio concedido ao trabalho de campo têm sido na
história recente da disciplina objeto de intensas discussões que forjaram novas
questões e outros caminhos para a pesquisa. Pretendemos assim incorporar no
programa as elaborações relativas à definição e circunscrição do “campo” e suas
conseqüências para a disciplina (a “grande partilha” colonial e o trabalho
antropológico, a relação do antropólogo com os sujeitos de sua pesquisa), a
construção de novos objetos e modalidades de pesquisa (a descrição e as formas
de objetivação, o trabalho com arquivos, uma antropologia multi-centrada, os
projetos interdisciplinares). Como a proposta do curso é de valorizar o entendimento
das situações de pesquisa e a construção de seus objetos do ponto de vista teórico
e metodológico, buscaremos valorizar a discussão de casos que coloquem em cena
experiências de pesquisa e modalidades de trabalho diversificadas.
Deverão ser utilizadas as propostas de trabalho dos próprios alunos para refletir
sobre as noções trazidas pelo curso e para colocar em prática as estratégias de
pesquisa discutidas. Deverão também ser convidados pesquisadores para falar de
suas experiências de pesquisa de modo a enriquecer e ilustrar o conteúdo do curso.
Bibliografia preliminar
- APPADURAI, Arjun. Modernity at Large. Univ of Minnesota Press, 1996.
- ABU-LUGHOD, Lila. Locating Ethnography. ____ Ethnography 1(20), 2000.
- BAZIN, Jean. Question de sens. Revue Enquête, n 6, La description (on line).
- BEAU, Stéphane e WEBER, Florence. Guide de l’enquête de terrain. Paris: Éditions
la Découverte, 2003.
- BECKER, Howard. De que lado estamos? In ____. Uma teoria da ação coletiva.
Rio de Janeiro: Zahar, 1977.
____. Segredos e truques da pesquisa. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2007.
- BENSA, Alban. Da micro-história a uma antropologia crítica. In REVEL, Jacques
(org.) Jogos de Escalas: A experiência da microanálise. Rio de Janeiro: FGV, 1998.
- BERGER, Peter e LUCKMANN, Thomas. A construção social da realidade.
Petrópolis: Vozes, 1978.
- BOURDIEU, Pierre. L’objectivation participante. Actes de la Recherche en
Sciences Sociales, no 150, 2003.
- ____. Esboço de uma auto-análise. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.
- ____. A ilusão biográfica. In FERREIRA, Marieta de Moraes e AMADO, Janaína,
usos & abusos da história oral. Rio de Janeiro: FGV,2002.
- CLIFFORD, James. Sobre a autoridade etnográfica. In GONÇALVES, J. Reginaldo
(org.). A experiência etnográfica. Rio de Janeiro: EDUFRJ, 1998.
- CLIFFORD, James e MARCUS, George E. Writing culture: the poetics and politics
of ethnography. Berkeley: University of California Press, 1986.
- CLOT, Yves. L’autre illusion biographique. Revue Enquête, no5. (on line).
- CUNHA, Olívia Maria Gomes da. Tempo imperfeito: uma etnografia do arquivo.
MANA 10(2). Rio de Janeiro: PPGAS/Museu Nacional/UFRJ, 2004.
- DAMATTA, R.A. O ofício do etnólogo ou como ter anthropological blues. In NUNES,
E. (org.) A aventura sociológica. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.
- FABIAN, Johannes. Time and the Other. How Anthropology makes its object.
Columbia University Press, 1983.
- FELDMAN-BIANCO, Bela. Antropologia das sociedades contemporâneas. São Paulo:
Ed. Global, 1987.
- FOOTE WHYTE, William. Sociedade de esquina: a estrutura social de uma área
urbana pobre e degradada. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2005.
- GEERTZ, Clifford. Uma descrição densa: por uma teoria interpretativa da cultura.
In ____ A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.
- ____. O pensamento como ato moral: dimensões éticas do trabalho de campo
antropológico nos países novos. In ___. Nova Luz sobre a Antropologia. Rio de
Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2000.
- GIUMBELLI, Emerson. Para além do “trabalho de campo: reflexões supostamente
malinowskianas. Revista Brasileira de Ciências Sociais, 17(48), 2002.
- HENLEY, Paul. Cinematografia e pesquisa etnográfica. Cadernos de Antropologia
e Imagem n. 9. Rio de Janeiro: NAI/PPCIS/UERJ, 1999.
- MAFRA, C. Censo de religião: um instrumento descartável ou reciclável?, Religião
e Sociedade, v.24 (2), 2004.
- MALINOWSKI, Bronislaw. Argonautas do Pacífico Ocidental. Rio de Janeiro: São
Paulo: Abril Cultural, 1976. (Col. Os Pensadores v.43)
- PEIRANO, Mariza. A teoria vivida: reflexões sobre a orientação em antropologia.
In ____ A teoria vivida e outros ensaios de antropologia. Rio de Janeiro: Jorge
Zahar Ed., 2006.
PIAULT, Marc. Anthropologie et image. Paris: Theraedre, 2008.
- QUEIRÓS, Maria Isaura P. de. Relatos orais: Do “indizível” ao “dizível”. Ciência e
Cultura 39 (3), 1987.
- SAID, Edward. Orientalismo. O Oriente como Invenção do Ocidente. São Paulo.
Companhia das Letras, 2007.
- VALLADARES, Licia. Os dez mandamentos da observação participante. Revista
Brasileira de Ciências Sociais, vol. 22, no 63, 2007.
- VELHO, Gilberto. Observando o familiar. In ____ Individualismo e cultura: notas
para uma antropologia da sociedade contemporânea. Rio de Janeiro: Jorge Zahar,
1994.
- WEBER, Florence. L’ethnographie armée par les statistiques. Revue Enquête, no1
(on line)
- ZALUAR, Alba. Desvendando as máscaras sociais. Rio de Janeiro, Livraria
Francisco Alves, 1980.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards