Atividade 5

Propaganda
Universidade Federal de Itajubá
ICE – DFQ
Disciplina de Metodologia Científica
Laboratório 5
Determinando Resistências Elétricas
Um bipolo elétrico é um elemento passivo de circuito elétrico, com
dois terminais acessíveis, submetido a uma diferença de potencial
(tensão elétrica) e pelo qual passa uma corrente elétrica. São
exemplos os resistores, lâmpadas, fios condutores, diodos, dedos
tocando em tomadas, dentre outros.
A resistência elétrica é a propriedade física que relaciona a tensão
aplicada ao bipolo e a corrente que o atravessa; formalmente:
V
R
I
A resistência está associada às propriedades microscópicas do
material e à forma do bipolo. A expressão acima é sempre válida.
Entretanto, quando R é constante para um determinado intervalo
de variação de V e I, dizemos que o bipolo está em um regime de
condução ôhmico.

Experiência de hoje
Objetivos:
- Efetuar medidas diretas de voltagem e corrente elétrica;
- Efetuar medidas indiretas de resistência elétrica;
- Aprender a utilizar corretamente um multímetro;
- Aprender a expressar uma medida digital;
- Expressar corretamente estas medidas, erros e unidades.
Materiais:
- Fonte elétrica;
- Multímetro analógico Minipa;
- Multímetro digital HGL;
- Bipolo elétrico;
- Matriz de Circuito;
- Folha de dados (INDIVIDUAL!!!).
Sobre Circuitos e Medidas:
- Sempre que efetuamos uma medida, nós interferimos com
a própria grandeza a ser medida. Em circuitos elétricos isso
é mais evidente. É impossível medir a voltagem e a
corrente elétrica em um bipolo sem criar divisores de
tensão ou de corrente;
- Um voltímetro é sempre utilizado em paralelo (por fora do
circuito) e tem uma resistência interna grande (~100k), a
fim de minimizar a corrente por passa por ele;
- Um amperímetro é sempre utilizado em série (por dentro
do circuito) e tem uma resistência interna pequena (~2), a
fim de minimizar a queda de tensão nele;
- Na Figura 1 temos o circuito de tensão real, no qual o
voltímetro mede a tensão real no bipolo, mas o amperímetro
mede a corrente do bipolo, mais a corrente que passa pelo
voltímetro. Neste caso, o valor de R medido será
sistematicamente menor do que o real.

VV  VB mas I A  I B  i V
RB 
VV
VB

I A I B  iV
Figura 1 – Circuito de Tensão Real
- Na Figura 2 temos o circuito de corrente real, no qual o
amperímetro mede a corrente real do bipolo, mas o
voltímetro mede a tensão do bipolo, mais a tensão do
amperímetro. Neste caso, o valor de R medido será
sistematicamente maior do que o real.
I A  I B mas VV  VB  v A
RB 
VV VB  v A

IA
IB
Figura 2 – Circuito de Corrente Real
FAÇA e/ou ANOTE NA FOLHA DE DADOS:
1) Verifique se a fonte está desligada, se não estiver
DESLIGUE-A.
2) Caracterize o voltímetro (Minipa) e o amperímetro
(HGL) utilizados, anotando na folha de dados as
características requisitadas.
3) Monte o circuito de tensão real (Figura 1) e ligue a
fonte quando estiver certo da montagem.
4) Serão necessárias 7 medidas de pares Tensão 
Corrente. A primeira linha da Tabela 1 da Folha de
Dados fornece os valores de referência de voltagem.

FAÇA e/ou ANOTE NA FOLHA DE DADOS:
5) Mexa na fonte até o voltímetro mostrar o valor sugerido.
Anote o valor de tensão e o de corrente, com os
respectivos erros (ver Dicas para o HGL).
6) Calcule o valor de R para cada um dos 7 pares de
medidas.
7) Calcule o valor de R médio e o desvio percentual de
cada uma das 7 medidas em relação à média e conclua
se o bipolo atua em regime ôhmico ou não.
8) DESLIGUE A FONTE.
9) Monte o circuito de corrente real (Figura 2) , ligue a
fonte quando estiver certo da montagem e repita os
passos 4 a 7. Note que basta mudar de posição apenas
uma ponta de prova do voltímetro.
DICAS:
1) O limite de erro (le) de um instrumento digital pode ser
dado de duas formas:
 através da classe (indicada no manual do instrumento):
le 
classe
 fundo de escala
100
ex:
le 
3
 20 V  0,6 V
100
também chamado de máximo desvio instrumental.
 através de erro percentual da medida mais um número
adicionado ao último A.S. (indicado no display):
le  p%  n
le  1,6%  3 
medida  15,78 V
ex:
0,016  15,78  0,25248  le  0,25  0,0( 3)  0,28 V
A mais…
http://efisica.if.usp.br/eletricidade/basico/corrente/lei_ohm_resist_eletrica/ (itens 9 a 24)
http://ltodi.est.ips.pt/joseper/IM/Evolu%C3%A7%C3%A3o%20da%20Tecnologia%20de%20Medida.PDF
http://www.ee.pucrs.br/~jorgef/instrumentacao/AULA6_INSTRUMENTACAO.pdf

Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Criar flashcards