0081.DOR.CCS.MT.10.R.P.13 - PRAC

Propaganda
UFPB-PRG
XIII Encontro de Iniciação à Docência
0081.DOR.CCS.MT.10.R.P.13
O USO DA PRÓTESE PARCIAL REMOVÍVEL NO RESTABELECIMENTO DA DIMENSÃO
VERTICAL DE OCLUSÃO
1
Érico Leonel Fonsêca ; Dúcia Caldas C Trindade², Carmem Silvia L Dalle Piagge², Dinamérica
Farias², Rosângela M Duarte³ Centro de Ciências da Saúde - CCS; DOR; Monitoria
Introdução: A perda de dimensão vertical de oclusão pode causar uma série de danos ao
paciente, tanto do ponto de vista funcional quanto estético. Antes da execução do plano de
tratamento do paciente é imprescindível o enceramento de diagnóstico e a partir deste, a
confecção de um dispositivo removível que servirá como guia para restabelecer a Dimensão
Vertical de Oclusão previamente à reabilitação protética definitiva. Objetivos: Este trabalho
tem o objetivo de relatar o caso clínico de restabelecimento de dimensão vertical de oclusão
por meio do uso de uma Prótese Parcial Removível Provisória que . que foi obtida a partir do
enceramento de diagnóstico.Descrição Metodológica: Paciente J.B.S, genero masculino 50
anos, compareceu à clínica odontológica queixando-se de problemas funcionais e estéticos,
porém não apresentando sintomatologia dolorosa. Após exame clínico, observou-se severo
desgaste dentário, bem como ausência de alguns elementos dentários provisória que além de
alterar a dimensão vertical de oclusão (DVO) do paciente, comprometiam a função mastigatória
e estética do mesmo. Desta forma optou-se por uma prótese removível provisória do tipo
Overlay para restabelecimento da DVO, previamente à reabilitação definitiva. Após obtenção
dos modelos de trabalho, os mesmos foram montados em articulador semiajustável (ASA).
Montou-se o modelo superior utilizando o registro com arco facial . Para montagem do modelo
inferior utilizou-se o dispositivo desprogramador neuromuscular (JIG) associado a placas de
registro, tendo a Relação Centrica (RC) como a posição de eleição, bem como método fonético
e da deglutição, para obtenção de uma adequada e fisiológica dimensão vertical. Através dos
modelos montados em ASA, obteve-se o espaço para enceramento da prótese parcial
removível provisória(PPR provisória) e em seguida acrilização da mesma. A PPR provisória foi
instalada sendo realizados ajustes oclusais, testes fonéticos, avaliação da harmonia facial, bem
como instruções de higiene, colocação e remoção da prótese. Após instalação e
acompanhamento por 2 meses, o paciente relatou melhora da qualidade de vida, satisfação
com a estética e com o tratamento reabilitador proposto, estando apto para inicio e execução
do mesmo. Baseado nos resultados parece lícito concluir que o uso de uma prótese provisória
removível, obtida através do enceramento de diagnóstico, é relevante para restabelecer a
Dimensão Vertical, norteando o planejamento e execução da prótese definitiva, contribuído
para maior previsibilidade do tratamento reabilitador.
Palavras-chave: Enceramento de Diagnóstico, Dimensão Vertical de Oclusão, Prótese Parcial
Removível Provisória
¹Monitores
UFPB-PRG
² Orientadoras
³ Coordenadora do projeto
XIII Encontro de Iniciação à Docência
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards