Saúde e Verão - Secretaria de Estado da Administração

Propaganda
GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO
DIRETORIA DE SAÚDE SERVIDOR
GERÊNCIA DE CONTAS MÉDICO-HOSPITALARES
SAÚDE E VERÃO
Verão é tempo de sol, esporte e lazer ao ar livre, mas também é época de tomar mais cuidado
com o sol, para prevenir, queimaduras, câncer de pele entre outras doenças.
O Câncer de pele se caracteriza pelo aparecimento de tumores de vários tipos na superfície da
pele, que podem evoluir para lesões muito graves, se não forem diagnosticados a tempo e tratados
adequadamente.
Os mais freqüentes são o carcinoma basocelular, o carcinoma espinocelular e o melanoma, este
último, quando não tratado, pode atingir outras partes do corpo, como os pulmões, os ossos, o fígado, o
cérebro, etc.
Carcinoma e melanoma são tipos de câncer que afetam com freqüência a população brasileira.
O sintoma principal do melanoma é a mudança de cor de uma pinta ou sinal, mesmo que seja
de nascença, que ulcera, sangra e infecciona. Sua cor é preta ou marrom, com algumas áreas vermelhas ou
azuladas. Normalmente, o melanoma não se eleva muito sobre a pele, a não ser quando começa a crescer.
Para diagnosticar o câncer de pele, a pessoa deverá se submeter a um exame muito simples
chamado biópsia, que é a retirada de um pedacinho da região afetada para exame no microscópio.
●
Quem pode ter câncer de pele?
Qualquer pessoa pode ter câncer de pele, mas os riscos maiores são para pessoas que exercem
atividades profissionais que exigem maior exposição ao sol, como pescadores, ambulantes, agricultores,
etc. Também se arriscam mais, as pessoas que se expõem ao sol por lazer (banhistas) ou por esporte
(surfistas, esquiadores, montanhistas, etc.).
O câncer de pele atinge mais as pessoas brancas, principalmente em partes do corpo como
pescoço, braços e mãos que ficam mais expostos ao sol.
O melanoma pode surgir em qualquer lugar da pele, principalmente em pessoas de pele mais
escura, mesmo naquelas regiões que não se expõem ao sol.
●
●
Como reconhecer o câncer de pele?
Os tumores basocelular e espinocelular podem se apresentar de duas formas:
-como lesões brilhantes e pálidas, que podem sangrar e formar crostas (casca);
-como placas secas e ásperas que descamam.
Em ambos os casos, as lesões começam bem pequenas e crescem progressivamente.
Como tratar o câncer de pele?
Uma vez diagnosticado, o câncer de pele deve ser tratado imediatamente. Se for um tumor
pequeno, o tratamento consiste na sua retirada total, através de uma cirurgia relativamente simples.
A retirada de tumores em estágio mais avançado requer uma cirurgia maior e, em alguns casos,
tratamento por radioterapia (radiações) ou quimioterapia (remédios). Só o médico especialista poderá
prescrever o tratamento mais adequado, que varia dependendo do caso.
GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA
SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO
DIRETORIA DE SAÚDE SERVIDOR
GERÊNCIA DE CONTAS MÉDICO-HOSPITALARES
A principal causa das alterações que provocam o câncer de pele é a exposição aos raios
ultravioleta, cuja maior intensidade se dá na luz solar das 10 às 14 horas.
Por isso, para se prevenir contra os tumores, é necessário não se expor ao sol demasiadamente.
Evite o câncer de pele.
Como escolher protetor solar de acordo com fator de proteção solar (FPS)?
FPS 8 ao 15: pele negra ou morena;
FPS 15 aos 20: pele morena clara ou clara;
FPS 30 ou mais: pele clara ou muito clara, com olhos claros ou castanho-claros, com cabelos loiros ou
ruivos e crianças com mais de 2 anos.
Cuidados ao tomar sol. O sol é importante para a saúde, dá ânimo e vitalidade, porém são
precisos alguns cuidados. Siga as dicas do plano SANTA CATARINA SAÚDE – SC Saúde para esse
verão:












Use sempre protetor solar que ofereça proteção contra os raios UVA e UVB.
Aplique o protetor solar 30 minutos antes de se expor ao sol. Reaplique a cada 2 horas. Não se esqueça
de passar protetor nas partes mais sensíveis como: orelhas, pescoço, nariz, pés e mãos.
Use filtros solares com maior fator de proteção, pois os bronzeadores sensibilizam mais a pele para a
ação dos raios solares.
Não exagere nos exercícios sob o sol. Use roupas folgadas, de tecidos leves e claros, que facilitem a
transpiração.
Evite tomar sol entre 10h e 16h, quando o nível da radiação UVB é mais alto.
Proteja a visão com óculos escuros com lentes que contenham proteção da radiação UV e proteja-se
com chapéu ou boné.
No caso de tratamento de acne, evite a exposição ao sol, pois manchas escuras poderão aparecer.
È importante que a exposição ao sol ocorra de forma correta desde cedo, porque as radiações têm
efeito cumulativo.
Os bebês devem sempre ficar protegidos, inclusive quando estiverem à sombra. Durante passeios ao ar
livre, use roupas, chapéus e sobrinhas apropriados para bebês.
Atenção: Bebês com menos de 6 meses de idade têm a pele muito mais sensível, portanto consulte o
pediatra antes de usar estes produtos e lembre-se de que existem produtos específicos para bebês e
crianças.
Tomar bastante líquido.
Usar hidratante após sol.
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards