Resumo de Tese de Ana Paula Ornellas Mauriel

Propaganda
Resumo de Tese de Ana Paula Ornellas Mauriel
A tese apresenta uma análise sobre os fundamentos teóricos que orientam as políticas
sociais, observando, em particular, o significado da centralidade do combate à pobreza na
condução das prioridades da agenda social internacional contemporânea, sinalizando que
condições materiais e simbólicas plasmaram a transformação do estatuto teórico da questão
social e suas formas de enfrentamento, afirmando uma inflexão no sentido da análise que
passou a priorizar, teórica e metodologicamente, um foco predominantemente
individualista de pensar o social. Um dos objetivos principais do trabalho é demonstrar que
houve uma recondução da lógica que inspira a construção das políticas sociais, ressaltando
como conflitos de valores, que reaparecem nos debates sobre pobreza e como combatê-la,
fornecem elementos essenciais à compreensão das mudanças de sentido e funcionalidade
das políticas sociais na atualidade. Para compor o referencial teórico, partiu-se de uma
discussão sobre a natureza do alívio da pobreza e suas funções econômicas, políticas e
ideológicas desde o início da formação do mercado capitalista de trabalho, contrapondo-se
a uma caracterização da origem e desenvolvimento das políticas sociais, cujos valores e
funções diferem dos limitados esquemas de alívio da pobreza. Atenção especial é dada ao
pensamento anglo-saxão sobre pobreza, particularmente na tradição liberal norte-americana
de política social. As transformações recentes das políticas sociais e as reformas nos
esquemas de proteção social aparecem como parte de um movimento mais amplo da
realidade, situadas a partir da configuração de uma nova ordem econômica global sob a
égide de um padrão de relações internacionais pós Guerra Fria, que apresentam um
determinismo econômico renovado com a naturalização da globalização, diante de uma
nova caracterização dos sujeitos políticos envolvidos (estados, organismos internacionais,
corporações financeiras, etc.), que assumiram novos papéis e dialogam de forma
redimensionada. O Banco Mundial aparece como referência nuclear à demonstração de
como teorias sobre desenvolvimento econômico e social ganharam terreno institucional
internacional, enfatizando-lhe o papel intelectual e simbólico especialmente no que se
refere ao ajuste estrutural e ao combate à pobreza. Outro objetivo central da tese é exibir as
principais fontes teóricas que constituem o mosaico da nova configuração ideológica
hegemônica liberal que justifica e acompanha a ordem global contemporânea, exposto na
segunda parte do trabalho. Para tal, há um capítulo dedicado a Amartya Sen, principal fonte
teórica que fundamenta a recondução da política social em direção ao alívio da pobreza.
1
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards