Cia Docas de São Sebastião.

Propaganda
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Aterramento e Terraplanagem Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Categorias
Nº de
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq. Sev. Risco
1
Acidente de trânsito
 Falha humana;
Impacto na Segurança:
durante transporte de  Falha mecânica;
 Incêndio;
máquinas,
 Impacto provocado por
 Danos pessoais;
equipamentos,
terceiros;
 Danos ao patrimônio.
materiais e produtos  Pista defeituosa;
para o canteiro de
 Intempéries;
Impacto Ambiental:
obras.
 Obstáculo na via.
 Contaminação do solo
decorrente da liberação do
produto transportado e/ou
combustível do veículo.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente da
liberação do produto
transportado e/ou
combustível do veículo.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Imagem da Empresa:
 Danos à imagem da
empresa em função da
repercussão do evento.
Estudo de Análise de Riscos
1
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Aterramento e Terraplanagem Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq. Sev. Risco
2
Vazamento de
 Falha operacional;
Impacto na Segurança:
combustível
 Falha humana;
 Incêndio;
(diesel, graxa,
 Vazamento na
 Danos pessoais;
gasolina) durante
bomba;
 Danos ao patrimônio.
reabastecimento e
 Vazamento no
operação de
equipamento.
Impacto Ambiental:
máquinas e
 Contaminação do solo
equipamentos.
decorrente da liberação do
combustível.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente da
liberação do combustível.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Imagem da Empresa:
 Danos à imagem da
empresa em função da
repercussão do evento.
Estudo de Análise de Riscos
2
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Aterramento e Terraplanagem Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq. Sev. Risco
3
Vazamento de
 Falha na substituição Impacto na Segurança:
líquido inflamável
do tambor vazio por
 Incêndio;
de tambor.
tambor cheio;
 Danos pessoais;
 Falha operacional.
 Danos ao patrimônio.
Impacto Ambiental:
 Contaminação do solo
decorrente da liberação de
líquidos inflamáveis.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente da
liberação de líquidos
inflamáveis.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Imagem da Empresa:
 Danos à imagem da
empresa em função da
repercussão do evento.
Estudo de Análise de Riscos
3
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Aterramento e Terraplanagem
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq.
Sev. Risco
4
Tombamento de
 Piso defeituoso;
Impacto na Segurança:
equipamentos.
 Falha mecânica;
 Danos pessoais;
 Falha humana/
 Danos ao patrimônio;
operacional;
 Morte.
 Intempéries.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente da
liberação do combustível.
Impacto Ambiental:
 Contaminação do solo
decorrente da liberação do
combustível.
5
Acidente de trânsito
 Falta de sinalização; Impacto na Segurança:
e/ou com transeuntes
 Sinalização
 Danos pessoais;
(colisão, abalroamento
inadequada;
 Danos ao patrimônio;
ou atropelamento).
 Não visualização do  Morte.
operário por
terceiros;
Imagem da Empresa:
 Falha humana;
 Danos à imagem da
 Falha mecânica do
empresa em função da
veículo.
repercussão do evento.
6
Queda de objetos.

Falha humana.
7
Queda de máquinas e
equipamentos.


Falha humana;
Falha mecânica.
8
Queda em mesmo
nível.

Estudo de Análise de Riscos
Irregularidade da
superfície.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais.
4
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Aterramento e Terraplanagem
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq.
Sev. Risco
9
Queda em diferença de  Trabalho em
Impacto na Segurança:
nível.
altura.
 Danos pessoais;
 Morte.
10
Ataque de animais
 Deslocamento na
Impacto na Segurança:
peçonhentos.
obra.
 Danos pessoais.
11
Movimentação
 Falha humana.
Impacto na Segurança:
inadequada de carga.
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
12
Vandalismo.
 Falta de vigilância. Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
13
Falta de energia
 Sobrecarga;
Impacto na Segurança:
elétrica.
 Falha no
 Danos ao patrimônio;
equipamento;
 Danos pessoais.
 Falha humana.
14
Mal súbito.
 Exposição
Impacto na Segurança:
excessiva ao sol;
 Danos pessoais.
 Esforço excessivo.
15
Intempéries.
 Mau tempo.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
16
Projeção de materiais.  Falha operacional;
Impacto na Segurança:
 Falha mecânica do
 Danos pessoais;
guindaste;
 Danos materiais.
 Movimentação de
carga.
17
Atropelamento de
 Falha humana;
Impacto na Segurança:
Animais.
 Presença de neblina;  Danos pessoais;
 Falta de sinalização.  Danos ao patrimônio.
18
Atolamento de
 Excesso de chuvas;
Impacto na Segurança:
veículos.
 Falha humana.
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
Estudo de Análise de Riscos
5
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Aterramento e Terraplanagem
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Perigo
Causas
Conseqüências
Categorias
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
19
Vazamento de
 Falha humana;
Impacto na Segurança:
combustível (diesel,
 Falha mecânica;
 Incêndio;
graxa, gasolina) das
 Impacto
 Danos pessoais;
máquinas e
provocado por
 Danos ao
equipamentos pesados
terceiros;
patrimônio.
utilizados para o
 Pista defeituosa;
Impacto Ambiental:
aterramento e
 Intempéries;
 Contaminação do solo
terraplanagem.
 Obstáculo na via. decorrente da liberação do
combustível.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente
da liberação do
combustível.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Imagem da Empresa:
 Danos à imagem da
empresa em função da
repercussão do evento.
Estudo de Análise de Riscos
6
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Aterramento e Terraplanagem
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq.
Sev. Risco
20
Disposição irregular de  Falha humana.
Impacto na Segurança:
resíduos sólidos.
 Incêndio;
 Danos pessoais;
 Danos ao
patrimônio.
Impacto Ambiental:
 Contaminação do solo
decorrente da disposição
inadequada dos resíduos
sólidos.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente
da disposição inadequada
dos resíduos sólidos.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Imagem da Empresa:
 Danos à imagem da
empresa em função da
repercussão do evento.
Estudo de Análise de Riscos
7
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Aterramento e Terraplanagem
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq.
Sev. Risco
21
Acidente de trânsito
 Falha humana;
Impacto na Segurança:
durante transporte de
 Falha mecânica;
 Incêndio;
máquinas,
 Impacto
 Danos pessoais;
equipamentos,
provocado por
 Danos ao patrimônio.
materiais e produtos
terceiros;
Impacto Ambiental:
para o canteiro de
 Pista defeituosa;
 Contaminação do solo
obras.
 Intempéries;
decorrente da liberação do
 Obstáculo na via. produto transportado e/ou
combustível do veículo.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da
água (superficial e/ou
subterrânea) decorrente
da liberação do produto
transportado e/ou
combustível do veículo.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Imagem da Empresa:
 Danos à imagem da
empresa em função da
repercussão do evento.
Estudo de Análise de Riscos
8
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Aterramento e Terraplanagem
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq.
Sev. Risco
22
Acidente de trânsito
 Falta de
Impacto na Segurança:
e/ou com transeuntes
sinalização;
 Danos pessoais;
(colisão, abalroamento  Sinalização
 Danos ao patrimônio.
ou atropelamento).
inadequada;
 Não visualização Imagem da Empresa:
do operário por
 Danos à imagem da
terceiros;
empresa em função da
 Falha humana;
repercussão do evento.
 Falha mecânica do
veículo.
23
Queda de objetos.
 Falha humana;
Impacto na Segurança:
 Falha de material.  Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
24
Queda em mesmo
 Irregularidade da Impacto na Segurança:
nível.
superfície.
 Danos pessoais.
25
Queda em diferença de  Queda em
Impacto na Segurança:
nível.
escadas.
 Danos pessoais.
26
Ataque de animais
 Deslocamento na Impacto na Segurança:
peçonhentos.
obra da via.
 Danos pessoais.
27
Movimentação
 Falha humana.
Impacto na Segurança:
inadequada de carga.
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
28
Vandalismo.
 Falta de vigilância. Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
29
Falta de energia
 Sobrecarga;
Impacto na Segurança:
elétrica.
 Falha no
 Danos ao patrimônio;
equipamento;
 Danos materiais.
 Falha humana.
30
Mal súbito.
 Exposição
Impacto na Segurança:
excessiva ao sol;
 Danos pessoais.
 Esforço excessivo.
Estudo de Análise de Riscos
9
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Aterramento e Terraplanagem
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq.
Sev. Risco
31
Intempéries.
 Mau tempo.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
32
Vazamento de
 Falha humana;
Impacto na Segurança:
combustível (diesel,
 Falha mecânica;
 Incêndio;
graxa, gasolina) das
 Impacto
 Danos pessoais;
máquinas e
provocado por
 Danos ao
equipamentos pesados
terceiros;
patrimônio.
utilizados para a
 Pista defeituosa;
Impacto Ambiental:
construção do canteiro  Intempéries;
 Contaminação do solo
de obras.
 Obstáculo na via. decorrente da liberação do
combustível.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente
da liberação do
combustível.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Estudo de Análise de Riscos
10
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Aterramento e Terraplanagem
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq.
Sev. Risco
33
Disposição irregular de  Falha humana.
Impacto na Segurança:
resíduos sólidos.
 Incêndio;
 Danos pessoais;
 Danos ao
patrimônio.
Impacto Ambiental:
 Contaminação do solo
decorrente da disposição
irregular dos resíduos.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente
da disposição irregular
dos resíduos.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Imagem da Empresa:
 Danos à imagem da
empresa em função da
repercussão do evento.
Estudo de Análise de Riscos
11
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Aterramento e Terraplanagem
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq.
Sev. Risco
34
Lançamento
 Falha humana no
Impacto Ambiental:
inadequado de
processo de descarte  Contaminação do solo
efluentes.
de água
decorrente da liberação do
contaminada;
efluente.
 Entupimento de
Impacto Ambiental:
canaleta de
 Contaminação da água
drenagem de água
(superficial e/ou
contaminada;
subterrânea) decorrente da
 Lavagem fora da
liberação do efluente.
área drenada.
 Transbordamento de
caixa separadora
Imagem da Empresa:
água óleo – SAO.
 Danos à imagem da
empresa em função da
repercussão do evento.
35
Choque elétrico.
 Falha na
Impacto na Segurança:
manutenção dos
Danos pessoais.
equipamentos.
36
Liberação de GLP.
 Ruptura de cilindro; Impacto na Segurança:
 Vazamentos
 Incêndio;
decorrentes das
 Danos pessoais;
mangueiras e
 Danos ao
conexões.
patrimônio.
Estudo de Análise de Riscos
12
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Almoxarifado
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq.
Sev.
Risco
54
Vazamento de
 Falha na substituição do
Impacto na Segurança:
líquido inflamável
tambor vazio por tambor
 Incêndio;
de tambor.
cheio;
 Danos pessoais;
 Falha operacional.
 Danos ao patrimônio.
Impacto Ambiental:
 Contaminação do solo
decorrente da liberação do
líquido inflamável.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou subterrânea)
decorrente da liberação do
líquido inflamável.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação por
propagação do incêndio.
55
Queda de objetos.

Estudo de Análise de Riscos
Falha humana.
Imagem da Empresa:
 Danos à imagem da
empresa em função da
repercussão do evento.

Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
13
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Almoxarifado
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq.
Sev.
Risco
56
Queda em mesmo
 Irregularidade da superfície;
Impacto na Segurança:
nível.
 Falta de sinalização adequada.  Danos pessoais;
 Danos materiais.
57
Queda em diferença  Trabalho em altura;
de nível.
 Trabalhador não qualificado
para execução dos serviços.
58
Movimentação
inadequada de
carga.

Falha humana.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
59
Vandalismo.

Falta de vigilância.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
60
Falta de energia
elétrica.



Sobrecarga;
Falha no equipamento;
Falha humana.
Impacto na Segurança:
 Danos ao patrimônio;
 Danos pessoais.
61
Mal súbito.


Exposição excessiva ao sol;
Esforço excessivo.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais.
62
Intempéries.

Mau tempo.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
Estudo de Análise de Riscos
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos materiais.
14
Plano Integrado Porto-Cidade
PP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Almoxarifado
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Perigo
Causas
Conseqüências
Categorias
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
63
Disposição irregular de  Falha humana.
Impacto na Segurança:
resíduos sólidos.
 Incêndio;
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
Impacto Ambiental:
 Contaminação do solo
decorrente da disposição
irregular dos resíduos.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou subterrânea)
decorrente da disposição
irregular dos resíduos.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação por
propagação do incêndio.
Imagem da Empresa:
 Danos à imagem da
empresa em função da
repercussão do evento.
Estudo de Análise de Riscos
15
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Almoxarifado
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Ordem
Perigo
Causas
 Falha na manutenção dos
equipamentos;
 Instalações elétricas
inadequadas.
 Ruptura de cilindro;
 Vazamentos decorrentes das
mangueiras e conexões.
64
Choque elétrico.
65
Liberação de GLP.
66
Liberação de gasolina,  Movimentação inadequada
tintas e solvente.
de embalagens;
 Ruptura de embalagens;
 Armazenamento/
disposição inadequada de
produtos utilizados na
recuperação de veículos de
linha.
Conseqüências
Categorias
Data: 17/07/2009
Revisão: 00
Observações (O) / Recomendações (R)
Impacto na Segurança:
 Danos materiais;
 Danos pessoais.
Impacto na Segurança:
 Incêndio;
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
Impacto na Segurança:
 Incêndio;
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
Impacto Ambiental:
 Contaminação do solo
decorrente da liberação do
produto.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente da
liberação do produto.
Estudo de Análise de Riscos
16
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Almoxarifado
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Ordem
67
Perigo
Liberação de óleo
diesel durante seu
recebimento,
transferência,
armazenamento e
abastecimento.
Causas




Falha operacional;
Falha humana;
Vazamento na bomba;
Vazamento no
equipamento.
Conseqüências
Categorias
Data: 17/07/2009
Revisão: 00
Observações (O) / Recomendações (R)
Impacto na Segurança:
 Incêndio;
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
Impacto Ambiental:
 Contaminação do solo
decorrente da liberação do
combustível.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente da
liberação do combustível.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Estudo de Análise de Riscos
17
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Manutenção
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq. Sev. Risco
68
Vazamento de
 Falha operacional;
Impacto na Segurança:
combustível
 Falha humana;
 Incêndio;
(diesel, graxa,
 Vazamento na bomba;  Danos pessoais;
gasolina) durante
 Vazamento no
 Danos ao patrimônio.
reabastecimento e
equipamento;
operação de
máquinas e
equipamentos.
Impacto Ambiental:
 Contaminação do solo
decorrente da liberação do
combustível.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente da
liberação do combustível.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Estudo de Análise de Riscos
18
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Manutenção
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Nº de
Categorias
Perigo
Causas
Conseqüências
Observações (O) / Recomendações (R)
Ordem
Freq. Sev. Risco
69
Vazamento de
 Falha na substituição
Impacto na Segurança:
líquido inflamável
do tambor vazio por
 Incêndio;
de tambor.
tambor cheio;
 Danos pessoais;
 Falha operacional.
 Danos ao patrimônio.
Impacto Ambiental:
 Contaminação do solo
decorrente da liberação do
líquido inflamável.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente da
liberação do líquido
inflamável.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Estudo de Análise de Riscos
19
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Manutenção
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Categorias
Observações (O) / Recomendações (R)
Nº de
Perigo
Causas
Conseqüências
Ordem
Freq.
Sev.
Risco
70
Tombamento de
 Piso defeituoso;
Impacto na Segurança:
equipamentos.
 Falha mecânica;
 Danos pessoais;
 Falha humana/
 Danos ao patrimônio.
operacional;
 Intempéries.

71
Queda de objetos.
72
Queda de máquinas e 
equipamentos.

73
Queda em mesmo
nível.

Irregularidade da
superfície.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais.
74
Queda em diferença
de nível.
 Trabalho em altura;
 Trabalho executado
por funcionário não
qualificado.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos materiais.
75
Movimentação
inadequada de carga.

Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
Estudo de Análise de Riscos
Falha humana.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
Falha humana;
Falha mecânica.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
Falha humana.
20
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Manutenção
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Categorias
Observações (O) / Recomendações (R)
Nº de
Perigo
Causas
Conseqüências
Ordem
Freq.
Sev.
Risco
76
Vandalismo.
 Falta de Vigilância. Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
77
Falta de energia
elétrica.



Sobrecarga;
Falha no
Equipamento;
Falha humana.
Impacto na Segurança:
 Danos ao patrimônio;
 Danos pessoais.
78
Mal súbito.

Exposição
excessiva ao sol;
 Esforço excessivo.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais.
79
Intempéries.

Mau tempo.
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
80
Projeção de
materiais.
 Falha operacional;
 Falha mecânica do
Impacto na Segurança:
 Danos pessoais;
 Danos materiais.
guindaste;
 Movimentação de
carga.
Estudo de Análise de Riscos
21
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Manutenção
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Categorias
Observações (O) / Recomendações (R)
Nº de
Perigo
Causas
Conseqüências
Ordem
Freq.
Sev.
Risco
81
Disposição irregular  Falha humana.
Impacto na Segurança:
de resíduos sólidos.
 Incêndio;
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
Impacto Ambiental:
 Contaminação do solo
decorrente da disposição
irregular dos resíduos.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente da
disposição irregular dos
resíduos.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Imagem da Empresa:
 Danos à imagem da
empresa em função da
repercussão do evento.
Estudo de Análise de Riscos
22
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Manutenção
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Categorias
Observações (O) / Recomendações (R)
Nº de
Perigo
Causas
Conseqüências
Ordem
Freq.
Sev.
Risco
82
Lançamento
 Falha humana no
Impacto Ambiental:
inadequado de
processo de descarte  Contaminação do solo
efluentes.
de água contaminada; decorrente da liberação do
 Entupimento de
efluente.
canaleta de drenagem
de água contaminada;
 Lavagem fora da área
drenada;
Impacto Ambiental:
 Transbordamento de  Contaminação da água
caixa separadora água (superficial e/ou
óleo – SAO.
subterrânea) decorrente da
liberação do efluente.
Imagem da Empresa:
 Danos à imagem da
empresa em função da
repercussão do evento.
Estudo de Análise de Riscos
23
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Manutenção
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Categorias
Observações (O) / Recomendações (R)
Nº de
Perigo
Causas
Conseqüências
Ordem
Freq.
Sev.
Risco
83
Vazamento de óleo
 Falha na realização
Impacto na Segurança:
combustível, óleo
de pequenos reparos  Danos pessoais;
lubrificante, fluido
em campo.
 Incêndio.
hidráulico ou graxa
durante a
manutenção de
máquinas e
equipamentos.
Impacto Ambiental:
 Contaminação do solo
decorrente da liberação do
combustível.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente da
liberação do combustível.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Estudo de Análise de Riscos
24
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Manutenção
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Categorias
Observações (O) / Recomendações (R)
Nº de
Perigo
Causas
Conseqüências
Ordem
Freq.
Sev.
Risco
84
Choque elétrico.
 Falha na
Impacto na Segurança:
manutenção dos
 Danos pessoais;
equipamentos;
 Danos materiais.
 Instalações elétricas
inadequadas.
85
Liberação de GLP.
 Ruptura de cilindro; Impacto na Segurança:
 Vazamentos
 Incêndio;
decorrentes das
 Danos pessoais;
mangueiras e
 Danos ao patrimônio.
conexões.
86
Liberação de
 Movimentação
Impacto na Segurança:
gasolina, tintas e
inadequada de
 Incêndio;
solvente.
embalagens;
 Danos pessoais;
 Ruptura de
 Danos ao patrimônio.
embalagens;
 Armazenamento/
Impacto Ambiental:
disposição
 Contaminação do solo.
inadequada de
produtos utilizados
na recuperação de
Impacto Ambiental:
veículos de linha.
 Contaminação da água.
87
Liberação de ar
comprimido.
 Falha estrutural;
 Sobrepressão;
 Falha Humana
Estudo de Análise de Riscos
Impacto na Segurança:
Danos pessoais;
Danos materiais.
25
Plano Integrado Porto-Cidade
APP – ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS
Empresa: Cia Docas de São Sebastião.
Sistema: Canteiro
Subsistema: Manutenção
Data: 17/07/2009
Referência: EIA Plano Integrado Porto-Cidade
Fase: Implantação
Revisão: 00
Participantes: ITSEMAP do Brasil - David Uliana, Felipe Costa Jimenez, Marcelo Fernandes de Souza, Ronaldo de Oliveira Silva e Tânia Ismério
Categorias
Observações (O) / Recomendações (R)
Nº de
Perigo
Causas
Conseqüências
Ordem
Freq.
Sev.
Risco
88
Perfuro cortantes.
 Uso de equipamentos Impacto na Segurança:
e ferramentas;
 Danos pessoais (corte,
 Falta de atenção.
contusões,
prensamento).
89
Liberação de óleo
diesel durante seu
recebimento,
transferência,
armazenamento e
abastecimento.




Falha operacional;
Falha humana;
Vazamento na
bomba;
Vazamento no
equipamento.
Impacto na Segurança:
 Incêndio;
 Danos pessoais;
 Danos ao patrimônio.
Impacto Ambiental:
 Contaminação do solo
decorrente da liberação
do combustível.
Impacto Ambiental:
 Contaminação da água
(superficial e/ou
subterrânea) decorrente
da liberação do
combustível.
Impacto Ambiental:
 Queima da vegetação
por propagação do
incêndio.
Estudo de Análise de Riscos
26
Plano Integrado Porto-Cidade
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards